A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SECRETARIA DE SANEAMENTO E ENERGIA DEPARTAMENTO DE ÁGUAS E ENERGIA ELÉTRICA - DAEE SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS SECRETARIA DE SANEAMENTO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SECRETARIA DE SANEAMENTO E ENERGIA DEPARTAMENTO DE ÁGUAS E ENERGIA ELÉTRICA - DAEE SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS SECRETARIA DE SANEAMENTO."— Transcrição da apresentação:

1 SECRETARIA DE SANEAMENTO E ENERGIA DEPARTAMENTO DE ÁGUAS E ENERGIA ELÉTRICA - DAEE SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Sistema de Limpeza Urbana e Manejo de Resíduos Sólidos – Sub-bacia 05 – Médio Tietê Superior Resíduos de Serviços de Saúde Resíduos Sólidos Inertes Resíduos Sólidos Domiciliares Limpeza Urbana

2 SECRETARIA DE SANEAMENTO E ENERGIA DEPARTAMENTO DE ÁGUAS E ENERGIA ELÉTRICA - DAEE SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Geração Atual dos Resíduos da Sub-bacia 05 MunicípioRSD (t/dia)RSI (m 3 /mês)RSS (kg/dia) Araçariguama18,0216,017,0 Cabreúva20,0526,091,0 Itu110,01.946,0268,0 Salto70,0520,0231,0 São Roque70,0995,573,0 Ano base 2010 RSD – Resíduos Sólidos Domésticos RSI – Resíduos Sólidos Inertes RSS – Resíduos de Serviços de Saúde

3 SECRETARIA DE SANEAMENTO E ENERGIA DEPARTAMENTO DE ÁGUAS E ENERGIA ELÉTRICA - DAEE SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Destinação Atual dos Resíduos da Sub-bacia 05 MunicípioRSDRSIRSS AraçariguamaAterro Sanitário Tecipar- Unidade Privada – Tratalix Santana de Parnaíba CabreúvaAterro Sanitário Municipal- Unidade Privada – Tratalix Santana de Parnaíba ItuAterro Sanitário Municipal- Unidade Privada – Tratalix Santana de Parnaíba SaltoAterro Municipal- Unidade Privada – MB Engenharia Hortolândia São RoqueAterro Sanitário Estre Itapevi- Unidade Privada – Tratalix Santana de Parnaíba Ano base 2010 RSD – Resíduos Sólidos Domésticos RSI – Resíduos Sólidos Inertes RSS – Resíduos de Serviços de Saúde

4 SECRETARIA DE SANEAMENTO E ENERGIA DEPARTAMENTO DE ÁGUAS E ENERGIA ELÉTRICA - DAEE SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Projeção da Geração de Resíduos Brutos da Sub- bacia 05 MunicípioAnoRSD (t/dia)RSI (m 3 /mês)RSS (kg/dia) Araçariguama ,0215,516, ,8280,626,1 Cabreúva ,0525,691, ,6640,3110,9 Itu ,01.946,1267, ,82.540,2422,2 Salto ,0520,0230, ,6817,9273,2 São Roque ,0995,573, ,61.270,8110,9

5 SECRETARIA DE SANEAMENTO E ENERGIA DEPARTAMENTO DE ÁGUAS E ENERGIA ELÉTRICA - DAEE SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Lei Federal de 02/Agosto/2010 Institui a Política Nacional dos Resíduos Sólidos Principais Diretrizes: Não geração, redução Reutilização, separação na origem e coleta seletiva Reciclagem e incentivo à criação de cooperativas Tratamento, e disposição final para os não-reaproveitáveis Consórcios intermunicipais

6 SECRETARIA DE SANEAMENTO E ENERGIA DEPARTAMENTO DE ÁGUAS E ENERGIA ELÉTRICA - DAEE SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Atendimento Gradativo à Legislação Federal AnoFaixa de ReaproveitamentoMédia Anual 2011de 0 a 10%5,0% 2012de 10% a 20%15,0% 2013de 20% a 35%27,5% 2014de 35% a 60%47,5% 2015 em diante60%

7 SECRETARIA DE SANEAMENTO E ENERGIA DEPARTAMENTO DE ÁGUAS E ENERGIA ELÉTRICA - DAEE SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Projeção de Geração de Rejeitos de RSD e RSI – Sub-bacia 05 Projeção de Rejeitos de RSD (t/dia) Município Araçariguama18,09,5 Cabreúva20,09,9 Itu110,058,3 Salto70,033,5 São Roque70,036,2 Projeção de Rejeitos de RSI (t/dia) Município Araçariguama4,35,6 Cabreúva10,512,8 Itu39,050,8 Salto26,731,6 São Roque19,925,4

8 SECRETARIA DE SANEAMENTO E ENERGIA DEPARTAMENTO DE ÁGUAS E ENERGIA ELÉTRICA - DAEE SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Alternativas Estudadas para os Resíduos da Sub- bacia 05 RSD – Resíduos Sólidos Domésticos CT – Central de Triagem UC – Usina de Compostagem ATS – Aterro Sanitário RSI – Resíduos Sólidos Inertes CB – Central de Britagem ATI – Aterro de Inertes RSS – Resíduos dos Serviços de Saúde UT – Unidade de Tratamento dos Resíduos dos Serviços de Saúde RSDRSIRSS CTUCATSCBATIUT Municipal Regional Consorciada Regional Regional Privada

9 SECRETARIA DE SANEAMENTO E ENERGIA DEPARTAMENTO DE ÁGUAS E ENERGIA ELÉTRICA - DAEE SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Simulação da Regionalização para RSD e RSI

