A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Plano Nacional do Turismo Programa de Regionalização do Turismo Programa de Gestão e Planejamento de Destinos Turísticos Índice de Competitividade FGV.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Plano Nacional do Turismo Programa de Regionalização do Turismo Programa de Gestão e Planejamento de Destinos Turísticos Índice de Competitividade FGV."— Transcrição da apresentação:

1 Plano Nacional do Turismo Programa de Regionalização do Turismo Programa de Gestão e Planejamento de Destinos Turísticos Índice de Competitividade FGV + SEBRAE + INSTITUTO MARCA BRASIL + Min TURISMO + GG BROTAS Plano Nacional do Turismo Programa de Regionalização do Turismo Programa de Gestão e Planejamento de Destinos Turísticos Índice de Competitividade FGV + SEBRAE + INSTITUTO MARCA BRASIL + Min TURISMO + GG BROTAS Grupo Gestor do BROTAS O COMTUR trabalhando pela competitividade do nosso turismo

2 Criação de índices nos ajuda a conhecer as dificuldades do destino turístico. Os índices dão informações para a elaboração de planos de ação mais objetivos Os índices permitem que um destino se auto analise e desenvolva suas vantagens competitivas Por que um Índice de Competitividade? Fonte: Estudo de Competitividade dos 65 Destinos Indutores do Desenvolvimento Turístico Regional Grupo Gestor do BROTAS O COMTUR trabalhando pela competitividade do nosso turismo

3 PLANEJAMENTO Por que temos um Índice de Competitividade?

4 Índice de Competitividade de Destinos Turísticos – FGV Dimensões Estudadas Índice de Competitividade de Destinos Turísticos – FGV Dimensões Estudadas Grupo Gestor do BROTAS O COMTUR trabalhando pela competitividade do nosso turismo

5 3.Serviços e equipamentos turísticos 3.Serviços e equipamentos turísticos 1.Infraestrutura geral 1.Infraestrutura geral 12.Aspectos ambientais 12.Aspectos ambientais 11.Aspectos sociais 11.Aspectos sociais 6.Política pública 6.Política pública 9.Economia local 9.Economia local 10.Capacidade empresarial 10.Capacidade empresarial 2. Acesso 4.Atrativos turísticos 4.Atrativos turísticos 5. Marketing e Promoção do Destino 5. Marketing e Promoção do Destino 7. Cooperação regional 7. Cooperação regional 8. Monitoramento 13.Aspectos culturais 13.Aspectos culturais Dimensões Estudadas SustentabilidadeInfraestruturaPolíticas Públicas EconomiaTurismo Grupo Gestor do BROTAS O COMTUR trabalhando pela competitividade do nosso turismo

6 Energia Elétrica sem interrupção na alta temporada Grupo de busca e salvamento Corpo Bombeiros Ausência de Bolsões de Estacionamento Falta de programa para conservação do mobiliário urbano e áreas verdes (+)(-) 1. Infraestrutura geral 1. Infraestrutura geral Grupo Gestor do BROTAS O COMTUR trabalhando pela competitividade do nosso turismo BROTAS 62,8 Média não Capitais – 58,9 Média Capitais 71,3 Média Brasil 64,6

7 Existência de Terminal Rodoviário Ótimas das rodovias do destino até a capital Inexistência de congestionamentos na alta temporada Estrutura inadequada do Terminal Rodoviário Ônibus urbano de acesso aos atrativos (+)(-) 2. Acesso Grupo Gestor do BROTAS O COMTUR trabalhando pela competitividade do nosso turismo BROTAS 68 Média não Capitais – 49,7 Média Capitais 69,9 Média Brasil 58,1

8 Existência de PIT Agências receptivas, inclusive língua estrangeira Existência da associação do trade turístico ABROTUR Ausência de sinalização turística interpretativa Ausência de padronização da qualidade hoteleira Não cumprimento de quesitos de acessibilidade em restaurantes de meios de hospedagem (+)(-) 3. Serviços e equipamentos turísticos 3. Serviços e equipamentos turísticos BROTAS 39 Média não Capitais – 37,9 Média Capitais 59,4 Média Brasil 46,8

9 Atrativos Naturais Estudo de capacidade de carga na Areia que Canta Atrativo de realização técnica, CEU, gera atração de visitantes ao longo do ano Não cumprimento de quesitos de acessibilidade na maior parte dos atrativos (+)(-) 4. Atrativos turísticos 4. Atrativos turísticos BROTAS 63 Média não Capitais – 60,2 Média Capitais 58,5 Média Brasil 59,5

10 Participação continua em feiras e eventos Existência de material promocional institucional Ausência de plano de marketing formal Não mensuração do resultado da participação em feiras e eventos Material institucional não alerta para a preservação ambiental Web site institucional não disponível em língua estrangeira e não demonstra preocupação com a exploração sexual e conservação do meio ambiente (+) (-) 5. Marketing e Promoção do Destino 5. Marketing e Promoção do Destino Grupo Gestor do BROTAS O COMTUR trabalhando pela competitividade do nosso turismo BROTAS 30,6 Média não Capitais – 36,5 Média Capitais 47,5 Média Brasil 41,1

