A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O PAPEL DO GOVERNO NA PREVENÇÃO DA DOENÇA RENAL XX Semana do Renal Hellen Harumi Miyamoto.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O PAPEL DO GOVERNO NA PREVENÇÃO DA DOENÇA RENAL XX Semana do Renal Hellen Harumi Miyamoto."— Transcrição da apresentação:

1 O PAPEL DO GOVERNO NA PREVENÇÃO DA DOENÇA RENAL XX Semana do Renal Hellen Harumi Miyamoto

2 A DOENÇA RENAL CRÔNICA (DRC) É UMA EPIDEMIA EM ESCALA MUNDIAL E UM GRAVE PROBLEMA DE SAÚDE PÚBLICA NO BRASIL!!!

3 DRCEUA (NHAMES 99-00) Estado do RJ (pop: ) Estágio 01 (TFG>90ml/min) 2,8% da população Estágio 02 (89

4 DOENÇA RENAL CRÔNICA AJKD, 39 (2), Suppl 1, 2002 FG (mL/min/1,73 m 2 ) < >90 Os pacientes em TRS (diálise ou transplante) representam a ponta de um iceberg, daí a necessidade de detecção precoce da DRC e tratamento conservador...

5 SITUAÇÃO ATUAL DA DOENÇA RENAL CRÔNICA (DRC) ESTÁGIO 5 EM TRS (HEMODIÁLISE E DIÁLISE PERITONEAL) NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

6 Dados TRS 13/10/10 n = pacientes em TRS por APAC Em todo Estado do RJ: A cada dia são solicitados ingressos de 10 novos pacientes em TRS (HD ou DP)

7 SITUAÇÃO DA TRS – 2009 Dados SBN: Prevalência (nacional): 405 pacientes pmp Incidência anual (nacional): 144 pacientes pmp Dados SESDEC-RJ: Prevalência (estadual): 558 pacientes pmp (regulados por APAC) Prevalência (estadual): 669 pacientes pmp* (total estimado) O Estado do Rio de Janeiro possui a maior prevalência nacional de pacientes em TRS

8 n = pacientes em TRS Dados TRS 13/10/10 91% dos pacientes realizam HD e 9% realizam diálise peritoneal

9 A DRC terminal acomete principalmente a população de anos

10 Dados TRS 13/10/10 n = pacientes em TRS Hipertensão arterial e Diabetes mellitus são as principais causas de DRC terminal

11 Mortalidade: pós-3 meses: 9,76% A mortalidade anual no estado do RJ é inferior à média nacional

12 COMO MODIFICAR ESTE PANORAMA COMO IDENTIFICAR E ACOMPANHAR PRECOCEMENTE OS PACIENTES PORTADORES DE DRC PARA OFERECER TRATAMENTO CONSERVADOR, ENTRADA ELETIVA EM DIÁLISE E ATÉ MESMO TRANPLANTE RENAL PREEMPTIVO? COMO TRAZER MAIOR RESOLUTIVIDADE DA ATENÇÃO BÁSICA QUE ATENDE HAS E DIABETES MELITUS? COMO SUPRIR O VAZIO SANITÁRIO PRINCIPALMENTE NAS REGIÕES METROPOLITANAS?

13 GRANDE VOLUME DE PACIENTES JOVENS

14 PSF Posto de Saúde SISTEMA IDEAL População Hospital Geral/Emergência Hospital Especializado Policlínica Atendimento Primário Atendimento Secundário Atendimento Terciário SAMU ou GSE Emergência

15 Região Metropolitana I e II Clínica de Hipertensão e Diabetes Hospital Emergência Centro Politrauma Clínica da Mãe Maternidade de baixo risco UPA SAMU Clínica da Família Hospital Especializado UBS População Atendimento Primário Atendimento Secundário Atendimento Terciário Atendimento de emergencia

16

17

18 SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE E DEFESA CIVIL DO RIO DE JANEIRO


Carregar ppt "O PAPEL DO GOVERNO NA PREVENÇÃO DA DOENÇA RENAL XX Semana do Renal Hellen Harumi Miyamoto."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google