A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PASSIVOS AMBIENTAIS O Risco Nosso de Cada Dia. As Faces do Meio Ambiente O meio ambiente envolve muitas dimensões. O meio ambiente envolve muitas dimensões.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PASSIVOS AMBIENTAIS O Risco Nosso de Cada Dia. As Faces do Meio Ambiente O meio ambiente envolve muitas dimensões. O meio ambiente envolve muitas dimensões."— Transcrição da apresentação:

1 PASSIVOS AMBIENTAIS O Risco Nosso de Cada Dia

2 As Faces do Meio Ambiente O meio ambiente envolve muitas dimensões. O meio ambiente envolve muitas dimensões. 4/5/2014 2Marcelo Quintiere Meio Ambiente Fauna Flora Acidentes Poluição Licenciamento Unidades Conservação Lixo Passivos Ambientais

3 As Faces do Meio Ambiente O meio ambiente envolve muitas dimensões. O meio ambiente envolve muitas dimensões. 4/5/2014 3Marcelo Quintiere Meio Ambiente Metais Pesados M.A. Trabalho Água Subterrânea Desertificação M.A. Artificial M.A. Cultural Solos Aquecimento Global

4 4/5/2014 4Marcelo Quintiere Componentes Considerações Preliminares Considerações Preliminares Conceituação Conceituação Importância Importância Origens Origens Exemplos Exemplos Legislação Ambiental Pertinente Legislação Ambiental Pertinente CF/88 CF/88 Política Nacional de Resíduos Sólidos Política Nacional de Resíduos Sólidos Política Nacional de Segurança de Barragens Política Nacional de Segurança de Barragens

5 4/5/2014 5Marcelo Quintiere Considerações Preliminares Toda atividade econômica gera algum tipo de impacto sobre o meio ambiente que pode ser observado nas seguintes formas: Pressão sobre os recursos naturais; Pressão sobre os recursos naturais; Poluição e processos de degradação ambiental; Poluição e processos de degradação ambiental; Geração de resíduos Geração de resíduos Formação de passivos ambientais. Formação de passivos ambientais.

6 Conceituação IBRACON IBRACON MALAFAIA MALAFAIA UEHARA UEHARA RIBEIRO RIBEIRO 4/5/2014 6Marcelo Quintiere

7 4/5/2014 7Marcelo Quintiere Conceito 1 IBRACON - Instituto dos Auditores Independentes do Brasil, o passivo ambiental consiste em toda a agressão que se pratica ou praticou contra o meio ambiente. Consiste no valor dos investimentos necessários para reabilitá-lo, bem como multas e indenizações em potencial. IBRACON - Instituto dos Auditores Independentes do Brasil, o passivo ambiental consiste em toda a agressão que se pratica ou praticou contra o meio ambiente. Consiste no valor dos investimentos necessários para reabilitá-lo, bem como multas e indenizações em potencial.

8 Conceito 2 De acordo com MALAFAIA: De acordo com MALAFAIA: A essência do passivo ambiental está no controle e reversão dos impactos das atividades econômicas sobre o meio natural, envolvendo, portanto, todos os custos das atividades que sejam desenvolvidas nesse sentido. A essência do passivo ambiental está no controle e reversão dos impactos das atividades econômicas sobre o meio natural, envolvendo, portanto, todos os custos das atividades que sejam desenvolvidas nesse sentido. 4/5/2014 8Marcelo Quintiere

9 Conceito 3 De acordo com UEHARA: De acordo com UEHARA: O passivo ambiental se constitui no dia-a-dia em contrapartida às alterações ambientais provocadas pelas atividades econômicas desempenhadas pelas empresas. O passivo ambiental se constitui no dia-a-dia em contrapartida às alterações ambientais provocadas pelas atividades econômicas desempenhadas pelas empresas. 4/5/2014 9Marcelo Quintiere

10 Conceito 4 O entendimento de RIBEIRO: O entendimento de RIBEIRO: O Passivo Ambiental resulta em sacrifício de benefícios econômicos que devem ser assumidos para a recuperação e a proteção do meio ambiente, decorrente de uma conduta inadequada em relação às questões ambientais. O Passivo Ambiental resulta em sacrifício de benefícios econômicos que devem ser assumidos para a recuperação e a proteção do meio ambiente, decorrente de uma conduta inadequada em relação às questões ambientais. 4/5/ Marcelo Quintiere

