A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CITAÇÃO NO TEXTO NBR 10520 (2002). Citações As informações extraídas da literatura utilizada devem ser devidamente citadas e documentadas no texto dos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CITAÇÃO NO TEXTO NBR 10520 (2002). Citações As informações extraídas da literatura utilizada devem ser devidamente citadas e documentadas no texto dos."— Transcrição da apresentação:

1 CITAÇÃO NO TEXTO NBR (2002)

2 Citações As informações extraídas da literatura utilizada devem ser devidamente citadas e documentadas no texto dos trabalhos acadêmicos e científicos, onde se incluem as teses. Essas informações, denominadas citações, devem obedecer a um sistema que identifique as fontes utilizadas na confecção do texto. Citação é, portanto, a menção no texto de informação extraída de outros documentos, com o objetivo de colocar o trabalho no contexto da temática, conferir a ele credibilidade, confrontar dados, fatos e argumentos, e registrar opiniões similares ou conclusões opostas.

3 Citações Usa-se quando há necessidade de provar autoridade, originalidade ou fidedignidade. O fato de se incorporar ideias, dados e frases de outros autores, transcritos ou não, sem fazer menção a fonte original, constitui plágio, o que implica em sérias consequências para o autor da tese. Fatos do domínio público ou que possam ser facilmente verificados não necessitam ser referenciados. Todas as citações incluídas no texto referentes a trabalhos publicados devem obrigatoriamente figurar na listagem das referências, ao final do trabalho.

4 Pode-se utilizar, ainda, quando não se tenha acesso à fonte original da informação, a citação de citação, que é a transcrição direta ou indireta de um texto citado por outro autor e a cujo original não se teve acesso. Nessa caso, deve ser identificada imediatamente a obra consultada. No texto, coloca-se primeiro o sobrenome do autor do texto original, e em seguida, indica-se a fonte citada, intercalando a palavra latina apud, que significa citado por, conforme ou segundo. Dessa forma, o autor da obra consultada é que é referenciado. Exemplo: Andrade (1974 apud ARAUJO, 1976, p. 160) afirma que A empresa Hervest está destinada a fazer muito dinheiro no lírico.

5 Estilos de Citações no Texto As citações de textos extraídas de outros trabalhos podem ser feitas de forma: Direta (transcrição literal das próprias palavras do texto citado) e Indireta (paráfrase, uma citação livre ou adaptada do texto), devidamente documentadas com a indicação do nome do autor da fonte original, grafado em letras maiúsculas para melhor visualização no texto.

6 Citação Direta Citação direta é a transcrição literal de partes extraídas de texto de outro autor, devendo ser apresentada entre aspas. Trechos que ultrapassem a 3 linhas são apresentados recuados da margem esquerda, com o texto transcrito com entrelinhamento e corpo de letra menor que o utilizado no corpo do trabalho, dispensando as aspas, ou seja, são as Citações Diretas e Longas. Nas citações diretas o nome do autor deve sempre ser indicado, acompanhado ou não do ano e do número quando for o caso. A indicação da respectiva página do trecho transcrito é obrigatória.

7 Exemplo de Citação Direta Curta "Os setores progressistas da Igreja Católica brasileira têm colaborado em muito na defesa dos direitos dos portadores de vírus HIV e como parceiros no combate e assistência à epidemia" (MARQUES, 2003, p. 135).

8 Exemplos de Citação Direta Longa As transcrições no texto acima de três linhas configuram-se como citação longa e devem vir com tamanho 10 para o corpo da fonte da citação e espaço simples. Exemplo: Na parte formal e conceitual de definição metodológica e de pesquisa, o pesquisador poderá ser orientado por critérios e condições apresentados de maneira sintética como afirma Garcia (1998, p.13): O que pesquisar, como percepção clara, objetiva e realista do cenário onde se encontra o que se pretende conhecer e que motiva o objeto de estudo, é essencial para se estabelecer de forma explícita e direta: hipóteses, objetivos, metas, metodologia, estratégias, caminhos a percorrer, sequência cronológica de ações e estratégias, equipes interdisciplinares de trabalho necessárias para pesquisa, estimativa de orçamento, produtos esperados e possíveis benefícios e beneficiários dos resultados da pesquisa, entre outros elementos da mudança pretendia com a investigação.

