A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Aspectos de Confiabilidade na Implementação da Unidade de Telecomando e Telemetria para Plataformas Orbitais Luciano Rigelo Azevedo Mestrando em Ciência.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Aspectos de Confiabilidade na Implementação da Unidade de Telecomando e Telemetria para Plataformas Orbitais Luciano Rigelo Azevedo Mestrando em Ciência."— Transcrição da apresentação:

1 Aspectos de Confiabilidade na Implementação da Unidade de Telecomando e Telemetria para Plataformas Orbitais Luciano Rigelo Azevedo Mestrando em Ciência da Computação Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul PPGCC - Faculdade de Informática Porto Alegre, 22 de Março de 2010 Eduardo Augusto Bezerra Professor Orientador

2 Introdução Tolerância a Falhas e Confiabilidade Estado da Arte Arquitetura do Módulo UTMC Técnicas Propostas Resultados Conclusões e Trabalhos Futuros Sumário 2

3 Introdução A importância dos Veículos Espaciais Sistemas distintos: Plataforma Orbital e Carga Útil Tecnologias para aplicações espaciais, FPGA SRAM, Antifuse e ASIC Função da UTMC na Plataforma Orbital Padrão CCSDS/ESA na UTMC Tipos de TC e TM Aplicação de ordem crítica na missão 3

4 Introdução Proteção contra SEUs é imperativo na UTMC Avanço tecnológico deixou sistemas altamente suscetíveis a radiação oriundas do espaço Ambiente extremamente hostil: variações na temperatura, variações na tensão de alimentação e EMI Tolerância a falhas também é um fator importante para equipamentos a nível terrestre 4

5 Motivação Grande demanda pelos serviços fornecidos nas plataformas orbitais: Exploração espacial Comunicação Aplicações Científicas Militar Meteorologia Aplicações espaciais são exóticas e apresentam muitos desafios a respeito de sua confiabilidade Utilizar FPGA no módulo UTMC é uma solução atrativa Agregar confiabilidade em todo o módulo UTMC é essencial para o sucesso da missão 5

6 Objetivos Analisar aspectos de confiabilidade existentes no projeto atual da UTMC Descrever os recursos Descrever as técnicas de tolerância a falhas aplicáveis TMR DWC-CED Avaliar técnicas de confiabilidade no módulo da UTMC Avaliar o impacto da aplicação das técnicas na UTMC Determinar qual é a técnica de tolerância a falhas a ser empregada na UTMC Relatar as dificuldades enfrentadas 6

7 Sumário Introdução Tolerância a Falhas e Confiabilidade Estado da Arte Arquitetura do Módulo UTMC Técnicas Propostas Resultados Conclusões e Trabalhos Futuros 7

8 Tolerância a Falhas e Confiabilidade Tecnologia tolerante a radiação Objetivo das técnicas: eliminar ponto único de falha Inserir redundância é base de tudo Hardware – TMR, módulos redundantes, EDAC RAM Software – Programação diversitária Informação – BCH, RS, Convolucional, Paridade Tempo – Repetição da operação, re-envio de mensagem Mascarar falhas transientes e permanentes Custo da técnica deve ser observado 8

9 Tolerância a Falhas e Confiabilidade Modelo Falha – Erro – Defeito 9 Medidas de Confiabilidade Índices de Confiabilidade Confiança MTTF MTBF Taxa de Falha

10 Confiabilidade em Sistemas Espaciais Variação de Temperatura Variação na Tensão EMI Radiação SEE – Single Event Effects SEU – Single Event Upset SHE – Single Hard Error SHL – Single Hard Latchup Avanço tecnológico acentua esses problemas Menor tolerância a ruídos Maior ocorrência de perturbações Ocorrência desses efeitos a nível terrestre 10 Tolerância a Falhas e Confiabilidade

11 Sumário Introdução Tolerância a Falhas e Confiabilidade Estado da Arte Arquitetura do Módulo UTMC Técnicas Propostas Resultados Conclusões e Trabalhos Futuros 11

12 Trabalhos Relacionados Projeto PUC#SAT – G. Almeida Improving FPGA Design Robustness with Partial TMR – B. Pratt, M. Caffrey Fault Tolerance Implementation within SRAM Based FPGA – D. Fay, A. Shye Evaluating TMR Techniques in the Presence of Single Event Upsets – N. Rollins, M. Wirthlin, M. Caffrey 12

