A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Fátima Maria de Melo Brito O Impacto das Experiências Práticas de Gerenciamento de Materiais em Laboratório nos Alunos do 2º, 3º e 4º anos do Curso de.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Fátima Maria de Melo Brito O Impacto das Experiências Práticas de Gerenciamento de Materiais em Laboratório nos Alunos do 2º, 3º e 4º anos do Curso de."— Transcrição da apresentação:

1 Fátima Maria de Melo Brito O Impacto das Experiências Práticas de Gerenciamento de Materiais em Laboratório nos Alunos do 2º, 3º e 4º anos do Curso de Graduação em Enfermagem da Escola de Enfermagem e Farmácia da Universidade Federal de Alagoas, no Ano Letivo de 2006.

2 Introdução Objeto de estudo: O Impacto... Justificativa: Oportunidade Única...; As Experiências Práticas Desenvolvidas...

3 Objetivo Identificar a opinião dos alunos do 2º, 3º e 4º anos do Curso de Enfermagem da UFAL referente ao ano letivo de 2006 acerca das experiências práticas de gerenciamento de materiais desenvolvidas no Laboratório de Enfermagem e comparar os resultados a serem analisados entre as três turmas que participaram das experiências.

4 Metodologia Tipo de estudo: pesquisa descritiva exploratória com abordagem quantitativa (Polit et al. 2004, p. 177). População: estudantes do 2º, 3º e 4º anos de Enfermagem, no ano letivo de Ambiente: Laboratório de Enfermagem. Coleta de Dados: TCLE / Questionário.

5 QUESTIONÁRIO Identificação: Nº do Questionário _______ Série _______ Data:____/____/____ 1.Considerando a experiência vivenciada quanto à conferência de material de consumo no Laboratório de Enfermagem, em 2006, o que mais despertou seu interesse? () o manuseio dos materiais () a observação dos documentos apresentados (nota fiscal; nota de empenho; guia de entrega de material; carta de crédito) () Outro (especificar) 2.O seu grupo encontrou dificuldade (s) na elaboração da requisição de material de uso permanente e de consumo? ( ) Sim ( ) Não Em caso afirmativo, qual ou quais? 3.Como você percebeu a participação do grupo durante a atividade? ( ) muito interessada ( ) pouco interessada ( ) desinteressada 4.Como foi a sua participação no grupo durante a atividade proposta? 5.A experiência trouxe algum benefício para seu aprendizado quanto à gerência de materiais? ( ) Sim ( ) Não Em caso afirmativo, qual o benefício para seu aprendizado? 6.Na sua opinião as experiências práticas de gerenciamento de materiais em questão devem ser mantidas? ( ) Sim ( ) Não Em caso afirmativo, além do Laboratório de Enfermagem, em que local essa experiência poderia ser realizada? 7.Você teria sugestões para facilitar o desenvolvimento das atividades práticas de gerenciamento de materiais pelos alunos? ( ) Sim ( ) Não Em caso afirmativo, qual ou quais? O Impacto das Experiências Práticas de Gerenciamento de Materiais em Laboratório nos Alunos do 2º, 3º e 4º Anos do Curso de Graduação em Enfermagem da Escola de Enfermagem e Farmácia da Universidade Federal de Alagoas, no Ano Letivo de 2006.

6

7

8 Apresentação e Análise dos Resultados Quadro 1 - Distribuição dos alunos do Curso de Enfermagem da UFAL participantes das experiências práticas de gerenciamento de materiais no Laboratório de Enfermagem e participantes da pesquisa, segundo a série. Maceió, Série2ª3ª4ªTotal Participantes das Experiências Participantes da Pesquisa Total42,850,091,663,7

9 Gráfico 1 - Distribuição dos alunos do Curso de Enfermagem da UFAL participantes da pesquisa, segundo a série. Maceió, 2008.

10 Tabela 1 - Opinião dos alunos do Curso de Enfermagem da UFAL sobre o que mais despertou seu interesse quando da experiência vivenciada de conferência de material de consumo no Laboratório de Enfermagem, segundo a série. Maceió, Categoria de Resposta (opinião) Série Total 2ª3ª4ª Manuseio dos materiais 9 (60,0) 7 (70,0) 15 (45,5) 31 (53,4) Observação dos documentos apresentados 4 (26,7) 3 (30,0) 17 (51,5) 24 (41,4) Ambos 2 (13,3) --2 (3,5) Outros: Como prever e prover os materiais necessários para o setor - -1 (3,0) 1 (1,7) Total 15 (100,00) 10 (100,0) 33 (100,) 58 (100,0) Nota: Sinal convencional utilizado Dado numérico igual a zero não resultante de arredondamento.