11 Comentários Ribeiro e Gratão destacam que os passivos ambientais ficaram amplamente conhecidos pela sua conotação mais negativa, ou seja, as empresas que os possuem agrediram significativamente o meio ambiente e, dessa forma, pagaram vultosas quantias a título de indenização a terceiros, multas e recuperação de áreas danificadas. Ribeiro e Gratão destacam que os passivos ambientais ficaram amplamente conhecidos pela sua conotação mais negativa, ou seja, as empresas que os possuem agrediram significativamente o meio ambiente e, dessa forma, pagaram vultosas quantias a título de indenização a terceiros, multas e recuperação de áreas danificadas. Os passivos ambientais podem ser derivados tanto de danos ao meio ambiente quanto, também, de atividades positivas e ambientalmente responsáveis, tais como a implantação e manutenção de um departamento ambiental na empresa ou mesmo a aquisição de filtros e demais equipamentos para controle da poluição. Os passivos ambientais podem ser derivados tanto de danos ao meio ambiente quanto, também, de atividades positivas e ambientalmente responsáveis, tais como a implantação e manutenção de um departamento ambiental na empresa ou mesmo a aquisição de filtros e demais equipamentos para controle da poluição. 4/5/ Marcelo Quintiere

12 Importância 1 Os passivos ambientais representam: Os passivos ambientais representam: Custos financeiros de responsabilidade da empresa, tais como: Custos financeiros de responsabilidade da empresa, tais como: multas, multas, obrigatoriedade de ressarcimento a terceiros obrigatoriedade de ressarcimento a terceiros compra de equipamentos de prevenção e controle da poluição; e compra de equipamentos de prevenção e controle da poluição; e compensação pelos danos ao meio ambiente. compensação pelos danos ao meio ambiente. Danos à imagem da empresa incluindo boicotes, redução do faturamento, etc. Danos à imagem da empresa incluindo boicotes, redução do faturamento, etc. 4/5/ Marcelo Quintiere

13 Importância 2 A existência de passivos ambientais associados a empresas pode alcançar cifras bastante elevadas, dificultando o cotidiano da empresa (Ex.: menos recursos para investimentos), além de limitar o acesso aos mercados consumidores. A existência de passivos ambientais associados a empresas pode alcançar cifras bastante elevadas, dificultando o cotidiano da empresa (Ex.: menos recursos para investimentos), além de limitar o acesso aos mercados consumidores. Em casos mais extremos um passivo ambiental pode inviabilizar processos de fusão/ incorporação, venda, etc. Em casos mais extremos um passivo ambiental pode inviabilizar processos de fusão/ incorporação, venda, etc. 4/5/ Marcelo Quintiere

14 Origens dos Passivos Ambientais 1. Aquisição de ativos para contenção dos impactos ambientais; 2. Aquisição de insumos que serão inseridos no processo operacional para que este não produza resíduos tóxicos; 3. Despesas de manutenção e operação de departamento de gerenciamento ambiental, inclusive mão-de-obra; 4. Gastos para recuperação e tratamento de áreas contaminadas; 5. Pagamento de multas por infrações ambientais; 6. Gastos para compensar danos irreversíveis, inclusive os relacionados à tentativa de reduzir o desgaste da imagem da empresa perante a opinião pública, etc. 4/5/ Marcelo Quintiere

15 1. Aquisição de Ativos para Contenção Realização de estudos técnicos para o acompanhamento dos impactos decorrentes da produção; Realização de estudos técnicos para o acompanhamento dos impactos decorrentes da produção; Aquisição de máquinas e equipamentos com menor emissão de poluentes; Aquisição de máquinas e equipamentos com menor emissão de poluentes; Instalação de equipamentos para minimizar a geração de passivos ambientais; Instalação de equipamentos para minimizar a geração de passivos ambientais; Aquisição de insumos com certificação ambiental e menor impacto sobre os ecossistemas, etc. Aquisição de insumos com certificação ambiental e menor impacto sobre os ecossistemas, etc. 4/5/ Marcelo Quintiere

