A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Capítulo 7 - Discordâncias e mecanismos de aumento de resistência.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Capítulo 7 - Discordâncias e mecanismos de aumento de resistência."— Transcrição da apresentação:

1 Capítulo 7 - Discordâncias e mecanismos de aumento de resistência

2

3

4

5

6 Porque a deformação plástica ocorre com tensões bem menores do que às tensões previstas teoricamente? Deformação plástica corresponde à mudança de um grande número de átomos em resposta a uma tensão aplicada Nuvem eletrônicaíons

7

8 Deformação plástica corresponde a uma grande movimentação de discordâncias. As discordâncias possibilitam a deformação plástica, pois a quebra das ligações atômicas ocorre de forma localizada exigindo assim menores tensões. Tal fenômeno é denominado DESLIZAMENTO (ou ESCORREGAMENTO).

9

10

11 Discordância em cunha move-se paralelamente à tensão aplicada.

12

13

14 Campo de tensões ao redor de uma discordância

15

16 Da onde vem as discordâncias? A quantidade de discordâncias em um material é expressa na forma de uma propriedade: A Densidade de Discordâncias (DD) dada em mm/mm3 ou /mm2 Ex: 10 5 /mm2 As discordâncias são provenientes de tensões internas (mecânicas ou térmicas) do material geradas no processamento destes. O número de discordâncias cresce de forma elevada por meio de deformações plásticas. Ex: material fundido DD 10 5 /mm2 material laminado a frio (encruado) DD /mm2

17

18 Sistemas de Escorregamento

19

20 ESCORREGAMENTO EM MONOCRISTAIS As discordâncias se movem em resposta às tensões de cisalhamento aplicadas sobre as mesmas.

21 Tensão de Cisalhamento Projetada Crítica τ RCSS – A menor tensão de cisalhamento requerida para iniciar o deslizamento.

22 Maior valor de cosΦcosλ corresponde ao ângulo de 45 graus = 0,5 logo σy = 2τRCSS Quando:

23

24 DEFORMAÇÃO PLÁSTICA EM MATERIAIS POLICRISTALINOS

25

26

27 MECANISMOS DE AUMENTO DE RESISTÊNCIA EM METAIS. - Redução do tamanho do Grão - Solução sólida - Encruamento

28

29 Aumento da resistência por Solução Sólida

30

31

32 Aumento da resistência pelo aumento da Densidade de Discordâncias – Deformação a frio, trabalho a frio ou encruamento.

33

34

35

36 RECUPERAÇÃO, RECRISTALIZAÇÃO E CRESCIMENTO DE GRÃO

37 Após 3 s, 580 C

38 Após 4 s, 580 C

39 Após 8 s, 580C

40 Após 15 min, 580C

41 Após 10 min, 700C

42

43 RECRISTALIZAÇÃO

44

45 CRESCIMENTO DE GRÃO

46


Carregar ppt "Capítulo 7 - Discordâncias e mecanismos de aumento de resistência."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google