11 Tabela 2 - Opinião dos alunos do Curso de Enfermagem da UFAL sobre se o grupo encontrou dificuldade(s) na elaboração da requisição de material de uso permanente e de consumo para o Laboratório de Enfermagem, segundo a série. Maceió, Categoria de Resposta (opinião) Série Total 2ª3ª4ª Sim 7 (46,7) 1 (10,0) 3 (9,1) 11 (19,0) Não 8 (53,3) 9 (90,0) 30 (90,9) 47 (81,0) Total 15 (100,0) 10 (100,0) 33 (100,0) 58 (100,0)

12 Tabela 3 - Dificuldades encontradas pelos alunos do Curso de Enfermagem da UFAL (n=11) na elaboração da requisição de material de uso permanente e de consumo, segundo a série. Maceió, Categoria de Resposta (dificuldade encontrada) Série Total 2ª3ª4ª Desconhecimento das necessidades das Unidades Sugeridas 1 (14,3) - 1 (33,3) 2 (18,2) Descrição dos materiais 4 (57,1) - 2 (66,7) 6 (54,5) Quantificação dos materiais 1 (14,3) -- 1 (9,1) Não especificada 1 (14,3) 1 (100,0) - 2 (18,2) Total 7 (100,0) 1 (100,0) 3 (100,0) 11 (100,0)

13 Tabela 4 - Percepção dos alunos do Curso de Enfermagem da UFAL sobre a participação do grupo nas atividades práticas de gerenciamento de materiais em Laboratório de Enfermagem, segundo a série. Maceió, Categoria de Resposta (participação do grupo) Série Total 2ª3ª4ª Muito interessada 10 (66,7) 6 (60,0) 18 (54,5) 34 (58,6) Pouco interessada 5 (33,3) 4 (40,0) 14 (42,4) 23 (39,7) Não respondeu --1 (3,1) 1 (1,7) Total 15 (100,0) 10 (100,0) 33 (100,0) 58 (100,0)

14 Tabela 5 - Opinião dos alunos do Curso de Enfermagem da UFAL sobre a sua participação nas atividades práticas de gerenciamento de materiais em Laboratório de Enfermagem, segundo a série. Maceió, Categoria de Resposta (participação do aluno) Série Total 2ª3ª4ª Muito interessada 5 (33,3) 1 (10,0) 12 (36,4) 18 (31,1) Pouco interessada 3 (20,0) 2 (20,0) 4 (12,1) 9 (15,5) Desinteressada---- Não respondeu/não lembrou 7 (46,7) 7 (70,0) 17 (51,5) 31 (53,4) Total 15 (100,0) 10 (100,0) 33 (100,0) 58 (100,0)

15 Tabela 6 - Opinião dos alunos do Curso de Enfermagem da UFAL sobre se a experiência trouxe algum benefício para o seu aprendizado quanto à gerência de materiais, segundo a série. Maceió, Categoria de Resposta (opinião) Série Total 2ª3ª4ª Sim 15 (100,0) 10 (100,0) 29 (87,9) 54 (93,1) Não-- 4 (12,1) 4 (6,9) Total 15 (100,0) 10 (100,0) 33 (100,0) 58 (100,0)

16 Tabela 7 - Beneficio para o aprendizado advindo da experiência vivenciada pelos alunos do Curso de Enfermagem da UFAL quanto à gerência de materiais, segundo a série. Maceió, Categoria de Resposta (Benefício) SérieTotal 2ª3ª4ª (1) Facilitou e proporcionou formas de organização 2 (13,3) - 1 (3,4) 3 (5,2) (2) Despertaram novas idéias 1 (6,8) -- 1 (1,7) (3) Conhecimento sobre aquisição de materiais 5 (33,3) 4 (40,0) 8 (27,6) 17 (29,3) (4) Noção da importância do trabalho gerencial 2 (13,3) 2 (20,0) 7 (24,1) 11 (19,0) (5) Experiência -2 (20,0) 1 (3,4) 3 (5,2) (6) Despertou interesse para gerenciamento de materiais -1 (10,0) -1 (1,7) (7) Não respondeu 5 (33,3) 1 (10,0) 16 (17,4) 22 (37,9) Total 15 (100,0) 10 (100,0) 33 (100,0) 58 (100,0)

