A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Treinamento: Produtos Artek. Luminotecnia Podemos ver que a luz é composta por três cores primárias. A combinação das cores vermelho, verde e azul permite-nos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Treinamento: Produtos Artek. Luminotecnia Podemos ver que a luz é composta por três cores primárias. A combinação das cores vermelho, verde e azul permite-nos."— Transcrição da apresentação:

1 Treinamento: Produtos Artek

2 Luminotecnia Podemos ver que a luz é composta por três cores primárias. A combinação das cores vermelho, verde e azul permite-nos obter o branco. A combinação de duas cores primárias produz as cores secundárias - magenta, amarelo e cyan. As três cores primárias dosadas em diferentes quantidades permite-nos obter outras cores de luz.

3 O que é a luz A luz na forma como a conhecemos é uma gama de comprimentos de onda a que o olho humano é sensível. A luz é composta pelas sete cores do arco-íris e os pigmentos contidos nos objetos têm a capacidade de absorver determinadas cores e refletir outras.

4 A lâmpada Quando usamos a iluminação de, ela forma racional nos apresenta uma série de benefícios, entre os quais podemos citar: proteção à visão humana e influências benéficas sobre o sistema nervoso vegetativo, que comanda o metabolismo e as funções do corpo. Dessa forma, uma boa iluminação faz com que se eleve o rendimento do trabalho que se realiza e diminuam-se os erros e acidentes, contribuindo para mais conforto, bem-estar e economia e segurança.

5 Eficiência e Economia Provavelmente estas não são as primeiras palavras que vêm a sua mente quando você pensa em comprar lâmpadas para iluminar sua casa. Geralmente você está pensando em beleza e destaque para sua decoração ou ainda em deixar a casa clara e bem iluminada. Eficiência: A eficiência de uma lâmpada é a maneira como ela consome energia elétrica. Nas lâmpadas incandescentes e halógenas, 80% da energia utilizada é transformada em calor e apenas 15% gera luz. Toda esta energia transformada em calor é lançada no ambiente, causando aumento da temperatura e desconforto.

6 Economia: Estima-se que a iluminação seja responsável por uma pequena parcela do consumo de energia do lar (entre 10% e 20%). Porém esta parcela pode ser ainda mais reduzida com a troca das lâmpadas convencionais por lâmpadas de alta tecnologia como as Artek. Isso sem nenhum prejuízo no nível de iluminação e com uma série de benefícios, como por exemplo: a redução do volume de calor lançado no ambiente e a diminuição da troca de lâmpadas, pois elas além da economia no consumo, têm a vida útil maior que as lâmpadas incandescentes. E possuem o Etiqueta de eficiência energética ENCE com classificação A e B.

7 Características Técnicas das lâmpadas Potência: Sua unidade é o Watt (W), e representa o consumo de energia elétrica de uma lâmpada para produzir um determinado fluxo luminoso. Tensão : Sua unidade é o Volt (V), é a diferença de potencial, medido em Volt (V); Temperatura de Cor: Quando falamos em luz quente ou fria, não estamos nos referindo ao calor físico da lâmpada, e sim a tonalidade de cor que ela dá ao ambiente. A tonalidade de cor de luz por uma fonte luminosa é denominada Temperatura de Cor e sua unidade de medida é o Kelvin (K) Quanto mais alta a temperatura de cor de uma lâmpada, mais clara a tonalidade de luz emitida por ela. Ex.: uma lâmpada de temperatura de cor de 2.700K tem tonalidade suave, uma de 6500K tem tonalidade clara. Em uma residência o ideal é variar entre e 5.000K conforme o ambiente a ser iluminado.

8 Fluxo luminoso: é a quantidade de luz emitida em todas as direções por uma fonte luminosa. Valores aproximados do fluxo luminoso: Lâmpada de incandescência de 100 W: 1500 lm Lâmpada fluorescente de 40 W: 2600 lm Eficiência luminosa de uma lâmpada É calculada pela divisão entre o fluxo luminoso emitido em lúmens e a potência consumida pela lâmpada em Watt. A unidade de medida é o lúmen por Watt (lm/W). Uma lâmpada proporciona uma maior eficiência luminosa quando a energia consumida para gerar um determinado fluxo luminoso é menor do que da outra. Eficiência luminosa incadescente 100W = 1500 / 100 = 15 lm/W Eficiência luminosa fluorescente 40W = 2600 / 40 = 65 lm/W Características Técnicas das lâmpadas

