A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ÉticaEthos Modo ou maneira de ser Q Quem age por dever não é livre, não tem autonomia. A Agir eticamente é ser livre. Os que não conseguem al- cançar.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ÉticaEthos Modo ou maneira de ser Q Quem age por dever não é livre, não tem autonomia. A Agir eticamente é ser livre. Os que não conseguem al- cançar."— Transcrição da apresentação:

1

2

3 ÉticaEthos Modo ou maneira de ser Q Quem age por dever não é livre, não tem autonomia. A Agir eticamente é ser livre. Os que não conseguem al- cançar a verdadeira liberdade devem, pelo menos, aceitar as regras de conduta (Moral / Religião) para poderem viver juntos e sobreviver.

4 Conatus Esforço para preservar a existência, poder para vencer os obstáculos, expandir-se, rea- lizar-se plenamente. Aumento do conatus Aumento do conatus alegria tristeza Deixar-se conduzir por paixões positivas Permitir que paixões ne- gativas nos enfraqueçam

5 Paixão Somos sempre atingidos pelas paixões. O homem livre é aquele que conhece a si mesmo, suas forças e fraquezas, não é o que decide o que quer, como e onde quer. Conhecendo sua natureza e a natureza exterior, sabe como dominá-las e deixa-se le- var pelas paixões positivas. O amor é a maior das paixões positivas. A + MORE = AMORE = AM R

6 Liberdade é virtude, é a capacidade de escolher as paixões que nos guiam, é decidir pelo Amor, paixão positiva que nos conduz à compreensão de nós mesmos e de todo o universo, isto é, de Deus como totalidade de tudo que existe e de cada coisa como indispensável à nossa própria identidade. (Ética – Espinosa)

7 VALOR DE TROCADE TROCA DE USODE USO DO OUTRO DO TODO HOLISMODO OUTRO DO TODO HOLISMO DA VIDA NASCER/RENASCERDA VIDA NASCER/RENASCER

8 Corpo e Alma C Corpo e alma são uma mesma coisa expressa de formas diferentes. A A conexão interna do corpo e da alma é conatus (essência humana) C Cada homem tem sua própria essência. Não se pode compará-los. S Ser cego não é ser impefeito, porque a a cegueira não é ausência de visão, mas uma forma diferente de existir. N Não são as estatísticas, nem a técnica, que nos farão compreender melhor os homens.

9 DISCIPLINA SUBMISSÃO CEGA À NORMA CONHECIMENTO HIERARQUIA DE FORA PARA DENTRO RESPONSABILIDADE RECONHECIMENTO (RESPEITO E AUTORIDADE) VALOR VISÃO EXISTENCIALVISÃO POSITIVADA

10 COMUNICAÇÃO LEIS, DECRETOS, RESOLUÇÕES, PARE- CERES, PROMOÇÕES, NOTAS DE DESPESAS, FINCON, HYGIA, EDITAIS, CONTRATOS, CON- VÊNIOS, SOFTWARE, INTERNET, NET...REDES. PARA QUE SERVEM AS REDES? PARA LIBERTAR OU PARA APRISIONAR? PARA JUN- TAR OU PARA EXCLUIR? A AJUDA QUE NÃO DEI, O AMOR QUE NÃO MATERIALIZEI, A PACIÊNCIA QUE NÃO TIVE...

11 SERVIDOR Já se disse que as grandes idéias vêm ao mundo mansa- mente, como pombas. Talvez, então, se ouvirmos com atenção, escutaremos, em meio ao estrépito de impérios e nações, um discreto bater de asas, o suave acordar da vida e da esperança. Alguns dirão que tal esperança jaz numa nação, outros, num homem. Eu creio, ao contrário, que ela é despertada, revivificada, alimentada por milhões de indivíduos solitários, cujos atos e trabalho, diariamente, negam as fronteiras e as implicações mais cruas da história. Como resultado, brilha, por breve momento, a verdade, sempre ameaçada, de que cada e todo homem, sobre a base de seus próprios sofrimentos e alegrias, constrói para todos. Albert Camus

12 O que é Ética, oxente? O que é Ética, oxente? Rita Maria Lemos de Souza Ribeiro Rita Maria Lemos de Souza Ribeiro Na minha terra, senhores, Com base nesse conceito, O meu Nordeste valente,Eu já posso responder Se perguntassem ao povo,E não tenho o que temer, O que é ética, oxente?Ética é um preceito: Chamariam um violeiro,É respeitar o irmão, Que no seu jeito matreiro,O amigo, o vizinho, Lhes faria um repente:Todos os animaisinhos, Meu velho pai me ensinouPreservar a natureza, Que o maior valor da vida, Mantendo sua beleza. No dia-a-dia, na lida,Para dar um iro certeiro, É a nossa honestidade,Encerrando a cantoria, Que um homem de verdade,É que este humilde violeiro É o que vai deixar saudade, Com pouca sabedoria, Quando de sua viagem.Ao final de cada dia, Não pelo que ele deixou,Vai querer olhar para trás, Mas pelo que ensinou,Deitar em seu travesseiro Tendo sempre uma grande imagem.E poder dormir em paz.


Carregar ppt "ÉticaEthos Modo ou maneira de ser Q Quem age por dever não é livre, não tem autonomia. A Agir eticamente é ser livre. Os que não conseguem al- cançar."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google