A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SAFRAS & MERCADO. CARACTERÍSTICAS E PERSPECTIVAS PARA O MERCADO FEIJÃO Elcio A. Bento Analista de Mercado de Feijão – Safras & Mercado.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SAFRAS & MERCADO. CARACTERÍSTICAS E PERSPECTIVAS PARA O MERCADO FEIJÃO Elcio A. Bento Analista de Mercado de Feijão – Safras & Mercado."— Transcrição da apresentação:

1 SAFRAS & MERCADO

2 CARACTERÍSTICAS E PERSPECTIVAS PARA O MERCADO FEIJÃO Elcio A. Bento Analista de Mercado de Feijão – Safras & Mercado

3 FEIJÃO: *IMPORTÂNCIA ECONÔMICA E SOCIAL. * ESTRUTURA DA PRODUÇÃO BRASILEIRA. * PREÇOS EXTREMAMENTE VOLÁTEIS. 75% 19% 6%

4 11,5% 10,16 1,24 0,72 7,48 3,76 3,03 BILHÕES DE REAIS RENDA AGRÍCOLA

5 COMO ANALISAR O MERCADO DE FEIJÃO? SABER A SEQUÊNCIA DAS SAFRAS ACOMPANHAMENTO CONTÍNUO DAS SAFRAS PODER DAS REGIÕES COMO FORMADORAS DE PREÇOS RELACIONAMENTO ENTRE REGIÕES PRODUTIVAS MERCADO DE FEIJÃO * DEMANDA APENAS NO MERCADO INTERNO E SEM GRANDES ALTERAÇÕES; * ESTUDAR A CONFIGURAÇÃO DA OFERTA PARA SABER OS MELHORES MOMENTOS P/ COMPRA OU VENDA.

6 MERCADO MUNDIAL MERCADO ARGENTINO CARACTERIZAÇÃO MERCADO DOMÉSTICO PREÇOS TENDÊNCIA PARA O MERCADO ESTRUTURA DA APRESENTAÇÃO

7 * MUNDO: 20 milhões de tons. *MAIORES PRODUTORES: Brasil 16%; India 15%; México 9%, China 8%, Birmânia 8%, EUA 5%, Arg. 2%. * MAIORES CONSUMIDORES: Brasil (3,01 mls ton), México (1,09), EUA (1,02). * PRINCIPAIS EXPORTADORES: Mianmar, China, EUA, Argentina. PRODUÇÃO MUNDIAL

8 * PLANTIO: jan/fev; COL: mai/jul. (160/220 mil ha). * PRODUÇÃO: 150/250 mil tons. Salta:70%; Jujuy: 12%; Sant. del Estero 7,2%; Outros: 10,9%. Preto:América Latina (Brasil). Alúbia (Europa). - Feijões especiais de altíssimo valor. SAFRA ARGENTINA TIPOS * EXPORTAÇÃO: 80 À 90%. (Restante: 60% sementes, 25% descartes e 15% se consome).

9 PREÇOS * APESAR DO CÂMBIO VALORIZADO: - Preços baixos no Brasil forçam recuo na Argentina. * US$ 340/350/TON ou US$ 21/sc. - Câmbio: R$ 2,20 = R$ 46,20/SC (FOB porto argentino). - Tem obstado (ou retardado) a no mercado brasileiro. * A BOA PRODUÇÃO BRASILEIRA: - Reduz a força da Argentina como formadora de preços no Brasil.

10 60% 10% 13% 17% IMPORTAÇÃO

11 BRASIL

12 * AUMENTO NA PRODUÇÃO EM 2006. - 2005 QUEBRA DE SAFRA (ESTIAGEM). *DEMANDA ESTÁVEL X OFERTA = $. * CLIMA É A GRANDE INCÓGNITA. * SAZONALIDADE. FATORES FUNDAMENTAIS

13 SAFRA BRASILEIRA 1ª SAFRA2ª SAFRA3ª SAFRA MesesPlantioColheitaPlantioColheitaPlantioColheitaEntressafra Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez TRÊS SAFRAS NUM MESMO ANO COMERCIAL SAFRA DAS ÁGUAS Concentrada no Sul CULTIVO DA SECA. Menos sujeito à doenças, produto de boa qualidade SAFRA DE INVERNO Feijão irrigado MAIOR PRODUÇÃO DE PRETO MAIOR VOLUME DO PR PARA CIMA