11 Secretaria Municipal exclusiva para o Turismo Instância de governança em formato de Comtur Plano Diretor Municipal que contempla o turismo Secretaria não segue nenhum planejamento formal para o setor de turismo (+)(-) 6. Políticas Públicas 6. Políticas Públicas Grupo Gestor do BROTAS O COMTUR trabalhando pela competitividade do nosso turismo BROTAS 52,5 Média não Capitais – 50,2 Média Capitais 58,7 Média Brasil 53,7

12 Gestor executivo com dedicação parcial à instância de governança regional Participação em eventos para promoção e comercialização da região que o destino faz parte Não representação no Conselho Estadual de Turismo Não há plano de desenvolvimento turístico integrado para a região na qual o destino está inserido Destino não integra roteiros regionais (+)(-) 7. Cooperação Regional 7. Cooperação Regional Grupo Gestor do BROTAS O COMTUR trabalhando pela competitividade do nosso turismo BROTAS 43,3 Média não Capitais – 48,8 Média Capitais 47,1 Média Brasil 48,1

13 Realização periódica de inventário da oferta turística Ausência de pesquisa de demanda periódica Município não dispõe de modelos de análise das questões relacionadas ao desenvolvimento turístico Inexistência de monitoramentos dos impactos econômicos e sociais gerados pelo turismo (+)(-) 8. Monitoramento Grupo Gestor do BROTAS O COMTUR trabalhando pela competitividade do nosso turismo BROTAS 31,6 Média não Capitais – 29,4 Média Capitais 41,8 Média Brasil 34,5

14 Locais públicos com acesso gratuito Acesso à internet em locais públicos Ausência de benefícios financeiros para atividades do turismo Ausência de isenção ou redução de impostos locais para o setor turístico (+)(-) 9. Economia Local 9. Economia Local Grupo Gestor do BROTAS O COMTUR trabalhando pela competitividade do nosso turismo BROTAS 48,8 Média não Capitais – 49,6 Média Capitais 67,6 Média Brasil 57,1

15 Poucas barreiras à entrada de novos empreendimentos turísticos ) Carência de instituições de ensino para formação técnica e superior Carência de pessoal qualificado para trabalhar em hotelaria e alimentos & bebidas (+)(-) 10. Capacidade Empresarial 10. Capacidade Empresarial Grupo Gestor do BROTAS O COMTUR trabalhando pela competitividade do nosso turismo BROTAS 30,5 Média não Capitais – 39,8 Média Capitais 78,1 Média Brasil 55,7

16 Comunidade local participa das decisões em relação aos projetos por meio do Comtur Utilização de mão-de-obra informal na alta temporada pelo receptivo, hotéis e restaurantes População não se envolve na elaboração do orçamento do município (+)(-) 11. Aspectos Sociais 11. Aspectos Sociais Grupo Gestor do BROTAS O COMTUR trabalhando pela competitividade do nosso turismo BROTAS 58 Média não Capitais – 53,4 Média Capitais 63,1 Média Brasil 57,4

17 Existência de Secretaria do Meio Ambiente Estação de tratamento de água Destinação de resíduos para aterro sanitário e política de tratamento de resíduos hospitalares Inexistência de Código Ambiental Inexistência de fundo municipal para o meio ambiente Ausência de estação de tratamento de água para reutilização, usina de compostagem e estrutura para incineração controlada de resíduos (+) (-) 12. Aspectos Ambientais 12. Aspectos Ambientais Grupo Gestor do BROTAS O COMTUR trabalhando pela competitividade do nosso turismo BROTAS 68,2 Média não Capitais – 58,1 Média Capitais 67 Média Brasil 61,8

18 Existência de grupo artístico de manifestação popular tradicional Existência de manifestações religiosas Existência de órgão da administração focado no desenvolvimento da cultura, embora não exclusivo Inexistência de culinária típica Inexistência de patrimônio artístico tombado único bem registrado pelo Estado como patrimônio histórico, não constitui atrativo turístico Destino não aderiu ao Sistema Nacional de Cultura (+) (-) 13. Aspectos Culturais 13. Aspectos Culturais Grupo Gestor do BROTAS O COMTUR trabalhando pela competitividade do nosso turismo BROTAS 30,9 Média não Capitais – 48,7 Média Capitais 63 Média Brasil 54,6

19 Grupo Gestor do BROTAS O COMTUR trabalhando pela competitividade do nosso turismo

20 -Brotas supera todos os 65 destinos pesquisados, em 2 dimensões bastante importantes: Atrativos Turísticos e Aspectos Ambientais. -Nas demais 11 dimensões, Brotas teve médias inferiores às alcançadas pelas Capitais. -Em comparação com as Não Capitais, Brotas tem posicionamento superior em 8 dimensões. Das 5 dimensões que Brotas teve médias inferiores as demais cidades Não Capitais, em 3 delas: -marketing e promoção do destino, -capacidade empresarial, -aspectos culturais, as pontuações foram de nível 2, ou seja inadequadas para a prática do turismo. Isso demonstra que a superação de Brotas pelo grupo de Não Capitais nessas 3 dimensões não se deve necessariamente a supremacia dos oponentes, mas sim, à nossa baixa performance. Conclusões: Grupo Gestor do BROTAS O COMTUR trabalhando pela competitividade do nosso turismo

21 ggbrotas.wordpress.com


Carregar ppt "Plano Nacional do Turismo Programa de Regionalização do Turismo Programa de Gestão e Planejamento de Destinos Turísticos Índice de Competitividade FGV."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google