9 Índice de Reprodução de Cor (IRC) Este índice quantifica a fidelidade com que as cores são reproduzidas sob uma determinada fonte de luz. A capacidade da lâmpada reproduzir bem as cores (IRC) é independente da sua temperatura de cor (K), existem lâmpadas com diferentes temperaturas de cor e que apresentam o mesmo IRC. Numa residência devemos utilizar lâmpadas com boa reprodução de cores (IRC acima de 80), pois está característica é fundamental para o conforto e beleza do ambiente. Vida Média: É definida como o tempo em horas, enquanto uma lâmpada incandescente tem uma vida mediana de horas as LFC Artek tem vida mediana de horas e horas. As lâmpadas fluorescente tem sua vida mediana obtida através de testes com ciclo de acendimento de 2 horas e 45 minutos energizada por 15 minutos desligadas, repetidos 8 ciclos 24 horas por dia. Vida da lâmpada é afetada pelo número de acendimentos? A vida de uma lâmpada de descarga (Fluorescente linear, Fluorescente Compacta, Vapor Mercúrio, Vapor de Sódio, Vapor Metálico, etc.) é influenciada pelo número de horas de uso ou pela freqüência de acendimento.

10 Tipos de lâmpadas As lâmpadas dividem –se essencialmente em dois grandes grupos: lâmpadas de incandescência e lâmpadas de descarga. Lâmpadas de Descarga: A luz emitida por uma lâmpada de descarga é produzida pela passagem da corrente elétrica em um gás ou vapor ionizado que, ao chocar-se com a pintura fluorescente ou com cristais de fósforos no interior do tubo, emite luz visível.

11 Lâmpada Incadescente: É constituída por um filamento de tungsténio alojado no interior de um ampola de vidro preenchida com gás inerte. Quando da passagem da corrente elétrica pelo filamento, os eletróns chocam com os átomos de tungsténio, liberando energia que se transforma em luz e calor. Temperatura do filamento: Superior a 2 000º C. Vida útil: Em média horas de funcionamento. Índice de restituição de cor: Possui geralmente um IRC de100. Rendimento luminoso (lm/w): Têm o menor rendimento luminoso de todas as lâmpadas (cerca de 17 lm/W) Temperatura de cor: K Casquilho metálico, geralmente de latão. Pode ser do tipo rosca ou baioneta. Ampola ou bolbo, invólucro de vidro. Gás inerte (azoto, árgon ou crípton). Filamento de tungstênio. Tungstênio, elemento químico de símbolo - W

12 Lâmpadas de halogéneo: são preenchidas com gases inertes e halogéneo (iodo, cloro, bromo) que capturam os átomos de tungsténio e os transportam de volta para o filamento. Com isto, o tamanho da lâmpada pode ser reduzido significativamente, emitindo uma luz mais brilhante e tendo uma maior durabilidade. Oferecem mais luz com potência menor ou igual à das incandescentes comuns, além de possuírem uma vida útil mais longa, variando entre e horas. São usadas em projetores e com diversas aplicações interiores e exteriores e em particular nos faróis dos automóveis e Base: R7S, GU 10, GU 5.3 etc. Cor: 2800K Quente - Potência W – Tensão:230 V Lúmen: 4000 lm

13 Lâmpadas de descarga de baixa pressão As lâmpadas fluorescentes são as mais conhecidas e podem ser de vários tipos: - lineares (tubulares): utilizadas principalmente em ambientes de escritórios, comerciais e salas de aula; - circulares: são utilizadas em ambientes comerciais, mas já possuem grande utilização doméstica, pois algumas podem até substituir as lâmpadas incandescentes comuns. -compactas: aplicação doméstica, pois substituem as incandescentes comuns, já que possuem a rosca tipo Edison; - coloridas e lâmpadas de néon; luz negra;

14 Lâmpadas Fluorescentes Lâmpada Fluorescente conhecidas com Fluorescente Tubulares ou lineares. Essas lâmpadas funcionam de modo semelhante aos tubos de descarga de gás néon, possuem um par de elétrodos em cada extremo. Os elétrons são emitidos de um eletrodo por meio de uma sobretensão. O tubo de vidro é coberto com um material à base de fósforo, este, quando excitado com radiação ultravioleta gerada pela ionização dos gases, geralmente vapor de mercúrio, produz luz visível. Os equipamentos auxiliares das lâmpadas fluorescentes são o reator e o starter.

