A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

VACINAS VÍRICAS. - VACINAS VIVAS (Vírus Replicativo-vivo) - VACINAS NÃO VIVAS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "VACINAS VÍRICAS. - VACINAS VIVAS (Vírus Replicativo-vivo) - VACINAS NÃO VIVAS."— Transcrição da apresentação:

1 VACINAS VÍRICAS

2 - VACINAS VIVAS (Vírus Replicativo-vivo) - VACINAS NÃO VIVAS

3 VACINAS VIVAS 1. Mutantes Naturais 2. Mutantes Atenuados em Laboratório - Passagem em animais, OE, cultivos - Mutantes cold-adapted/TS 3. Vacinas vivas recombinantes - Atenuadas por deleção de genes - Vacinas com marcadores antigênicos - Vetores virais - Vetores bacterianos

4 VACINAS VIVAS 1. MUTANTES NATURAIS - Espécie heteróloga - varíola bovina > humanos - herpes de peru > Marek - rotavírus bovino > suínos - PI-3 bovino > crianças - Mutante Natural - Pseudoraiva (PRV) - Febre Amarela (17-D) - Poliovírus (tipo 2)

5 VACINAS VIVAS 2. ATENUAÇÃO POR PASSAGENS EM CULTIVO CELULAR Método:

6 VACINAS VIVAS

7 2. ATENUAÇÃO POR PASSAGENS EM CULTIVO CELULAR - É o m étodo mais utilizado para atenuação - Requer múltiplas passagens (centenas) - Geralmente utiliza-se células heterólogas - Só aplicável para vírus que em replicam em cultivo - Base genética da atenuação é desconhecida

8 VACINAS VIVAS 2. VACINAS ATENUADAS EM CULTIVO EM CULTIVO VANTAGENS X DESVANTAGENS

9 VACINAS VIVAS 2. ATENUAÇÃO POR PASSAGENS EM ANIMAIS

10 VACINAS VIVAS 2. ATENUAÇÃO POR PASSAGENS EM OVOS EMBRIONADOS OVOS EMBRIONADOS

11 VACINAS VIVAS 2. ATENUAÇÃO POR PASSAGENS EM ANIMAIS, OVOS EMBRIONADOS VANTAGENS X DESVANTAGENS

12 VACINAS VIVAS 2. MUTANTES COLD-ADAPTED/TS Método: replicar o vírus a baixas temperaturas o C

13 2. MUTANTES COLD-ADAPTED OU TS - Definição - Métodos de obtenção - Usos/ aplicações - Vantagens - Desvantagens

14 Vírus de interesse VACINAS ATENUADAS VACINAS ATENUADAS Amplificar Atenuar Resposta Humoral e Celular

15 3. VACINAS VIVAS RECOMBINANTES 3. VACINAS VIVAS RECOMBINANTES - Atenuadas por deleção de genes - Vacinas com marcadores antigênicos - Vetores virais - Vetores bacterianos

16 ATENUAÇÃO POR DELEÇÃO DE GENES

17 VACINAS ATENUADAS POR DELEÇÃO DE GENES - Método - Exemplos de genes deletados - Restrições - Vantagens - Desvantagens - Usos/aplicações

18 VACINAS COM MARCADORESANTIGÊNICOS Positivo Negativo ELISA anti-gE

19 Positivo Negativo Vírus de campo Vírus mutante

20 VACINAS DIFERENCIAIS - Definição - Método de obtenção - Gene a ser deletado - Usos/aplicações - Vantagens/desvantagens

21 VETORES VIRAIS Vírus de interesse Vírus vetor

22 VETORES VIRAIS CARACTERÍSTICAS DO VÍRUS VETOR - Apatogênico para a Espécie - Possuirem genoma grande - Serem facilmente manipuláveis - Não serem disseminados na população - Replicar em locais apropriados

23 VETORES VIRAIS VETORES MAIS UTILIZADOS - POXVÍRUS - HERPESVÍRUS - ADENOVÍRUS

24

25 VETORES VIRAIS (exemplos) - POXVÍRUS - gG do Vírus da Raiva - POXVÍRUS do Canário - F e HA da cinomose - BHV-1 - VP1 do vírus da Febre Aftosa - 17-D - antígenos do vírus da Dengue - ADENOVÍRUS- VP1 do vírus da F.Aftosa - SINDBIS- gp120 do HIV

26 VETORES VIRAIS VANTAGENS X RESTRIÇÕES

27 VETORES BACTERIANOS Vírus Bactéria vetor

28 VETORES BACTERIANOS - Aplicações - Vantagens - Principais vetores SalmonellaLactobacillusListeriaMicobacterium

29 Vírus de campo VACINAS VIVAS Atenuado(clássico) Marcadorantigênico Atenuado(deleção) Vetor

30 VACINAS VÍRICAS VIVAS APLICAÇÕES X RESTRIÇÕES


Carregar ppt "VACINAS VÍRICAS. - VACINAS VIVAS (Vírus Replicativo-vivo) - VACINAS NÃO VIVAS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google