A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Tamanho do Projeto Aldilene Silva Célia Regina Daniela Alencar Maria do Socorro.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Tamanho do Projeto Aldilene Silva Célia Regina Daniela Alencar Maria do Socorro."— Transcrição da apresentação:

1 Tamanho do Projeto Aldilene Silva Célia Regina Daniela Alencar Maria do Socorro

2 O tamanho do projeto é definido por sua capacidade de produção durante um período de trabalho considerado normal. Este estudo tem por finalidade levantar os parâmetros do empreendimento industrial que conduzem a alternativa ótima que sempre se abrangeu:

3 Estudo de mercado, visando definir produtos, faixa de mercado e condições de comercialização; Estudo de localização, visando definir onde produzir; Estudo de engenharia, visando definir a tecnologia e caracterizar o processo produtivo; Estudo do tamanho, visando definir escala e nível econômico; Estudo econômico-financeiro, visando definir investimento e recursos financeiros; Tamanho = capacidade de produção.

4 Estas considerações mostram que a decisão em relação ao tamanho ideal, ou seja, tamanho ótimo, depende da capacidade futura de competição, e para que esta seja definida é necessária a analise em primeiro lugar do estudo do mercado juntamente com o estudo de localização.

5 Definição do Tamanho Tamanho da fábrica é a capacidade de produção que pode ser atingida pela mesma quando em operação durante um período de tempo normal, do ponto de vista técnico e econômico.

6 Conceito de capacidade de produção do ponto de vista técnico ou de engenharia : a capacidade de produção que define o tamanho do processo é a máxima produção que pode ser obtida com determinado processo (ou equipamento) durante dado intervalo de tempo. Neste sentido o técnico separa o conceito de capacidade nominal do conceito de capacidade efetiva.

7 Capacidade Nominal É a capacidade teórica que seria obtida caso todos os equipamentos funcionassem de modo eficiente, porém existem interrupções e/ou perdas de eficiência devidas à mão- de-obra destreinada, paradas obrigatórias para fazer reparos e manutenções dos equipamentos.

8 Capacidade Efetiva É o resultado do processo tendo em conta as interrupções e perdas de eficiência. Em geral a capacidade efetiva é menor que a nominal.

9 Conceito de capacidade de produção do ponto de vista econômico A capacidade de produção que define o tamanho do processo é o nível de produção, que corresponde ao custo unitário médio de produção que seja mínimo. É evidente que este nível de produção de custo mínimo pode ser considerado sob o critério de custos de produção de curto ou de longo prazo.

10 O conceito de custo de produção econômico difere do conceito contábil, pois considera que os custos dos fatores para a firma são os valores que os mesmos teriam no seu melhor uso alternativo, ou seja o custo de oportunidades dos fatores.

11 Medidas alternativas de tamanho : Número de fusos (setor têxtil); Volume de faturamento; Total do capital empregado e/ou valor do patrimônio líquido; Valor total adicionado pela empresa; Volume ou peso da matéria-prima consumida etc.

12 Custos de Curto e de longo Prazo

13 No curto prazo a fábrica apresenta: Custos fixos : não variam em função do volume de produção Custos variáveis : dependem do volume de produção Os custos totais correspondem a soma dos custos fixos com os variáveis para cada volume de produção.

14 O custo total médio de curto prazo é obtido através da divisão do custo total pelo volume de produção. No longo prazo, todos os custos são variáveis, uma vez que podem ser instaladas fábricas de diferentes tamanhos.

15 É preciso saber, então, o que ocorre com o custo médio de longo prazo quando são aumentados os valores dos insumos (ou volume de produção):

16 O custo médio diminui : retornos crescentes de escala -neste caso o processo apresenta economia de escala; O custo médio permanece constante : retornos constantes de escala - não apresenta nem economias nem deseconomias de escala; O custo médio aumenta : retornos decrescentes de escala – apresenta deseconomias de escala.

17 Tamanho e Mercado

18 O mercado a ser atendido pela mesma empresa é outro fator de relevância na escolha do tamanho. Podemos ter três hipóteses, relativas ao mercado a ser atendido:

19 é igual ao tamanho mínimo do processo; é muito pequeno, de modo que não é econômico instalar um processo de tamanho mínimo; é suficientemente grande para justificar a instalação de um processo de tamanho mínimo ou maior.

20 Dinamismo da demanda : Perspectiva de crescimento rápido na demanda futura, justificando agora a instalação de um processo com capacidade em excesso. Neste caso o prejuízo presente (devido a maiores custos iniciais) será substituído pelos lucros futuros, quando a capacidade plena for utilizada.

21 Distribuição geográfica do mercado: Maior ou menor dispersão do mercado, influi no custo de distribuição do produto, alterando o preço final para o consumidor. Neste caso, se a economia de escala não for significativa, comparada ao custo de distribuição, será conveniente construir várias fábricas de um tamanho predeterminado, nas várias regiões.

22 Tamanho e Localização Os problemas de tamanho e localização estão inter-relacionados, a localização será dependente da distribuição geográfica do mercado e, por outro lado, da existência de economias de escala. Estes fatores influem nos custos de aquisição de fatores de produção e de distribuição do produto, podendo inclusive comprometer a capacidade de competição da empresa a longo prazo.

23 Tamanho e Recursos A empresa deve verificar se tem recursos necessários (próprios e de terceiros) para atender à implementação de uma fábrica com tamanho mínimo, pois o custo de entrada pode ser muito elevado, e ela poderá ter dificuldades para saldar seus compromissos e/ou apresentar rentabilidade adequada. Se houver recursos abundantes disponíveis a empresa deverá procurar construir o maior processo possível, considerando um nível de risco adequado para a empresa.

24 Tamanho mínimo e tamanho Maximo Do ponto de vista econômico, o tamanho mínimo depende dos preços de mercado do produto considerado, ou seja, só serão consideradas alternativas de tamanho cujo custos médios sejam iguais ou inferiores a esses preços. Em uma economia aberta o tamanho mínimo é fixado pelo preço do produto importado.

25 Do posto vista tecnológico ou de engenharia, o tamanho mínimo depende da disponibilidade de equipamentos e conjuntos industriais no mercado de bens de capital. O tamanho Maximo é definido de acordo com a demanda de mercado, pois se não for adquirido este conhecimento através da pesquisa de mercado, a empresa corre risco de grandes prejuízos e ate mesmo de abrir falência.

26 A Escolha do Tamanho Ótimo em Termos de Projeto. A Escolha do Tamanho Ótimo em Termos de Projeto.

27 A seleção do tamanho dependerá, basicamente, dos custos. Considerando os seguintes: Custos de construção do processo; Custo de oportunidade do capital investido na capacidade instalada; Custo associado ao tamanho; Custo de oportunidade associado ao tempo de construção de uma fábrica nova ou de ampliação da existente; Os custos de oportunidade associados à falta de capacidade para atender à demanda; Os custos associados à estrutura fiscal e tributária.

28 O tamanho máximo é definido unicamente pelo mercado, visto que, é inviável a produção em escala maior que a capacidade de absorção do mercado. E finalmente o tamanho ótimo será aquele mais adequado possível para minimizar os custos e conseqüentemente obter maior lucratividade. Não existe o tamanho ótimo, e sim uma busca constante dos empreendedores pelo tamanho mais próximo do ideal.


Carregar ppt "Tamanho do Projeto Aldilene Silva Célia Regina Daniela Alencar Maria do Socorro."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google