A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A PODEROSA ENERGIA DO AMOR Dora Rodrigues. AMOR SENTIMENTO QUE UNE DUAS PESSOAS? Potencial imanente do ser humano. Fenômeno natural a ser despertado por.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A PODEROSA ENERGIA DO AMOR Dora Rodrigues. AMOR SENTIMENTO QUE UNE DUAS PESSOAS? Potencial imanente do ser humano. Fenômeno natural a ser despertado por."— Transcrição da apresentação:

1 A PODEROSA ENERGIA DO AMOR Dora Rodrigues

2 AMOR SENTIMENTO QUE UNE DUAS PESSOAS? Potencial imanente do ser humano. Fenômeno natural a ser despertado por todos, e não simplesmente algo pronto e guardado nas profundezas da alma, esperando ser descoberto por alguém, a qualquer momento.

3 Capacidade a ser desenvolvida, como a inteligência. Um dia amar será tão fácil como respirar em uma atmosfera pura ou saciar a sede na água translúcida. No amor real, nós desejamos o bem da outra pessoa e nos alegramos com sua evolução; no amor romântico, nós desejamos a outra pessoa e nos vestimos com o manto da possessividade.

4 Quando precisamos desesperadamente de outro ser humano para viver ou ser feliz, estabelecendo para nós privilégios exclusivos,ou seja, quando requeremos um verdadeiro monopólio de afeto, carinho e atenção dessa pessoa, não se trata de amor, mas de carência íntima ou necessidade afetiva.

5 Quando vivemos entre crises de ciúme, num clima de frustração, falta de confiança, tristeza e perda de estímulo para viver, lançando mão de qualquer recurso para manter uma pessoa ao nosso lado, mesmo quando sabemos que não somos amados, não se trata de amor, mas de baixa-estima ou desrespeito a nós mesmos.

6 Quando acreditamos que nossa existência perderá o sentido e não suportaremos viver sozinhos sem a presença do outro, reclamando, insistentemente, a presença de alguém ao nosso lado para que possamos nos livrar da insegurança ou da instabilidade emocional, não se trata de amor, mas de dependência ou apego compulsivo.

7 Quando achamos que devemos ter o controle absoluto sobre outro ser humano, não respeitando nada nem ninguém, dominando sua vida e acreditando que ela ter nossos mesmos objetivos, vontades e interesses, não lhe permitindo a livre expressão e o direito de escolher, não se trata de amor, mas de possessividade ou egoísmo.

8 Quando discutimos, com freqüência, por motivos banais e nos hostilizamos mutuamente, vivendo entre crises temperamentais e de falta de compreensão, tentando retrucar as ofensas para compensar a insatisfação afetiva ou a insaciabilidade sexual, não se trata de amor, mas de paixão ou simples desejo.

9 Quando se ama um cão, um gato ou outro animal qualquer, nunca se espera que ele seja algo diferente da própria estrutura ou que alcance um nível impossível na sua faixa evolutiva. Todavia, quando se ama a outrem, no nível de humanidade, sempre se exige que o outro submeta-se, adquira valores que ainda não possui, cresça ao elevado patamar da expectativa de quem se lhe afeiçoa.

10 Somente é capaz de amar a outrem aquele que se ama. É indispensável, portanto, que nele haja o auto-amor, o auto-respeito, a consciência de dignidade humana, a fim de que as suas aspirações sejam dignificantes com metas de excelente qualidade.

11 Nossa necessidade de amor existirá durante toda a nossa existência de espíritos imortais. Não importa a idade, o sexo, a instrução cultural e o requinte social de um indivíduo, ele sempre precisará de ternura.

12 Estamos realizando grandioso aprendizado no campo do amor. Ignoramos o que seja simplesmente o amor. amor materno amor conjugal amor filial amor fraterno amor da pátria amor divino

13 À medida que a humanidade aprender a amar, todos nós nos reuniremos em torno de uma só religião – o amor. Aliás, a única religião professada por jesus cristo. amar a deus, amar ao próximo, amar a nós mesmos.

14 O meu amor não é exclusivo. Não posso amar os muçulmanos ou os indus e odiar os ingleses. Gandhi Irmão céu, irmão sol, irmão lua, irmão lobo tu és meu irmão. Francisco de Assis

15 O amor resume inteiramente a doutrina de jesus, porque é o sentimento por excelência, e os sentimentos são os instintos elevados à altura do progresso realizado. No seu início, o homem não tem senão instintos; mais avançado e corrompido, só tem sensações; mais instruído e purificado, tem sentimentos; e o ponto delicado do sentimento é o amor, não o amor no sentido vulgar do termo, mas este sol interior que condensa e se reúne em seu foco ardente todas as aspirações e todas as revelações sobre-humanas.

16 Bibliografia


Carregar ppt "A PODEROSA ENERGIA DO AMOR Dora Rodrigues. AMOR SENTIMENTO QUE UNE DUAS PESSOAS? Potencial imanente do ser humano. Fenômeno natural a ser despertado por."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google