A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ASPECTOS POLÍTICOS. PERÍODO REGENCIAL - POLÍTICA Três grupos tiveram atuação destacada neste período: 1 – Os Restauradores – defendiam a volta de D. Pedro.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ASPECTOS POLÍTICOS. PERÍODO REGENCIAL - POLÍTICA Três grupos tiveram atuação destacada neste período: 1 – Os Restauradores – defendiam a volta de D. Pedro."— Transcrição da apresentação:

1 ASPECTOS POLÍTICOS

2 PERÍODO REGENCIAL - POLÍTICA Três grupos tiveram atuação destacada neste período: 1 – Os Restauradores – defendiam a volta de D. Pedro I ao trono; 2 – Os Moderados – defendiam a manutenção da ordem política e social, representavam a aristocracia rural; 3 – Liberais Exaltados – formado pelas camadas médias urbanas, chegavam a defender a República.

3 PERÍODO REGENCIAL - POLÍTICA Os Moderados dividiam-se em dois grupos: 1 – Os Progressistas – que defendiam uma descentralização do poder central – deram origem ao Partido Liberal. 2 – Os Regressistas – defendiam uma maior centralização do poder político – deram origem ao Partido Conservador

4 PERÍODO REGENCIAL - POLÍTICA Período Progressista (1831 – 1837) - descentralização Criação da Guarda Nacional (1831) – força armada vinculada diretamente a aristocracia rural; Aprovação do Código de Processo Criminal (1832) – os juízes de paz eleitos diretamente sob o controle da elite rural Ato Adicional de 1834 – extinção do Conselho de Estado, autonomia para as Províncias, substituição da Regência Trina pela Regência Una

5 PERÍODO REGENCIAL - POLÍTICA

6 A Reação Conservadora (1837 – 1840) O país é marcado por várias rebeliões, como a Cabanagem no Pará e a Guerra do Farrapos no Sul. Várias conquistas liberais foram extintas. Revogação do Ato Adicional de 1834 – fortalecimento do poder central do Império. O Golpe da Maioridade e a antecipação da coroação do Imperador Pedro II, com apenas 14 anos de idade. (1840)

7 AS REVOLTAS DO PERÍODO REGENCIAL

8 - A relativa liberdade dos escravos urbanos e a existência de um grande número de escravos libertos. - Os malês eram escravos islamizados e falavam árabe. - Revolta contra a escravidão e a tentativa de imposição do catolicismo. - Violenta repressão do governo.

9 A CABANAGEM – PARÁ ( ) Movimento de caráter popular – população composta de índios, negros que viviam em pequenos povoados nas margens dos rios – os cabanos. Chegaram a tomar Belém e ocupar o governo. Reação a situação miserável e ao domínio dos grandes latifundiários. violenta repressão!

10 A SABINADA – BAHIA (1837) Movimento liberal das camadas médias urbanas e Salvador. Movimento separatista – chegaram a fundar a República Baiense. Depois de duros combates, os rebeldes foram derrotados!

11 A BALAIADA – MARANHÃO (1839 – 1841) Disputas políticas na província: bem-te-vis (liberais) X cabanos (grandes proprietários de terras); Movimento popular – participação de vaqueiros, balaios e um quilombo; Chegaram a tomar a segunda cidade da província – Caxias – e a tornaram capital do governo provisório; A falta de articulação entre os vários setores sociais envolvidos facilitou a repressão ao movimento.

12 A FARROUPILHA – RIO GRANDE DO SUL E SANTA CATARINA (1835 – 1845) Maior e mais longo movimento deste período; Liderado pelas elites agrárias – Liberais Exaltados – que lutavam contra o centralismo das decisões no Rio de Janeiro; Os estancieiros gaúchos se sentiram prejudicados com a diminuição das taxas alfandegárias do charque uruguaio e argentino, que tornava o charque da região mais caro.

13 A FARROUPILHA – RIO GRANDE DO SUL E SANTA CATARINA (1835 – 1845) A elite nunca perdeu o controle do movimento; Em 1835, os revolucionários tomaram Porto Alegre, sob o comando de Bento Gonçalves; Fundaram a Republica: a República Piratini e Giuseppe Garibaldi e Davi Canabarro proclamaram a República Juliana (Santa Catarina)

14 Nomeação de Caxias para Presidente da Província – pacificar a região; Em 1845 os rebeldes aceitaram o acordo – mudanças na política de impostos, anistia ampla, liberdade para os escravos que lutaram com os farrapos, devolução de propriedades confiscadas. A FARROUPILHA – RIO GRANDE DO SUL E SANTA CATARINA (1835 – 1845)


Carregar ppt "ASPECTOS POLÍTICOS. PERÍODO REGENCIAL - POLÍTICA Três grupos tiveram atuação destacada neste período: 1 – Os Restauradores – defendiam a volta de D. Pedro."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google