A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PROJETO AMAMUNIC: AMAMENTAÇÃO E MUNICÍPIOS 1- Apresentação : Muitos são os prejuízos da interrupção precoce do aleitamento materno para a saúde infantil.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PROJETO AMAMUNIC: AMAMENTAÇÃO E MUNICÍPIOS 1- Apresentação : Muitos são os prejuízos da interrupção precoce do aleitamento materno para a saúde infantil."— Transcrição da apresentação:

1

2

3 PROJETO AMAMUNIC: AMAMENTAÇÃO E MUNICÍPIOS 1- Apresentação : Muitos são os prejuízos da interrupção precoce do aleitamento materno para a saúde infantil e, no tocante ao estado nutricional, a situação pode ser agravada pela não adequação da dieta do desmame. A OMS recomenda que as crianças devam ser amamentadas exclusivamente por seis meses (o que diminui substancialmente os riscos de infecções e mortes infantis neste período), devendo continuar a receber o leite materno até os dois anos.

4 2- O que é o projeto? O Projeto Amamentação & Municípios visa levantar a prevalência de amamentação nos municípios no Dia Nacional de Vacinação e com essa informação, discutir estratégias para a implementação de políticas locais de promoção do aleitamento materno. Outro objetivo do projeto é formar um banco de dados de aleitamento materno dos municípios brasileiros.

5 Surge, em 1998 o Projeto Amamentação e Municípios, a partir de uma experiência conjunta do Instituto de Saúde em parceria com NUPENS (Núcleo de Pesquisa em Nutrição e Saúde da Faculdade de Saúde Pública da USP), na qual realizou-se um inquérito na campanha de vacinação nos municípios de João Pessoa e Florianópolis em 1997, denominado "Avaliação de Práticas Alimentares no Primeiro Ano de Vida em Dias Nacionais de Vacinação". Diante do êxito desse projeto demonstrado pela agilidade na obtenção das informações a um custo baixo comparado aos inquéritos domiciliares, o Instituto de Saúde decidiu repetir a experiência em municípios do Estado de São Paulo.

6 Surgiu, então, a oportunidade de parceria com a UNICEF, que financiou o software AMAMUNIC. Foi implantado em 1999, com a participação de 111 municípios. Desde então, as modificações que o projeto tem sofrido são pequenas. Em 1999, já com o advento do software AMAMUNIC, o projeto alcançou 21 das 24 DIR's do Estado, totalizando 111 municípios que realizaram a pesquisa. No ano de 2004, foram realizados 8 treinamentos regionalizados, atingindo cerca de 280 municípios. A proposta era de aumentar a cobertura da pesquisa no Estado, envolvendo 100 municípios que nunca haviam realizado a pesquisa. Mas a história não pára por aqui e, a cada ano, o Projeto Amamentação e Municípios alcança mais um pedaço de um sonho: cobrir todo estado de São Paulo!

7 Em Rio Claro, a pesquisa iniciou-se em 2008, porém os dados não foram finalizados. Em 2010, duas enfermeiras interlocutoras do Aleitamento Materno, da FMSRC participaram do treinamento exigido, no Instituito de Saúde, e a partir daí realizou-se por completo a pesquisa, na Campanha Nacional Contra a Polio Além dos Profissionais de Saúde da FMSRC, contamos com a participação dos alunos da Graduação de Enfermagem da Faculdade Anhanguera, para a realização da pesquisa, após serem treinados.

8 3- Falando da pesquisa: São analisadas as práticas alimentares de crianças menores de um ano que comparecem à Campanha de Vacinação. O instrumento proposto para coleta de dados evita questões abertas para facilitar seu preenchimento e evitar que a realização das entrevistas prejudique o andamento da campanha de vacinação. Contém questões sobre o consumo, nas últimas 24 horas, de leite materno, outros tipos de leite e outros alimentos.

9 QUESTÕES 01 À 06 IDENTIFICAÇÃO DO QUESTIONÁRIO E DO LOCAL DE VACINAÇÃO N°____ ____ ____ ____ (CÓDIGO PARA DIGITAÇÃO) RECUSA 01 DATA:_____/_____/______ 02 ENTREVISTADOR:____________03 MUNICÍPIO:____________04 UF: ____ 05 LOCAL DE VACINAÇÃO:_________________________________________ 06 ÁREA 1 Urbana 2 Rural QUESTÕES 07 À 10 IDENTIFICAÇÃO DA CRIANÇA E DO ACOMPANHANTE 07 DATA DE NASCIMENTO DESTA CRIANÇA ___/___/___ Não há informação (ENCERRE A ENTREVISTA) O(A) SENHOR(A) PODE ME DIZER QUAIS ALIMENTOS ESTA CRIANÇA TOMOU OU COMEU DESDE ONTEM DE MANHÃ ATÉ HOJE DE MANHÃ? EU VOU FALAR O NOME DE CADA ALIMENTO E O(A) SR.(A) ME RESPONDE SIM OU NÃO. (Q.11 à Q. 34)

