A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Segurança no Trabalho Matéria: Gestão de Pessoas Professora: Mariza Sarmento

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Segurança no Trabalho Matéria: Gestão de Pessoas Professora: Mariza Sarmento"— Transcrição da apresentação:

1 Segurança no Trabalho Matéria: Gestão de Pessoas Professora: Mariza Sarmento

2 Conjunto de medidas que são adotadas visando minimizar os acidentes no trabalho doenças ocupacionais bem como proteger a integridade e a capadicade de trabalho do trabalhador. Segurança no Trabalho

3 Planejar Executar mentalmente com antecedência o serviço a ser realizado. Segurança começa com planejamento. Examine Planeje Aja Planejar sempre a tarefa a ser executada

4 Principais segmentos da Segurança Trabalho PCMSO PPRA CIPA SIPAT

5 PCMSO TIPOS: Admissional Periódico Retorno ao Trabalho Mudança de Cargo Demissional

6 PCMSO É o conjunto de informações relativas aos aspectos físicos, biológicos e ergonômicos que orientam o profissional de saúde das organização na busca de soluções para minimizar os problemas detectados. Previsto na NR 7 do MTE

7 PPRA CONCEITO E OBJETIVOS Programa de Prevenção de Riscos Ambientais Previsto na NR 9 do MTE

8 PPRA Processo de avaliação e gestão de riscos no ambiente de trabalho, visando a preservação da saúde integridade dos trabalhadores Principais funções do PPRA Avaliação de risco Prevenção de acidentes

9 Esforço físico intenso Levantamento e transporte manual de peso Exigência de postura inadequada Controle rígido de produtividade Imposição de ritmos excessivos Trabalho em turno ou noturno Jornada prolongada de trabalho Monotonia e repetitividade Outras situações causadoras de stress físico e/ou psíquico RISCOSERGONÔMICOS CONSEQÜÊNCIAS De um modo geral, devendo haver uma análise mais detalhada, caso a caso, tais riscos podem causar: cansaço, dores musculares, fraquezas, doenças como hipertensão arterial, úlceras, doenças nervosas, agravamento do diabetes, alterações do sono,da libido, da vida social com reflexos na saúde e no comportamento, acidentes, problemas na coluna vertebral, taquicardia, cardiopatia (angina, infarto), agravamento da asma, tensão, ansiedade, medo, comportamentos estereotipados.

10 RISCOS FÍSICOS Conseqüências Ruído Cansaço, irritação, dores de cabeça, diminuição da audição, problemas do aparelho digestivo, taquicardia, perigo de infarto. Vibrações Cansaço, irritação, dores nos membros, dores na coluna, doença do movimento, artrite, problemas digestivos, lesões ósseas, lesões dos tecidos moles. Calor Radiação não-ionizante Queimaduras, lesões nos olhos, na pele e em outros órgãos Radiação ionizante Alterações celulares, câncer, fadiga, problemas visuais, acidente do trabalho. Umidade Doenças do aparelho respiratório, quedas, doenças da pele, doenças circulatórias. Pressões anormais Taquicardia, aumento da pulsação, cansaço, irritação, intermação, prostração térmica, choque térmico, fadiga térmica, perturbação das funções digestivas, hipertensão etc.

11 Prevención de Accidentes. Yo tengo una mano en esto. Mantenha o ambiente de trabalho em ordem e organizado. Remova os riscos de acidentes

12 ACIDENTE DO TRABALHO CONCEITO LEGAL: Acidente do Trabalho é o que ocorre pelo exercício do trabalho a serviço da empresa, provocando LESÃO CORPORAL ou PERTUBAÇÃO FUNCIONAL que cause a morte, ou perda, ou redução, permanente ou temporária, da capacidade para o trabalho. Será considerado, como acidente do trabalho, o acidente que, embora não tenha sido a causa única, haja contribuído diretamente para morte ou a perda ou a redução da capacidade para o trabalho (artigo 3°, parágrafo único) LESÃO CORPORAL: Qualquer dano que comprometa a anatomia - fraturas, escoriações, perda de membros, machucados. PERTUBAÇÃO FUNCIONAL: É o comprometimento do funcionamento dos sentidos ou órgãos do corpo, como:perturbação mental, deficiência no funcionamento do pulmões ou demais órgãos, devido a inspiração ou ingestão de substâncias nocivas utilizadas durante o trabalho.

13 ACIDENTE DO TRABALHO Dia 28 de Abril foi a data adotada pela OIT (Organização Internacional do Trabalho) como o dia Mundial em Memória às Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho.

14 Causas de acidente : Ato inseguro Condição insegura Conseqüências de um acidente : Para o trabalhador Para a empresa Para a sociedade e o país ACIDENTE DE TRABALHO

15 Fora do local e horário de trabalho, em decorrência de : Acidente de trajeto Execução de serviço sob ordem Viagem Prestação espontânea de serviço ACIDENTE DE TRABALHO

16 – No local e horário de trabalho, em decorrência de: Ato de Terceiros Ato de sabotagem ou terrorismo. Ato de pessoa privada do uso da razão. Ofensa física. Situação de Força Maior (Catástrofe)

17 MORTE NO TRABALHO No Brasil cerca de 500 mil pessoas se acidentaram e 2708 pessoas morreram em Enquanto os óbitos tiveram uma redução de 4,6% os acidentes aumentaram 5,6% em relação ao anterior. E as doenças chegaram a

18 MORTE NO TRABALHO "Eu diria que é uma tragédia social. Morrer um trabalhador a cada uma hora e meia no Estado de São Paulo é mais do que a guerra do Iraque, do que a guerra do Vietnã e mais do que as mortes causadas pelas armas" (Koshiro Otani, Folha on line, 30/10/2005).