14 JANFEVMARABRMAIJUNJULAGOSETOUTNOVDEZ RS SC PR SP MG BA GO MT MS RO NE ÉPOCA DE COLHEITA Primeira 1ª e 2ª Segunda 2ª e 3ª Terceira MENOR INGRESSO DE FEIJÃO NO MERCADO 1ª SAFRA: REGISTRO DE COLHEITA EM 6 MESES 2 E 3ª SAFRA: OUTROS 6 MESES 33% 67%

15 VARIEDADES CARIOCA (Cores): *DISTRIBUÍDA NAS 3 SAFRAS. *MAIS RESISTENTE. *PORQUE CARIOCA? PRETO: CONCENTRADA NO SUL* 75% NA 1ª SAFRA* IMPORTAÇÃO* 63% DO TOTAL 18% DO TOTAL 19% DO TOTAL MACAÇAR. (CORDA) * CONCENTRADA NO NORDESTE. * CONSUMO SECO OU VERDE.

16 PRIMEIRA TERCEIRA SEGUNDA 63,3% 19,1% 17,6% 62% 36% 49% 41% 10% 80% 12% 8% CARIOCA712,38 PRETO417,09 MACAÇAR20,11 CARIOCA720,15 PRETO117,58 MACAÇAR602,58 CARIOCA682,75 PRETO68,36 MACAÇAR103,39 CARIOCA2198,54 PRETO611,28 MACAÇAR663,38 TOTAL CARIOCAMACAÇARPRETO 70% DO TOTAL

17 N/NEC/SUL CARIOCAMACAÇARPRETO 77% 22% 84% 15% 80% 54% 42% 75% 25% 60% 40% 81% 19% 96% 1ª 3ª 2ª 1ª 3ª 2ª 1.2132.260 90 (7%) 713 (59%) 409 (34%) 1.059 (47%) 756 (34%) 445 (19%) CARIOCA: 503 PRETO : 50 MACAÇAR: 660 CARIOCA:1675 PRETO : 585

18 FEIJÃO 1ª SAFRA 04/0505/06 04/0505/06 04/0505/06 Norte4,07,12,24,0550563 BA340,0297,583,686,3246290 Nordeste340,0297,583,686,3246290 PR292,1353,4390,2422,31.3361.195 SC85,191,997,0116,71.1401.270 RS94,391,068,885,1730935 Sul471,5536,3556,0624,11.1791.180 MG218,9239,9249,5218,81.140912 SP63,980,5105,4120,816501500 Outros12,711,79,79,2785760 Sudeste295,5332,1364,6348,81.2341.050 GO34,743,466,264,21.9071.480 Outros14,216,728,621,61.2001.049 C/Oeste48,960,194,885,81.9391.434 N/NE344,0304,685,890,3249,0296,0 C/Sul815,9928,51.015,41.058,71.245,01.141,0 BRASIL1.159,91.233,11.101,21.149,0949932 -11,5% 26% 13,8% 6,3% 4,3% 5,2% 4,3% 12,2% -1,8% 19% -8,4% -15% -26% 0,1 18% 12,2% 28%24% 62% 36% 25% 75% 2%

19 SAFRA DAS ÁGUAS 05/06 * ÁREA: + 6,3%: PR (+21%), SP (26%). *PRODUÇÃO: SUL: 12% (+ 68 Tons) *PRODUTIVIDADE: 2%. C-O (-26%) NE (-18%) e SE (-15%). - Sul manteve. SAFRA NOVA: ÁREA: 1,2 mls ha (+1,3%) PR: 380 mil ha (+7%) PRODUÇÃO: 1,1 mls ton. PR: 429 mil ton.(+2%) + 73 mil ha. PR BA MG Outros SC MG PR +4,3% 48 mil ton.

20 FEIJÃO 2ª SAFRA Estados Área (Mil Ha) Produção (Mil Tons) Produtividade (kg/ha) 04/0505/06 04/0505/06 04/0505/06 AB Norte 170,4167,0 127,2117,2 746702 Nordeste 1.231,41.314,3379,6596,4 308454 PR117,0204,8132,1311,31.1291.520 SC28,230,518,538,76551.270 RS17,429,15,830,63351.050 Sul162,6264,4156,4380,69621.439 MG164,7167,3181,2195,601.1001.169 ES16,815,312,911,3770740 RJ3,64,03,13,6850890 SP44,851,556,470,01.2601.359 Sudeste229,9238,1253,6280,51.1031200 MT23,219,723,225,61.0001.280 MS17,628,219,426,41.100935 GO16,821,023,940,11.4201.910 DF0,72,31,22,91.7401.620 C/Oeste 58,371,0 67,795,0 1.1611.369 N/NE1.401,81.481,3506,8713,6 362471 C/Sul450,8573,5477,7756,110691320 BRASIL1.852,62.054,8 984,51.469,7 531705 49,6% 143,5% 44% 49% 58% 73% 27% 41% 49% 10% 57% 34,7% 33% 24,3% 11% 5,7% 27,2% 49% 51% 41%

