A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Avaliação em Campo de Buchas em Transformadores de Potência – Fator de Dissipação a 60 Hz é Suficiente? Marcelo E. de C. Paulino.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Avaliação em Campo de Buchas em Transformadores de Potência – Fator de Dissipação a 60 Hz é Suficiente? Marcelo E. de C. Paulino."— Transcrição da apresentação:

1 Avaliação em Campo de Buchas em Transformadores de Potência – Fator de Dissipação a 60 Hz é Suficiente? Marcelo E. de C. Paulino

2 Avaliação de Buchas com Variação de Freqüência Este trabalho mostra técnicas de avaliação e testes de buchas de transformadores utilizando varredura de freqüências. Utiliza os testes de Capacitância, Fator de Dissipação e Fator de Potência, variando a freqüência de teste de 15 a 400 Hz. Por meio da observação do fenômeno do efeito pelicular e do fenômeno da polarização do meio dielétrico, o trabalho avalia a condição do isolamento de transformadores de potência e buchas de alta tensão. Marcelo Paulino – 2

3 Ponte Schering (1919) - Primeira aplicação para diagnóstico de isolamento 1924 Marcelo Paulino – 3

4 Perdas por Condução Perdas por Polarização Descargas Parciais Circuito Paralelo Circuito Série RPRP CPCP RSRS CSCS Definições - As perdas dielétricas são causadas por: Marcelo Paulino – 4

5 Perdas no Meio Dielétrico Movimento de íons e elétrons (corrente de fuga) Perdas por causa do efeito da polarização Perdas no Dielétrico são dependentes de: Envelhecimento Concentração de Água Marcelo Paulino – 5

6 Perdas por movimento de íons e elétrons Efeito pelicular (Skin effect em inglês) é um efeito caracterizado pela repulsão entre linhas de corrente eletromagnética, criando a tendência de esta corrente fluir na superfície do condutor elétrico. Este efeito é proporcional à intensidade de corrente, freqüência e das características magnéticas do condutor Marcelo Paulino – 6

7 550 Hz Distribuição da corrente elétrica em 550 Hz 100 kHz Distribuição da corrente elétrica em 100 kHz Distribuição de corrente elétrica condutor de cobre 60 Hz Distribuição da corrente elétrica em 60 Hz Marcelo Paulino – 7

8 Polarização de Elétrons Marcelo Paulino – 8

9 Polarização de Dipolos Marcelo Paulino – 9

10 Molécula de Água Marcelo Paulino – 10

11 Orientacão de uma molécula de água em um campo elétrico Marcelo Paulino – 11

12 Avaliação de Resultados - Buchas Marcelo Paulino – 12

13 FP em Bucha – Critérios de Avaliação – FP a 60Hz Variação de freqüência de um bucha RIP nova Variação de freqüência de um bucha RIP antiga Marcelo Paulino – 13

14 Teste em Banco de Reatores Marcelo Paulino – 14

15 Banco de Reatores – Teste de fator de potência nas buchas Marcelo Paulino – 15

16 Banco de Reatores – Teste de capacitância nas buchas Marcelo Paulino – 16

17 Ensaio em Bucha armazenada de forma incorreta A bucha testada é do tipo GOB kV, e valores nominais da Capacitância C1 de 289 pF e fator de potência de C1 com 0,345 % a 10 kV a 60 Hz.

18 Eng. Marcelo Paulino


Carregar ppt "Avaliação em Campo de Buchas em Transformadores de Potência – Fator de Dissipação a 60 Hz é Suficiente? Marcelo E. de C. Paulino."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google