A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Escola Estadual Adventor Divino de Almeida Aluno(a): Marielle, Camyla, Etiene e Ramon série : 2° ano A Data: 15/09/08 Prof°: Sandra Química Grupo 4- Energia.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Escola Estadual Adventor Divino de Almeida Aluno(a): Marielle, Camyla, Etiene e Ramon série : 2° ano A Data: 15/09/08 Prof°: Sandra Química Grupo 4- Energia."— Transcrição da apresentação:

1 Escola Estadual Adventor Divino de Almeida Aluno(a): Marielle, Camyla, Etiene e Ramon série : 2° ano A Data: 15/09/08 Prof°: Sandra Química Grupo 4- Energia de Biomassa

2 BIOMASSA é um material constituído principalmente de substâncias de origem orgânica,(vegetal, animal, microorganismos).

3 OBTENÇÃO a lenha ocupa a terceira posição em fonte de energia utilizada, sendo extraída das poucas reservas que restam no país. Dois bilhões de pessoas dependem da lenha como fonte de energia, e o consumo mundial é de 1,1 bilhão de metros cúbicos ( a maior parte nos países em desenvolvimento). A lenha é aproveitada de duas maneiras diferentes: a)- combustão é o processo mais antigo para produção de calor doméstico e industrial, sendo que 94% do seu valor calórico é perdido no uso doméstico, o uso ineficiente representa um encargo de 30% no balanço energético do país.

4 O BIODIESEL

5 Combustível alternativo de queima limpa, produzido de recursos domésticos, renováveis, não contem petróleo, mas pode ser adicionado a ele formando uma mistura. Pode ser usado em um motor de ignição a compressão (diesel) sem necessidade de modificação. É simples de ser usado, biodegradável, não tóxico e essencialmente livre de compostos sulfurados e aromáticos.

6 Uma alternativa ao óleo diesel mineral derivado do petróleo, é produzido a partir de óleos vegetais extraídos de diferentes matérias-primas, como soja, mamona, dendê, girassol, amendoim, algodão, babaçu, canola e gordura animal. Pode ainda ser obtido com o reaproveitamento de óleos vegetais que sobram de frituras, por exemplo. De maneira geral, o processo de produção envolve o esmagamento dos grãos das matérias-primas para a extração de seus óleos, que são posteriormente reagidos com um álcool – etanol ou metanol. Como é produzido?

7

8 Diversas usinas de açúcar e destilarias estão produzindo metano a partir da vinhaça. O gás resultante está sendo utilizado como combustível para o funcionamento de motores estacionários das usinas e de seus caminhões e o bagaço como combustível etc. O equipamento onde se processa a queima ou a digestão da biomassa é chamado de biodigestor. O biogás obtido poderia ser utilizado diretamente nas caldeiras, liberando maior quantidade de bagaço para geração de energia elétrica através de termoelétricas, ou gerar KW de energia, suficiente para suprir o consumo doméstico de famílias CANA-DE-AÇÚCAR

9 CANA-DE-AÇUCAR

10 Principais formas aproveitáveis da biomassa no estado bruto Madeira Produtos e resíduos agrícolas Resíduos florestais Resíduos pecuários Lixo

11 Algumas formas de obtenção de derivados Prensagem de resíduos: produção de briquetes Pirólise parcial: produção de carvão vegetal Gaseificação por pirólise: produção de gás pobre Fermentação anaeróbica: produção de biogás Fermentação enzimática e destilação: produção de álcool Processos compostos: produção de óleos vegetais

12 IMPACTOS AMBIENTAIS E CAUTELAS NECESSÁRIAS Apesar das vantagens citadas, a utilização da biomassa em larga escala também requer alguns cuidados que devem ser lembrados, nas décadas de 1980 e 1990 a expansão explosiva da indústria do álcool no Brasil evidenciou isto. Empreendimentos para utilização de biomassa em larga escala podem ter impactos ambientais preocupantes. O resultado pode ser destruição de faunas e floras com extinção de espécies, contaminação do solo e mananciais de água por uso de adubos e defensivos e manejo inadequado. O respeito à diversidade e a preocupação ambiental deve reger todo e qualquer projeto de utilização de biomassa.

13 IMPACTO SOCIAL Para investir no Biodiesel investe-se na agricultura de milho para produção dele e a agricultura de subsistência fica prejudicada, correndo-se o risco do preço subir por falta do produto no mercado. Por exemplo para produção de biodiesel de milho a lavoura de milho não é para o sustento e sim para a produção de energia.

14 VANTAGENS A queima do biodiesel gera baixos índices de poluição, não colaborando para o aquecimento global Gera emprego e renda no campo, diminuindo o êxodo rural Trata-se de uma fonte de energia renovável, dependendo da plantação de grãos oleoginosos no campo Deixa as economias dos países menos dependentes dos produtores de petróleo Produzido em larga escala e com uso de tecnologias, o custo de produção pode ser mais baixo do que os derivados de petróleo.

15 DESVANTAGENS Se o consumo mundial for em larga escala, serão necessárias plantações em grandes áreas agrícolas. Em países que não fiscalizam adequadamente seus recursos florestais, poderemos ter um alto grau de desmatamento de florestas para dar espaço para a plantação de grãos. Ou seja, diminuição das reservas florestais do nosso planeta Com o uso de grãos para a produção do biodiesel, poderemos ter o aumento no preço dos produtos derivados deste tipo de matéria-prima ou que utilizam eles em alguma fase de produção. Exemplos: leite de soja, óleos, carne, rações para animais, ovos entre outros.

16 REFERENCIAS biodiesel.htm pt.wikipedia.org/wiki/Biodiesel WEBQUEST ESCOLA ADVEVENTOR


Carregar ppt "Escola Estadual Adventor Divino de Almeida Aluno(a): Marielle, Camyla, Etiene e Ramon série : 2° ano A Data: 15/09/08 Prof°: Sandra Química Grupo 4- Energia."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google