16 2. Aquisição de Insumos Maior sustentabilidade na produção; Maior sustentabilidade na produção; Menor consumo de água, matéria-prima, energia. Menor consumo de água, matéria-prima, energia. A adoção de medidas de controle quanto à procedência dos insumos evita a aplicação de multas ambientais e outros prejuízos tais como os danos à imagem da empresa junto aos consumidores, restrições de acesso ao crédito, paralisação das atividades, etc.. A adoção de medidas de controle quanto à procedência dos insumos evita a aplicação de multas ambientais e outros prejuízos tais como os danos à imagem da empresa junto aos consumidores, restrições de acesso ao crédito, paralisação das atividades, etc.. 4/5/ Marcelo Quintiere

17 Comentário O mercado se desloca exigindo das empresas maior preocupação e compromisso com a redução de sua pegada ambiental, limitando os riscos ao meio ambiente e reduzindo as oportunidades de negócio daquelas empresas mais obsoletas cuja conduta seja lesiva à sustentabilidade ambiental. O mercado se desloca exigindo das empresas maior preocupação e compromisso com a redução de sua pegada ambiental, limitando os riscos ao meio ambiente e reduzindo as oportunidades de negócio daquelas empresas mais obsoletas cuja conduta seja lesiva à sustentabilidade ambiental. A aquisição de insumos menos agressivos ambientalmente, seja por determinação dos órgãos ambientais ou por compromisso ético, se traduzirá em maiores custos de produção que, entretanto, poderão ser compensados pelo maior valor agregado dos produtos e/ou pelo acesso a novos mercados consumidores. A aquisição de insumos menos agressivos ambientalmente, seja por determinação dos órgãos ambientais ou por compromisso ético, se traduzirá em maiores custos de produção que, entretanto, poderão ser compensados pelo maior valor agregado dos produtos e/ou pelo acesso a novos mercados consumidores. 4/5/ Marcelo Quintiere

18 3. Estrutura Administrativa Profissionais das mais diversas formações acadêmicas; Profissionais das mais diversas formações acadêmicas; Auxiliar a empresa a produzir com o menor impacto ambiental, reduzindo o consumo de água, energia e demais insumos, além de promover a adoção de medidas para minimizar a quantidade de resíduos gerados. Auxiliar a empresa a produzir com o menor impacto ambiental, reduzindo o consumo de água, energia e demais insumos, além de promover a adoção de medidas para minimizar a quantidade de resíduos gerados. Passivo Ambiental do bem, medida ética. Passivo Ambiental do bem, medida ética. 4/5/ Marcelo Quintiere

19 4. Recuperação / Tratamento de Áreas Contaminadas O surgimento de áreas contaminadas em decorrência das atividades industriais exige, segundo a legislação em vigor, a imediata adoção de medidas saneadoras voltadas a sua recuperação, restaurando as condições ambientais previamente existentes. O surgimento de áreas contaminadas em decorrência das atividades industriais exige, segundo a legislação em vigor, a imediata adoção de medidas saneadoras voltadas a sua recuperação, restaurando as condições ambientais previamente existentes. Esta obrigatoriedade está atrelada ao Princípio do Poluidor-Pagador, previsto em diversos diplomas legais, tais como a Constituição Federal de 1988 e a Lei n.º 6.938/81 que instituiu a denominada Política Nacional do Meio Ambiente (PNMA). Esta obrigatoriedade está atrelada ao Princípio do Poluidor-Pagador, previsto em diversos diplomas legais, tais como a Constituição Federal de 1988 e a Lei n.º 6.938/81 que instituiu a denominada Política Nacional do Meio Ambiente (PNMA). 4/5/ Marcelo Quintiere

20 5. Pagamento de Multas Hely Lopes Meireles. Hely Lopes Meireles. Multa é uma das expressões do ato administrativo punitivo. Multa é uma das expressões do ato administrativo punitivo. Sanção imposta pela Administração àqueles que infringem disposições legais, regulamentares ou ordinatórias dos bens e serviços públicos; Sanção imposta pela Administração àqueles que infringem disposições legais, regulamentares ou ordinatórias dos bens e serviços públicos; Visam a punir e reprimir as infrações administrativas ou a conduta irregular dos servidores ou dos particulares perante a Administração. Visam a punir e reprimir as infrações administrativas ou a conduta irregular dos servidores ou dos particulares perante a Administração. 4/5/ Marcelo Quintiere

