A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 Proteção radiológica O que é proteção radiológica Não-acidentes históricos: Hiroshima e Nagasaki Acidentes nucleares memoráveis, civil e militar: – Chernobyl.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 Proteção radiológica O que é proteção radiológica Não-acidentes históricos: Hiroshima e Nagasaki Acidentes nucleares memoráveis, civil e militar: – Chernobyl."— Transcrição da apresentação:

1 1 Proteção radiológica O que é proteção radiológica Não-acidentes históricos: Hiroshima e Nagasaki Acidentes nucleares memoráveis, civil e militar: – Chernobyl (25/04/1986) – Goiânia – HQ(13/09/1987) – Tokaimura (Japan's Sep. 30, 1999) – Submarino nuclear (vários)

2 2 Pqna história BIG BANG Estrutura da matéria, átomos, protons, neutrons, eletrons, particulas fundamentais e interaçõesEstrutura da matéria, átomos, protons, neutrons, eletrons, particulas fundamentais e interações Câmara de Neblina ou Câmara de Wilson

3 3

4 4 De um material sólido até sub-partículas

5 5

6 6 Forma econômica de observar partículas Charles Thomson Rees Wilson Charles Thomson Rees Wilson Formado em metereologia, estudo da formação de nubens (1894) Primeira observação em 1910 Premio Nobel de Física

7 7 Que conclusões obtemos com a câmara de neblina? Evidência de radiação ambiente, com diversas origens: –Radiação cósmica –Radiação de corpos ou matérias no meio ambiente Ionizante ou não? Raios X (é ionizante) Radiação UV (não é ionizante)

8 8 Desde que o meio é ionizante..... O que dizer dos materiais radioativos –Diferentes tipos de fontes Naturais Artificiais, reatores nucleares, aceleradores de partículas Contaminação –Tipos de apresentação Seladas Não-seladas Regras, normas e condutas Como gerenciar, manipular, estocar, controlar Radiação UV?

9 Como se proteger - Órgãos de fiscalização Federal: –CNEN – Comissão Nacional de Energia Nuclear – Instituto de Radioproteção e Dosimetria (IRD) Nas 3 esferas de governo: federal, estadual e municipal temos –Vigilância Sanitária (estão aparelhados?) Como detectar? Câmara de neblina e semelhantes Tubo contador Geiger Muller Semicondutor Placa fotográfica

10 10 Não-acidentes históricos

11 11 Não-acidentes históricos: Hiroshima e Nagasaki 6 e 9 de agosto de 1945

12 12 Little Boy e Fat Man

13 13 Algumas caracteristicas Hiroshima Little Boy 6 de agosto de ,5 ktons TNT Nagasaki Fat Man 9 de agosto de ktons TNT

14 14 Conseqüências Geração de calor, radiação e neutrons Destruição de edificações Mortos e feridos logo após a explosão e alta temperatura gerada: (m) e (f), (m) e (f) de uma população inicial estimada de e em Hiroshima e Nagasaki respectivamente Mortes e doenças decorrentes da exposição à radiação Problemas genéticos, esterilidade e malformação de fetos, envolvendo várias gerações Até 1950 temos uma estimativa de mortes nas duas cidades.

15 15 Hiroshima Se os danos físicos foram assim, basta imaginar como foram as mortes

16 16 Acidentes Chernobyl – Rússia ( ) Goiânia – Brasil ( )

17 17 Chernobyl

18 18 Pripyat – local dos reatores

19 19 O conjunto de reatores

20 20 Reator RBMK

21 21 Isótopos liberados Isótopo Elemento Meia-Vida Atividade (TBq) Cs-137 Césio 30 anos Cs-134 Césio 2,1 anos I-131 Iodo 8 dias Xe-133 Xenônio 5,3 dias Mo-99 Molibdênio 2,8 dias Zr-95 Zircônio 64 dias Ru-103 Ruthênio 39 dias Ru-106 Ruthênio 368 dias Ba-140 Bário 12,7 dias Ce-141 Cério 32,5 dias Ce-144 Cério 284 dias Sr-89 Estrôncio 59,5 dias Sr-90 Estrôncio 29,2 anos Pu-240 e Pu-239 Plutônio anos 72

