A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 Introdução Custos... afinal, o que é isto?. 2 Definição de Custos São essencialmente medidas monetárias dos sacrifícios com os quais uma organização.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 Introdução Custos... afinal, o que é isto?. 2 Definição de Custos São essencialmente medidas monetárias dos sacrifícios com os quais uma organização."— Transcrição da apresentação:

1 1 Introdução Custos... afinal, o que é isto?

2 2 Definição de Custos São essencialmente medidas monetárias dos sacrifícios com os quais uma organização tem que arcar a fim de atingir seus objetivos

3 3 Razões da Contabilidade de Custos Determinação do lucro: empregando dados originários dos registros convencionais contábeis, ou processando-os de maneira diferente, tornando-os mais úteis à administração ( Contabilidade Financeira); Determinação do lucro: empregando dados originários dos registros convencionais contábeis, ou processando-os de maneira diferente, tornando-os mais úteis à administração ( Contabilidade Financeira); Controle das operações: e demais recursos produtivos como os estoques, com a manutenção de padrões e orçamentos, comparações entre previsto e realizado (Contabilidade de Custos); Controle das operações: e demais recursos produtivos como os estoques, com a manutenção de padrões e orçamentos, comparações entre previsto e realizado (Contabilidade de Custos); Tomada de decisões: o que envolve produção (o que, quanto, como e quando fabricar); formações de preços, escolha entre fabricação própria ou terceirizada ( Contabilidade Gerencial). Tomada de decisões: o que envolve produção (o que, quanto, como e quando fabricar); formações de preços, escolha entre fabricação própria ou terceirizada ( Contabilidade Gerencial).

4 4 Por que estudar os Custos? Atender necessidades gerenciais de três tipos: Atender necessidades gerenciais de três tipos: –informações sobre a rentabilidade e desempenho de diversas atividades da entidade; –auxílio no planejamento, controle e desenvolvimento das operações; –informações para a tomada de decisões.

5 5 Nascimento da Contabilidade de Custos Após Revolução Industrial: necessidade de maiores e mais precisas informações, que permitissem uma tomada de decisão correta (Mercado de Capitais e Advento do IR). Após Revolução Industrial: necessidade de maiores e mais precisas informações, que permitissem uma tomada de decisão correta (Mercado de Capitais e Advento do IR). Antes: praticamente não existia, já que as operações resumiam basicamente à comercialização de mercadorias, e os estoques eram registrados e avaliados pelo seu custo real de aquisição ( Era Mercantilista). Antes: praticamente não existia, já que as operações resumiam basicamente à comercialização de mercadorias, e os estoques eram registrados e avaliados pelo seu custo real de aquisição ( Era Mercantilista).

6 6 Origens da Contabilidade de Custos Revolução Industrial: registrar os custos que capacitavam o administrador a avaliar estoques, determinar mais corretamente resultados e levantar balanços. Revolução Industrial: registrar os custos que capacitavam o administrador a avaliar estoques, determinar mais corretamente resultados e levantar balanços. I Guerra e crise de 29: necessidades de melhorias nos controles. I Guerra e crise de 29: necessidades de melhorias nos controles. II Guerra: maior necessidade de eficiência e eficácia; aumento da competição. II Guerra: maior necessidade de eficiência e eficácia; aumento da competição. Globalização: aumento da competição – empresas multinacionais Globalização: aumento da competição – empresas multinacionais

7 7 Terminologia GASTO

8 8 Terminologia GASTO sacrifício financeiro que a entidade arca para a obtenção de um bem ou serviço, representado por entrega ou promessa de entrega de ativos. Ex.: mão de obra, matéria prima, mercadoria para revenda, energia elétrica, aluguel, equipamentos, etc.

9 9 Terminologia Investimento

10 10 Terminologia Investimento - Gasto com bem ou serviço ativado em função de sua vida útil ou de benefícios atribuíveis a períodos futuros. Ex.: aquisição de equipamentos, aquisição de imóveis, aquisição de matérias primas, aquisição de material de embalagem, etc

11 11 Terminologia Custo

12 12 Terminologia Custo – gasto relativo a bem ou serviço utilizado na produção de outro bem ou serviço. Ex.: matéria prima, material secundário, material de embalagem, mão de obra direta, mão de obra indireta, energia, depreciação, manutenção das máquinas, etc

13 13 Terminologia Despesa

14 14 Terminologia Despesa - bem ou serviço consumido direta ou indiretamente para a obtenção de receitas. Ex.: Salários pessoal de vendas, energia consumida no escritório, aluguel do escritório, comissões de vendas, etc.

