A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SITUAÇÃO 1  A professora do Infantil 4 apresentou às crianças vários materiais, jogos, numerais e letras. Sentada no chão, ela começou a questionar as.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SITUAÇÃO 1  A professora do Infantil 4 apresentou às crianças vários materiais, jogos, numerais e letras. Sentada no chão, ela começou a questionar as."— Transcrição da apresentação:

1 SITUAÇÃO 1  A professora do Infantil 4 apresentou às crianças vários materiais, jogos, numerais e letras. Sentada no chão, ela começou a questionar as crianças sobre o material e a propor algumas ações, como a separação das letras dos numerais, por exemplo. Entregou o jogo pega-varetas para duas crianças e ao restante do grupo começou a propor alguns desafios com o conjunto de letras: perguntou o nome das letras (as vogais) e de algumas palavras iniciadas por essas letras.

2 Continuação  Pediu para formarem o alfabeto, mas lembrou-se que só havia trabalhado as vogais até então, mas mesmo assim propôs que formassem o alfabeto com sua ajuda. Foi colocando letra por letra, pedindo que as crianças repetissem o nome de cada uma delas. Nesse momento, as duas crianças que haviam brincado com o jogo pega- varetas pediram para que a professora dissesse quem havia ganhado o jogo. As crianças contaram as varetas que cada uma havia conseguido junto com a professora e ao final ela perguntou quem tinha mais, as crianças responderam e todos aplaudiram o vencedor.

3 Continuação  Isolda, então, entregou o jogo para outra dupla. As crianças se espalharam pela sala e Isolda trouxe Maria para perto para ensinar as vogais. Pediu que Maria as identificasse, mas ela não conseguiu. Isolda, então, começou a dizer o nome das letras e pediu que ela fosse logo repetindo, mais de duas vezes cada letra.

4 Situação 2 Situação 2  Quando elas [as crianças] chegam, eu peço a algumas delas que me ajude a guardar o material, a apostila. Tem o cantinho da apostila e tem o cantinho da pasta, aquela pasta de plástico pra colocar as atividades. Aí, enquanto tem uma criança chorando, fica um pouco tumultuado, tento organizar, sentar [elas] enquanto os pais vão embora. Logo elas estão sentadas, aí, eu mando fazer a rodinha pra eu conversar com elas, perguntar como foi o dia delas.

5 Continuação  Depois disso eu vou fazer a contagem: quantas meninas e quantos meninos [vieram]. Logo depois disso, eu passo uma atividade da apostila. Aí, eu explico alguma coisa da atividade, dentro do conteúdo. Aí, logo vem a hora do lanche. Mando eles se organizarem na mesa, todo mundo se sentando. Aí, chamo as meninas e depois os meninos pra lavar as mãos. Depois vem o lanche. Depois do lanche, era pra ser o recreio, mas não está tendo, [então] mando eles ficarem calminhos. Aí, dou uma massinha [de modelar]. Quando não dou uma massinha, dou um jogo.

6 Continuação  Quando dá tempo, conto uma história. (...) Depois eu coloco um perfume pra eles irem cheirosinhos [para casa]. Depois, faço outra rodinha pra organizar, pra entregar as pastas e as mochilas e esperar os pais.

7 Situação 3 Situação 3  A professora reúne as crianças no centro da sala, de mãos dadas, numa grande roda e começa a cantar a música bom dia. As crianças animadas acompanham. Em seguida, se inicia o que denominei de ritual da mão direita. Com o comando da professora e o acompanhamento das crianças, são, então, rezadas as orações do anjo da guarda, do papai do céu, na qual a professora pede pelos parentes, por ela e por todos que fazem a escola...

8 Continuação  [nesse instante a professora dá uma parada e as crianças completam com o nome da escola] e o pai nosso. A oração ave Maria só foi introduzida no mês de maio. Por ser uma escola muito católica, esse momento de reza também é comum nas demais salas e muito valorizado por Isolda, que assim o justifica: é muito importante! Essas crianças precisam saber que Deus existe (...) eu gosto de rezar (...) eu acho bom porque eu ensino minhas orações.

9 Continuação  Embora Isolda tenha afirmado que a escola respeita as preferências religiosas das famílias e que as crianças de outras religiões não são obrigadas a participarem da roda de reza, o que se observa é uma imposição da religião católica, uma doutrinação das crianças. Essa imposição se dá através das atividades propostas em sala de aula e na escola, que em sua maioria, giram em torno de datas e temas religiosos. Todos têm o direito de escolher e cultivar seus credos e a escola precisa, de fato, respeitar os valores e as manifestações religiosas das crianças e de suas famílias.

10 Situação 4 Situação 4  A professora apresentou duas fotos de cada criança: uma de rosto e outra de corpo. Propôs que cada criança observasse atentamente cada detalhe das fotos e descrevesse suas características mais marcantes. Em seguida, pediu que as crianças desenhassem seus rostos e seus corpos. Ao final da atividade a professora convidou as crianças para elaborarem um painel com as fotos e os desenhos para serem apresentados para as crianças das outras turmas.


Carregar ppt "SITUAÇÃO 1  A professora do Infantil 4 apresentou às crianças vários materiais, jogos, numerais e letras. Sentada no chão, ela começou a questionar as."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google