A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Tipos de Catástrofes Sismos Cheias Maremotos Incêndios.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Tipos de Catástrofes Sismos Cheias Maremotos Incêndios."— Transcrição da apresentação:

1

2 Tipos de Catástrofes Sismos Cheias Maremotos Incêndios

3 Sismos: o que são sismos Os sismos são movimentos vibratórios bruscos da superfície terrestre, a maior parte das vezes devido uma súbita libertação de energia em zonas instáveis do interior da Terra.

4 Sismos Manter a calma. Em casa ou na escola, dirige-te para o local seguro, ombreiras de portas, cantos de salas, debaixo das mesas. Ajoelha-te e protege a cabeça e os olhos com as mãos. Afasta-te de janelas, espelhos e chaminés ou outro objecto que possa cair. Se estiveres num grande edifício, nunca te precipites em querer sair, as saídas podem estar cheias, procura alternativas e aguarda. Nunca utilizes os elevadores. Na rua, procura sempre os locais mais abertos, afasta-te de edifícios altos, postes eléctricos ou outros objectos que te possam cair em cima. Se estiveres num carro, pede para pararem a viatura longe de locais apertados, mas sim, em locais abertos e amplos e permanece dentro dela. Teres atenção a novas réplicas ( As Réplicas são Sismos mais pequenos que ocorrem depois no principal). Não acendas isqueiros ou fósforos, podem haver fugas de gás. Dirige-te para um local aberto, podem estar coisas a/ou para cair. Corta a electricidade, gás e água de imediato. Não toques em nada que esteja em contacto com fios eléctricos. Se houver focos de incêndios localiza-os e e pede ajuda para apaga-los. Pede para limparem todos os vestígios de materiais inflamáveis. Afasta-te da praia, depois de um sismo, vem sempre uma onda gigante (Tsunami). Solta os animais que estiverem presos. Se estives na rua, não vás para casa. Pede ajuda se vires feridos, (se souberes) presta-lhes os primeiros socorros. Liga o rádio a pilhas e está atento às comunicações e recomendações. O que fazer em caso de um sismo: O que fazer depois de um sismo:

5 Cheias: o que são cheias? As cheias são fenómenos naturais extremos e temporários, provocados por precipitações moderadas e permanentes ou por precipitações repentinas e de elevada intensidade. Este excesso de precipitação faz aumentar o caudal dos cursos de água, originando o extravase do leito normal e a inundação das margens e áreas circunvizinhas. Nalgumas partes do globo as cheias podem dever-se também ao derretimento de calotes de gelo.

6 Cheias MANTENHA A SERENIDADE. Procure dar apoio às crianças, aos idosos e aos deficientes. Continue atento aos conselhos da Protecção Civil. Prepare-se para a necessidade de ter de abandonar a casa. Desligue a água, o gás e a electricidade. Não ocupe as linhas telefónicas. Use o telefone só em caso de emergência. Não caminhe descalço nem saia de casa para visitar os locais mais atingidos. Não utilize o carro. Pode ser arrastado para buracos no pavimento, para caixas de esgoto abertas, ou até para fora da estrada. Não entre em zonas caudalosas. Há o risco de não conseguir suportar a força da corrente, além de que pode ocorrer uma subida inesperada do nível da água. A água da cheia pode estar contaminada com substâncias indesejáveis. Não a beba. Procure ter sempre uma atitude prática perante os acontecimentos. Siga os conselhos da Protecção Civil. Regresse a casa só depois de lhe ser dada essa indicação. Preste atenção às indicações difundidas pela comunicação social. Facilite o trabalho das equipas de remoção e limpeza da via pública. Ao entrar em casa, faça uma inspecção que lhe permita verificar se a casa ameaça ruir. Se tal for provável, NÃO ENTRE. Não pise nem mexa em cabos eléctricos caídos. Não se esqueça de que a água é condutora de electricidade. Mantenha-se sempre calçado e, se possível, use luvas de protecção. Opte pelo seguro. Deite fora a comida (mesmo embalada) e os medicamentos que estiveram em contacto com a água da cheia, pois podem estar contaminados. Verifique o estado das substâncias inflamáveis ou tóxicas que possa ter em casa. Comece a limpeza da casa pela dispensa e zonas mais altas. Beba sempre água fervida ou engarrafada. O que fazer em caso de uma cheia: O que fazer depois de uma cheia:

7 Maremotos: o que são maremotos Maremoto é um sismo numa região coberta por um oceano. É ocasionado pelo deslocamento das placas tectónicas, que são blocos em que a crosta terrestre está dividida. Os grandes maremotos produzem ondas gigantescas chamadas tsunamis que se deslocam por quilómetros a alta velocidade. Às vezes essas ondas atingem ilhas e costas dos continentes, provocando destruição material e mortes nos locais habitados.

8 Maremotos O que fazer em caso de um maremoto: O que fazer depois de um maremoto Fuja imediatamente para lugares altos, logo que sinta tremores que o impeçam ficar de pé. É um indício de um o abalo. Não fuja para beira dos rios, pois o rio pode transbordar, empurrando a corrente em sentido contrário. Continue prevenido, mesmo que o mar se acalme após a primeira grande onda. O alarme continua mesmo depois de 12 a 24 horas, pois novos abalos podem ocorrer e com uma maior força. Afaste-se de materiais duros como concreto ou pedras. Fique longe de áreas inundadas e danificadas até que os funcionários dizem que é seguro voltar. Fique longe de detritos na água, que pode representar um risco de segurança para embarcações e pessoas. Salve-se a si e não aos seus bens.

9 Os incêndios florestais são catástrofes naturais extremamente graves, não só pela elevada frequência com que ocorrem e extensão que alcançam, como pelos efeitos destrutivos que causam. Para além dos prejuízos económicos e ambientais, podem constituir uma fonte de perigo para as populações e bens. Incêndios florestais: o que são incêndios florestais

10 Incêndios florestais O que fazer em caso de incêndio florestal: Ter sempre um meio para extinguir de imediato e completamente o início de um incêndio (exemplo: extintor), principalmente se você mora próximo a áreas de risco; Utilizar materiais resistentes ao fogo na construção ou renovação das suas habitações; Plantar árvores que possam contribuir para a contenção mais fácil da linha de um incêndio; Criar uma zona de segurança, num mínimo de 50 metros, entre a sua habitação e a área que contenha materiais combustíveis; Utilizar e armazenar materiais combustíveis, somente em zonas seguras e fora da sua habitação; Ter em atenção a localização das linhas eléctricas em relação às copas das árvores e se for o caso providencie sua poda junto aos organismos competentes; Elaborar planos de evacuação da sua casa pedindo a colaboração dos vizinhos; Planejar a utilização de estradas alternativas para fugir das zonas de perigo. São medidas simples e de bom senso, que devem ser adoptadas sempre que houver risco de incêndio e, sobretudo, durante os períodos mais quentes e/ou secos do ano.


Carregar ppt "Tipos de Catástrofes Sismos Cheias Maremotos Incêndios."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google