15 15 Terminologia Perda

16 16 Terminologia Perda – gasto não intencional decorrente de fatores externos fortuitos ou da atividade produtiva normal da empresa. No primeiro caso, são considerados da mesma natureza que as despesas e são contabilizados diretamente na conta de resultados. No segundo caso, as perdas normais de matéria prima na produção integram o custo do produto.

17 17 Terminologia Desembolso

18 18 Terminologia Desembolso – pagamento resultante da aquisição de um bem ou serviço. Pode ocorrer concomitantemente com o gasto (pagamento à vista) ou depois deste (pagamento a prazo). Desembolso – pagamento resultante da aquisição de um bem ou serviço. Pode ocorrer concomitantemente com o gasto (pagamento à vista) ou depois deste (pagamento a prazo).

19 19 Definição genérica de custos CustosDespesas Produtos ou Serviços Elaborados Consumo associado à elaboração do produto ou serviço Consumo associado ao período Investimentos Gastos Balanço Patrimonial Demonstrativo de Resultado do Exercício

20 20 Fluxo dos Custos Custos Diretos Indiretos Estoques Materiais Diretos Produtos em Elaboração Produtos Acabados Balanço Patrimonial (+) Receitas (=) Resultado (-) Despesas (-) Custos do DRE CMV CPV CSP Demonstrativo de Resultado do Exercício

21 21 Classificação dos Gastos Em relação à apropriação aos produtos fabricados:. Custos Diretos. Custos Indiretos

22 22 Classificação dos Gastos Custos Diretos – são aqueles que podem ser apropriados diretamente aos produtos fabricados, porque há uma medida objetiva de seu consumo. Ex.: Matéria prima, material de embalagem, material secundário, mão de obra direta.

23 23 Classificação dos Gastos Custos indiretos – são os custos que dependem de cálculos, rateios ou estimativas para serem apropriados aos diferentes produtos. O parâmetro utilizado para as estimativas é chamado de base ou critério de rateio. Ex.: Depreciação, aluguel da fábrica, mão de obra indireta, energia elétrica, material de limpeza da fábrica, material de manutenção dos equipamentos.

24 24 Classificação dos Gastos Em relação aos níveis de produção:. Custos variáveis. Custos fixos

25 25 Classificação dos Gastos Custos variáveis – são aqueles cujos valores se alteram em função do volume de produção da empresa. Ex.: matéria prima, material secundário, material de embalagem, depreciação dos equipamentos adotado em função das horas máquinas trabalhadas

26 26 Classificação dos Gastos Custos indiretos – são aqueles cujos valores serão os mesmos qualquer que seja o volume de produção. Ex.: depreciação pelo método linear, aluguel, prêmios de seguros.

27 27 Outras Terminologias. Custo de produção do período – são os custos incorridos no processo produtivo num determinado período de tempo ( material direto + mão de obra direta + custos indiretos de fabricação). Custo primário ou direto – são os custos incorridos diretamente no processo produtivo (materiais diretos + mão de obra direta).. Custo de transformação – são os custos incorridos para transformação da matéria prima em produto acabado ( mão de obra direta + custos indiretos de fabricação)

28 28 MD Materiais Diretos Matéria-Prima Embalagem MOD Mão-de-Obra Direta Mensurada e identifi- cada de forma direta CIF Custos Indiretos Custos que não são MD nem MOD Despesas Gastos não associados à produção Custo de produção, contábil ou fabril Custo de transformação Custo primário ou direto Gastos totais ou custo integral Classificação dos Gastos

29 29 Fluxo dos Custos Custos Diretos Indiretos Estoques Materiais Diretos Produtos em Elaboração Produtos Acabados Balanço Patrimonial (+) Receitas (=) Resultado (-) Despesas (-) Custos do DRE CMV CPV CSP Demonstrativo de Resultado do Exercício


Carregar ppt "1 Introdução Custos... afinal, o que é isto?. 2 Definição de Custos São essencialmente medidas monetárias dos sacrifícios com os quais uma organização."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google