A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O livro dos Salmos Estudo 9 Os salmos de culto e louvor (II) Salmos29,82,121,124126,127,128,131,133,134.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O livro dos Salmos Estudo 9 Os salmos de culto e louvor (II) Salmos29,82,121,124126,127,128,131,133,134."— Transcrição da apresentação:

1 O livro dos Salmos Estudo 9 Os salmos de culto e louvor (II) Salmos29,82,121,124126,127,128,131,133,134

2 Nesta lição vamos terminar a leitura e meditação na série de salmos de celebração de culto e louvor. Já vimos sete deles no domingo anterior: 33, 50, 68, 81, 108, 132, 145 Hoje veremos os dez seguintes:29,82,121,124126,127,128,131,133,134

3 Como são muitos os salmos para leitura, deveremos tê-los lido durante a semana com muita atenção, para hoje em classe, tirarmos apenas os destaques de cada um deles. Só estes já são em grande número. Assim, vamos fazer a nossa abordagem a cada um deles hoje, de forma diferente.

4 Vamos deter-nos mais minuciosamente nos comentários a cada um dos salmos, deixando a leitura do conteúdo de cada um deles para com o grupo em classe decidirmos pelos textos que colocaremos em destaque para reflexão e meditação.

5 Salmo 29 Davi era rei. Pela linguagem que usa podemos verificar que deveria estar pondo em ordem os assuntos do reino, inclusive com a definição da colonização e dos tributos que estava impondo às nações conquistadas. Ele justifica tudo que exprime pela grandeza do Deus de Israel.

6 Salmo (Vamos ler os destaques nos versículos 1,2,4,10,11) Tributai ao Senhor, ó filhos dos poderosos… Tributai glória e força… A glória devida ao seu nome… Adorai o Senhor vestido de trajes santos… A voz do Senhor é poderosa… O Senhor está entronizado… O Senhor dará força ao seu povo; o Senhor abençoará o seu povo com paz.

7 Salmo 82 Este salmo é de Asafe. Em linguagem humana ele está como que reconhecendo que o Deus de Israel é superior a todos os deuses das nações vizinhas que, segundo a melhor teologia hebraica, inexistiam. O salmista não tinha outra forma de exaltar esta superioridade divina a não ser através da comparação com os deuses dos povos vizinhos.

8 Salmo Asafe neste salmo exalta também a verdadeira justiça aplicada pelos juízes de Israel. São poucos os versículos. Seus destaques: 1,2,6,7,8: Deus está na assembléia divina; julga no meio dos deuses. Até quando julgareis injustamente…Vós sois deuses… Todavia como homens haveis de morrer… Levanta-te, ó Deus, julga a terra; pois a ti pertencem todas as nações.

9 Salmo 121 Um dos mais belos salmos da Bíblia. Conhecido por muitos de cor. Neles o Senhor é louvado pela segurança que dá ao que nele confia. É o segundo cântico chamado dos degraus, ou seja, cantado periodicamente pelo povo de Israel em demanda ao templo, ao culto e ao louvor.

10 Elevo os meus olhos para os montes. De onde me virá o socorro? O meu socorro vem do Senhor que fez os céus e a terra. Não deixará vacilar o teu pé. Aquele que te guarda não tosquenejará. Eis que não tosquenejará nem dormirá o guarda de Israel. O Senhor é quem te guarda. O Senhor é a tua sombra à tua mão direita. De dia o sol não te molestará nem a lua de noite. O Senhor te guardará de todo o mal; o Senhor guardará a tua vida. O Senhor guardará a tua saída e a tua entrada, desde agora e para sempre. Salmo a 8

11 Salmo 124 Outro pequeno/grande salmo. Louva-se a Deus por livrar o seu povo do infortúnio. Outro salmo dos degraus. É mais um salmo de Davi que em muitos momentos de sua vida experimentou exatamente isto que o salmo expressa: o livramento que vem do Senhor para a bênção do crente.

12 Salmo Se não fora o Senhor, que esteve ao nosso lado, ora diga Israel; Se não fora o o Senhor que esteve ao nosso lado, quando os homens se levantaram contra nós, eles nos teriam tragado vivos… as águas nos teriam submergido… as torrentes teriam passado sobre nós. Bendito seja o Senhor que não nos entregou como presa… Escapamos… O nosso socorro está no nome do Senhor.

13 Salmo 126 Deus é louvado por ter livrado o seu povo do cativeiro. Um dos salmos do tempo da restauração. Também muito conhecido. O mundo passa a reconhecer no povo de Deus a bênção com que o Senhor o cerca. A bênção era tão grande e renovadora depois de 70 anos, que muitos pensavam estar sonhando ou delirando.