9 Citação Indireta A citação indireta, também denominada paráfrase, consiste na utilização de trechos de outros trabalhos, conservando-se as ideias do original, com palavras do autor da tese, sem distorções ou ênfases impróprias e em substituição às transcrições. Texto original: "... as drogas, sejam lícitas ou ilícitas, são frequentemente experimentadas na adolescência" (MUZA, 1997, p. 28). Paráfrase: No período da adolescência constata-se uso de drogas lícitas ou ilícitas. (MUZA,1997).

10 Obs: Nas citações, podem-se indicar supressões, interpolações, comentários ou acréscimos e ênfases ou destaques. A supressão consiste em se retirar algum termo do texto e é indicada com reticências entre colchetes. Exemplo: "A educação tem um papel vital na proteção de mulheres e crianças em face (...) da exploração sexual, na promoção dos direitos humanos (...) e no controle do crescimento populacional" (VENTURA, 2003, p. 86). Interpolações, comentários ou acréscimos são explicações que, acrescidas ao texto devem vir indicadas entre colchetes. Exemplo: não se mova [como se isso fosse possível], faça de conta que está morta. (CLARAC, BONNIN, 1985, p. 72). Ênfases ou destaques surgem quando se quer ressaltar algum dado do texto, seja com destaque gráfico ou não. Exemplo: [...] desejo de criar uma literatura independente, diversa, de vez que, aparecendo o classicismo como manifestação de passado colonial [...] (CANDIDO, 1993, v. 2, p. 12, grifo do autor).

11 SISTEMA DE CHAMADA

12 A citações devem ter duas fontes indicadas no texto ou por um sistema de chamada uniforme ao longo de todo o texto; O sistema de chamada pode ser do tipo numérico ou autor-data.

13 Sistema numérico As citações devem ter numeração única e sequencial ao longo do documento, podendo ser reiniciadas a cada seção ou capítulo. A indicação numérica pode ser feita entre parênteses, alinhada ao texto, ou situada acima da linha do texto, logo após o término da referência. Nesse caso, a lista bibliográfica formada será chamada de REFERÊNCIA e deverá ter seus elementos dispostos em ordem numérica no final do texto.

14 Citação com sistema numérico, apresentando apenas o número. O autor não é representado na sentença e deve ser indicado em nota de rodapé. Será ainda conveniente ao entrevistador se capaz de registrar as reações do entrevistado às perguntas que são feitas¹. _________ ¹Gil, Antonio Carlos, Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas, p. 119.

15 Citação numérica com o nome do autor, incluído na sentença e indicação na nota de rodapé. De acordo com Gil¹, será ainda conveniente ao entrevistador ser capaz de registrar as relações do entrevistado às perguntas que são feitas. _________ ¹Gil, Antonio Carlos, Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas p. 119.

16 Lista de referências, quando se usa o sistema de chamada numérico. REFERÊNCIAS 1 ITAPARY, Joaquim. A falência do ilusório: memória da companhia de fiação e tecidos Rio Anil. São Luís: Alumar, LIMA, Carlos de. História do Maranhão. Brasília: Senado Federal, MEIRELES, Mário Martins. Holandeses no Maranhão. São Luís: PPPG/EDUHMA, ARANHA, Graça. O meu próprio romance. 4. ed. São Luís: Alumar, VIEIRA FILHO, Domingos. Breve histórico das ruas e praças de São Luís. 2 ed. Rio de Janeiro: Olímpica, ORTIZ, Renato. Cultura e modernidade: a França no século XIX. São Paulo: Brasiliense, LOBO, Antonio. Os novos atenienses. 2 ed. São Luís: Sioge, MANUELL, Roger. O filme e o público. Tradução Manuel Enúdio. Lisboa: Editorial Lostes, s. d. [1970?] 9 ALTMAN, Rick. Nascimento da recepção clássica: a campanha para padronizar o som. Revista Imagens, Campinas: n. 5, ago./dez SPIX; MARTIUS. Viagem pelo Brasil: ed. São Paulo: Melhoramentos, [1980?]. V. 2.

