A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PLANALTO – superfície relativamente plana ou acidentada, formada por erosão e geralmente acima de 200 m de altitude. PLANÍCIE - superfície plana, formada.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PLANALTO – superfície relativamente plana ou acidentada, formada por erosão e geralmente acima de 200 m de altitude. PLANÍCIE - superfície plana, formada."— Transcrição da apresentação:

1 PLANALTO – superfície relativamente plana ou acidentada, formada por erosão e geralmente acima de 200 m de altitude. PLANÍCIE - superfície plana, formada por sedimentação e geralmente abaixo de 200 m de altitude. DEPRESSÃO – forma de relevo mais baixa do que as áreas ao redor. Pode ser absoluta (abaixo do nível do mar) ou relativa (acima do nível do mar) SERRA – agrupamento de montanhas enfileiradas. Várias serras formam uma cordilheira ESCARPA – porção final de um planalto (pode ser originada por um falhamento), com relevo acidentado e com forte declividade.

2

3

4 Unidades de relevo do Brasil – acompanha o mapa do slide anterior – classificação do prof. Jurandyr Ross

5 4 – Planaltos e chapadas da Bacia do Paraná: Extenso Formado pelo relevo de cuestas com seus morros-testemunhos Apresenta uma base de arenito do Paleozoico e uma cobertura basáltica do Mesozoico A decomposição do basalto deu origem ao solo de terra-roxa

6 6 e 7 – Planaltos residuais norte e sul amazônicos : ricos em minérios (ao norte estão as maiores altitudes do Brasil) 11 – Planalto da Borborema: contribui para um clima mais seco no Sertão (bloqueia a entrada de ventos úmidos vindos do Atlântico)

7 8 – Planaltos e Serras do Atlântico Leste-Sudeste: Estrutura cristalina Maior altitude média do Brasil Possui escarpas (S. do Mar) e mar-de-morros (relevo mamelonar) Minérios em MG Erosão pluvial e intemperismo físico e químico

8

9

10 2,13 e 14 – Depressões Amazônicas – são extensas, suavemente onduladas e com terrenos sedimentares fluviais e marinhos (possibilidades de gás natural e petróleo) 21 e 22 – Depressões Periféricas – são estreitas e alongadas; possuem jazidas de carvão mineral

11 19 – Depressão Sertaneja: Extensa Possui vários minérios Erosão eólica Base cristalina e cobertura sedimentar Superfícies planas rebaixadas ocupando parte do Sertão e acompanhando o Vale do São Francisco Apresenta chapadas, pediplanos e inselbergs PEDIPLANO: Superfície que apresenta topografia plana a suavemente inclinada, formada a partir de um processo erosivo em clima árido e semi- árido. INSELBERG: Forma residual que apresenta feições variadas e que se destacam em meio aos pediplanos.

12

13 *Todas as planícies são baixas, planas e sedimentares (a sedimentação pode ser fluvial e/ou marinha) 23 – Planície Amazônica: extensa, alongada, acompanha o curso do Rio Amazonas e alguns afluentes; sedimentação fluvial e marinha, com jazidas de gás natural e petróleo. 26 – Planície do Pantanal: possui declividade quase nula; sedimentação fluvial do Quaternário (muito recente); alagamentos periódicos. 28 – Planície Litorânea: extensa e alongada, acompanha o litoral do Brasil; interrompida por barreiras e falésias; sedimentação flúvio-marinha, com jazidas de gás natural e petróleo.

14

15 Vídeo sugerido: Relevo do Brasil

16 Exercício 4 – página 64

17 Exercício 5 – página 65

18 Exercício 8 – página 65 A) Depressão Sertaneja B) interior do NE e Vale do São Francisco C) apresenta base cristalina com cobertura sedimentar, erosão eólica, minérios, superfícies planas e formações de pediplanos, inselbergs e chapadas.

19 Exercício 5 – página 67


Carregar ppt "PLANALTO – superfície relativamente plana ou acidentada, formada por erosão e geralmente acima de 200 m de altitude. PLANÍCIE - superfície plana, formada."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google