15 Reatores e Starter Há dois tipos de balastros encontrados no mercado são : electromagnéticos e electrônicos. Reatores Eletrônicos: São equipamentos auxiliares necessários para o acendimento das lâmpadas de descarga. Servem para limitar a corrente e adequar as tensões para o perfeito funcionamento das lâmpadas. Os reatores podem ser simples ou duplos, de alto ou baixo fator de potência e aumentam a carga das lâmpadas em cerca de 25%. Reatores eletromagnéticos : são constituídos por um núcleo laminado de aço silício (com baixas perdas) e bobinas de fio de cobre esmaltado. Starter: A função do starter nos circuitos com lâmpadas fluorescentes é fornecer as condições adequadas de ignição para uma correta partida da lâmpada

16 Lâmpadas Fluorescentes Compactas

17 Fluorescentes compactas Mais luz, menos energia e design compacto e elegante – três boas razões para se escolher lâmpadas fluorescentes compactas da ARTEK. Elas consomem consideravelmente menos energia que as lâmpadas incandescentes. Possuem maior durabilidade e podem ser utilizadas no lugar de praticamente todas as lâmpadas incandescentes devido a sua compactação e base compatível.

18 Linha 2U Linha 3U Linha 4U ESPIRAL

19 Lâmpadas LED

20 Lâmpadas de alta pressão A primeira etapa para o seu funcionamento é a ruptura do arco do gás de partida que só ocorre se o circuito de partida fornecer a lâmpada uma tensão com amplitude, largura e tempo de subida adequados. Quando o arco é estabelecido, através do gás de ignição xenônio, ele produz uma luz branco –azulada. O aquecimento do arco de xenônio faz com que o sódio e o mercúrio dentro do tubo de descarga também se vaporizem rapidamente. Somente após esta vaporização a lâmpada assume sua cor branco- dourada. Esse processo leva, na maioria das lâmpadas, de 4 a 6 minutos e a partir daí a luminosidade da lâmpada começa a aumentar até atingir seu valor nominal.

21 Lâmpadas de alta pressão A lâmpada de vapor de mercúrio, é constituída de um bulbo protetor contendo gás nitrogênio sob baixa pressão, um tubo de descarga com três eletrodos, sendo dois eletrodos principais, e um auxiliar, também conhecido como eletrodo de partida. Ligado ao eletrodo de partida existe um pequeno resistor, cuja finalidade é limitar a corrente elétrica no eletrodo auxiliar, de maneira que o mesmo só funcione durante a partida da lâmpada. A lâmpada de vapor metálico, é extremamente semelhante a lâmpada de vapor de mercúrio, exceto pela presença de iodetos metálicos, pelo seu desempenho muito maior, e pela possibilidade de se variar a coloração da lâmpada pela seleção dos iodetos metálicos colocados no interior do tubo de descarga. Esse tipo de lâmpada também conta com um revestimento de alumina nas extremidades do tubo de descarga, cujo objetivo é refletir o calor produzido pela descarga para os eletrodos, impedindo a condensação dos iodetos no interior do tubo de descarga da lâmpada.

22 A lâmpada a vapor de sódio sob alta pressão difere da lâmpada a vapor de sódio sob baixa pressão pelo fato de seu espectro ser muito mais rico, sendo até mais rico que o espectro da lâmpada a vapor de mercúrio sob alta pressão. Isto ocorre devido o fato de que sob altas temperaturas e pressões, as linhas monocromáticas do espectro do sódio começam a se superpor, produzindo através de interferências construtivas e destrutivas outras linhas espectrais, que normalmente seriam imperceptíveis.

23 Luminárias de Emergência A Luminária de Emergência ARTEK é leve e portátil, o que facilita o transporte para utilização em escolas, hotéis, restaurantes, academias, elevadores, shoppings, supermercados, condomínios, camping, enfim, qualquer lugar onde haja necessidade de iluminação em caso de falta de energia elétrica.

24 Luminária Comercial Luminária de Sobrepor e Embutir Corpo: Chapa de aço zincada e pintura eletrostática branca; Difusor: Poliestireno cristal martelado, leitoso ou transparente; Lâmpada: Fluorescente tubular.

25

26 Luminária Comercial

27 Plafon

28 Arandela

29 Pendente

30 Refletores

31 Spot E-27

32 Marretas

33 Alicates

34

35 Serrotes

36 Chaves de Fenda

37

38 Chave Allen Pá de pedreiro

39 Martelos

40 Trena Chave Ajustável Facão Escova de aço

41 Chaves Combinadas


Carregar ppt "Treinamento: Produtos Artek. Luminotecnia Podemos ver que a luz é composta por três cores primárias. A combinação das cores vermelho, verde e azul permite-nos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google