A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

JEREMIAS. OS ÚLTIMOS CINCO REIS DE ISRAEL” 03 “Ele defendeu a causa do pobre e do necessitado, e, assim, tudo corria bem. Não é isso que significa conhecer-

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "JEREMIAS. OS ÚLTIMOS CINCO REIS DE ISRAEL” 03 “Ele defendeu a causa do pobre e do necessitado, e, assim, tudo corria bem. Não é isso que significa conhecer-"— Transcrição da apresentação:

1 JEREMIAS

2 OS ÚLTIMOS CINCO REIS DE ISRAEL” 03

3 “Ele defendeu a causa do pobre e do necessitado, e, assim, tudo corria bem. Não é isso que significa conhecer- Me?” (Jr 22:16, NVI).

4 1.Compreender o porquê Deus não queria que Israel fosse governado por Reis. 2.Saber que a despeito do pecado da humanidade, o Céu sempre esteve à disposição para perdoar e salvar o pecador arrependido. 3.Levar o aluno reconhecer sua condição espiritual e centralizar sua salvação unicamente na Cruz de Cristo.

5 Deus sempre está pronto para perdoar e salvar a todos os homens, mesmo assim muitos não desejam e nem buscam o perdão e a salvação.

6  A reforma de Josias consistiu em dois componentes principais: primeiro, ele trabalhou para acabar com as más práticas (idolatria) que haviam surgido no país  Ele fez uma aliança diante do Senhor para guardarem os Seus mandamentos, de todo o coração e de toda a alma que estavam escritas no livro da Lei. Ao lermos II Crônicas 34, observamos que Josias “era reto perante o Senhor”. Por causa disso o reinado de Josias foi marcado por uma reforma espiritual na nação. Quais são os componentes dessa reforma? O governo de Josias

7  Era filho de Josias e reinou de 609 a 598 a.C. em Judá. Jeoaquim foi um rei opressor e ganancioso.  O rei promovia a adoração de outros deuses, não pagava o salário dos trabalhadores, derramava sangue inocente, usava violência e extorsão.  Jeoaquim permitiu que ritos pagãos florescessem novamente em Judá. Quem era Jeoaquim e o que motivaram uma repreensão severa do Senhor? Jeoacaz e Jeoaquim: outro declínio

8  Por meio de Jeremias, o Senhor falou aos cativos de Judá, pois Ele desejava que eles soubessem que Ele ainda os amava e tinha em mente apenas seu bem.  Esses versos de Jeremias 29:11-14 demonstram claramente o amor e a graça de Deus.  Mesmo em meio a todas as alarmantes advertências e ameaças, ainda foi dada ao povo a promessa de “esperança e um futuro”. O rei Joaquim e sua família foram levados cativos para Babilônia. Mesmo em meio a essa tragédia, de que forma são revelados o amor e a graça de Deus? O curto reinado do rei Joaquim de Judá

9  Deus permitiu a destruição de Jerusalém como punição pela iniquidade da nação judaica, pois eles estavam seguindo “todas as abominações dos gentios”.  Deus tinha orientado que a nação deveria se submeter ao governo de Babilônia, pois era punição pelos pecados deles.  Apesar de tantas oportunidades para se arrepender, fazer uma reforma experimentar um reavivamento, Judá se recusou a mudar. Zedequias foi o último rei em Jerusalém ante da destruição final. Porque Deus permitiu que Jerusalém fosse destruída e qual era Sua orientação para a nação? No fim do beco sem saída

10  Os versos de Jeremias 39:8, 9 mostram que tudo o que Deus lhes havia advertido que aconteceria foi exatamente o que aconteceu.  A nação judaica e o povo judeu, naquele momento, deviam ter desaparecido da História, porém, Deus tinha outros planos, de acordo com Jeremias 23:2-8.  Deus lhes deu a esperança de que nem tudo estava perdido, mas que sobraria um remanescente que voltaria, e através dele as promessas se cumpririam. O que aconteceu com Judá depois que rejeitou a mensagem de Deus? E que esperança foi dada a nação? O remanescente

11 1.Nunca foi desejo de Deus que o seu povo fosse governando pelos reis, pois os mesmos levariam o povo a seguir “todas as abominações dos gentios”. 2.A mensagem de Deus sempre foi para o bem do seu povo, rejeitar essa mensagem significa enfrentar duras consequências. 3.A salvação deve ser centralizada unicamente na Cruz de Cristo e não em praticas que se pensam serem certos ou errados. 4.O Céu sempre está à disposição para perdoar e salvar o pecador arrependido.

12 COORDENAÇÃO: Escola Sabatina USB/2015 usb.adventistas.org www.maisumdiscipulo.com TEXTO: Gilson Patrick Fernandes Gomes Pastor Jovem da Igreja Central de Maringá Associação Norte Paranaense PROJETO GRÁFICO: Marcos Castro Designer gráfico marcosgularte@gmail.com

13 O Conteúdo de alguns slides foi resumido para otimizar a apresentação. O texto completo em Word encontra-se disponível para download neste site


Carregar ppt "JEREMIAS. OS ÚLTIMOS CINCO REIS DE ISRAEL” 03 “Ele defendeu a causa do pobre e do necessitado, e, assim, tudo corria bem. Não é isso que significa conhecer-"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google