A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Camada de Transporte. A camada de transporte O controle ponto a ponto, fornecido pelas janelas móveis, e a confiabilidade nos números de seqüência e nas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Camada de Transporte. A camada de transporte O controle ponto a ponto, fornecido pelas janelas móveis, e a confiabilidade nos números de seqüência e nas."— Transcrição da apresentação:

1 Camada de Transporte

2 A camada de transporte O controle ponto a ponto, fornecido pelas janelas móveis, e a confiabilidade nos números de seqüência e nas confirmações são as funções principais da camada 4. Controle de fluxo

3 O TCP fornece um circuito virtual entre aplicações do usuário final. Estas são as suas características: –Orientado para conexão –Confiável –Divide as mensagens enviadas em segmentos –Reagrupa as mensagens na estação de destino –Reenvia tudo o que não foi recebido –Reagrupa as mensagens a partir de segmentos recebidos O UDP transporta dados entre hosts sem confiabilidade. A seguir, estão as características do UDP: –Sem conexão –Não confiável –Transmite mensagens (chamadas de datagramas do usuário) –Não fornece verificação de software para a entrega da mensagem (não é confiável) –Não reagrupa as mensagens de entrada –Não usa confirmações –Não fornece controle de fluxo

4

5 Rfc 1700

6 Números abaixo de para aplicações públicas Números de 255 a atribuídos às empresas para aplicações comerciais Números acima de não são regulamentados

7 Camada de Rede Roteamento e endereçamento

8 Endereçamento Endereços MAC representam um espaço de endereços contínuo. Ou seja, eles são não hierárquicos ! O endereçamento IP apresenta uma hierarquia que é apropriada para uma rede com muitos nós ! Este é o esquema utilizado pela camada de rede!!

9 A camada de rede é a responsável pela movimentação dos dados através de um conjunto de redes (internetwork). O esquema de endereçamento da camada de rede é usado pelos dispositivos para determinar o destino dos dados à medida que eles se movem pelas redes.

10 Os dispositivos de rede precisam de um esquema de endereçamento que permita que eles encaminhem pacotes de dados através de internetwork (um conjunto de redes compostas de vários segmentos usando o mesmo tipo de endereçamento)

11 Sistemas autônomos (SA), se cada um for gerenciado por um único administrador A Internet é uma coleção de segmentos de rede que são ligados para facilitar o compartilhamento das informações Provedores de serviços de Internet (Internet Service Providers - ISP) oferecendo os serviços que ligam vários segmentos de redes.

12 por que iríamos querer ter uma Internet? compartilhamento dos conhecimentos, o comércio, as comunicações personalizadas quase instantâneas e muitas outras razões são o motivo pelo qual as redes isoladas precisariam se comunicar !

13 roteadores conectam redes isoladas, os roteadores decidem o melhor caminho baseados nas informações da camada 3 e os roteadores realmente comutam os pacotes das portas de entrada para as portas de saída apropriadas.

14 "nomear" um computador endereço MAC "endereçar" um computador endereço de camada de rede. endereçamento hierárquico, quando combinado com a nomeação, fornece entrega local eficaz, mas também roteamento e entrega de informações eficazes em todo o mundo.

15

16 Um endereço MAC pode ser comparado ao seu nome e o endereço de rede ao seu endereço postal. Os endereços IP têm uma estrutura específica e não são atribuídos aleatoriamente.

17 Datagrama da camada de rede (Pacotes) CABEÇALHO DO DATAGRAMA ÁREA DE DADOS DO DATAGRAMA

18

19

20 Os endereços IP são expressos como números decimais com pontos: divide- se os 32 bits do endereço em quatro octetos (um octeto é um grupo de 8 bits). O valor decimal máximo de cada octeto é 255. O maior número binário de 8 bits é Esses bits, da esquerda para direita, têm os valores decimais 128, 64, 32, 16, 8, 4, 2 e1. Somados, eles totalizam 255.

