A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Denomina-se dengue a enfermidade causada por um arbovírus da família Flaviviridae, gênero Flavivirus, que inclui quatro tipos imunológicos: 1, 2, 3 e.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Denomina-se dengue a enfermidade causada por um arbovírus da família Flaviviridae, gênero Flavivirus, que inclui quatro tipos imunológicos: 1, 2, 3 e."— Transcrição da apresentação:

1

2 Denomina-se dengue a enfermidade causada por um arbovírus da família Flaviviridae, gênero Flavivirus, que inclui quatro tipos imunológicos: 1, 2, 3 e 4. A dengue tem, como hospedeiro vertebrado, o homem e outros primatas, mas somente o primeiro apresenta manifestação clínica da infecção e período de viremia de aproximadamente sete dias. Nos demais primatas, a viremia é baixa e de curta duração.

3 Vírus da dengue em célula infectada ao Microscópio eletrônico.

4 Atualmente, a dengue é a arbovirose mais comum que atinge o homem, sendo responsável por cerca de 100 milhões de casos/ano em população de risco de 2,5 a 3 bilhões de seres humanos. A febre hemorrágica da dengue (FHD) e síndrome de choque da dengue (SCD) atingem pelo menos 500 mil pessoas/ano, apresentando taxa de mortalidade de até 10% para pacientes hospitalizados e 30% para pacientes não tratados.

5 Entre os anos 1995 e início de 2001, foram notificados à Organização Panamericana da Saúde - OPAS, por 44 países das Américas, casos de dengue, dentre eles, da forma hemorrágica e 563 óbitos. O Brasil, o México, a Colômbia, a Venezuela, a Nicarágua e Honduras apresentaram número elevado de notificações, com pequena variação ao longo do período, seguidos por Costa Rica, El Salvador, Guatemala, Panamá, Porto Rico, Guiana Francesa, Suriname, Jamaica e Trinidad & Tobago. Nota-se a quase ausência de casos nos EUA, que notificaram somente sete, em 1995.

6 A Argentina compareceu a partir de 1998 e o Paraguai, a partir de Os casos de dengue hemorrágica e óbitos acompanham a distribuição descrita acima, e parece não terem relação com os sorotipos circulantes. No Brasil, os sorotipos registrados foram o 1 e o 2. Somente no ano de 2000 registrou-se o sorotipo 3. A Guatemala notificou a circulação dos quatro sorotipos, com baixo número de casos graves e óbitos. A dengue é transmitida através da picada de uma fêmea contaminada do Aedes aegypti, pois o macho se alimenta apenas de seiva de plantas. Um único mosquito desses em toda a sua vida (45 dias em média) pode contaminar até 300 pessoas.

7 O período de incubação é de três a quinze dias após a picada. Dissemina-se pelo sangue (viremia). Os sintomas iniciais são inespecíficos como febre alta (normalmente entre 38° e 40º C) de ínicio abrupto, mal-estar, pouco apetite, dores de cabeça, musculares e nos olhos. No caso da hemorrágica, após a febre baixar pode provocar sangramentos nas gengivas e nariz, hemorragias internas e coagulação intravascular disseminada, com danos e enfartes em vários órgãos, que são potencialmente mortais. Ocorre freqüentemente também hepatite e por vezes choque mortal devido às hemorragias abundantes para cavidades internas do corpo. Há ainda manchas vermelhas na pele, e dores agudas das costas (origem do nome, doença quebra-ossos).

8 A síndrome de choque hemorrágico da dengue ocorre quando pessoas imunes a um sorotipo devido a infecção passada já resolvida viajam e são infectadas por outro sorotipo. Os anticorpos produzidos não são específicos suficientemente para neutralizar o novo sorotipo, mas ligam-se aos virions formando complexos que causam danos endoteliais, produzindo hemorragias mais perigosas que as da infecção inicial. A febre é o principal sintoma.

9 Prevenção da Dengue Como se prevenir? Não existem vacinas contra a dengue de tal forma que a prevenção é a única arma contra a doença. Combate ao mosquito A melhor forma de se evitar a dengue é combater os focos de acúmulo de água, locais propícios para a criação do mosquito transmissor da doença. Para isso, é importante não acumular água em latas, embalagens, copos plásticos, tampinhas de refrigerantes, pneus velhos, vasinhos de plantas, jarros de flores, garrafas, caixas d´água, tambores, latões, cisternas, sacos plásticos e lixeiras, entre outros.

10 Combate aos focos de larvas Não deixe acumular água em pneus, latas, etc.

11 Rio de Janeiro tem mais de 131 mil casos de dengue Rio de Janeiro - A Secretaria de Saúde do Estado do Rio divulgou, no início da noite de hoje (7), os últimos números da epidemia de dengue. O total de casos, desde o início do ano, é de , 10 mil a mais do que o anunciado na última semana. O número de mortes em todo o estado chega a 106, das quais 36 por dengue hemorrágica. Outras 114 mortes suspeitas ainda estão sendo investigadas. A cidade do Rio lidera o ranking dos óbitos, com 64 mortes, seguida por Duque de Caxias, 11 mortes, e São João de Meriti, Angra dos Reis e Campos dos Goytacazes, com 5 mortes cada uma. Do total de óbitos por dengue, 42% são crianças e adolescentes entre zero e 15 anos de idade Por causa da menor procura, algumas tendas de hidratação, montadas no pico da epidemia, vão começar a ser desmontadas. A primeira a ser desativada será a do Méier, erguida próximo ao Hospital Salgado Filho, na zona norte. Epidemia

12 Araraquara-SP registra mais 70 novos casos de dengue A cidade de Araraquara, no interior de São Paulo, confirmou hoje 70 novos casos de dengue na última semana, e o número subiu para 876 confirmações no ano. É a cidade com a maior incidência da doença no Estado. Das notificações de ocorrências suspeitas desde janeiro, 458 foram descartadas, mas ainda existem 240 aguardando os resultados de exames laboratoriais. Dos casos positivos, apenas 4 foram importados e os demais são autóctones. O município continua realizando os serviços de combate ao mosquito transmissor, o Aedes aegypti, nos bairros.

13


Carregar ppt "Denomina-se dengue a enfermidade causada por um arbovírus da família Flaviviridae, gênero Flavivirus, que inclui quatro tipos imunológicos: 1, 2, 3 e."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google