17 Sistema autor-data

18 A identificação da fonte se dá pelo sobrenome do autor responsável pela publicação, data da publicação e página, separados por vírgula. Deve-se indicar a página quando a informação citada tiver página certa (ou seja, a ideia não está dispersa em diversas páginas do texto.) Consiste na indicação do sobrenome do autor, acompanhado do ano de publicação do documento. O sobrenome do autor deve ser grafado em letras maiúsculas para sua melhor visualização. O autor e ano podem fazer parte integrante da frase e/ou intercalados no texto, entre parênteses. Exemplos: A globalização implica uniformização de padrões econômicos e culturais em âmbito mundial (LOPEZ, 2003). Lopez (2003) destaca que a globalização implica uniformização de padrões econômicos e culturais em âmbito mundial. Martins (1959, p. 445) ou (MARTINS, 1959, p. 445)

19 Quando houver mais de um autor com o mesmo sobrenome e data de publicação, acrescentam-se as inicias dos prenomes de cada um deles. Se coincidirem, deve-se escrever por extenso. Exemplos: Pereira (2002, p.28) Pereira, M. (2002, p.28) Pereira, Márcia (2002, p.28)

20 Quando for citado mais de um documento do mesmo autor, e com a mesma data de edição, acrescentam-se à data letras minúsculas do alfabeto, com o objetivo de fazer a distinção entre os documentos. Exemplos: (MARTINS, 2000) (MARTINS, 2000a) Sendo necessário indicar a página do texto citado, deve-se indicá-lo após a data, separada por vírgula. Exemplo: (MARTINS, 1959, p. 445)

21 E assim, a máquina em punho, filme de rolo, eletricista a tiracolo, saída de trem, de barco, a cavalo, disseminando a experiência de êxtase ante a última maravilha do século, enchendo os bolsos e fazendo história como autêntico dono de companhia artística, cujos atores e cenários, levava-os armazenados na película. Era a prática universal na época: O ciganismo na exibição do produto, a mutilação das O ciganismo na exibição do produto, a mutilação das cópias em péssimo estado e o approache com os cópias em péssimo estado e o approache com os espetáculos de variedades solidificam a certeza de que a espetáculos de variedades solidificam a certeza de que a programação de cinema em São Paulo, e certamente no programação de cinema em São Paulo, e certamente no Brasil, deu-se dentro das características de como ela Brasil, deu-se dentro das características de como ela processou-se na Europa e Estados Unidos (BARROS, processou-se na Europa e Estados Unidos (BARROS, 1996, p. 116, grifo nosso). 1996, p. 116, grifo nosso).