17 Tabela 8 - Opinião dos alunos do Curso de Enfermagem da UFAL sobre se as experiências práticas de gerenciamento de materiais devem ser mantidas, segundo a série. Maceió, Categoria de Resposta (opinião) Série Total 2ª3ª4ª Sim 14 (93,3) 10 (100,0) 28 (84,8) 52 (89,6) Não-- 3 (9,1) 3 (5,2) Não respondeu 1 (6,7) - 2 (6,1) 3 (5,2) Total 15 (100,0) 10 (100,0) 33 (100,0) 58 (100,0)

18 Tabela 9 - Opinião dos alunos do Curso de Enfermagem da UFAL sobre locais onde as experiências práticas de gerenciamento de materiais podem ser realizadas, além do laboratório de enfermagem, segundo a série. Maceió, Categoria de Resposta (locais) SérieTotal 2ª3ª4ª Sala de Aula 1 (6,7) --1 (1,7) Campos de práticas 9 (60,0) 6 (60,0) 23 (69,7) 38 (65,5) Somente no Laboratório -1 (10,0) -1 (1,7) Não sabe 3 (20,0) 1 (10,0) 2 (6,1) 6 (10,3) Não respondeu 2 (13,3) 2 (20,0) 8 (24,2) 12 (20,8) Total 15 (100,0) 10 (100,0) 33 (100,0) 58 (100,0)

19 Tabela 10 - Sugestões dos alunos do Curso de Enfermagem da UFAL para facilitar o desenvolvimento das atividades práticas de gerenciamento de materiais pelos alunos, segundo a série. Maceió, Categoria de Resposta (sugestões) SérieTotal 2ª3ª4ª (1) Realizar a atividade em pequenos grupos (dividir a turma) 2 (13,3) -2 (6,1) 4 (6,9) (2) Antecipar a atividade com aula e prática de campo 1 (6,7) -3 (9,1) 4 (6,9) (3) Repetir a experiência em hospitais1 (6,7) 1 (10,0) 1 (3,0) 3 (5,2) (4) Dinamizar as aulas, tornando-as menos metódicas 1 (6,7) --1 (1,7) (5) Atualizar e aumentar quantitativo de materiais -1 (10,0) -1 (1,7) (6) Não apresentou sugestão 10 (66,6) 8 (80,0) 27 (81,8) 45 (77,6) Total 15 (100,0) 10 (100,0) 33 (100,0) 58 (100,0)

20 Conclusão A interação professor – estudante - enfermeiro (campos de prática) na dinâmica do aprender fazendo facilita o processo. As sugestões dos estudantes merecem reflexão pelo corpo docente. Estudos futuros devem expandir esta pesquisa na busca de informação sobre experiências práticas de gerenciamento de materiais em laboratório de enfermagem junto às instituições de ensino de graduação em Enfermagem no Brasil.

21 Reflexão - Benefícios Foi importante, pois foi o primeiro contato com a conferência de materiais (gerência). Portanto, quando entrarmos em contato com essa realidade já teremos alguma noção do que fazer. Pude conhecer as embalagens e qualidade dos materiais de trabalho. Durante as aulas não dei muita importância, mas, hoje compreendo que o gerenciamento de materiais constitui uma demanda importante do trabalho de enfermeiros nos hospitais e instituições de saúde. De que tudo ao que se refere à compra, manutenção de materiais hospitalares necessita ser bem específico ao que concerne às anotações. Fato este pertencente à enfermagem. Em saber gerenciá-lo de forma adequada e utilizar essa experiência nos estágios. A atividade foi benéfica, pois até o momento ainda não tinha idéia de como era o processo de gerenciamento de materiais no laboratório e com ela pude ver a importância desse gerenciamento. Aprendi quais as etapas são necessárias para a requisição de materiais, as diferenças entre os materiais de uso permanente e de consumo. Como acontece o pregão e a sua importância. O benefício para o meu aprendizado foi noção que pude adquirir da importância do trabalho gerencial do enfermeiro no seu espaço de trabalho que quando é bem feito é capaz de oferecer à equipe boas condições de trabalho, oferecendo o suporte necessário para que as intervenções do cuidado de enfermagem ao paciente sejam realizadas dentro das técnicas básicas, sem que nada lhe falte para isso. Contribuição para uma melhor formação profissional já que o gerenciamento de materiais é importante para o trabalho da enfermagem. Além de contribuir com o aumento ou conhecimento sobre tal assunto, que é escasso durante a graduação. (Estudantes do 2º, 3º e 4º anos de Enfermagem/UFAL, 2006)


Carregar ppt "Fátima Maria de Melo Brito O Impacto das Experiências Práticas de Gerenciamento de Materiais em Laboratório nos Alunos do 2º, 3º e 4º anos do Curso de."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google