14 Comentários ao Salmo 81 1º. Primeiramente ele convida o povo a louvar a Deus (1-3); Cantai alegremente a Deus, nossa fortaleza... Erguei alegres vozes de louvor... Entoai um salmo... Tocai a trombeta... 2º. Em segundo expõe que o Senhor espera por este louvor (4-7); Pois isso é um estatuto para Israel... Uma ordenança do Deus de Jacó... Ordenou-o por decreto em José... 3º. Por isso, Israel deveria ser submisso e obediente (8-12); Ouve-me, povo meu, e eu te admoestarei… Ó Israel, se me escutasses?... Mas o meu povo não ouviu a minha voz… Não me quis. 4º. Para expressar a alegria do Senhor se Israel o ouvisse (13-16); Oxalá me escutasse o meu povo… andasse nos meus caminhos… Eu o livraria dos seus inimigos… Eu te sustentaria com o trigo mais fino… E com o mel saido da rocha eu te saciaria. Salmo Quando o Senhor trouxe do cativeiro os que voltaram a Sião, éramos como os que estão sonhando. Então a nossa boca se encheu de riso e a nossa língua de cânticos. Então se dizia entre as nações: Grandes coisas fez o Senhor por eles… e por isso estamos alegres… Os que semeiam em lágrimas, com cânticos de júbilo segarão. Aquele que sai chorando, levando a semente para semear, voltará com cântico de júbilo, trazendo consigo os seus molhos.

15 Salmo 127 O salmista celebra aqui a bênção da segurança, da prosperidade e da fecundidade. Israel crescia não pelo valor de seu rei, pois Salomão é o autor, mas sim pelo amor e misericórdia do seu Deus.

16 Salmo Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam… Se o Senhor não guardar a cidade em vão vigia a sentinela… Inútil vos será levantar de madrugada… Eis que os filhos são herança da parte do Senhor… E o fruto do ventre o seu galardão… Como flechas na mão de um homem… são os filhos da mocidade. Bem- aventurado o homem que enche deles a sua casa.

17 Salmo 128 Mais um salmo dos degraus. Celebra ele a felicidade do homem que teme a Deus. É um salmo para ser recitado por todo aquele que pauta a sua vida pelos caminhos do Senhor.

18 Salmo Bem-aventurado todo aquele que teme ao Senhor e anda nos seus caminhos. Pois comerás do trabalho das tuas mãos; feliz serás, e te irá bem. A tua mulher será como a videira frutífera, no interior da tua casa; os teus filhos como plantas de oliveira, ao redor da tua mesa. Eis que assim será abençoado o homem que teme ao Senhor. De Sião o Senhor te abençoará; verás a prosperidade de Jerusalém por todos os dias da tua vida, e verás os filhos de teus filhos. A paz seja sobre Israel.

19 Salmo 131 Também um dos salmos dos degraus. Mais ou menos a mesma mensagem de louvor pelas bênçãos de Deus, mas com um aspecto novo e diferente: a recomendação para que o homem temente a Deus, seja humilde e modesto, não vaidoso e e presunçoso, como se julgando superior aos demais.

20 Comentários ao Salmo 81 1º. Primeiramente ele convida o povo a louvar a Deus (1-3); Cantai alegremente a Deus, nossa fortaleza... Erguei alegres vozes de louvor... Entoai um salmo... Tocai a trombeta... 2º. Em segundo expõe que o Senhor espera por este louvor (4-7); Pois isso é um estatuto para Israel... Uma ordenança do Deus de Jacó... Ordenou-o por decreto em José... 3º. Por isso, Israel deveria ser submisso e obediente (8-12); Ouve-me, povo meu, e eu te admoestarei… Ó Israel, se me escutasses?... Mas o meu povo não ouviu a minha voz… Não me quis. 4º. Para expressar a alegria do Senhor se Israel o ouvisse (13-16); Oxalá me escutasse o meu povo… andasse nos meus caminhos… Eu o livraria dos seus inimigos… Eu te sustentaria com o trigo mais fino… E com o mel saido da rocha eu te saciaria. Salmo Senhor, o meu coração não é soberbo, nem os meus olhos são altivos; não me ocupo de assuntos grandes e maravilhosos demais para mim. Pelo contrário, tenho feito acalmar e sossegar a minha alma; qual criança desmamada sobre o seio de sua mãe… Espera, ó Israel, no Senhor, desde agora e para sempre.

21 Salmo 133 O penúltimo salmo dos degraus, contemplando a beleza da fraternidade que deveria reinar entre os filhos de Deus. Como herdeiros deste reino, devemos preservar este sentimento nos dias de hoje em nossos relacionamentos na igreja e mesmo fora dela.

22 Salmo Ó, quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união! É como o óleo precioso sobre a cabeça, que desceu sobre a barba, a barba de Arão, que desceu sobre a gola das suas vestes; como o orvalho do Hermom que desce sobre os montes de Sião; porque ali o Senhor ordenou a bênção, a vida para sempre.

23 Salmo 134 É o último dos salmos dos degraus. Como um hino de conclusão a todos os demais salmos, ele conclama todo o Israel a exaltar e celebrar ao Senhor. É um ensino para cada um de nós, sermos mais atentos para o louvor e a adoração que devemos manifestar em nosso viver.

24 Salmo Eis aqui, bendizei ao Senhor, todos vós, servos do Senhor, que de noite assistis na casa do Senhor. Erguei as mãos para o santuário e bendizei ao Senhor. Desde Sião te abençoe o Senhor, que fez os céus e a terra.

25 Conclusão Os salmos não foram escritos para serem confrontados. Seria muita pretensão nossa confrontar a mensagem inspirada de um salmista guiado por Deus em seu poema. Os salmos foram escritos para serem experimentados, vivenciados e entendidos em nosso viver diário. Esperamos que isto esteja acontecendo com cada um de nós.


Carregar ppt "O livro dos Salmos Estudo 9 Os salmos de culto e louvor (II) Salmos29,82,121,124126,127,128,131,133,134."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google