A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Formulação de Exigências Tributo Federal e Defesa Comercial Darf eletrônico Curso do DespachoApós o Desembaraço Registro da DI Créditos Tributários Darf.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Formulação de Exigências Tributo Federal e Defesa Comercial Darf eletrônico Curso do DespachoApós o Desembaraço Registro da DI Créditos Tributários Darf."— Transcrição da apresentação:

1 Formulação de Exigências Tributo Federal e Defesa Comercial Darf eletrônico Curso do DespachoApós o Desembaraço Registro da DI Créditos Tributários Darf formulário (Coana) Desembaraço Aduaneiro Revisão Aduaneira Denúncia Espontânea Notificação de Lançamento Retificação Auto de Infração Denúncia Espontânea Inclusive os acréscimos legaisInclusive multas e acréscimos legais

2 Formulação de Exigências O procedimento fiscal tem início com:... III - o começo de despacho aduaneiro de mercadoria importada. Decreto nº /72, artigo 7º, inciso III A exigência do crédito tributário e a aplicação de penalidade isolada serão formalizados em autos de infração ou notificações de lançamento, distintos para cada tributo ou penalidade, os quais deverão estar instruídos com todos os termos, depoimentos, laudos e demais elementos de prova indispensáveis à comprovação do ilícito. (Redação dada pela Lei nº /09) Decreto nº /72, artigo 9º A apuração da regularidade do pagamento do imposto e demais gravames devidos à Fazenda Nacional ou do benefício fiscal aplicado, e da exatidão das informações prestadas pelo importador será realizada na forma que estabelecer o regulamento e processada no prazo de 5 (cinco) anos, contado do registro da declaração de que trata o art.44 deste Decreto-Lei. (Redação dada pelo Decreto-Lei nº 2.472/88) Decreto-Lei nº 37/66, artigo 54

3 Formulação de Exigências O auto de infração será lavrado por servidor competente, no local da verificação da falta, e conterá obrigatoriamente: I - a qualificação do autuado; II - o local, a data e a hora da lavratura; III - a descrição do fato; IV - a disposição legal infringida e a penalidade aplicável; V - a determinação da exigência e a intimação para cumpri-la ou impugná-la no prazo de trinta dias; VI - a assinatura do autuante e a indicação de seu cargo ou função e o número de matrícula. Decreto nº /72, artigo 10 A impugnação da exigência instaura a fase litigiosa do procedimento. Decreto nº /72, artigo 14 Decreto nº 6.759/09, artigo Pagamento independente de processo; e - Manifestação de inconformidade Auto de Infração IN SRF 680/06, artigo 42 - Exigências registradas no Siscomex - Pagamento independente de processo; e - Manifestação de inconformidade Auto de Infração

4 Formulação de Exigências A notificação de lançamento será expedida pelo órgão que administra o tributo e conterá obrigatoriamente: I - a qualificação do notificado; II - o valor do crédito tributário e o prazo para recolhimento ou impugnação; III - a disposição legal infringida, se for o caso; IV - a assinatura do chefe do órgão expedidor ou de outro servidor autorizado e a indicação de seu cargo ou função e o número de matrícula. Prescinde de assinatura a notificação de lançamento emitida por processo eletrônico. Decreto nº /72, artigo 11 A impugnação da exigência instaura a fase litigiosa do procedimento. Decreto nº /72, artigo 14 Decreto nº 6.759/09, artigo Revisão Aduaneira; - 5 (cinco) anos; e - Ciência da exigência (Conclusão).

5 Formulação de Exigências Processo n.º: /00-30 Recurso n.º: Matéria: INFRAÇÃO ADMINISTRATIVA Recorrente: FAZENDA NACIONAL Interessado: Acórdão n.º: CSRF/ DENUNCIA ESPONTÂNEA. ART. 138 CTN – PROCEDIMENTO EXCLUDENTE DA ESPONTANEIDADE - Dispõe o § único, do art. 138, do C.T.N., que não se considera espontânea a denúncia apresentada após o início de qualquer procedimento administrativo ou medida de fiscalização, relacionados com a infração. O início do Despacho Aduaneiro de Importação (Registro da D.I.), em que pese o disposto no art. 7°, inciso III e § 1°, do Decreto n° /72, não se enquadra em tal dispositivo do C.T.N., pois que não se trata de procedimento ou medida fiscal relacionados com a infração. Reconhecida a espontaneidade da denúncia praticada pela Contribuinte, para fins de exclusão de penalidades (multas de mora e/ou de ofício), em obediência ao citado art. 138, caput. Recurso negado. Denúncia espontânea


Carregar ppt "Formulação de Exigências Tributo Federal e Defesa Comercial Darf eletrônico Curso do DespachoApós o Desembaraço Registro da DI Créditos Tributários Darf."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google