A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Educação de Essencialidades. DINAMICA INICIAL ESCREVA QUEM VOCÊ É.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Educação de Essencialidades. DINAMICA INICIAL ESCREVA QUEM VOCÊ É."— Transcrição da apresentação:

1 Educação de Essencialidades

2 DINAMICA INICIAL ESCREVA QUEM VOCÊ É.

3 ESTE SER QUE VOCÊ DESCREVEU É VOCÊ MESMO? COMO VOCÊ FEZ PARA SE DESCREVER?

4 Você viveria com plena confiabilidade, passo a passo com um desconhecido? Entregaria a ele a sua vida?

5 Não fariam isto? Mas fazem isto todos os dias. Quem aqui conhece a si mesmo? Então isto significa que você anda com um desconhecido que pode te conduzir a fazer coisas, que podem te levar a situações delicadas. Então aquela velha estória, filho cuidado com desconhecidos. Como é que faremos com está velha estória? Olha! Cuidado com companhias desconhecidas, como é que fica a estória? Cuidado consigo mesmo, não é meus amigos!

6 Há um desconhecido dentro de vós e um desconhecido que precisa se tornar conhecido. É possível amar um desconhecido? Não, para que eu te ame eu preciso me esforçar, para te conhecer, e te aceitar exatamente como você é. Então o amor é um exercício inteligente. Então não é possível amar um desconhecido, por isso nós precisamos nos esforçar para o desenvolvimento do autoconhecimento.

7 A única forma de termos acesso verdadeiro a nossa verdadeira identidade, se não permaneceremos a exigir do meio aquilo que não damos a nós mesmos.

8 Hoje olhando do alto para o Planeta Terra, identificando a imensidade, o volume da massa humana, visto do alto e não muito alto, diríamos aí uns 500 mil metros mais ou menos, vocês são quase inexistentes.

9 São como pontinhos, pontinhos perdido em uma massa gigantesca, e se você em meio a está massa não desenvolve sua própria auto- identidade para que você próprio se reconheça além da constituição humana, certamente tu desencarnarás e não terás consciência de si.

10 Porque a consciência de si mesmo implica saber o que sou, porque no caso de vocês saber quem sou, a identidade fisiológica e social fala sobre isto, mas saber o que você verdadeiramente é, esta é uma competência individual e intransferível e neste momento na Terra, o maior desafio da inteligência humana, saber o que é.

11 DESEJO PRIMORDIAL O desejo primordial está ligado ao movimento que faz com que a espécie humana possa reproduzir

12 E o que é o desejo primordial?

13 Desejo primordial, quando a mamãe e o papai tenha um relacionamento sexual, que vocês sabem que a mamãe e o papai se relacionam sexualmente, embora procurem não saber. Aliás, você é um produto da relação sexual do papai e da mamãe, sabiam disso?

14 Então, vamos aí desenvolver este pensamento, consequentemente quando a mamãe e o papai têm um filhote, e este filhote cresce, qual é a referência de macho e de fêmea deste filhote?

15 A mamãe e o papai, e é muito natural que o primeiro desejo sexual seja na direção de uma dessas figuras, isto é o que nós chamamos de desejo primordial.

16 O inconsciente passa a trabalhar de que forma quando este desejo surge? É um desejo proibido, é um desejo pecaminoso, então o filhote é arremessado a buscas exteriores, busca do macho, busca da fêmea exteriormente.

17 Mas por aí nós temos as explicações porque que a maioria dos homens se casam com mulheres muito parecidas com a mamãe, e porque que a maioria das mulheres casam com homens muito parecidos com o papai.

18 Isto chama-se força biológica, é a força biológica impulsionando a inteligência humana na construtibilidade dos corpos físicos. Os corpos físicos são constituídos a partir de um desejo primordial proibido, o que leva a busca exterior de um macho e de uma fêmea, além da constituição familiar.

19 E em alguns casos como já explicamos a vocês, o desejo no caso da inteligência no corpo feminino pode ir na direção da mamãe ou o desejo de uma inteligência no corpo masculino pode ir na direção do papai, aonde surge os casos ou um boa parte dos casos vinculados a homossexualidade.

20 PARTO – DE ONDE VIM?

21 Vamos falar um pouquinho de parto normal, quem nasceu por parto normal? Quem nasceu por cesárea? Agora quem nasceu por parto normal ou por cesárea teve que ser expelido. É muito doloroso o termo expelir? Aí nós já encontramos uma grande base da rejeição que o ser humano sente, porque ele é expelido de uma área a onde ele está constituído, ou seja, o interno da mamãe ou do papai.

22 Agora você que hoje observa o parto normal, vamos conversar francamente: você acredita que o parto normal é normal mesmo? Vocês acreditam que aquilo é normal? Já haviam pensado nisso? Olha parto normal, parece anormal.