13 Trabalhos Relacionados Designing Fault-Tolerant Techniques for SRAM- Based FPGAs – F. Kastensmidt, G. Neuberger, L. Carro,R. Rei Fault-Tolerance in FPGAs through CRC Voting – H. Castro, A. Coelho, R. Silveira Which Concurrent Error Detection Scheme to choose – S. Mitra, E. McCluskey Antifuse FPGA Technology: Best Option for Satellite Applications – K. ONeill On Fault Modeling and Fault Tolerance of Antifuse Based FPGAs – K. Roy 13

14 Trabalhos Relacionados An Adaptive Fault Tolerant Memory System for FPGA Based Architectures in Space Environment – K. ONeill Synchronous Resets? Asynchronous Resets?I am so confused!How will I ever know which to use? – Clifford E. Cummings Understanding Metastability in FPGAs – J. Chen D. Fung R. Stephenson Arquitetura de Hardware do Computador de Bordo para o Satélite Universitário ITASAT e Confiabilidade – E.Vinci, O. Saotome 14

15 Sumário Introdução Tolerância a Falhas e Confiabilidade Estado da Arte Arquitetura do Módulo UTMC Técnicas Propostas Resultados Conclusões e Trabalhos Futuros 15

16 Análise do Módulo da UTMC Implementa o protocolo de comunicação de acordo com as recomendações CCSDS/ESA FPGA Actel ProAsic3e – migração para Antifuse A plataforma orbital possui duas UTMCs 16

17 Análise do Módulo da UTMC Implementação das camadas do padrão CCSDS/ESA 17

18 Análise do Módulo da UTMC Fluxo de TC 18

19 Análise do Módulo da UTMC Fluxo de TM 19

20 Sumário Introdução Tolerância a Falhas e Confiabilidade Estado da Arte Arquitetura do Módulo UTMC Técnicas Propostas Resultados Conclusões e Trabalhos Futuros 20

21 Análise do Módulo da UTMC Recursos de confiabilidades existentes Telecomando BCH FARM CRC nos pacotes e frames Telemetria RS com Interleaving Convolucional CRC nos pacotes e frames CLCW ACK/NACK 21

22 TMR – Triple Modular Redundancy Altos índices de confiabilidade Redundância completa do circuito I/O (Input/Output) Clock Reset Registradores Necessita de um circuito de seleção Aplicação de TMR depende da estrutura de dados Lógica sem realimentação FSM I/Os Recursos específicos – ex: BRAMs 22

23 TMR – Triple Modular Redundancy Lógicas com realimentação Votação com realimentação Recuperação autônoma do circuito aos efeitos de SEUs Triplicação dos votadores elimina ponto único de falha 23 TMR com realimentação

24 TMR – Triple Modular Redundancy Seleção de saída por votador de minoria Elimina a necessidade de um circuito adicional, externo ao FPGA, para unificar as saídas do TMR 24

25 TMR – Triple Modular Redundancy TMR na UTMC 25

26 TMR – Triple Modular Redundancy Aplicação do TMR na camada de Codificação 26

27 TMR – Triple Modular Redundancy Votação do estado da FSM 27

28 TMR – Triple Modular Redundancy Confiabilidade na Memória do FPGA Módulo IP – EDAC (Error Detection and Correction) TMR combinado com refresh de memória Registradores protegidos por TMR com votador único Dados codificados em memória Cada palavra possui 1 bit de paridade associado Verificação periódica da memória 28

29 DWC-CED TMR completo é custoso em termos de área, consumo, I/Os e complexidade. DWC – Duplication with Comparison CED – Concurrent Error Detection Redundância Temporal Somente DWC não é suficiente Detecta somente falhas transientes Não permite votação na saída do circuito CED Aliado ao DWC detecta erros permanentes Permite seleção do canal de saída 29

30 DWC-CED CED na UTMC Assinatura CRC de 16 bits Aplicação entre as camadas do fluxo de TC e TM A estrutura fixa dos dados de controle permite adição da assinatura de CRC entre as camadas Codificação BCH somente adiciona bits de paridade Codificação RS e Convolucional não possuem CED CED não é garantia de funcionamento 30

