A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Linguagem PASCAL1 Definição e Tipos de Dados UFRPE – Deptº de Estatística e Informática Disciplina: Introdução à Computação Prof.: Paulemir G. Campos Material.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Linguagem PASCAL1 Definição e Tipos de Dados UFRPE – Deptº de Estatística e Informática Disciplina: Introdução à Computação Prof.: Paulemir G. Campos Material."— Transcrição da apresentação:

1 Linguagem PASCAL1 Definição e Tipos de Dados UFRPE – Deptº de Estatística e Informática Disciplina: Introdução à Computação Prof.: Paulemir G. Campos Material elaborado pela Profª Alzennyr Cléa da UFRPE/DFM.

2 Linguagem PASCAL 2 Origem n Linguagem de programação largamente utilizada no ensino-aprendizagem de programação de computadores; n Criada por Niklaus Wirth em 1972, na Universidade Técnica de Zurique, Suiça; n Seu nome homenageia o matemático Blaise Pascal ( ); n Existem vários compiladores para esta linguagem, o mais comum no ambiente acadêmico é o Turbo Pascal, da Borland.

3 Linguagem PASCAL 3 Algoritmo x Programa n Algoritmo: Conjunto de etapas finitas, ordenadamente definidas com o propósito de obter soluções para um determinado problema. n Programa: Formalização de um algoritmo em uma linguagem inteligível pelo computador.

4 Linguagem PASCAL 4 Conceitos Básicos n Qual o tipo de linguagem que o computador entende? Linguagem de máquina. n Como podemos fazer a tradução de uma linguagem de programação para linguagem de máquina? Usando um compilador ou interpretador. n Como um programa é executado no computador? –Primeiro ele é carregado na memória e depois cada instrução é executada de acordo com a lógica do programa.

5 Linguagem PASCAL 5 Etapas 1) Definição do problema 2) Desenvolvimento de um algoritmo 3) Transcrição para PASCAL 4) Digitação do programa 5) Compilação 6) Execução

6 Linguagem PASCAL 6 Passos para construção de algoritmos n Ler atentamente o enunciado do problema a ser resolvido; n Identificar quais são as entradas (ou seja, o que é fornecido) para a solução do problema; n Identificar o que deve ser feito para, a partir das entradas, produzir as saídas. Um algoritmo pode ser visto como uma função que leva as entradas para saídas. n No processo, tentar achar uma solução prática para resolver o problema e depois escreve-la na linguagem algorítmica.

7 Linguagem PASCAL 7 Turbo Pascal n Compilador que vamos usar: Inprise/Borland Turbo Pascal 7.0 n Criado em 1983 (v1.0) n Atualmente: Delphi uma extensão da linguagem Pascal (inclui conceitos de orientação à objetos e construção de interfaces gráficas através de uma programação visual e interativa).

8 Linguagem PASCAL 8 n Equivalência de termos entre a Linguagem Algorítmica e Pascal: Termos em Pascal LAPASCAL declareVar InícioBegin FimEnd CaracterChar InteiroInteger Real LógicoBoolean LeiaRead EscrevaWrite

9 Linguagem PASCAL 9 n Equivalência de termos entre a Linguagem Algorítmica e Pascal: Termos em Pascal LAPASCAL SeIf EntãoThen SenãoElse EnquantoWhile FaçaDo RepitaRepeat ParaFor AtéUntil / To :=

10 Linguagem PASCAL 10 Constantes (CONST) n Valor fixo. Não muda durante a execução de um programa n Podem ser numéricas, lógicas ou alfanuméricas (literal) n Ex: –numéricas: 25, +34, -315, -0.53, 7.8E-3,.13 –lógicas: true, false –alfanuméricas: A-Z, a-z, 0-9, !, ?, /, *, &, $, %,...

11 Linguagem PASCAL 11 Variáveis (VAR) n São representadas por identificadores n Formado por: –uma letra, ou –uma letra seguida de letras ou dígitos: Ex: A, Nota, matricula, x, a, a1, a2, bd, A32B Maiúsculas são iguais a minúsculas: AB = aB

12 Linguagem PASCAL 12 Palavras Reservadas n Identificadores usados na linguagem and, array, begin, case, const, div, do, downto, else, end, file, for, function, goto, if, in, label, mod, nil, not, of, or, packed, procedure, program, record, repeat, set, then, to, type, until, var, while, with. n Identificadores de significado definido input, output, integer, real, read, write, etc...

