A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Ana Paula Freitas. Quando a palavra é utilizada com seu sentido comum (o que aparece no dicionário) dizemos que foi empregada denotativamente.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Ana Paula Freitas. Quando a palavra é utilizada com seu sentido comum (o que aparece no dicionário) dizemos que foi empregada denotativamente."— Transcrição da apresentação:

1 Ana Paula Freitas

2 Quando a palavra é utilizada com seu sentido comum (o que aparece no dicionário) dizemos que foi empregada denotativamente.

3 Percebemos que uma linguagem é conotativa quando apresenta um sentido diferente daquele que lhe é comum. Este recurso é muito explorado na Literatura. Também é empregada em letras de música, anúncios publicitários, conversas do dia-a- dia e ditos populares.

4 Assinale Denotação (1) e Conotação (2) para as seguintes características: ( ) significação básica da palavra. ( ) significação figurada da palavra. ( ) sentido dicionarizado. ( ) sentido contextual. ( ) univocidade. ( ) plurivocidade. ( ) função referencial. ( ) funções poética, e emotiva.

5

6

7 A busca da razão Sofreu muito com a adolescência. Jovem, ainda se queixava. Depois, todos os dias subia numa cadeira, agarrava uma argola presa ao teto e, pendurado, deixava-se ficar. Até à tarde em que se desprendeu esborrachando- se no chão: estava maduro (COLASANTI, Marina. Contos de amor rasgados. Rio de Janeiro, Rocco, p. 65.) Que conotações você atribuiria a esse texto?

8 O triste dos casamentos arranjados é que raramente davam alegria às mulheres. Ao passar pelo interior do Ceará, em 1838, o viajante Gardner relatava que poucas vezes homens da classe social mais elevada viviam com as esposas, além de outras informações históricas e antropológicas que registrou. (História do amor no Brasil)

9 Sônia Bridi, na minha opinião, tem o melhor texto da televisão brasileira. Quando escreve, ela tem o condão de não explicar o que estamos vendo nas reportagens que faz para a TV Globo, mas de nos ajudar a pensar. Seu texto é elegante, instigante e tem sempre uma surpresa; as palavras vêm precisas, sem rebuscamentos. (Histórias de uma repórter brasileira na China)

10 Agora, Inês é morta. Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura. Antes tarde do que nunca. As aparências enganam. Cada macaco no seu galho. Cão que ladra não morde. De grão em grão, a galinha enche o papo. Depois da tormenta, sempre vem a bonança. Devagar se vai longe. É melhor não cutucar a onça com vara curta.

11 É melhor prevenir do que remediar. Em boca fechada não entra mosca. Em casa de ferreiro, espeto de pau. Em terra de cego, quem tem um olho é rei. Mais vale um pássaro na mão do que dois voando. Não conte com o ovo na barriga da galinha.

12 O céu está no chão O céu não cai do alto É o claro, é a escuridão O céu que toca o chão E o céu que vai no alto Dois lados deram as mãos Como eu fiz também Só pra poder conhecer O que a voz da vida vem dizer Que os braços sentem E os olhos vêem Que os lábios sejam Dois rios inteiros Sem direção O sol é o pé e a mão O sol é a mãe e o pai Dissolve a escuridão O sol se põe se vai E após se pôr O sol renasce no Japão Eu vi também Só pra poder entender Na voz a vida ouvi dizer Que os braços sentem E os olhos vêem E os lábios beijam Dois rios inteiros Sem direção ch?v=1LQypDCvMz4

13 E o meu lugar é esse Ao lado seu, meu corpo inteiro Dou o meu lugar pois o seu lugar É o meu amor primeiro O dia e a noite as quatro estações Que os braços sentem E os olhos vêem E os lábios Sejam Dois rios inteiros Sem direção O céu está no chão O céu não cai do alto É o claro, é a escuridão O céu que toca o chão E o céu que vai no alto Dois lados deram as mãos Como eu fiz também Só pra poder conhecer Tudo que a voz da vida vem dizer Que os braços sentem E os olhos vêem E os lábios beijam Dois rios inteiros Sem direção E o meu lugar é esse Ao lado seu, no corpo inteiro Dou o meu lugar pois o seu lugar É o meu amor primeiro O dia e a noite as quatro estações Que os braços sentem E os olhos vêem Que os lábios sejam Dois rios inteiros Sem direção Que os braços sentem E os olhos vêem E os lábios beijam Dois rios inteiros Sem direção Samuel Rosa - Lô Borges - Nando Reis


Carregar ppt "Ana Paula Freitas. Quando a palavra é utilizada com seu sentido comum (o que aparece no dicionário) dizemos que foi empregada denotativamente."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google