A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Simone Nardi. Todo mundo é bom no meio de bons. Ser bom no meio dos bons é fácil. Ser livre no meio dos livres é fácil. Isso é para os fracos. Agora quero.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Simone Nardi. Todo mundo é bom no meio de bons. Ser bom no meio dos bons é fácil. Ser livre no meio dos livres é fácil. Isso é para os fracos. Agora quero."— Transcrição da apresentação:

1 Simone Nardi

2 Todo mundo é bom no meio de bons. Ser bom no meio dos bons é fácil. Ser livre no meio dos livres é fácil. Isso é para os fracos. Agora quero ver ser bom no meio dos maus; ser livre no meio dos escravos; ser puro no meio dos impuros. Isto é, produzir fora do tempo favorável. Huberto Rohden

3 Definição: Paixão forte que nos incita contra o que nos ofende ou indigna; ódio, raiva, ira: deixar-se dominar pela cólera. Sentimento de justiça que se atribui a Deus quando castiga as culpas dos homens: a cólera divina. Sinônimos: Cólera: exarcebação, exasperação, gana, ira, irritação, malquerença, odiosidade,raiva,rancor, sanha e ódio.

4 A cura do judeu!

5 A cólera prejudica a saúde do corpo, ofusca o entendimento e cega a razão. Diderot

6 O estado de cólera, ou raiva, é capaz de: Liberar inúmeras toxinas Prejudicar o fígado A vesícula biliar Atacar o estômago O olhos danos ao organismo

7 A cólera e o desespero, a crueldade e a intemperança : anulam quase todos os recursos de defesa (sistema imunológico) Caminho para a tuberculose e o câncer, a lepra e a ulceração

8 Um minuto de cólera pode ser uma invocação às forças tenebrosas do crime, operando a ruptura de largas e abençoadas tarefas que vínhamos efetuando na sementeira do sacrifício.

9 Por esse momento impensado, muitas vezes, esposamos escuros compromissos, descendo da harmonia à perturbação e vagueando nos labirintos da prova por tempo indeterminado à procura da necessária reconciliação com a vida em nós mesmos.

10 Anestesia Cegueira Obsessões ORGULHO

11

12 Verbal Física

13

14

15 Violenta non durante..

16

17

18 Eu Divino = desistência de qualquer violência

19 Estágio evolutivos Mudança no Planeta Mundos inferiores

20 Ahimsa (não violência) Suavidade Mansidão Conquistas duráveis

21 Irradiação humana sobre os demais seres Consciência da natureza Reações boas /ruins

22

23

24 Semente da paciência, da benevolência Caridade Amor ao próximo ATO X POTÊNCIA

25 Comece fazendo o que é necessário, depois o que é possível, e de repente você estará fazendo o impossível. São Francisco de Assis"

26

27 "Um velho judeu, de alma torturada por pesados remorsos, chegou certo dia, aos pés de Jesus, e confessou-lhe estranhos pecados. Valendo-se da autoridade que detinha no passado, havia despojado vários amigos de suas terras e bens, arremessando-os à ruína total e reduzindo- lhes as famílias a doloroso cativeiro. Com maldade premeditada, semeara em muitos corações o desespero, a aflição e a morte. Achava-se, desse modo, enfermo, aflito e perturbado... Médicos não lhe solucionavam os problemas, cujas raízes se perdiam nos profundos labirintos da consciência dilacerada. O Mestre Divino, porém, ali mesmo, na casa de Simão Pedro, onde se encontrava, orou pelo doente e, em seguida, lhe disse: - Vai em paz e não peques mais. O ancião notou que uma onda de vida nova lhe penetrara o corpo, sentiu-se curado, e saiu, rendendo graças a Deus. Parecia plenamente feliz, quando, ao atravessar a extensa fila dos sofredores que esperavam pelo Cristo, um pobre mendigo, sem querer, pisou-lhe num dos calos que trazia nos pés. O enfermo restaurado soltou um grito terrível e atacou o mendigo a bengaladas. Estabeleceu-se grande tumulto. Jesus veio à rua apaziguar os ânimos. Contemplando a vitima em sangue, abeirou-se do ofensor e falou: - Depois de receberes o perdão, em nome de Deus, para tantas faltas, não pudeste desculpar a ligeira precipitação de um companheiro mais desventurado que tu? O velho judeu, agora muito pálido, pôs as mãos sobre o peito e bradou para o Cristo: - Mestre, socorre-me!... Sinto-me desfalecer de novo... Que será isto? Mas, Jesus apenas respondeu, muito triste: - Isso, meu irmão, é o ódio e a cólera que outra vez chamaste ao próprio coração. E, ainda hoje, isso acontece a muitos que, por falta de paciência e de amor, adquirem amargura, perturbação e enfermidade." (De Pão Nosso, de Francisco Cândido Xavier, pelo espírito Meimei)


Carregar ppt "Simone Nardi. Todo mundo é bom no meio de bons. Ser bom no meio dos bons é fácil. Ser livre no meio dos livres é fácil. Isso é para os fracos. Agora quero."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google