23 É muito estranho, mas a inteligência humana não questiona isto para entender. Por que na Terra a concepção é feita através de um ato sexual e depois se desenvolve todo um período gestacional na intimidade da mulher? Porque é simples, vocês estavam dentro não estavam fora. Os médicos ficam abilolados. Vocês estavam a onde? Dentro.

24 Vocês já viram ova de peixe? A ova de peixe, ali tem um ovário, uma cultura de vidas. Então vamos imaginar que perispiritualmente vocês estavam no perispírito da mamãe ou do papai como enxertias, e vocês são inteligências em um processo de individualização e para individualizar é preciso ser expelido e constituir um corpo que é seu, só que vocês não conseguem fazer isso sozinhos, porque não têm autonomia como individualidades.

25 O parto é normal por quê? Porque conceituasse que é natural e aquilo que é natural implica no que? Que a causa que faz que com que aquilo ocorra é real. Mas qual é a causa? Enxertia. E as enxertias estabelecem que tenha inúmeros seres envolvidos em um único contexto

26 Então por que o parto normal ou a cesariana partem por um processo que nós chamamos de que aquele indivíduo foi expelido? Porque ele está amadurecido para pegar a rota e a autonomia de si mesmo. Mas o que tem acontecido com os seres na Terra? Eles são concebidos, a mamãe e o papai constituem junto com ele um novo corpo, ele escorrega pelo canal da vida ou é retirado do útero, ele cresce grudado na mamãe, ele cresce grudado no papai, e ele morre e volta novamente ao processo de imantação. Vocês já ouviram falar, como também conhecem o processo chamado de gêmeos siameses, que nascem…. Vocês têm um movimento assim: olha de quem eu gosto eu gostaria de ficar grudadinho. É ou não é?

27 Vocês tem posse daquilo que gostam. E por quê? Porque se confundem com aquilo que dizem gostar. Isso é pertinente ao movimento de espécie humana, mas é preciso reconhecer que é em humanidade que a inteligência, espírito, alma ou psique adquire autonomia, si individualiza, se completa em si mesmo. De que forma? Eu, eu o ser imortal.

28 Por isso dizemos que a adolescência é um período altamente desgastante para a inteligência que aporta aqui em humanidade. Por quê? Ela terá no seu nível consciente, ou seja, na sua zona consciente, o desejo sexual pelo papai ou pela mamãe que nós chamamos de desejo primordial.

29 Desejo esse indefinido que pode ir na figura de ambos, isso produz uma fuga psicológica e um sofrimento muito intenso. Quanto também absorve as próprias energias sentimentais e emocionais do seu manancial anterior, do seu passado. Isso produz um quantum de dor psíquica que acaba se derramando pela estrutura psicológica, muito intenso.

30 E aí o dito adolescente, que chamam de bicho esquisito, na verdade ele é como um animal acoado. Ele quer conter o que está ocorrendo dentro dele, e foi educado para esconder o que está ocorrendo dentro dele, então ele amarga a dor até que ele encontre muitas vezes uma válvula de escape: drogas lícitas e ilícitas, compulsão sexual, alcool ou uma diretriz, alguém que consiga dar a mão e direcionar aquele navegante mar revolto, até que ele aporte em porto seguro.

31 E esse porto seguro seria a fase adulta. Mas para que a fase adulta seja segura, é preciso que se tenha obtido uma infância estruturada compatível com as energias que se trás do passado, e uma adolescência aonde a crise não fosse aguda. Então nós temos ai à confluência de uma inteligência em um momento chamado adolescer.

32 A confluência das forças ocorre na zona consciente da inteligência. E zona consciente só ocorre através do processo reencarnatório.

33 A integração dessas forças oferece a inteligência, a capacidade de contensão e direcionamento de si no transcurso da fase adulta onde o ser deve ter como resultado da infância e da adolescência a definição de que embora esteja manifesto em um meio comum, é na verdade uma unidade em busca de interpretar-se, entender-se e revelar-se. Essa é a função base da reencarnação, tornar-te responsável por si mesmo sabendo o que és.

34 A sincronia destas forças possibilitará a integração do indivíduo em si, e este estando em si, respeitará o mundo do qual reconhece necessitar para revelar-se. Mundo esse compatível com seu estado de consciência atual e que lhe possibilita ir além da aparência interpretativa, colocando-o em permanente intercâmbio com a verdade sobre si mesmo, realizando assim os ajustes compatíveis com a sua compreensão de vida.

35 Então nós precisaremos do que? Integração, confluência e sincronia das forças possibilitando a integração do indivíduo nele mesmo. É o indivíduo integral. Quando surge o indivíduo integral? Na adolescência, aonde a área psíquica, psicológica e fisiológica se integram através de uma confluência que vai precisar de sincronia. Vocês sabem o que é sincronia?

