A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SETUP Professor Victor Sotero 1 Montagem e Manutenção.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SETUP Professor Victor Sotero 1 Montagem e Manutenção."— Transcrição da apresentação:

1 SETUP Professor Victor Sotero 1 Montagem e Manutenção

2 BIOS Bios significa "Basic Input Output system". O Bios é a primeira camada de software do sistema; É um pequeno programa encarregado de reconhecer o hardware, realizar o boot, e prover informações básicas para o funcionamento do sistema. O Bios é personalizado para cada modelo de placa mãe, não funcionando em nenhum outro. Montagem e Manutenção 2

3 SETUP O Setup é um programa que nos permite configurar várias opções acerca do Hardware instalado, opções relacionadas ao Desempenho do sistema, senhas etc. As configurações do Setup são cruciais para o funcionamento e bom desempenho do sistema, uma configuração errada do Setup pode tornar o sistema até 70% mais lento Montagem e Manutenção 3

4 CMOS Nos primeiros PC's, tais como os antigos XT's e alguns 286, todos os dados referentes à quantidade e velocidade das memórias, HD's instalados etc., eram configurados através de jumpers na placa mãe. Isso era complicado. Para facilitar isso, foi criado o Setup, que permite configurar facilmente o sistema. A função do CMOS é armazenar os dados do Setup pra que não sejam perdidos. Montagem e Manutenção 4

5 CMOS CMOS é uma pequena quantidade de memória Ram cerca de 128 bytes, geralmente embutida no cartucho da Bios. Como a memória Ram é volátil, o CMOS é alimentado por uma bateria, o que evita a perda dos dados. Porém, esta bateria não dura pra sempre, de modo que de tempos em tempos ela fica fraca e é preciso trocá-la. Montagem e Manutenção 5

6 Upgrade - BIOS A BIOS fica armazenado em chips de memória flash, o uso deste tipo de memória, faz com que a BIOS possa ser atualizada; Com o tempo, foram surgindo novas tecnologias, como por exemplo portas USB, barramento AGP, SCSI, etc; A função do Upgrade da BIOS é justamente deixar o micro compatível com esses recursos. Montagem e Manutenção 6

7 Upgrade - BIOS Os fabricantes deixam esses arquivos(binários) disponíveis no site, e disponibilizam também um programa para poder usar o arquivo. Esse atualização dura poucos minutos em geral, o grande problema é se houver alguma interrupção durante o upgrade: se bateu sem querer no botão reset, faltou energia,assim, a BIOS não funcionará nunca mais, tornando assim a placa- mãe inútil. Montagem e Manutenção 7

8 Upgrade - BIOS É de extrema importância ter muito cuidado na hora de fazer o upgrade, além de ter certeza que aquele arquivo baixado é realmente para sua BIOS, do contrário isso também poderia causar perda irreversível. Montagem e Manutenção 8

9 Conhecendo o disco rígido HD Professor Victor Sotero 9 Montagem e Manutenção

10 HD(Hard Disk) É o dispositivo de armazenamento de dados mais usado nos computadores; Além de guardar seus arquivos, dentro dele fica todos os arquivos necessários para o funcionamento do Sistema Operacional; Não é um dispositivo novo, é uma tecnologia que veio sendo aprimorada com o passar do tempo. Montagem e Manutenção 10

11 Primeiros HDs Um dos primeiros HDs que se tem notícia é o IBM 305 RAC. Dispositivo esse criado em 1956 e era capaz de armazenar até 5 MB(considerado um avanço pra época); Seu tamanho era bastante grande: 14 x 8 polegadas; Seu preço era 30 mil dolares. Montagem e Manutenção 11

12 ESTRUTURA DO HD Montagem e Manutenção 12

13 FUNCIONAMENTO A leitura/escrita é feita através de cabeças situadas de um lado a outro de cada uma das bandejas; As cabeças estão a uma distância minúscula da superfície, que é separa através de uma camada de ar ocasionada pela rotação dos discos, que cria ventos que chegam a 250 Km/h. Montagem e Manutenção 13

