A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PESCA EM ÁGUAS PROFUNDAS XVIII CAOS. A família é o núcleo da convivência humana em comunidade. É a primeira organização a sentir o impacto da atitude.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PESCA EM ÁGUAS PROFUNDAS XVIII CAOS. A família é o núcleo da convivência humana em comunidade. É a primeira organização a sentir o impacto da atitude."— Transcrição da apresentação:

1 PESCA EM ÁGUAS PROFUNDAS XVIII CAOS

2 A família é o núcleo da convivência humana em comunidade. É a primeira organização a sentir o impacto da atitude descompensada do homem, consequentemente, a primeira a deteriorar-se, pois o seu condutor tornou-se incapaz na gerência dos valores transcendentais que lhe são intrínsecos.

3 Esse comportamento, além de outros malefícios, desenvolve o anti-humanismo. Já imaginou um Homem anti-humano? É só observar a caminhada da sociedade, o aborto é uma de suas bandeiras que mais tremulam!...

4 Por outro lado, a injustiça propícia a ganância desmedida. Poucas famílias têm tudo e quase todas têm nada, muitas nem mesmo um pedaço de pão dormido para alimentar-se. Com isso, a desordem causada pela impunidade promove a violência que, reforçada pela ausência de programas públicos compensatórios, assola todos os rincões da comunidade.

5 Segundo a ONU, no mundo, em 2004, a cada cinco segundos morria de fome uma criança e em 2006, três. No período, esse incremento de duas mortes, indica que a injustiça estimulou a ganância do homem. Fato que comprova que o aumento de mortes por fome é diretamente proporcional ao aumento da ganância, logicamente, da injustiça!... Hoje, quantas crianças morrem famintas?...

6 Na Paróquia da Mãe da Divina Providência, um cubículo de madeira carcomida, construída em área de invasão, no meio de vários outros, serve simultaneamente de sala, cozinha e quarto para uma família de 17 membros (avós, pais, filhos, netos, genros, noras e afins) que descansam ou dormem amontoados, promíscuos, juntos como cachorrinhos e com cachorrinhos. Quando chove de noite, acordam molhados pela água fétida e contaminada que invadiu por baixo o cubículo! Eis um dos infindos focos do olhar do Cristo crucificado neste terceiro milênio a nos chamar a atenção!...

7 A realidade é sarcástica, cada um luta por si para sobreviver, já não mais sobreviver dignamente, mas simplesmente viver por viver, entretanto sempre vencem os que têm mais riqueza e poder, o que mais aumenta o contingente dos miseráveis e dos sacrificados inocentemente... Um crime hediondo?...

8 Mas quem são os criminosos nessa sociedade que se caotiza celeremente? Grande parte dos juízes decide o destino de homens destilando injustiça e hipocrisia em suas sentenças e os governantes, políticos, maiorais do povo, enfim, aqueles que detêm o poder de decisão, afundados até a cabeça em ilegalidades, acham que é normal, que assim tem de ser, pois sempre foi assim. O pior disso tudo é que esta realidade é estimulada em muitos casos pelo comprometimento, omissão ou indiferença daqueles que têm a missão de pregar e viver o amor de Deus! É verdade, apesar de tudo Deus continua fiel em seu amor por nós, mas estejamos certos que a conta desse desleixo ou desvio de conduta um dia será cobrada com severidade justa. Deus é Pai, ele vê os filhos com equidade, nenhum é mais do que o outro, inclusive a família daquele cubículo... Eliezer de Oliveira Martins Obs: O autor é diácono da Arquidiocese de Santa Maria de Belém do Grão Pará, Amazônia do Brasil. Esses fatos são uma adaptação dos narrados em link FONTE DE VIDA, Em Águas Profundas. Musical: Only A Memory, Yanni


Carregar ppt "PESCA EM ÁGUAS PROFUNDAS XVIII CAOS. A família é o núcleo da convivência humana em comunidade. É a primeira organização a sentir o impacto da atitude."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google