36 O que ocorre na atualidade é a ausência de sincronia entre estas forças, com a consequente ausência de ajuste a produzir muita confusão psíquica, praticamente constrangendo a inteligência encarnada a passar muito mais tempo tentando se ajustar ao meio que está inserida do que suprindo suas necessidades de autoaprimoramento. E tudo isso porque o ser não recebeu uma educação adequada a sua natureza inteligente, sentimental e emocional.

37 A ausência de sincronia pode ocorrer por dois fatores: Vocês imaginam quais são? 1º:- Ausência de integração entre as forças sentimentais e as biológicas, promovendo com que as impressões das vivências passadas, suplantem a atualidade, tornando a área psíquica perturbada entre o que ela sente e aquilo que a realidade impõe, sendo isto, fator inerente à atualidade do indivíduo reencarnado. Desta forma, teremos o indivíduo com fortes desequilíbrios de ordem psíquica, envolvendo as áreas do pensamento, do sentimento, da vontade e da energia sexual.

38 2º:- É a educação condicionada, rígida, que gera um condicionamento, ou engessamento, na área sentimental e emocional, tornando o indivíduo um verdadeiro robô. Este desenvolve tudo que a sociedade exige, negando sua capacidade de sentir e embotando seu mundo emocional. Estes seriam os indivíduos insensíveis a si mesmos e, como consequência, ao meio que estão inseridos, alimentando uma imagem idealizada de bem sucedidos, mas com fortes cargas emocionais contidas, que podem explodir a qualquer momento, principalmente na figura dos educadores (pai e/ou mãe),ou algum outro educador de maior ênfase.

39 A sensibilidade não direcionada ou embotada, não possibilitará às três dimensões da inteligência, o ritmo necessário para que a mesma possa tomar as rédeas de si, no desenvolvimento da autoconsciência. Então, aí a sensibilidade não direcionado ou embotada. Aonde está a sensibilidade? Na área psíquica.

40 Correto, mas a sensibilidade ela embute aí às 3 áreas, ela permeia. Porque a área psíquica se envolve de si, no seu âmbito de sensibilidade e estende a constituição psicológica e fisiológica. Quando ela esta embotada, não tem o ritmo necessário. Não tendo o ritmo necessário para que a inteligência possa tomar as rédeas de si mesmo, aí surgem o que? A dificuldade no desenvolvimento da autoconsciência.

41 não tenho definição na área da sexualidade, tenho desejo por meninas e por meninos, isto quer dizer o que? Que a minha atenção já vai se focar ai, eu vou querer passar a vida o que? Me enquadrando em uma definição, ou eu assumo que não tenho definição nenhuma ou eu assumo o que? Que vou viver aquilo que a realidade me impôs, que é a minha constituição fisiológica.

42 Senão ocorrer isto meus amigos, uma definição, é muito comum que a inteligência passa a encarnação inteira tentando se ajustar a este fator. E ao tentar se ajustar a este fator ela perde a oportunidade reencarnascionista. Porque a realidade se impôs. Ela não se ajustou, ela está tentando entre um fator e o outro e passa a vida inteira querendo se ajustar nisto, ou seja, ela passa a encarnação inteira. Vamos supor que chega aos 80 anos, serão 80 anos de ausência de si. Por que serão 80 anos tirando aí, os quinze anteriores de adolescência.

43 Entenderam ou não? Parou no tempo, a adolescência não vai ser conduzida para que o indivíduo amadureça na fase adulta, ele vai permanecer no adolescer de si mesmo.

44 O que é a inteligência envolvida pelo seu inconsciente? É inteligência perturbada na sua zona consciente. E ela está perturbada por quê? Por que tudo que ela está sentindo, não tem definição, nao tem razão de ser, ela não entende, ela não sabe por quê.

45 Mas sem nenhum tipo de resposta que produz uma linha de definição para a inteligência. E este indivíduo que eu estou citando, ele até pode se desenvolver muito bem intelectivamente, e dar respostas intelectiva a si mesmo, mas que não satisfaçam a sua área psíquica que é o seu sentir. Esclareceu intelectivamente a zona consciente compreendeu, mas a área sensível não alterou.

46 Teríamos aí o indivíduo pertubado na zona consciente, e este indivíduo pertubado na zona consciente não conseguirá construir o que? Ele não conseguirá construir o futuro ele estará sempre revivendo o passado, aprisionado pelo passado, lastimando o passado, querendo entender o passado, querendo conjugar fatores que ele ainda não consegue, sem se delinear na construvidade do seu futuro. Por que não sei se vocês sabem, para construir o futuro é preciso compreender o passado. E o passado para vocês está? Inconsciente. Necessitando ser tornado autoconsciente.