13 Linguagem PASCAL 13 Sintaxe de um Programa n Todo programa em PASCAL deve ter a seguinte forma: program ;. Onde: - nome do programa - corpo do programa

14 Linguagem PASCAL 14 n O é formado por: declarações begin seqüência de comandos end n E as declarações de variáveis: var lista-de-variáveis: tipo; onde tipo=integer, real, boolean, string, char. Bloco do programa

15 Linguagem PASCAL 15 n Em pascal, o programador também tem a liberdade de definir um novo tipo; n Uma vez definido o novo tipo, este passa a ser referenciado pelo seu identificador; n Exemplo: typeIndices = 0..63; Letras = ´A´..´Z´; Faixa = -3..3; var codigo: integer; teste: boolean; letra: Letras; Definição de novos tipos (type)

16 Linguagem PASCAL 16 Comentários n Usado apenas para aumentar a clareza do programa, não é analisado pelo computador: { comentário } ou (* comentário *) var matr: string;{ nr. de matricula } nota: real;{ nota de prova } cod: integer; (* código do curso *)

17 Linguagem PASCAL 17 Expressões n Aritméticas n Lógicas n Literais

18 Linguagem PASCAL 18 Expressões Aritméticas n Ordem de prioridade: –1 a : *, /, div, mod –2 a : +, - n div - quociente da divisão inteira n mod - resto inteiro da divisão inteira exemplo 1 : x = 11 div 4 = 2, y = 11 mod 4 = 3 exemplo 2 : u = sqrt(p*(p-a)*(p-b)*(p-c)) exemplo 3 : v = exp(b*ln(a)) = e b*ln a

19 Linguagem PASCAL 19 Expressões Lógicas n Relações –A<>B, nome=´João´, a 1 n Operadores lógicos –p and q, p or q, not p n Ex: (idade>25) and (nome=´Maria´) n Prioridade dos operadores lógicos e aritméticos –1 a : not –2 a : *, /, div, mod, and –3 a : +, -, or –4 a : =, <>, =, >, in

20 Linguagem PASCAL 20 Expressões Literais n Retorna caracter: chr(cod) { cod = código ASCII (American Standard Code for Information Interchange) } n Retorna código ASCII : ord(ch) {ch = caracter } n Sucessor do caracter: succ(ch) n Antecessor do caracter: pred(ch) n Ex: chr(65) retorna A; ord( 'C' ) retorna 67; succ( 'd' ) retorna e; pred( 'd' ) retorna c;

21 Linguagem PASCAL 21 Comando de Atribuição n Identificador := expressão var A, B, X, Y: integer; K, Media: real; teste: boolean; cor: string; K:=1; A:=K; Media := (A+B)/2; teste := (X=0) and (Y<>2); cor := verde;

22 Linguagem PASCAL 22 Entrada e Saída (E/S) n As ações que executam estas tarefas são: –Obter dados: leia(dado 1, …, dado n ); –Apresentar dados: escreva(dado 1, …, dado n ); n Exemplos: –leia(NOME, IDADE); –leia(PRODUTO, QUANTIDADE, VALOR); –escreva(SOMA, MÉDIA); –escreva(Nome:, NOME, Idade:, IDADE);

23 Linguagem PASCAL 23 E/S leia(A, B, C) leia A, B, C escreva(A, B, C) Pseudocódigo Fluxograma Pascal write(A, B, C) ou writeln(A, B, C) read(A, B, C) ou readln(A, B, C) escreva A, B, C

24 Linguagem PASCAL 24 Comandos de Entrada e Saída n Leitura program leitura; var n: integer; nota: real; begin readln (n, nota); read (n, nota); { a diferença é que o readln gera uma mudança de linha após a leitura dos valores } end. Entrada: 1 6,5 2 7,0 3 8,0 4 9,0 5 5,0 6 4,0 7 3,0 8 9,5 n, nota ?

25 Linguagem PASCAL 25 Comandos de Entrada e Saída n Escrita var n, p: string; x, a: integer; begin x := 0; read (n,a); x := x + a; p := n; write (p,x); a := x + a; writeln (a); x := x + a; write (n, x, a); end. Entrada: Joao 25 Saída ?

