A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Realizado Por: Realizado Por: Ivo Lindim, Mário Sanca & Tiago Silva Geologia & Biologia 2005/2006 Nº 15 Nº 25 Vulcanologia – Vulcão Vesúvio Nº 19 10º B.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Realizado Por: Realizado Por: Ivo Lindim, Mário Sanca & Tiago Silva Geologia & Biologia 2005/2006 Nº 15 Nº 25 Vulcanologia – Vulcão Vesúvio Nº 19 10º B."— Transcrição da apresentação:

1 Realizado Por: Realizado Por: Ivo Lindim, Mário Sanca & Tiago Silva Geologia & Biologia 2005/2006 Nº 15 Nº 25 Vulcanologia – Vulcão Vesúvio Nº 19 10º B

2 Localização Geográfica Vesúvio; Vulcão activo, situado a sudeste de Nápoles, na Itália, com uma altitude de 1280 m. Vivem actualmente nos arredores do Vesúvio cerca de 2 milhões de pessoas.

3 Localização Tectónica do Vulcão O vulcão Vesúvio localiza-se tectónicamente na Placa euroasiática.

4 Características da Erupção Monte Vesúvio é um vulcão do tipo composto que expele material em fluxo intenso.vulcão O material que sai de dentro dos vulcões chama-se lava, um rio de rocha derretida, muito quente e vermelha.

5 Calendário da Actividade do Vulcão Sua mais intensa erupção foi no dia 24 de Agosto do ano de 79 d. C., quando o vulcão entrou em erupção e a lava quente cobriu as cidades de Pompeia e Herculano com uma camada de dois metros de espessura. Em seguida, o vulcão lançou cinzas e pedras que formaram outra camada de dez a quinze metros. Entre 20 mil e 30 mil habitantes morreram sufocados pelas cinzas ou sob os tetos das casas que desabavam.24 de Agosto 79PompeiaHerculano Sua última erupção aconteceu há pouco mais de 50 anos, em 1944, sem causar estragos.

6 Nível de Alerta Actual O nível de alerta actividade vulcânica segundo o código colorido de referência é verde (o vulcão está dormente; a actividade sísmica e fumarólica estão normais). Podendo também, por vezes, atingir o nível de alerta amarelo, que indica estado de agitação no vulcão; possibilidade de erupção.

7 Impacto da Erupção no Clima e suas Consequências O vulcão Vesúvio projectou vários materiais piroclásticos entre eles, as cinzas, que provocam danos na agricultura e provocaram problemas respiratórios e intoxicações. A libertação de gases nessa zona causou um aumento da temperatura da atmosfera fazendo com que pragas de insectos (moscas e gafanhotos) causassem muitos danos nos campos de cultivo. Os vários incêndios, provocados pela erupção, contaminavam e aqueceram o ar, provocando também várias intoxicações e problemas respiratórios nas zonas periféricas, à ocorrência da erupção.

8 Número de Vítimas No dia 24 de Agosto de 79 d.C., o vulcão Vesúvio causou mortes. Ainda de hoje em dia pode-se verificar algumas pessoas que a lava transformou em pedra e podemos ver o desespero em que a população se encontrava naquele momento.

9 Impacto Social e Económico Em termos de impacto social, a erupção do vulcão Vesúvio de 79 d.C., causou mortes e destruiu totalmente a cidade de Pompeia. Nesta cidade havia belas esculturas e arquivos históricos de grande importância para o império Romano, que ficaram para sempre destruídos. Em termos de impacto económico, esta erupção causou alguns danos, à economia do império, porque era uma cidade propícia ao comércio e devido à sua aproximação com Roma (capital do império Romano) era uma cidade onde viajantes, mercadores e nobres pernoitavam, antes de se dirigirem para Roma. Pompeia era uma grande cidade romana por isso a sua destruição provocou uma queda na economia do império romano mas como o império era muito vasto e poderoso na tardou a recuperar o seu poder. A nível social, como obvio, foi um algo assustador para a população das outras cidades mas apesar de tudo o império era vasto e a vida tinha que continuar.

10 Medidas de prevenção nas zonas de elevado risco vulcânico Minimização de riscos: Identificação de possíveis pontos emissores de lava; Controlo do avanço das escoadas através de barreiras, canais e arrefecimento da lava com água; Pessoas devem manter-se afastadas do vulcão em actividade; Protecção dos olhos e das vias respiratórias;

11 Medidas de prevenção nas zonas de elevado risco vulcânico (continuação) Uma população informada dos perigos associados à proximidade de uma zona vulcânica activa estará melhor preparada para encarar e ultrapassar situações de emergência. delimitaçãoda sua zona demáximo riscoidentificação dos perigos associados à sua actividade reconstituição da sua históriamonitorização prevenir e minimizar os perigos associados a uma eventual erupção A delimitação, para cada vulcão activo, da sua zona de máximo risco, a identificação dos perigos associados à sua actividade, a reconstituição da sua história e a sua monitorização permitem prevenir e minimizar os perigos associados a uma eventual erupção.


Carregar ppt "Realizado Por: Realizado Por: Ivo Lindim, Mário Sanca & Tiago Silva Geologia & Biologia 2005/2006 Nº 15 Nº 25 Vulcanologia – Vulcão Vesúvio Nº 19 10º B."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google