47 Todos os sentimentos da inteligência em humanidade foram construídos, da relação da mesma, com o meio no qual experimentou diversas formas de manifestação. Estas deixaram na estrutura perispiritual, o acúmulo de impressões que a área psíquica desenvolveu, no tocante ao sentir que cada movimento psíquico manifestou.

48 Estas formas de manifestações utilizadas deixaram impressões sensíveis no banco de dados da inteligência, que é o corpo perispiritual. Este banco de dados se movimenta psicologicamente, padronizado, consequentemente estas informações ou impressões chegam a zona consciente com intensidade através da reencarnação e do período da adolescência. Então no tocante ao sentir que cada movimento psíquico manifestou, tudo isto compõe hoje o indivíduo que cada um de você é.

49 Área psíquica: capacidade de sentir da inteligência é esta potência que delibera a construtividade das demais, que são: pensamento, vontade e energia sexual; Quando se fala em área psíquica, espírito, inteligência ou alma. Nós estamos falando na potência sensível, é aonde vocês sentem. Vocês não sentem no corpo e nem sentem na área psicológica, vocês sentem psiquicamente.

50 Área psicológica: acúmulo de impressões das movimentações psíquicas com o meio e a forma experimentada; Área fisiológica: forma de sentir a área manifesta da inteligência; A área fisiológica, por que vocês têm aí um corpinho, este corpinho sem inteligência sensível ele é um aglormerado de carne na pedra, morto. Então o que é verdadeiramente a área fisiológica? A área fisiológica é a forma com que a inteligência sente a forma a qual ela se manifesta neste momento.

51 Consciência: estado íntimo da inteligência, que a leva, de certa maneira, a se confundir com a forma experimentada; neste caso, o homem ou a humana. Estado íntimo da inteligência, que a leva, de certa maneira, a se confundir com forma experimentada; neste caso, o homem. Então nós podemos dizer que houve um estado de consciência, isto de maneira didática, mineral que se somou ao estado de consciência mineral e vegetal, que se somou ao estado de consciência mineral, vegetal e animal, que se somou a um estado de consciência mineral, vegetal, animal e hominal constituindo o que vocês identificam por homem.

52 Área psíquica: capacidade de sentir da inteligência, é esta potência que delibera a construtividade das demais, que são: pensamento, vontade e energia sexual; É evidente, que se a área psíquica estiver em equilíbrio, ela encontrar integração, confluência e sincronia das energias, é evidente que ela terá uma acessibilidade às suas construções de uma maneira mais efetiva. Volto a repetir, mais equilibrada, porque é a partir daí, que ela aciona as potências construtoras: pensamento, vontade e energia sexual para deliberação daquilo que as idéias da inteligência vão constituindo.

53 Área psicológica: acúmulo de impressões das movimentações psíquicas com o meio e a forma experimentada; Então, na área psicológica de vocês, encontraremos a experiência, como já disse, no estágio mineral, no estágio vegetal, no estágio animal, no estágio hominal. Todas essas experiências, constituiu o aperfeiçoamento de uma forma de manifestação que produz para a inteligência, autoconsciência, que é a forma física que vocês classificam como forma humana.

54 Só se tem autoconsciência na forma humana. Na forma animal, vegetal, mineral, não existe autoconsciência, existe lampejos de desenvolvimentos da capacidade de pensar da inteligência. Consequentemente, todos estes experimentos, acumulou impressões no corpo perispiritual, que é o banco de dados da inteligência, ou seja,onde dormita o seu inconsciente, todas as experiências que não se tornaram ainda autoconscientes. Então é necessário que a área psíquica ela encontre uma zona de confluência, chamada consciente, aonde ela possa entrar em contato com a área psicológica ou o inconsciente de si, e a área da energia biológica, que no caso, seriam as energias constituídas pela biologia, ou seja, pela vida.

55 Área fisiológica: forma de sentir a área manifesta da inteligência; Exato. Então, um dia, a inteligência na sua sensibilidade, era mineral, um dia, era vegetal, num outro dia era animal e hoje, homem. Só que com uma característica muito diferente e acentuada, autoconsciência, capacidade de interagir com o meio e capacidade de interação interna. A inteligência acessa a vida interior através do desenvolvimento da autoconsciência.

56 Consciência: estado íntimo da inteligência, que a leva, de certa maneira, a se confundir com a forma experimentada; neste caso, o homem. Então, o que é a consciência meus amigos, com essa definição aqui? Estado íntimo da inteligência, que leva, de certa maneira, a se confundir com a forma experimentada; neste caso, o homem, ou o corpo fisiológico. Isto denota que a consciência é um estado psíquico, ela não é psicológica, não é biológica, não é sentimental, embora os sentimentos sejam produtos da consciência. Deliberados aí, pela Lei que rege a consciência humana, que é a Lei de Sobrevivência.

57


Carregar ppt "Educação de Essencialidades. DINAMICA INICIAL ESCREVA QUEM VOCÊ É."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google