22 A lista de todos os documentos citados e consultados chama-se REFERÊNCIAS. As informações devem ser dispostas de acordo com o tipo de sistema de chamada escolhido e localiza-se no final do texto. ALTMAN, Rick. Nascimento da recepção clássica: a campanha para padronizar o som. Revista Imagens, Campinas: n. 5, ago./dez ALTMAN, Rick. Nascimento da recepção clássica: a campanha para padronizar o som. Revista Imagens, Campinas: n. 5, ago./dez ARANHA, Graça. O meu próprio romance. 4. ed. São Luís: Alumar, ARANHA, Graça. O meu próprio romance. 4. ed. São Luís: Alumar, ITAPARY, Joaquim. A falência do ilusório: memória da companhia de fiação e tecidos Rio Anil. São Luís: Alumar, ITAPARY, Joaquim. A falência do ilusório: memória da companhia de fiação e tecidos Rio Anil. São Luís: Alumar, LIMA, Carlos de. História do Maranhão. Brasília: Senado Federal, LIMA, Carlos de. História do Maranhão. Brasília: Senado Federal, LOBO, Antônio. Os novos atenienses. 2 ed. São Luís: Sioge, LOBO, Antônio. Os novos atenienses. 2 ed. São Luís: Sioge, MANUELL, Roger. O filme e o público. Tradução Manuel Enúdio. Lisboa: Editorial Lostes, s. d. [1970?] MANUELL, Roger. O filme e o público. Tradução Manuel Enúdio. Lisboa: Editorial Lostes, s. d. [1970?] MEIRELES, Mário Martins. Holandeses no Maranhão. São Luís: PPPG/EDUHMA, MEIRELES, Mário Martins. Holandeses no Maranhão. São Luís: PPPG/EDUHMA, ORTIZ, Renato. Cultura e modernidade: a França no século XIX. São Paulo: Brasiliense, ORTIZ, Renato. Cultura e modernidade: a França no século XIX. São Paulo: Brasiliense, SPIX; MARTIUS. Viagem pelo Brasil: ed. São Paulo: Melhoramentos, [1980?]. V. 2. SPIX; MARTIUS. Viagem pelo Brasil: ed. São Paulo: Melhoramentos, [1980?]. V. 2. VIEIRA FILHO, Domingos. Breve histórico das ruas e praças de São Luís. 2 ed. Rio de Janeiro: Olímpica, VIEIRA FILHO, Domingos. Breve histórico das ruas e praças de São Luís. 2 ed. Rio de Janeiro: Olímpica, 1971.

23 REGRAS GERAIS PARA O USO DAS CITAÇÕES As transcrições, isto é, os trechos citados, devem vir no texto, sem destaque tipográfico e entre aspas, critério utilizado parada citações curtas. Se a transcrição tiver mais de três linhas, configura-se como citação longa, devendo apresentar-se em parágrafo próprio, cuja margem deverá ser de quatro centímetros à esquerda e com destaque tipográfico (fonte tamanho 11 e sem uso de aspas) e em espaço simples nas estrelinhas. 1) A transcrições no texto de até três linhas configuram-se como citação curta e devem vir entre aspas duplas e fonte igual (de mesmo tamanho, sem itálico ou negrito) à do texto. Exemplo: De acordo com Mueller e Passos (2000, p.13) a ciência e a produção do conhecimento científico têm sido objeto de estudo de várias áreas do conhecimento [...]

24 Qualquer modificação que se faça no texto transcrito deve ser indicada: 2) Usar reticências entre parênteses (...) para indicar supressão de parte de um trecho citado. Exemplo: "A educação tem um papel vital na proteção de mulheres e crianças em face (...) da exploração sexual, na promoção dos direitos humanos (...) e no controle do crescimento populacional" (VENTURA, 2003, p. 86).

25 3) Quando se quer chamar a atenção de uma parte da citação deve-se destacá-la em negrito, acompanhada da expressão "o destaque é nosso", entre parênteses. Exemplo: "A obesidade infantil já apresenta dimensões epidêmicas (Grifo nosso) em algumas áreas e ascendentes em outras" (OPAS, 2003, p. 32). c) Os erros ortográficos ou incoerências constantes do trecho original devem ser acompanhados pela expressão "sic" (assim, deste modo ** ), entre parênteses, imediatamente após a sua menção. ** Exemplo: "... uma área de tecido que teve seu suprimento de sangue cortado morre ou sofre enfartassão (sic)... " (SILVA, 2004, p. 2).

26 4) Transcrições de textos de outros idiomas podem ser mantidas no idioma original ou traduzidas. Em ambos os casos, as aspas devem ser mantidas. No caso de se optar pela transcrição da tradução, o texto no idioma original pode ser colocado entre colchetes, em nota de rodapé, com chamada por asterisco. Exemplo: Texto: Para ROWLEY (2004, p. 1) "... o sistema de informação geográfica e a análise espacial podem ser aplicados para a identificação de áreas alvo de pneumonia para intervenções em saúde pública" *. Indicado em rodapé: * [...GIS - Geographical Information System and special analysis can be applied to discriminate target areas of pneumonia for public health intervention]

27 5) Termos em outro idioma devem ser destacados em itálico ou negrito, e acompanhados da tradução entre colchetes, ou traduzidos e acompanhados do termo original, também entre colchetes. Exemplo: "Uma vez em pé, algumas destas pessoas conseguem se mover com o auxílio de uma armação [frame], mas outras não o podem fazer e permanecem limitadas às suas cadeiras de roda" (CONI e col., 1996, p. 50).