21 Comentário A multa só foi aplicada em razão das alterações que a empresa gerou sobre o meio ambiente em seu processo produtivo (poluição industrial acima dos padrões de qualidade estabelecidos formalmente; desmatamento; comprometimento da biodiversidade, etc.). A multa só foi aplicada em razão das alterações que a empresa gerou sobre o meio ambiente em seu processo produtivo (poluição industrial acima dos padrões de qualidade estabelecidos formalmente; desmatamento; comprometimento da biodiversidade, etc.). 4/5/ Marcelo Quintiere

22 6. Gastos para Compensar Danos Irreversíveis O fato gerador da compensação ambiental: constatação de que determinado projeto trará impactos irreversíveis ao meio ambiente; O fato gerador da compensação ambiental: constatação de que determinado projeto trará impactos irreversíveis ao meio ambiente; Imprescindível submissão do projeto ao licenciamento ambiental, inclusive com a contratação do EIA/RIMA; Imprescindível submissão do projeto ao licenciamento ambiental, inclusive com a contratação do EIA/RIMA; Empresa somente poderá obter sua Licença de Operação (LO) com o compromisso formal de atender às condicionantes impostas no processo de licenciamento pelo órgão ambiental. Empresa somente poderá obter sua Licença de Operação (LO) com o compromisso formal de atender às condicionantes impostas no processo de licenciamento pelo órgão ambiental. O projeto só será autorizado se o empreendedor concordar em assumir os custos decorrentes de sua atividade. O projeto só será autorizado se o empreendedor concordar em assumir os custos decorrentes de sua atividade. 4/5/ Marcelo Quintiere

23 Comentário - Licenciamento Quando uma empresa não promove a renovação de sua licença ambiental está aumentando o risco potencial de que as suas atividades venham a produzir danos relevantes ao meio ambiente, pois o simples fato de já haver se submetido ao processo de licenciamento inicial não gera garantias ad eternun quanto ao seu processo industrial. Quando uma empresa não promove a renovação de sua licença ambiental está aumentando o risco potencial de que as suas atividades venham a produzir danos relevantes ao meio ambiente, pois o simples fato de já haver se submetido ao processo de licenciamento inicial não gera garantias ad eternun quanto ao seu processo industrial. 4/5/ Marcelo Quintiere

24 4/5/ Marcelo Quintiere Exemplos Reais Acidentes com barragens de resíduos tóxicos; Acidentes com barragens de resíduos tóxicos; Impactos da Mineração; Impactos da Mineração; Acidentes envolvendo indústrias químicas; Acidentes envolvendo indústrias químicas; Acidentes na indústria petrolífera; Acidentes na indústria petrolífera; Embalagens de agrotóxicos descartadas; Embalagens de agrotóxicos descartadas; Pilhas, Lâmpadas e Baterias; Pilhas, Lâmpadas e Baterias; Tanques em postos de combustíveis; etc.. Tanques em postos de combustíveis; etc..

25 4/5/ Marcelo Quintiere 1. Kolontár – Hungria (2010)

26 4/5/ Marcelo Quintiere Kolontár – Hungria (2010)

27 Mineração Carajás 4/5/ Marcelo Quintiere

28 4/5/ Marcelo Quintiere 2. Bophal – Índia (1984)

29 4/5/ Marcelo Quintiere Bophal

30 4/5/ Marcelo Quintiere 3. Acidentes da Indústria Petrolífera Almoco Cadiz (1978) Almoco Cadiz (1978)

31 4/5/ Marcelo Quintiere Acidentes da Indústria Petrolífera Exxon Valdez – Alaska (1989) Exxon Valdez – Alaska (1989)

32 4/5/ Marcelo Quintiere Acidentes da Indústria Petrolífera Prestige (Costa Espanhola) Prestige (Costa Espanhola)

33 4/5/ Marcelo Quintiere Acidentes da Indústria Petrolífera Plataforma da BP – Golfo do México (2010) Plataforma da BP – Golfo do México (2010)