21 Converta os decimais para binários !

22 Mais conversões para a notação decimal com ponto para a notação binária.

23

24 Classes do Endereço IP Todos os endereços IP de classe A usam apenas os oito primeiros bits para identificar a parte da rede do endereço. Os três octetos restantes podem ser usados para a parte do host do endereço. 2 elevado a 24 (2 24 ) (menos 2), ou seja, endereços IP possíveis para os dispositivos conectados à rede.

25 Os dois primeiros bits de um endereço de classe B são sempre 10 (um e zero). Todos os endereços IP de classe B usam os primeiros 16 bits para identificar a parte da rede no endereço. Os dois octetos restantes do endereço IP podem ser usados para a parte do host do endereço. 2 elevado a 16 (2 16 ) (menos 2 novamente!), ou seja, endereços IP possíveis

26 Os três primeiros bits de um endereço de classe C são sempre 110 (um, um e zero). Todos os endereços IP de classe C usam os primeiros 24 bits para identificar a parte da rede no endereço. Apenas o último octeto de um endereço IP de classe C pode ser usado para a parte do host do endereço. 2 8 (menos 2), ou seja, 254 endereços IP possíveis

27

28 Intervalos das classes de endereço IP ClasseRedes válidas Hosts válidos Número de Redes Número de Hosts/Redes A a a B a a C a a

29

30 Enderecamento IP

31 Endereçamento IP Sub-redes e mascáras de sub-rede Os administradores de rede precisam ter maior flexibilidade, por isso permitimos que eles aumentem o número de rede em um certo número de bits. É claro que essa extensão do número de rede é feita à custa do número de bits do host.

32 Sub-redes e mascáras de sub-rede REDESUB-REDEHOST NOVO ENDEREÇO DE REDE ENDEREÇO HOST Os endereços de sub-rede incluem a parte da rede de classe A, classe B ou classe C, mais um campo de sub-rede e um campo de host. O campo da sub-rede e o campo do host são criados a partir da parte original do host para toda a rede.

33 Sub-redes e mascáras de sub-rede

34 Por que usar sub-rede ? –Diminuir o desperdício causado pelo endereçamento IP clássico –Maior eficiência da divisão de redes em sub-redes –Redes menores (e lembre-se de que as sub- redes são redes com endereçamento completo para o mundo externo) contribuem para domínios de broadcast menores, uma consideração importante no projeto de redes.

35 Sub-redes e mascáras de sub-rede denominação da máscara de sub-rede: Prefixo de rede estendida.

36

37 O que o Roteador faz com a mácara?

38 Tabelinha....

39 Classes privadas de ip Classe A – –Intervalo ( a ) –Broadcast = Classe B – a –Intervalo (172.[16..31].0.1 a 172.[16..31] ) –Broadcast 172.[16..31] Classe C – a –Intervalo ( [0..255].1 a [0..255].254 –Broadcast [0..255].255

40 Relembrando Domínios de Colisão e de Broadcast Colisão : compartilham mesma camada 1 –Switch e bridge segmentam a rede (divide) Broadcast : compartilham mesma camada 2 –Routers separam domínios de broadcast

41 Endereçamento Estático Manual Dinâmico DHCP

42 DHCP

43 ARP Address Resolution Protocol –Tenho o end. IP e quero saber o end. MAC Tabelas ARP End FisEnd IP db-3a-2f

44 RARP Reverse Address Resolution Protocol –Sei o end. MAC e quero saber o end. IP Ex. uma estação de trabalho sem disco, pode conhecer seu endereço MAC, mas não seu endereço IP.

45 ICMP Internet Control Message Protocol –Usado por um dispositivo para relatar problemas Eco/resposta - ping

46 Gateway Padrão Um gateway padrão é o endereço IP da interface no roteador que se conecta ao segmento de rede onde se localiza o host de origem. O endereço IP do gateway padrão deve estar no mesmo segmento de rede do host de origem.

47 O IP e a camada de transporte IP é um sistema sem conexão O IP se baseia no protocolo da camada de transporte para determinar se os pacotes foram perdidos e para solicitar uma retransmissão. A camada de transporte também é responsável pela reorganização dos pacotes.

48


Carregar ppt "Camada de Transporte. A camada de transporte O controle ponto a ponto, fornecido pelas janelas móveis, e a confiabilidade nos números de seqüência e nas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google