28 6) Citação de dois autores: Quando no corpo do paragrafo, citam-se obrigatoriamente ambos, interligados pela conjunção "e. Exemplo: Lébart e Dreyfeis (1972) afirmam que embora o método Kaiser seja pouco conhecido e utilizado, ele foi discutido há, aproximadamente, 25 anos. Se os nomes dos autores figurarem dentro dos parênteses, junto com a publicação, ambos devem ser separados por ponto e virgula ; e em caixa alta. Exemplo: Embora o método Kaiser seja pouco conhecido e utilizado, ele foi discutido há, aproximadamente, 25 anos (LÉBART;DREYFEIS, 1972).

29 7) Citação de mais de três autores Cita-se o primeiro autor seguido da expressão "et al." (abreviatura da expressão latina "et alii", que significa "e outros"). Exemplo: CARVALHO et al. (2001) caracterizaram o grupo segundo variáveis sociodemográficas... c) Citação do mesmo autor com mais de um trabalho no mesmo ano Neste caso, a diferenciação dos autores citados se faz por letra minúscula, acrescida ao ano da publicação, tanto na citação no texto como na lista de referências. Exemplo: Doenças como o câncer, hipertensão ou diabetes devem ser consideradas prioritárias (KALACHE, 1986a). No ano de 2025 o Brasil será a sexta população de idosos do mundo, em termos absolutos (KALACHE, 1986b). KALACHE (1986a, 1986b) estudou as doenças crônicas na população de idosos brasileiros.

30 8) Citação de trabalhos do mesmo autor, publicados em diferentes anos Neste caso, as citações são identificadas pelo ano de publicação, em ordem cronológica crescente. Exemplo: Estudos sobre educação e promoção em saúde foram realizados por Candeias (1984, 1988, 1991). e) Citação de entidade Quando a autoria for atribuída a uma entidade, cita-se o nome de acordo com a forma em que aparece na lista de referências, podendo ou não ser abreviada. Observe os exemplos a seguir: Texto: O número de crianças obesas no mundo, com idade menor a 5 anos, já chega aos 17,6 milhões (OPAS, 2003). Referência: OPAS - Organização Pan-Americana da Saúde. Doenças crônico-degenerativas e obesidade: estratégia mundial sobre a alimentação saudável, atividade física e saúde. Brasília (DF); 2003.

31 9) Citação de mais de um autor com o mesmo sobrenome Autores com sobrenomes idênticos, com dois ou mais trabalhos publicados no mesmo ano, devem ser diferenciados pelas iniciais do prenome. Exemplo: Trabalhos recentes (PEREIRA FAC, 2000; PEREIRA MG, 2000) têm apontado soluções importantes para... Havendo coincidência de iniciais de prenome, faz-se a diferenciação colocando-as por extenso. Aspectos epidemiológicos e doenças relacionadas ao trabalho têm sido estudados por Pedro CALDAS (1996) e Paulo CALDAS (1996). ou Aspectos epidemiológicos e doenças relacionadas ao trabalho têm sido estudados. (CALDAS Pedro, 1996; CALDAS Paulo, 1996).

32 Notas de Rodapé: Consiste em informações extraídas de fontes bibliográficas dadas a público que complementam o texto. Este tipo de nota deve vir acompanhado da indicação da respectiva fonte, não devendo constar da lista de referências. Exemplo: Texto: Atualmente o motor de busca mais atualizado tem sido o Google 1 que indexa quatro trilhões de página Rodapé: ___________ 1 Google Inc. Disponível em: Acesso em


Carregar ppt "CITAÇÃO NO TEXTO NBR 10520 (2002). Citações As informações extraídas da literatura utilizada devem ser devidamente citadas e documentadas no texto dos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google