14 FUNCIONAMENTO O conjunto de um HD está contido em caixa hermértica; Tem que ser totalmente isolado, pois a menor partícula que seja pode deteriorar a superfície do mesmo; Podemos ver nos discos opérculos que permitem a impermeabilidade, além de encontrarmos algumas menções, tipo: Warranty void if removed Montagem e Manutenção 14

15 FUNCIONAMENTO As cabeças de leitura/escrita são capazes de gerar campos eletromagnéticos. Exemplo: Na escrita/leitura, as cabeças criam um campo seja ele positivo ou negativo na superfície do disco, que induzem assim uma corrente. Essa corrente será convertida pelo CAN( Conversor Analógico Numérico) em linguagem de máquina, binário 0 e 1. Montagem e Manutenção 15

16 FUNCIONAMENTO(cont.) Pratos ou discos: são onde os dados ficam armazenados, são feitos de alumínio, ou um tipo de cristal e são cobertos por um material magnético e uma camada protetora; Rotação do motor: rpm ou até mesmo rpm; Cabeça e braço: Os HDs contam com um dispositivo muito pequeno chamado cabeçote de leitura e gravação. Trata-se de um item que contém uma bobina que utiliza impulsos magnéticos para manipular as moléculas da superfície do disco, e assim gravar dados. Montagem e Manutenção 16

17 FUNCIONAMENTO(cont.) Atuador: responsável por mover o braço por cima dos discos, e assim a cabeça fazer sua parte perante os pratos. Dentro do atuador existe uma bobina que é induzida por imãs. No processo de leitura de dados, o cabeçote simplesmente "lê" o campo magnético e gera uma corrente elétrica, cuja variação é analisada pela controladora do HD para determinar os bits. Montagem e Manutenção 17

18 Ordenação dos Dados no HD Para ordenar os dados no HD, utiliza-se um esquema conhecido como geometria dos discos. Nesse esquema, o disco é dividido em: Trilhas: são círculos que começam no centro do disco e vão até a sua borda. A trilha que fica mais próxima da extremidade do disco é denominada trilha 0, a trilha que vem em seguida é chamada trilha 1, e assim por diante. Montagem e Manutenção 18

19 Ordenação dos Dados no HD Cada trilha é dividida em trechos regulares chamados de setor. Cada setor possui uma determinada capacidade de armazenamento (geralmente, 512 bytes). Cilindro é a posição das cabeças sobre as mesmas trilhas de seus respectivos discos. Montagem e Manutenção 19

20 Preparação dos Discos Para receber dados é necessário fazer uma preparação nos discos, dá-se o nome de Formatação. Existe dois tipos de formatação: Formatação Física: onde é dividido os discos em trilhas e setores, esse procedimento já vem de fábrica. Formatação lógica: consiste em aplicar um sistema de arquivos necessários para o sistema operacional: NTFS,FAT32, no caso do linux: ext3 e ReiserFS Montagem e Manutenção 20

21 Limite de Capacidade dos Discos Pode acontecer por diversos motivos, como por exemplo limite de hardware e limite de sistema operacional. Instalar um HD de capacidade relativamente alta em micros antigos pode ser frustrante, uma vez que a BIOS apenas reconhecer os primeiros 504 MB ou os 7.88 GB do HD. Isso acontece por causa da falta de visão dos projetistas, na época eles achavam que não chegariamos a precisar de tanto espaço Montagem e Manutenção 21

22 Limitação de Capacidade dos Dados O primeiro problema para limitação da capacidade é que os fabricantes assumem que KB,MB,GB E TB significam coisas diferentes do que eles mesmo são. Isso faz com que você tenha um disco rígido com capacidade inferior ao que é mencionado. Caso queira se aprofundar mais: – Montagem e Manutenção 22

23 fim Montagem e Manutenção 23


Carregar ppt "SETUP Professor Victor Sotero 1 Montagem e Manutenção."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google