34 4/5/ Marcelo Quintiere 4. Embalagens de Agrotóxicos

35 4/5/ Marcelo Quintiere 5. Pilhas, Lâmpadas e Baterias

36 Mal de Minamata Contaminação por Mercúrio 4/5/ Marcelo Quintiere

37 6. Postos de Combustível 4/5/ Marcelo Quintiere

38 4/5/ Marcelo Quintiere Reflexos Comprometimento da Biodiversidade; Comprometimento da Biodiversidade; Custos elevados para limpeza e despoluição; Custos elevados para limpeza e despoluição; Doenças; Doenças; Redução do faturamento de outras empresas (ações por lucros cessantes); Redução do faturamento de outras empresas (ações por lucros cessantes); Danos à imagem da empresa (Dow Chemicals, BP, etc.). Danos à imagem da empresa (Dow Chemicals, BP, etc.).

39 4/5/ Marcelo Quintiere Comprometimento da Biodiversidade

40 4/5/ Marcelo Quintiere Custos com Limpeza e Descontaminação

41 Mal de Minamata Contaminação por Mercúrio 4/5/ Marcelo Quintiere

42 Contabilização dos Passivos Ambientais 1) Importância 2) Elementos para Contabilizar 3) A Questão da Responsabilização 4) Etapas da Contabilização 4/5/2014 Marcelo Quintiere 42

43 1) A Importância da Contabilidade Registro cronológico dos atos e fatos da administração; Registro cronológico dos atos e fatos da administração; Maior transparência (sócios, fornecedores, mercado em geral); Maior transparência (sócios, fornecedores, mercado em geral); Evolução dos indicadores contábeis (endividamento, liquidez, rentabilidade, taxa de retorno) ao longo dos anos; Evolução dos indicadores contábeis (endividamento, liquidez, rentabilidade, taxa de retorno) ao longo dos anos; Garantia de conformidade legal; Garantia de conformidade legal; Segurança para planejar. Segurança para planejar. 4/5/ Marcelo Quintiere

44 2) O Que Devemos Contabilizar Aquisição de matéria prima sustentável; Aquisição de matéria prima sustentável; Geração de impactos ambientais com a obrigatoriedade de ressarcimento a terceiros; Geração de impactos ambientais com a obrigatoriedade de ressarcimento a terceiros; Custos associados ao licenciamento; Custos associados ao licenciamento; Custos dos equipamentos de prevenção; Custos dos equipamentos de prevenção; Valor das multas associadas aos passivos ambientais; Valor das multas associadas aos passivos ambientais; Custos de reparação de danos aos ecossistemas. Custos de reparação de danos aos ecossistemas. 4/5/ Marcelo Quintiere

45 3) A Questão do Ressarcimento Teoria Objetiva da Responsabilidade Teoria Objetiva da Responsabilidade Dano e Nexo Causal Dano e Nexo Causal Não é necessário apurar a CULPA para aplicar sanções na esfera administrativa. Não é necessário apurar a CULPA para aplicar sanções na esfera administrativa. Instrumentos Legais: Instrumentos Legais: Lei n.º 6.938/81 – PNMA (art. 14, § 1º) Lei n.º 6.938/81 – PNMA (art. 14, § 1º) CF/88 (art. 225, § 3º) CF/88 (art. 225, § 3º) Código Civil – Lei n.º /2002 (art. 924) Código Civil – Lei n.º /2002 (art. 924) 4/5/ Marcelo Quintiere

46 Lei n.º 6.938/81 – PNMA (art. 14, § 1º) Sem obstar a aplicação das penalidades previstas neste artigo, é o poluidor obrigado, independentemente de existência de culpa, a indenizar ou reparar os danos causados ao meio ambiente e a terceiros, afetados por sua atividade. Sem obstar a aplicação das penalidades previstas neste artigo, é o poluidor obrigado, independentemente de existência de culpa, a indenizar ou reparar os danos causados ao meio ambiente e a terceiros, afetados por sua atividade. 4/5/ Marcelo Quintiere