26 Linguagem PASCAL 26 Comandos de Entrada e Saída n Formatação na escrita program formata; var a,b: real; k,l: char; begin a:=3.2; b:=5.81; k:=x; l:=y; write (a:4:2, k:2, +, b:5:2, l:2, =, a+b:7:3); end. Saída=3.20_x+_5.81_y=__9.010 Obs.: O caracter _ neste caso simboliza o espaço vazio.

27 Linguagem PASCAL 27 n Exemplo do programa para calcular a área do triângulo retângulo: Mapeando Programas para Pascal Linguagem Algoritmica início declare base, altura, área: real; leia (base, altura); área (altura*base)/2; escreva (área); fim Pascal Program Area_Triangulo; Var area, altura, base: real; begin write (Digite a altura do triangulo: ); Readln(altura); write (Digite a base do triangulo: ); Readln(base); area := altura*base/2; write (A área do triângulo é igual a:,area); End. Observe que as instruções read e write servem para ler dados fornecidos pelo usuário e para escrever informações na tela, respectivamente. Estas duas instruções podem ser seguidas por ln e, neste caso uma linha será pulada na tela após a execução da instrução.

28 Linguagem PASCAL 28 n Observe que neste primeiro exemplo, não tivemos a oportunidade de verificar o resultado final emitido pelo algoritmo; POR QUE ISTO ACONTECE? n Podemos resolver tal problema acrescentando a instrução readkey; imediatamente após informarmos o resultado final encontrado pelo algoritmo; –Obs: esta instrução só será reconhecida se logo após a linha de program for colocada a seguinte instrução: uses crt; n Feito isto, pode-se percebe que o resultado final aparece numa notação científica nada agradável, isto pode ser alterado através da seguinte mudança: write (A área do triângulo é igual a:,area:2:2); Mapeando Programas para Pascal

29 Linguagem PASCAL 29 n Observe ainda que a cada nova execução do programa aparecem lixos na tela, referentes às execuções anteriores. Isto pode ser eliminado com uma instrução apropriada para limpar a tela: clrscr; (que vem do inglês clear screen) n Assim, o algoritmo ficaria da seguinte forma: Mapeando Programas para Pascal Pascal Program Area_Triangulo; Uses crt; Var area, altura, base: real; Begin clrscr; write (Digite a altura do triangulo: ); Readln(altura); write (Digite a base do triangulo: ); Readln(base); area := altura*base/2; write (A área do triângulo é igual a:,area:2:2); readkey; End.

30 Linguagem PASCAL 30 File Edit Run Compile Options Debug Break/Watch F1-Help F5-Zoom F6-Switch F7-Trace F8-Step F9-Make F10-Menu Watch program AreaCirculo; const { Declaração de constantes } PI = ; var { Declaração de Variáveis } raio : real; area: real; begin { Comandos do Programa } write (Forneça o raio: ); readln (raio); area := PI*(raio*raio); writeln (Área =, area); end. 2 - Compile (ou ALT-F9) 1 - Save as 3 - Run (ou CTRL-F9) Exemplo

31 Linguagem PASCAL 31 Exercício de Sala n Programa 1 - Leia 4 números e imprima a média. n Programa 2 - Leia o valor da temperatura em graus Celsius e transforme para Farenheit. Use a fórmula: C = 5/9*(F-32)

32 Linguagem PASCAL 32 Sumário da metodologia de solução Para solucionar um problema em computação siga os seguintes passos: 1. Assegurar-se do entendimento completo da especificação do problema 2. Formular um esboço geral do algoritmo para a solução do problema, prestando pouca atenção a detalhes específicos. Esta será a primeira tentativa de expressar a estratégia de sua solução. Assegurar a si próprio que a estratégia está correta.

33 Linguagem PASCAL 33 Sumário da metodologia de solução 3. Identificar e listar qualquer variável que você sinta ser necessária. Esta lista é somente uma primeira aproximação do conjunto final de variáveis; ela pode ser aumentada ou diminuída se necessário. 4. Retornar aos passos iniciais do algoritmo e prosseguir com o detalhamento. Cada vez que um passo é desdobrado em vários outros mais detalhados, verificar se estes novos passos executam a função expressa no passo original. 5. Teste o algoritmo com exemplos.


Carregar ppt "Linguagem PASCAL1 Definição e Tipos de Dados UFRPE – Deptº de Estatística e Informática Disciplina: Introdução à Computação Prof.: Paulemir G. Campos Material."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google