A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Demografia Cristiano Almeida. Migração são os movimentos horizontais da população. Êxodo rural; Migração urbana rural; Inter-regional; Sazonal ou transumânica;

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Demografia Cristiano Almeida. Migração são os movimentos horizontais da população. Êxodo rural; Migração urbana rural; Inter-regional; Sazonal ou transumânica;"— Transcrição da apresentação:

1 Demografia Cristiano Almeida

2 Migração são os movimentos horizontais da população. Êxodo rural; Migração urbana rural; Inter-regional; Sazonal ou transumânica; Migração pendular.

3 Migrações inter-regionais no Brasil o ciclo da mineração, em Minas Gerais, nos meados do século XVIII, que provocou um deslocamento da população litorânea para o interior do país; o fluxo de escravos do Nordeste para as plantações de café de São Paulo e do Rio de Janeiro, em fins do século XIX; o ciclo da borracha, na Amazônia, em fins do século XIX para o início do século XX, que atraiu muitas pessoas, especialmente do Nordeste; a construção de Brasília, que deslocou mão-de-obra principalmente do Norte e Nordeste; o desenvolvimento industrial, dos anos 1950 em diante, na região Sudeste (principalmente São Paulo e Rio de Janeiro), que deslocou principalmente nordestinos.

4 Recentemente as migrações regionais mais importantes ainda são a de nordestinos para as regiões Sudeste e Sul em busca de trabalho nos setores industrial, comercial e de serviços; ocorre, também, no Centro-Oeste e Norte, um fluxo de famílias ligadas ao meio rural, vindas principalmente da região Sul, graças à expansão da fronteira agrícola.

5

6

7

8 Distribuição da população brasileira

9 Crescimento demográfico do Brasil 1872-1940 – lento, alta natalidade e alta mortalidade; 1940-1980 – acelerado, alta natalidade e redução da mortalidade; 1980-2000- desaceleração, diminuição das taxas de natalidade, mortalidade e fecundidade.

10

11 Taxa de fecundidade no Brasil ANOTAXA DE FECUNDIDADE TOTAL 19705,8 19754,3 19843,6 19912,6 TABELA 9 EVOLUÇÃO DAS TAXAS DE FECUNDIDADE NO BRASIL

12 BRASIL 1980

13 BRASIL 2030

14 BRASIL 1980 E 2030

15 Causas da desaceleração do crescimento demográfico no Brasil Processo de urbanização; Ampliação da participação da mulher no mercado de trabalho; Facilidade de acesso de métodos anticoncepcionais; Elevação dos custos para criar os filhos Melhoria das condições médicas-sanitárias.

16 Fatores que permitiram a diminuição das taxas de natalidade e de mortalidade no Brasil. Ampliação das medidas de higiene; Ampliação das condições de atendimento médico; Campanhas de vacinas em massa; Ampliação da assistência médica e do atendimento hospitalar.

17 Regionalização braseira Fatores físicos e geoeconômicos

18 Regiões do IBGE Norte Nordeste Sul Sudeste Centro Oeste

19 Regiões do IBGE

20 Divisão Geoeconômica

21 Nordeste brasileiro 1-Meio Norte ou zona dos Cocais; 2- Sertão Nordestino; 3- Agreste 4- Zona da Mata

22 Zona da Mata Região mais urbanizada e mais industrializada; Subdividida em- Açucareira, Recôncavo Baiano e Sul da Bahia ou Zona do cacau. Clima tropical úmido; Vegetação bastante devastada é a mata atlântica.

23 Agreste Região de transição Região de policultura

24 Sertão Nordestino Maior e menos povoada das regiões Clima árido e vegetação xerófila Fruticultura de exportação em Juazeiro e Petrolina Problemas com a seca. Rios temporários

25 Meio Norte Região de transição Extrativismo vegetal- carnaúba e babaçu; agricultura bastante pobre, limitada ao cultivo do arroz, no Maranhão e à criação de bovinos, no Piauí, em áreas de cerrado.


Carregar ppt "Demografia Cristiano Almeida. Migração são os movimentos horizontais da população. Êxodo rural; Migração urbana rural; Inter-regional; Sazonal ou transumânica;"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google