47 CF/88 (art. 225, § 3º) As condutas e atividades consideradas lesivas ao meio ambiente sujeitarão os infratores, pessoas físicas ou jurídicas, a sanções penais e administrativas, independentemente da obrigação de reparar os danos causados. As condutas e atividades consideradas lesivas ao meio ambiente sujeitarão os infratores, pessoas físicas ou jurídicas, a sanções penais e administrativas, independentemente da obrigação de reparar os danos causados. 4/5/ Marcelo Quintiere

48 Código Civil – Lei n.º /2002 (art. 924) Haverá a obrigação de reparar o dano, independentemente de culpa, nos casos especificados em lei, ou quando a atividade normalmente desenvolvida pelo autor do dano implicar, por sua natureza, risco para os direitos de outrem. Haverá a obrigação de reparar o dano, independentemente de culpa, nos casos especificados em lei, ou quando a atividade normalmente desenvolvida pelo autor do dano implicar, por sua natureza, risco para os direitos de outrem. 4/5/ Marcelo Quintiere

49 4) Etapas da Contabilização 4.1. Identificação ou Levantamento de Passivos Ambientais; 4.2. Reconhecimento dos Passivos Ambientais; Responsabilização do autor; Responsabilização do autor; Mensuração do valor financeiro associado; Mensuração do valor financeiro associado; Contingência quanto à ocorrência do passivo. Contingência quanto à ocorrência do passivo Evidenciação dos passivos ambientais 4/5/ Marcelo Quintiere

50 4.1. Identificação Significa identificar e caracterizar os efeitos ambientais adversos, de natureza física, biológica e antrópica, proporcionados pela construção, operação, manutenção, ampliação ou desmobilização de um empreendimento ou organização produtiva. Significa identificar e caracterizar os efeitos ambientais adversos, de natureza física, biológica e antrópica, proporcionados pela construção, operação, manutenção, ampliação ou desmobilização de um empreendimento ou organização produtiva. 4/5/ Marcelo Quintiere

51 Comentários MALAFAIA: MALAFAIA: Identificação do passivo ambiental é muito utilizada em avaliações para negociações de empresas e em privatizações; Identificação do passivo ambiental é muito utilizada em avaliações para negociações de empresas e em privatizações; Funciona como um elemento de decisão no sentido de identificar, avaliar e quantificar posições, custos e gastos ambientais potenciais que precisam ser atendidos a curto, médio e em longo prazo. Funciona como um elemento de decisão no sentido de identificar, avaliar e quantificar posições, custos e gastos ambientais potenciais que precisam ser atendidos a curto, médio e em longo prazo. 4/5/ Marcelo Quintiere

52 4.2. Reconhecimento A empresa assume a responsabilidade pela constituição dos passivos em razão da interface de seus procedimentos e processos de produção com as alterações ocorridas no meio ambiente. A empresa assume a responsabilidade pela constituição dos passivos em razão da interface de seus procedimentos e processos de produção com as alterações ocorridas no meio ambiente. Reconhecer significa admitir como certo, verdadeiro ou legítimo Reconhecer significa admitir como certo, verdadeiro ou legítimo 4/5/ Marcelo Quintiere

53 Comentário Após examinar a situação, a empresa concorda que a sua atividade produtiva foi capaz de gerar alterações relevantes nos ecossistemas. Assim, a empresa declara ou admite como verdadeiro que a interface entre o meio ambiente e o seus processos produtivos foi suficientemente intensa para alterar a resiliência do ecossistema. Após examinar a situação, a empresa concorda que a sua atividade produtiva foi capaz de gerar alterações relevantes nos ecossistemas. Assim, a empresa declara ou admite como verdadeiro que a interface entre o meio ambiente e o seus processos produtivos foi suficientemente intensa para alterar a resiliência do ecossistema. 4/5/ Marcelo Quintiere

54 Etapas do Reconhecimento 1) Responsabilização No Brasil: Teoria Objetiva da Responsabilidade No Brasil: Teoria Objetiva da Responsabilidade Responsabilidade associada ao Princípio Poluidor- Pagador, previsto como sendo um dos objetivos centrais da Política Nacional do Meio Ambiente, conforme se verifica no Art. 4º, VII da Lei n.º 6.938/81. Responsabilidade associada ao Princípio Poluidor- Pagador, previsto como sendo um dos objetivos centrais da Política Nacional do Meio Ambiente, conforme se verifica no Art. 4º, VII da Lei n.º 6.938/81. 4/5/ Marcelo Quintiere