22 22 Corresponde 500 Hiroshimas

23 23 O que a nuvem radioativa provoca

24 24 Conseqüências Alem de 2 mortos pela explosão na hora + 29 na operação de resgate e feridos Evacuação de todo um povoado localizado a 4 km de distância dos reatores, habitantes Num raio de 30 km foram retirados ao todo habitantes Doenças provocadas pela explosão radioativa

25 25

26 26

27 27

28 28

29 29 Equipamentos contaminados

30 30 Helicópteros contaminados

31 31 Acidente de Goiânia

32 32 Acidente de Goiânia - HQ - Ilustrado por Mariozan Brilho Mágico e Letal Roberto dos Santos fica sabendo que havia uma peça de chumbo- de muito valor - nas antigas dependências do Instituto de Radioterapia, na Av. Paranaíba Com a ajuda do amigo Wagner Mota, Roberto consegue remover partes da peça no dia 13 de setembro. Os dois levam-na em um carrinho de mão para a Rua 57, Centro

33 33 Acidente de Goiânia - HQ - Ilustrado por Mariozan Devair Alves Ferreira compra a peça no dia 18 de setembro. Na mesma tarde dois funcionários levam o material para o ferro-velho, onde é aberto. À noite, Devair se encanta com o intenso brilho azul daquele pó e imagina que poderá ganhar muito dinheiro ou que está diante de algo sobrenatural Admirado, leva o material para casa. No dias 19, 20 e 21, amigos e vizinhos são convidados a ver o brilho.

34 34 Devair distribui porções do pó entre familiares Ivo Alves, irmão de Devair, carrega uma porção no bolso da calça. Algumas pessoas passam o produto no corpo e brincam com aquele brilho, como se fosse uma festa Todas as pessoas que tiveram contato com o césio 137 passam mal. Roberto e Wagner apresentam sintomas de contaminação radioativa (tonteiras, náuseas e vômitos) na noite do dia 13. Devair e Gabriela sentem-se mal no dia 19 de setembro. Maria Gabriela apresenta sinais de piora no dia 21 e, como Wagner Mota, procura atendimento no Hospital São Lucas Em casa, Ivo põe fragmentos do pó sobre a mesa. Sua filha Leide, de 6 anos, manuseia o material radioativo durante a refeição, ingerindo fragmentos de césio

35 35 Gabriela suspeita que a peça seja a causa do mal- estar. Com ajuda de funcionários do ferro- velho, vai de ônibus à Vigilância Sanitária levar o material suspeito As vítimas são levadas para o HDT. A Secretaria da Saúde é comunicada da existência da estranha peça. O físico Walter Mendes confirma que o material é radioativo. A área da Vigilância é isolada. Devair e seus familiares são convencidos a deixar suas casas. As vítimas são monitoradas no Estádio Olímpico. A CNEN é avisada HDT = Hospital de Doenças Tropicais

36 36 Monitoramento de habitantes 249 acima do normal, 20 hospitalizados 4 faleceram em pouco tempo, ao total 14 até 2001 (lembrar acidente em )

37 37 Imagens Roberto Santos Alves, braço amputado Aberração cromosonal, possui centrômero a mais

38 38 Fotos

39 39 Qual é a história sobre eles?

40 40 Rejeito (Lixo) radioativo

41 41

42 42 Fim

43 43 Como opera o reator

44 44 Energy comparisonFurther discussionFission fragments


Carregar ppt "1 Proteção radiológica O que é proteção radiológica Não-acidentes históricos: Hiroshima e Nagasaki Acidentes nucleares memoráveis, civil e militar: – Chernobyl."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google