21 SAFRINHA (2ª) * ÁREA: Aumento de 11%. * No C/Sul +27%. *NE 5,7% (1481 mil ha (72% do total – 84% macaçar). *PRODUÇÃO: 49,3% * 2005 ESTIAGEM. * 2006 CLIMA FAVORÁVEL. *PRODUTIVIDADE: + 35%. * No Sul (+49%), NE (+47%). + 448 MIL TONS. 04/05 – 1.853 mil ha 05/06 – 2.032mil ha

22 FEIJÃO 3ª SAFRA ESTADOS Área (Mil Ha) Produção (Mil Tons) Produtividade (kg/ha) 04/0505/06 04/0505/06 04/0505/06 AB BA 428,7430,8 334,4267,1 780620 Nordeste 729,7732,8486,1425,4666582 PR 16,017,110,99,9681579 Sul 16,017,110,99,9681579 MG 50,152,0135,3135,52.7002.350 SP 55,559,188,896,31.6001.630 Sudeste 105,6111,1224,2231,82.1221.967 MT 16,46,941,117,02.5042.460 MS 1,0 0,91,68501.000 GO 63,862,1184,4164,62.890 DF 4,25,612,316,82.9403.000 C/Oeste 85,476,2 238,7200,0 27952846 N/NE 729,7732,8 486,1425,4 666582 C/Sul 207,0204,4473,8441,72.2882.166 BRASIL 936,7937,2 959,9867,1 1.025927 80% 20% 0,1% 1,3% 0,4% -10% -6% -16% -9,5% -5% -16% 50% 80% 8% 12%

23 SAFRA DE INVERNO (3ª) * ÁREA: PRATICAMENTE ESTÁVEL. PREÇOS RETRAÍDOS NO MOMENTO DO PLANTIO. *PRODUÇÃO: 10%. *Contudo, *SAFRA RECORDE 2005. *PRODUTIVIDADE: 9,5%. - Em 2005 melhor produtividade desde 1997.

24 BRASIL: ÁREA TOTAL 29% 48% 23% 5,9 mls de ha 4,2 mls ha

25 19% 56% 5% 16% 4% 29% 3,5% 11,5% 31,5% 24,5% 23% 48% 29% PRODUÇÃO AREA 26% 33% 41% CARACTERÍSTICAS DA SAFRA Área4,2 mls ha Produção3,4 mls t Produtividade822 kg / ha 743 MIL T

26 OFERTA E DEMANDA DISCRIMINAÇÃO% SAFRA 06 SAFR A 05 SAFR A 04 SAFR A 03 SAFR A 02 A/B(A)(B) Estoque Inicial47,2287195471198135 Produção13,23.473,23.0442.9783.2052.983 Importações-15,8851017910082 Oferta Total9,43.845,23.3403.5283.5033.200 Consumo0,23.3003.0503.3303.0303.000 Exportações0,033322 Estoque Final81,2542287195471198 Em Mil toneladas Fonte: Safras & Mercado

27 PREÇOS

28 * REFERENCIAL: BOLSINHA * DETERMINADOS POR TRÊS SAFRAS. * ALTAMENTE VOLÁTEIS. Fator clima. * PRODUÇÃO SEMPRE NOS PREÇOS, POIS NÃO HÁ A OPÇÃO DE EXPORTAÇÃO. BRASIL

29 ABASTECIMENTO 1° 2° 5° 3° 4° 6° 7° 8° 10° 9° 12° 11°

30 JUL À SET ABR À JUL DEZ À MAR

31 RegiãoNNESESCOTOTAL Mil t121109284810153983473 JAN %01821565450 FEV %047271510245 MAR %0649270105 ABR %1620658316 MAI %17411833502 JUN %203033413470 JUL %75814515428 AGO %239221226421 SET %516411326190 OUT %90892035 NOV %007326267 DEZ %0019792245 TOTAL %4312529123473 ABASTECIMENTO