55 Comentário Reconhecimento significa que a empresa entende como legal e justa a sua associação a determinado dano / alteração ambiental. Reconhecimento significa que a empresa entende como legal e justa a sua associação a determinado dano / alteração ambiental. A empresa assume que houve uma interação negativa entre o seu processo produtivo e as alterações verificadas junto ao meio ambiente. A empresa assume que houve uma interação negativa entre o seu processo produtivo e as alterações verificadas junto ao meio ambiente. 4/5/ Marcelo Quintiere

56 Etapas do Reconhecimento 2) A Mensuração ou Valoração dos Passivos. Ao reconhecer um passivo ambiental (custo) a empresa deve apresentar ao menos uma estimativa dos valores ou custos financeiros associados. Ao reconhecer um passivo ambiental (custo) a empresa deve apresentar ao menos uma estimativa dos valores ou custos financeiros associados. Muitas vezes o dano não é facilmente mensurável em termos econômicos. Muitas vezes o dano não é facilmente mensurável em termos econômicos. 4/5/ Marcelo Quintiere

57 Comentários Limitações para mensurar os passivos: Limitações para mensurar os passivos: a) Inexistência de técnicas adequadas para identificação do dano; b) Ausência de identificação do autor, c) Inexistência de tecnologia adequada para a recuperação dos danos provocados pelo homem; d) Falta de definição do montante de insumos que seria utilizado para combater a degradação. 4/5/ Marcelo Quintiere

58 Etapas do Reconhecimento 3) Contingência quanto à ocorrência do passivo. Um passivo ambiental envolve considerável grau de incertezas. Um passivo ambiental envolve considerável grau de incertezas. Os reflexos não são necessariamente os mesmos uma vez que os ecossistemas são diferentes.. Os reflexos não são necessariamente os mesmos uma vez que os ecossistemas são diferentes.. Um passivo não se traduz em um ente matemático. Um passivo não se traduz em um ente matemático. 4/5/ Marcelo Quintiere

59 Comentário Ocorrido um dano ambiental os reflexos podem variam significativamente, assim como os custos para o seu ressarcimento. Ocorrido um dano ambiental os reflexos podem variam significativamente, assim como os custos para o seu ressarcimento. Pode haver, inclusive, dúvida quanto à participação da empresa na geração do acidente. Pode haver, inclusive, dúvida quanto à participação da empresa na geração do acidente. 4/5/ Marcelo Quintiere

60 4.3. Evidenciação Objetivo: Objetivo: Comprovar perante o público externo, através da elaboração do Balanço Social, as atividades desenvolvidas pela empresa e os valores atribuídos, bem como a situação patrimonial da empresa, informando aos investidores e acionistas as condições reais e perspectivas futuras. Comprovar perante o público externo, através da elaboração do Balanço Social, as atividades desenvolvidas pela empresa e os valores atribuídos, bem como a situação patrimonial da empresa, informando aos investidores e acionistas as condições reais e perspectivas futuras. 4/5/ Marcelo Quintiere

61 Comentário 1 Ao evidenciar o passivo ambiental da entidade a Contabilidade antecipa eventuais reduções do patrimônio, ao mesmo tempo em que satisfaz a exigência constitucional. Ao evidenciar o passivo ambiental da entidade a Contabilidade antecipa eventuais reduções do patrimônio, ao mesmo tempo em que satisfaz a exigência constitucional. 4/5/ Marcelo Quintiere

62 Comentário 2 A presença de passivos ambientais pode ser considerada sinônimo de custos financeiros no futuro que, dada sua magnitude, podem vir a comprometer a própria existência da empresa. A presença de passivos ambientais pode ser considerada sinônimo de custos financeiros no futuro que, dada sua magnitude, podem vir a comprometer a própria existência da empresa. 4/5/ Marcelo Quintiere


Carregar ppt "PASSIVOS AMBIENTAIS O Risco Nosso de Cada Dia. As Faces do Meio Ambiente O meio ambiente envolve muitas dimensões. O meio ambiente envolve muitas dimensões."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google