10 SECRETARIA DE SANEAMENTO E ENERGIA DEPARTAMENTO DE ÁGUAS E ENERGIA ELÉTRICA - DAEE SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Simulação da Regionalização para RSS

11 SECRETARIA DE SANEAMENTO E ENERGIA DEPARTAMENTO DE ÁGUAS E ENERGIA ELÉTRICA - DAEE SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Custos e Receitas Custos: Custo de Disponibilização de Terreno Custo de Implantação da Unidade Custo de Operação da Unidade Custo de Transporte dos Resíduos Receitas: Venda de Materiais Recicláveis de Resíduos Sólidos Domiciliares Venda de Composto Orgânico de Resíduos Sólidos Domiciliares Venda de Material Reaproveitável de Resíduos Sólidos Inertes

12 SECRETARIA DE SANEAMENTO E ENERGIA DEPARTAMENTO DE ÁGUAS E ENERGIA ELÉTRICA - DAEE SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Comparação entre Alternativas da Sub-bacia 05 UnidadeAlternativa Local VPL dos Custos (R$/t) Local VPL dos Custos (R$/t) Local VPL dos Custos (R$/t) AraçariguamaCabreúvaItu ATS Municipal Araçariguama 68,63 Cabreúva67,85Itu 40,44 Regional Santana de Parnaíba 15,51 Santana de Parnaíba 17,93 Santana de Parnaíba 20,92 CT Municipal Araçariguama 45,04 Cabreúva44,77Itu 20,07 Regional Santana de Parnaíba 13,97 Santana de Parnaíba 16,43 Santana de Parnaíba 18,64 UC Municipal Araçariguama 9,33 Cabreúva9,15Itu 6,41 Regional Santana de Parnaíba 6,00 Santana de Parnaíba 6,92 Santana de Parnaíba 8,22 ATI Municipal Araçariguama 11,38 Cabreúva8,14Itu 4,98 Regional Santana de Parnaíba 5,47 Santana de Parnaíba 7,32 Santana de Parnaíba 9,72 CB Municipal Araçariguama 3,30 Cabreúva3,16Itu 2,62 Regional Santana de Parnaíba 3,36 Santana de Parnaíba 5,18 Santana de Parnaíba 7,56 UT Regional Iperó 21,22 Iperó20,76Iperó 22,07 Regional Santana de Parnaíba 68,01 Santana de Parnaíba 73,92 Santana de Parnaíba 104,45 ATS-Aterro Sanitário | CT- Central de Triagem | UC-Unidade de Compostagem | ATI- Aterro de Inertes | CB- Central de Britagem | UT- Unidade de Tratamento de Resíduos de Saúde

13 SECRETARIA DE SANEAMENTO E ENERGIA DEPARTAMENTO DE ÁGUAS E ENERGIA ELÉTRICA - DAEE SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Comparação entre Alternativas da Sub-bacia 05 UnidadeAlternativa Local VPL dos Custos (R$/t) Local VPL dos Custos (R$/t) SaltoSão Roque ATS Municipal Salto 47,18 São Roque46,10 Regional Santana de Parnaíba 21,64 Santana de Parnaíba17,32 CT Municipal Salto 27,41 São Roque24,87 Regional Santana de Parnaíba 20,72 Santana de Parnaíba15,28 UC Municipal Salto 7,48 São Roque7,00 Regional Santana de Parnaíba 8,88 Santana de Parnaíba6,68 ATI Municipal Salto 5,83 São Roque6,34 Regional Santana de Parnaíba 10,23 Santana de Parnaíba6,83 CB Municipal Salto 2,87 São Roque2,98 Regional Santana de Parnaíba 8,08 Santana de Parnaíba4,69 UT Regional Iperó 20,68 Iperó21,29 Regional Hortolândia 88,34 Santana de Parnaíba77,37 ATS-Aterro Sanitário | CT- Central de Triagem | UC-Unidade de Compostagem | ATI- Aterro de Inertes | CB- Central de Britagem | UT- Unidade de Tratamento de Resíduos de Saúde

14 SECRETARIA DE SANEAMENTO E ENERGIA DEPARTAMENTO DE ÁGUAS E ENERGIA ELÉTRICA - DAEE SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Proposições adotadas para a Sub-bacia 05 MunicípioRSDRSIRSS CTUCATSCBATIUT Araçariguama Regional Santana de Parnaíba Regional Consorciada Iperó Cabreúva Regional Santana de Parnaíba Regional Consorciada Iperó Itu Regional Santana de Parnaíba Regional Consorciada Iperó Salto Regional Santana de Parnaíba Regional Consorciada Iperó São Roque Regional Santana de Parnaíba Regional Consorciada Iperó

15 SECRETARIA DE SANEAMENTO E ENERGIA DEPARTAMENTO DE ÁGUAS E ENERGIA ELÉTRICA - DAEE SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Resumo dos investimentos necessários para a Sub-bacia 05 Investimentos (R$) MunicípioTotalTotal Sub-bacia 05 Araçariguama Cabreúva Itu Salto São Roque

16 SECRETARIA DE SANEAMENTO E ENERGIA DEPARTAMENTO DE ÁGUAS E ENERGIA ELÉTRICA - DAEE SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Vantagens das Soluções Consorciadas Ampliação dos benefícios pelo fato de agregar vários municípios Economia de escala – custos unitários mais vantajosos Maior poder de negociação de preços de contratos: prestação de serviços e venda de produtos processados Lei – Política Nacional dos Resíduos Sólidos Facilidade na captação de Recursos Federais


Carregar ppt "SECRETARIA DE SANEAMENTO E ENERGIA DEPARTAMENTO DE ÁGUAS E ENERGIA ELÉTRICA - DAEE SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS SECRETARIA DE SANEAMENTO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google