32 JAN: RS, SC, PR, SP FEV: RS, SC, PR,MG,GO MAR: PR,MG,BA ABR: RS,SC,PR,SP,GO MAI: RS,SC,PR,SP,MG,BA,GO MERCADO ATACADISTA DE SÃO PAULO NOV: RS,SC,PR,SP OUT: MG AGO: PR,SP,MG,BA,GO SET: PR,SP,MG,BA JUL: SP,MG,BA,MT,GO JUN: SP,MG,BA,MT,RO DEZ: RS,SC,PR,SP MERCADO ATACADISTA DE SÃO PAULO

33 SAZONALIDADE 1997/2006

34 PREÇOS X PRODUÇÃO 2ª/3ª Safra PRETO

35 * BOLSINHA: Atual:R$ 60,00/SC; SET R$ 55,97; OUT/05 R$ 91,10. * SOMENTE CONSUMO INTERNO. ( Produção = Preço) * IMPORTAÇÃO / PREÇOS. * POSSIBILIDADE DE AGF PARA SEGURAR PREÇOS. - 2006: MS: 488 t, PR 638 t, SC 847 t TOTAL: 1.974 T. FEIJÃO PRETO + 52%

36 Preços x Produção

37 * SAFRA ARGENTINA + BRASILEIRA = IMPORTAÇÃO * IMPORTAÇÃO - 65 mil tons em 2006 (100 mil/2005) * CÂMBIO VALORIZADO: - Produto argentino barato. * VEM RETARDO A ALTA NO BRASIL. - boa oferta no Brasil à preços baixos. IMPORTAÇÕES

38 IMP.R$

39 OFERTA PRETO 60% 10% 13% 17%

40 SAZONALIDADE 2001/2006 SAFRA, ARGENTINA 1ª SAFRA OFERTA (MIL TON)

41 OFERTA X PREÇOS

42 TENDÊNCIA

43 CARIOCA * PRODUÇÃO PREÇOS Atual: R$ 80,00; Set R$ 75,21; Ago: R$ 58,61; Out05: R$ 73,70; Ago05 R$ 116,50. * ESTOCAGEM RESULTA EM PERDA DE QUALIDADE. * S/ ICMS FEIJÃO DO C-O CHEGA COMPETITIVO AOS CENTROS CONSUMIDORES. * DEMANDA APENAS NO MERCADO INTERNO.

44 OFERTA CARIOCA

45 SAZONALIDADE 2001/2006 33% 34% 32% 1ª e 2ª

46 OFERTA X PREÇOS 22% 38% 30% 10% 3ª / 1ª 1ª / 2ª 68%

47 32% 68% DA OFERTA

48 TENDÊNCIA

49 CARIOCA X PRETO

50

51 TENDÊNCIAS

52 ALTERNATIVAS * MERCADO ALTAMENTE VOLÁTIL. C/ REDUZIR O RISCO PARA OPERAR NESTE MERCADO *ACOMPANHAMENTO CONTÍNUO DO MERCADO. * ATUAÇÃO DO GOVERNO: - Redução de Impostos (ICMS) - PGPM (Programa de Garantia de PM). - AGF (Aquisições do Governo Federal). - EGF (Empréstimo do Governo Federal). - PEP (Prêmio para Escoamento do Produto).

53 DO LADO DA OFERTA: * MUDANÇA NO PERFIL DA PRODUÇÃO: (branco, vermelho e rajado). da produção popularizar o consumo. BRASIL: Terras, logística e três safras anuais. INDÚSTRIA: * TRABALHAR A PARTE INDUSTRIAL: Processamento pouco explorado. Alternativa: cozido à vapor e temperado e o cozido à vapor e embalado vácuo. GUARULHOS

54 DO LADO DA DEMANDA: * ESCOAMENTO DO EXCESSO DE PRODUÇÃO PARA O EXTERIOR. * INCENTIVO AO CONSUMO INTERNO. CONSUMO PER CAPITA. DÉCADA: 60 : 26 KG; 70 : 20 KG; 80 : 16 KG; 90 : 17 KG. 00 : 16 KG. * TRABALHANDO ESTAS ALTERNATIVAS O FEIJÃO CONTINUARÁ SENDO UMA OPÇÃO ATRATIVA

55 Elcio A. Bento 51 3224-7039 51 9868-0081 elcio@safras.com.br elcio_safras@hotmail.com www.safras.com.br

56

57

58

59

60


Carregar ppt "SAFRAS & MERCADO. CARACTERÍSTICAS E PERSPECTIVAS PARA O MERCADO FEIJÃO Elcio A. Bento Analista de Mercado de Feijão – Safras & Mercado."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google