19 São as adquiridas ou desencadeadas em função de: Condições especiais em que é realizado o trabalho e que com ele se relacione diretamente. Exemplo: Surdez, Varizes, DORT LER, Depressão, (Constam da Relação do MTb) DOENÇAS DO TRABALHO

20 DOENÇAS PROFISSIONAIS São causadas por Agentes: FÍSICOS QUÍMICOS BIOLÓGICOS ERGONÔMICOS específicos de determinadas funções. Exemplo: Saturnismo, Silicose, Asbestose, Pneumoconiose, Tenossinovite. (Constam da Relação do MTb)

21 CONCEITO PREVENCIONISTA Toda ocorrência não programada que resulta em: PERDA DE TEMPO. DANOS MATERIAIS / ECONÔMICOS. DANOS FÍSICOS OU FUNCIONAIS.

22 Proteção Ambiental Não jogue lixo em ruas, cursos de água e locais públicos. Observe o recepiente onde vai depositar o lixo No seu local de trabalho não deixe residuos no chão Separe as baterias veiculares para destinção adequada

23 Coleta seletiva

24 MEDIDAS DE SEGURANÇA EPC EPI Técnica Médica Administrativa Educativa {

25 Respeite a sinalização de segurança

26 Imagens de EPI

27 ÁREA DE ALTO RISCO – PASSAGEM DE PEDESTRE & PALETEIRAS: ÁREA EXCLUSIVA PARA PEDESTRES: ÁREA DE PASSAGEM DE PEDESTRE E CRUZAMENTO DE PALETEIRAS: ÁREA DE GUARDA DE MATERIAL: TIPOS DE FAIXAS Exemplo de sinalização TIPOS DE FAIXAS - Exemplo de sinalização

28 Estação de trabalho EXEMPLOEXEMPLO

29 MAPA DE RISCOS AMBIENTAIS MAPA DE RISCOS AMBIENTAIS - Providências - LEVANTAMENTO DOS RISCOS ELABORAR O MAPA AFIXAR O MAPA DE RISCOS AMBIENTAIS PARA CONHECIMENTO DOS TRABALHADORES PROPOR MEDIDAS CORRETIVAS

30 MAPA DE RISCOS AMBIENTAIS MAPA DE RISCOS AMBIENTAIS Quem elabora? CIPA (*) TRABALHADORES de todos os setores do estabelecimento (*) (*) Com colaboração do SESMT - Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho IMPORTANTE Imprescindível a participação dos TRABALHADORES devido ao: CONHECIMENTO DA ÁREA ENVOLVIMENTO COM OS RISCOS

31 Metodologia da Investigação dos Acidentes PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS TRABALHO EM GRUPO NÃO HÁ HIERARQUIZAÇÃO CONFIANÇA TOTAL NÃO HÁ BUSCA DE CULPADOS TOTAL TRANSPARÊNCIA APRENDER COM OS NOSSOS PRÓPRIOS ERROS

32 1 - Levantamento de Fatos Pesquisa no Local Entrevistasobjetivando LEVANTAMENTO DE FATOS REAIS Não fazer prejulgamentos nem interpretações

33 FASES DA METODOLOGIA 1. Levantamento dos FATOS. 2. Ordenação dos FATOS. Elaborar a ÁRVORE DAS CAUSAS 3. Procurar Medidas Preventivas. 4. Priorizar e Acompanhar a Implantação das Medidas.

34 APLICAÇÃO DA METODOLOGIA RIGOR LÓGICA OBJETIVIDADE EFICÁCIA

35 PLANO DE AÇÃO DA CIPA OBJETIVOS ELABORAR FORMAS EFICAZES DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES E DOENÇAS DO TRABALHO. SISTEMATIZAR O MÉTODO DE TRABALHO DA CIPA.

36 CIPA C OMISSÃO I NTERNA DE P REVENÇÃO DE A CIDENTES ATUALMENTE EM VIGOR: NR-5 - Portaria 3.214/78, alterada pelas Portarias 33/83, 25/94 e 08/99.

37 no ambiente nas condições e na organização do trabalho – Prevenção de Doenças e Acidentes de Trabalho, mediante o controle dos Riscos presentes: Visando: À PRESERVAÇÃO DA VIDA E PROMOÇÃO DA SAÚDE DOS TRABALHADORES. OBJETIVOS DA CIPA

38 ORGANIZAÇÃO DA CIPA DEVEM ORGANIZAR A CIPA Empresas Privadas, Públicas, Sociedades de Economia Mista, Órgãos da Administração Direta e Indireta, Instituições Beneficentes, Associações Recreativas, Cooperativas e outras instituições que admitam trabalhadores como empregados.

39 PLANO DE AÇÃO DA CIPA É A ELABORAÇÃO DO TRABALHO ATRAVÉS DE: PLANEJAMENTO ORGANIZAÇÃO AVALIAÇÃO

40 SIPAT SIPAT - Semana Interna de Prevenção de Acidentes A Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho tem como objetivo integrar e conscientizar os trabalhadores sobre a importância de conservar e proteger a saúde e a integridade física dos mesmos. As empresas devem anualmente, de acordo com a NR 5 da portaria 3214/78, promoverem a SIPAT, desenvolvendo palestras, tendo temas voltados para segurança e saúde do trabalhador.

41 E agora os ganhadores do prêmio: Segurança no trabalho

42 6º Lugar

43

44 5º Lugar

45

46 4º Lugar

47

48 3º Lugar

49

50 2º Lugar

51

52 E o campeão é...

53

54 ...e agora um que ficou de fora do concurso...

55


Carregar ppt "Segurança no Trabalho Matéria: Gestão de Pessoas Professora: Mariza Sarmento"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google