A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ESTRUTURA GEOLÓGICA. PROCESSOS EXÓGENOS FORA ORIGEM SÃO PROCESSOS QUE TEM SUA ORIGEM NA ENERGIA EXTERNA DO PLANETA, OU SEJA, ENERGIA QUE SE ENCONTRA NA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ESTRUTURA GEOLÓGICA. PROCESSOS EXÓGENOS FORA ORIGEM SÃO PROCESSOS QUE TEM SUA ORIGEM NA ENERGIA EXTERNA DO PLANETA, OU SEJA, ENERGIA QUE SE ENCONTRA NA."— Transcrição da apresentação:

1 ESTRUTURA GEOLÓGICA

2 PROCESSOS EXÓGENOS FORA ORIGEM SÃO PROCESSOS QUE TEM SUA ORIGEM NA ENERGIA EXTERNA DO PLANETA, OU SEJA, ENERGIA QUE SE ENCONTRA NA SUPERFÍCIE DA TERRA: ÁGUA (CHUVAS, RIOS, MAR), GELO, VENTO, DIFERENÇA DE TEMPERATURA E SERES VIVOS, INCLUSIVE O HOMEM.

3 PROCESSOS ENDÓGENOS DENTRO ORIGEM SÃO PROCESSOS QUE TEM SUA ORIGEM NA ENERGIA INTERNA DA TERRA, OU SEJA, ENERGIA DO NÚCLEO.

4 - TECTONISMO OS PRINCIPAIS PROCESSOS ENDÓGENOS SÃO: - VULCANISMO - METAMORFISMO

5 5 Tectonismo ou Diastrofismo Compreende a todos movimentos que deslocam e deformam as rochas que constituem a crosta terrestre. São causados por forças internas. O diastrofismo se manifesta de duas maneira através da epirogênese e orogênese.

6 6 Movimentos Epirogênicos Epirogênicos - do grego épeiros = continente São movimentos verticais que provocam abaixamento ou soerguimento da crosta terrestre. Pode provocar o rebaixamento de litorais pelas invasões do mar (transgressão marítima).

7 7 Movimentos Epirogênicos Ou o levantamento da costa pelo recuo dos oceanos (regressão marinha). Pode também soerguer ou rebaixar os leitos dos rios, modificando seu trabalho erosivo.

8 8 Movimentos Orogênicos Orogênicos - do grego ôros = montanha Resultado de movimentos verticais ou horizontais. São movimentos de pequena duração no tempo geológico, mas muito intensos. Como resultado deste movimento temos: dobras (dobramentos) e as falhas (falhamento) ou fraturas.

9 9 Orogênese

10 CONSEQUÊNCIAS DO TECTONISMO FORMAÇÃO DE MONTANHAS

11 11 As Dobras Ocorrem se as rochas atingidas não oferecerem grande resistência às forças internas. Os dobramentos ocorreram em diferentes eras geológicas (pré-cambriana e Cenozóica).

12 12 Falhas ou Fraturas Ocorrem em áreas onde as rochas são rígidas e resistentes às forças internas e quebram- se em vez de dobrar. Caracterizam-se pôr um desnível do terreno: uma parte elevada e outra rebaixada.

13 CONSEQUÊNCIAS DO TECTONISMO DOBRAMENTOS E FALHAMENTOS

14 14 Vulcanismo Chamamos de vulcanismo os fatos e fenômenos geográficos relacionados com as atividades vulcânicas, através dos quais o magma do interior da Terra chega até a superfície.

15 Vulcanismo Expulsão de magma, rocha e gás do interior da Terra.

16

17 17 Vulcanismo Expelem água quente no sentido vertical. Seus jatos podem durar segundos ou semanas e atingir muitos metros de altura. Seu funcionamento dependem da quantidade e da temperatura da água subterrânea.

18 Vulcão Santa Helena

19 19 Vulcanismo - Everest

20 20 Vulcanismo

21 21 Vulcanismo

22 Os principais vulcões Etna (Sicilia), Monte Fuji (Japão), Kilauea (Havai), Krakatoa (Indonésia), Monte Pinatubo (Filipinas), Vesúvio (Itália) e El Chichon (México).

23

24 24 Vulcanismo(Fontes Termais) Caldas novas(GO)

25 25 Vulcanismo(Fontes Termais) Caldas Novas(GO)

26 26 O Círculo de Fogo A maior parte dos vulcões se localiza ao longo ou próximo do limite de placas tectônicas. São os chamados vulcões de limite de placas. Porém alguns deles localizam-se no interior de uma placa, sendo pôr isto chamados de vulcões intraplacas, cujo exemplo mais conhecido é o arquipélago havaiano, situado no interior da placa do Pacífico.

27 27 O círculo de Fogo

28 Sismos A conseqüência do choque entre placas tectônicas são chamadas de abalos sísmicos ou terremotos.

29 Terremotos

30 CONSEQUÊNCIAS DO TECTONISMO ABALOS SÍSMICOS OU TERREMOTOS

31 CONSEQUÊNCIAS DO TECTONISMO MAREMOTOS OU TSUNAMIS

32 Terremoto na Ásia - Dez./2004

33

34 DescriçãoMagnitudeEfeitosFrequência Micro< 2,0Micro tremor de terra, não se sente [1]. [1]~ 8000 por dia Muito pequeno 2,0-2,9Geralmente não se sente mas é detectado/registado. ~1000 por dia Pequeno3,0-3,9Frequentemente sentido mas raramente causa danos. ~49000 por ano Ligeiro4,0-4,9Tremor notório de objectos no interior de habitações, ruídos de choque entre objectos. Danos importantes pouco comuns. ~ 6200 por ano Moderado5,0-5,9Pode causar danos maiores em edifícios mal concebidos em zonas restritas. Provoca danos ligeiros nos edifícios bem construídos. 800 por ano Forte6,0-6,9Pode ser destruidor em zonas num raio de até 180 quilómetros em áreas habitadas. 120 por ano Grande7,0-7,9Pode provocar danos graves em zonas mais vastas. 18 por ano Importante8,0-8,9Pode causar danos sérios em zonas num raio de centenas de quilômetros. 1 por ano Excepcional9,0

35 35 Abalos Sísmicos ou Terremotos Uma das manifestações mais temidas e destruidoras dos movimentos da crosta terrestre. Ocorrem quando as forças tectônicas atuam prolongadamente em áreas de rochas duras, elas provocam fraturas ou o deslocamento de camadas. Se uma das camadas se mover horizontalmente ou verticalmente, serão produzidas ondas vibratórias que se espalham em várias direções, causando um terremoto.

36 36 Abalos Sísmicos ou Terremotos O ponto onde o terremoto se origina recebe o nome de Centro ou Foco. O ponto da superfície terrestre diretamente acima do centro é o Epicentro, onde o terremoto é sentido com maior intensidade. O aparelho utilizado para medir a intensidade de um terremoto é o Sismógrafo, que segue a escala Richter - uma escala com 10 graus, cada um indicando uma intensidade 10 vezes maior que a anterior.


Carregar ppt "ESTRUTURA GEOLÓGICA. PROCESSOS EXÓGENOS FORA ORIGEM SÃO PROCESSOS QUE TEM SUA ORIGEM NA ENERGIA EXTERNA DO PLANETA, OU SEJA, ENERGIA QUE SE ENCONTRA NA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google