A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Terapias Homeomédica Ao estabelecermos este dialogo interactivo estamos a propor uma parte da nossa capacidade de tratamentos. Por essa mesma razão entende-se.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Terapias Homeomédica Ao estabelecermos este dialogo interactivo estamos a propor uma parte da nossa capacidade de tratamentos. Por essa mesma razão entende-se."— Transcrição da apresentação:

1 Terapias Homeomédica Ao estabelecermos este dialogo interactivo estamos a propor uma parte da nossa capacidade de tratamentos. Por essa mesma razão entende-se que deve manter um contacto com o Terapeuta de Serviço

2 Mosquito Variadas espécies de mosquito, produzem pela sua picada uma série de perturbações, das quais a mais “moderna” ser conhecida como DENGUE. A Segunda infecção cria uma Situação MUITO Perigosa. A Primeira infecção - VACINA

3 O período de incubação é de três a quinze dias após a picada. Dissemina-se pelo sangue (viremia). Os sintomas iniciais são inespecíficos como febre alta (normalmente entre 38° e 40 °C) de início abrupto, mal-estar, anorexia (pouco apetite), cefaleias, dores musculares e nos olhos. No caso da hemorrágica, após a febre baixar pode provocar gengivorragias e epistáxis (sangramento do nariz), hemorragias internas e coagulação intravascular disseminada, com danos e enfartes em vários órgãos, que são potencialmente mortais. Ocorre frequentemente também hepatite e por vezes choque mortal devido às hemorragias abundantes para cavidades internas do corpo. Há ainda petéquias (manchas vermelhas na pele), e dores agudas das costas (origem do nome, doença “quebra-ossos”). A síndrome de choque hemorrágico da dengue ocorre quando pessoas imunes a um sorotipo devido a infecção passada já resolvida são infectadas por outro sorotipo. Os anticorpos produzidos não são específicos suficientemente para neutralizar o novo sorotipo, mas ligam-se aos virions formando complexos que causam danos endoteliais, produzindo hemorragias mais perigosas que as da infecção inicial. A febre é o principal sintoma.

4 Realçamos: Febre Os sintomas iniciais são inespecíficos como febre alta (normalmente entre 38° e 40 °C) de início abrupto VIRUS É SEMPRE VIRUS

5 Realçamos: 1ª INFECÇÃO Fígado Mal-estar, anorexia (pouco apetite), cefaleias, dores musculares e nos olhos Ocorre frequentemente também hepatite e por vezes choque mortal devido às hemorragias abundantes para cavidades internas do corpo.

6 Realçamos : 1ª INFECÇÃO Hemorragias No caso da hemorrágica, após a febre baixar, pode provocar gengivorragias e epistáxis (sangramento do nariz), hemorragias internas e coagulação intravascular disseminada, com danos e enfartes em vários órgãos, que são potencialmente mortais.

7 Realçamos: 1ª INFECÇÃO Pele e Ossos Há ainda petéquias (manchas vermelhas na pele), e dores agudas das costas (origem do nome, doença “quebra-ossos”).

8 Realçamos: Reinfecções A síndrome de choque hemorrágico da dengue ocorre quando pessoas imunes a um sorotipo devido a infecção passada já resolvida são infectadas por outro sorotipo. Os anticorpos produzidos não são específicos suficientemente para neutralizar o novo sorotipo, mas ligam-se aos virions formando complexos que causam danos endoteliais, produzindo hemorragias mais perigosas que as da infecção inicial.

9 Mosquito Variadas espécies de mosquito, produzem pela sua picada uma série de perturbações, das quais a mais “moderna” ser conhecida como DENGUE. Situação MUITO Perigosa na segunda infecção

10 Realçamos: 2º INFECÇÃO Reinfecções A síndrome de choque hemorrágico da dengue ocorre quando pessoas imunes a um sorotipo devido a infecção passada já resolvida são infectadas por outro sorotipo. Os anticorpos produzidos não são específicos suficientemente para neutralizar o novo sorotipo, mas ligam-se aos virions formando complexos que causam danos endoteliais, produzindo hemorragias mais perigosas que as da infecção inicial.

11 Realçamos: 2º INFECÇÃO Reinfecções A síndrome de choque hemorrágico da dengue ocorre quando pessoas imunes a um sorotipo devido a infecção passada já resolvida são infectadas por outro sorotipo. Os anticorpos produzidos não são específicos suficientemente para neutralizar o novo sorotipo, mas ligam-se aos virions formando complexos que causam danos endoteliais, produzindo hemorragias mais perigosas que as da infecção inicial.

12 Terapias Homeomédica Ao estabelecermos este dialogo interactivo estamos a propor uma parte da nossa capacidade de tratamentos. Por essa mesma razão entende-se que deve manter um contacto com o Terapeuta de Serviço

13 Prof. Dr. Orlando Valladares dos Santos Quarta Feira 15h-19h Sexta Feira 15h-19h Sábado 09h30-12h Marcações Prévias LISBOA Homeopatia / Fitoterapia

14 Prof. Dr. Fernando Neves Terça Feira 15h-19h Quinta Feira 15h-19h Sábado 09h30-12h Marcações Prévias LISBOA Acupunctura Su-Jok

15 Prof. Dr. Orlando Valladares dos Santos Segunda; Terça; Quinta Feira 15h-19h Sábado 15h30-19h Marcações Prévias Rio Maior Homeopatia / Fitoterapia

16 Prof. Dr. Fernando Neves Sexta Feira 15h-19h Sábado 15h30-19h Marcações Prévias Rio Maior Acupunctura Su-Jok


Carregar ppt "Terapias Homeomédica Ao estabelecermos este dialogo interactivo estamos a propor uma parte da nossa capacidade de tratamentos. Por essa mesma razão entende-se."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google