31 DWC-CED DWC-CED com redundância temporal 31

32 DWC-CED CED no fluxo de TC 32

33 DWC-CED CED no fluxo de TM 33

34 DWC-CED DWC-CED na UTMC 34

35 Sumário Introdução Tolerância a Falhas e Confiabilidade Estado da Arte Arquitetura do Módulo UTMC Técnicas Propostas Resultados Conclusões e Trabalhos Futuros 35

36 Sistema desenvolvido a partir dos requisitos do INPE Duas entradas de dados de TC, de 4kbps (CLTUs) Uma saída de TC 4kbps duplicada para envio aos OBCs(TCRs) Duas entradas de dados de TM, de 650kbps Uma saída de TM de 650kbps Um clock global de 13Mhz Total de 7 domínios de clocks Dificuldades Multiplos Domínios de clock Sincronismo de reset Inferência de Memória Depuração do código Dificuldades Enfrentadas 36

37 Dificuldades Enfrentadas Metaestabilidade 37

38 Dificuldades Enfrentadas Solução: Circuito sincronizador 38

39 Sincronismo de reset. Problema: Ruído pode acionar o reset Dificuldades Enfrentadas 39

40 Inferência automática de memória realizada pelo Synplify Migração de código a partir da plataforma Virtex II Pro da Xilinx Inferência na Virtex II não apresentou problemas Utilização de IP core de memória solucionou o problema Proasic3e disponibiliza bancos de: 512x18 bits 4k9 bits Inferência automática dos módulos de 512x18 bits IP core utilizado foi de 4k9 bits Dificuldades Enfrentadas 40

41 Dificuldades Enfrentadas Desenvolvimento da ferramenta de validação do fluxo de TC e TM Depuração do código VHDL e depuração do código do LabView simultaneamente Hardware da UTMC não estava validado Falhas de Hardware atrasaram o projeto 41

42 Resultados Obtidos Metaestabilidade resolvida Margem de erro inicial de 40% Solução eliminou a margem de erro Sincronismo de reset Margem de erro de 50% Solução eliminou a margem de erro Aplicação das técnicas na camada de codificação Incremento de área e consumo para TMR e DWC Alta complexidade para a correta aplicação de TMR DWC adiciona funcionalidades antes inexistentes 42

43 Resultados Obtidos Área ocupada da FPGA (Sem codificação) Core Cells: of (36%) Block Rams : 18 of 60 (30%) Área ocupada da FPGA (RS+Convolucional) Core Cells : of (56%) Block Rams : 18 of 60 (30%) Publicação de Artigo – 17 Março 2010 IEEE-NASA/ESA An Adaptive Communications Module for On-board Computers of Satellites 2010 IEEE NASA/ESA Conference on Adaptive Hardware and Systems (a ser realizada concomitantemente com o DAC) 43

44 Sumário Introdução Tolerância a Falhas e Confiabilidade Estado da Arte Arquitetura do Módulo UTMC Técnicas Propostas Resultados Conclusões e Trabalhos Futuros 44

45 Conclusões Análise dos aspectos de confiabilidade da UTMC TMR na UTMC é eficaz porém complexo DWC é a solução mais atrativa Alternativas de implementação são apresentadas Solução de problemas requisitados pelo INPE Alteração do hardware protótipo é desejável Redução dos níveis de área e consumo ainda são uma preocupação Falhas são por natureza assíncronas Encontrar uma solução 100% efetiva é impossível 45

46 Trabalhos Futuros Implementação completa das técnicas apresentadas Alterar o hardware da UTMC Aplicar as técnicas no modelo de vôo Determinar procedimento de teste Plano de teste Documentação também é um item de confiabilidade dentro do projeto da UTMC 46

47 Aspectos de Confiabilidade na Implementação da Unidade de Telecomando e Telemetria para Plataformas Orbitais Luciano Rigelo Azevedo Mestrando em Ciência da Computação Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul PPGCC - Faculdade de Informática Porto Alegre, 22 de Março de 2010 Eduardo Augusto Bezerra Professor Orientador


Carregar ppt "Aspectos de Confiabilidade na Implementação da Unidade de Telecomando e Telemetria para Plataformas Orbitais Luciano Rigelo Azevedo Mestrando em Ciência."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google