10 11 TOMOU LEITE DE PEITO? 1 Sim 2 Não (PASSE P/ Q. 13) 9 Não Sabe (PASSE P/Q. 13) Se a mãe ou informante respondeu Sim assinale e siga para a próxima questão – Q.12 Se a resposta for Não ou Não sabe assinale e pule para a Q QUANTAS VEZES? __ (Anotar 8 se forem 8 vezes ou mais) 9 Não sabe Questões 50 à 55 INFORMAÇÕES SOBRE A MÃE DA CRIANÇA 50 QUAL É A IDADE DA SRA.? _____________ (Anos completos) Anotar a idade da mãe em anos completos. Assinale a resposta e siga para a próxima questão Q ESTA CRIANÇA É O PRIMEIRO FILHO? 1 Sim 2 Não (Considere apenas filhos nascidos vivos) Considere apenas filhos nascidos vivos. Assinale a resposta e siga para a próxima questão Q A SRA. SABE LER E ESCREVER? 1 Sim 2 Não … 55

11 4- Análise dos dados: A OMS propôs em 1991 um conjunto de indicadores para avaliar as práticas de alimentação infantil, com o objetivo de padronizar a forma de coleta e análise destes dados e permitir a comparação entre diferentes estudos nacionais e internacionais. Esta proposta foi revisada em 2007, em função da mudança na recomendação sobre amamentação exclusiva até o sexto mês de vida e da necessidade de avançar em relação aos indicadores de alimentação complementar. A seguir apresenta-se um resumo dessa revisão, que norteará a construção dos indicadores a serem utilizados nessa pesquisa.

12 Indicadores propostos pela OMS: 1.Início precoce do aleitamento materno; 2. Aleitamento materno exclusivo (AME) de 0-6 meses; 3. Continuidade do aleitamento materno com 1 ano de idade; 4. Introdução de alimentos sólidos ou semi-sólidos; 5. Mínima diversidade da dieta (grupos de alimentos); 6. Mínima freqüência das refeições; 7. Dieta mínima aceitável;

13 8. Consumo de alimentos ricos em ferro ou fortificados; 9. Crianças que iniciaram a amamentação; 10. Continuidade da amamentação aos dois anos; 11. Aleitamento materno predominante; 12. Duração do aleitamento materno; 13. Alimentação por mamadeira; 14. Freqüência da alimentação com outros leites (para crianças não amamentadas).

14 R ESPOSTAS T OTAL T OTAL PERCENTUAL S IM % N ÃO % 1- Distribuição de crianças em aleitamento materno na primeira hora de vida: 5- Resultados do Município de Rio Claro: T OTAL %

15 R ESPOSTAS T OTAL T OTAL PERCENTUAL S IM 20831% N ÃO 46369% T OTAL % 2- Distribuição de crianças menores de 6 meses em aleitamento materno exclusivo (AME).

16 R ESPOSTAS T OTAL T OTAL PERCENTUAL S IM % N ÃO % T OTAL % 3- Distribuição de crianças menores de 6 meses em aleitamento materno predominante:

17 S ITUAÇÃO (AME) S IM (AME) N ÃO E STÁ TRABALHANDO FORA 25 (19.08%)106 (80.92%) N ÃO ESTÁ TRABALHANDO FORA 95 (31.88%)203 (68.12%) E STÁ SOB L ICENÇA M ATERNIDADE 72 (40.68%)105 (59.32%) T OTAL 192 (31.68%)414 (68.32%) 4- Distribuição de crianças menores de 6 meses em aleitamento materno exclusivo, segundo o trabalho da mãe:

18 S EXO (AME) S IM (AME) N ÃO M ASCULINO 112 (31.82%)240 (68.18%) F EMININO 96 (30.09%)223 (69.91%) T OTAL 208 (31%)463 (69%) 5- Distribuição de crianças menores de 6 meses em aleitamento materno exclusivo, segundo o sexo da criança:

19 I DADE M ATERNA S IM N ÃO < 20 ANOS 23 (25.56%)67 (74.44%) 20 |-- 35 ANOS 147 (33.33%)294 (66.67%) >= 35 ANOS 23 (29.11%)56 (70.89%) T OTAL 193 (31.64%)417 (68.36%) 6- Distribuição de crianças menores de 6 meses em aleitamento materno exclusivo, segundo idade materna:

20 R ESPOSTAS T OTAL T OTAL PERCENTUAL S IM % N ÃO % 7- Distribuição de crianças menores de 4 meses em AME no primeiro dia em casa: T OTAL %

21 R ESPOSTAS T OTAL T OTAL PERCENTUAL S IM % N ÃO % T OTAL % 8- Distribuição de crianças de 9 a 12 meses em continuidade do aleitamento materno:

22 R ESPOSTAS T OTAL T OTAL PERCENTUAL S IM % N ÃO % T OTAL % 9- Distribuição de crianças de 6 a 12 meses em consumo de refrigerante:

23 R ESPOSTAS T OTAL T OTAL PERCENTUAL S IM % N ÃO % T OTAL % 10- Distribuição de crianças de 6 a 12 meses em consumo de frutas :

24 R ESPOSTAS T OTAL T OTAL PERCENTUAL S IM % N ÃO % T OTAL % 11- Distribuição de crianças de 6 a 12 meses em consumo de alimentos adoçados:

25 R ESPOSTAS T OTAL T OTAL PERCENTUAL S IM % N ÃO % T OTAL % 12- Distribuição de crianças de 0 a 12 meses em uso de mamadeiras: …

26 Quem conhece melhor a realidade torna mais sonhos possíveis... Obrigada pela atenção! Luciana V. Mortari Marquiori Enfermeira Especialista em Saúde da Família – FMSRC


Carregar ppt "PROJETO AMAMUNIC: AMAMENTAÇÃO E MUNICÍPIOS 1- Apresentação : Muitos são os prejuízos da interrupção precoce do aleitamento materno para a saúde infantil."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google