A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

TECIDO CARTILAGINOSO Prof a. Marta G. Amaral, Dra. Histofisiologia Prof a. Marta G. Amaral, Dra. Histofisiologia.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "TECIDO CARTILAGINOSO Prof a. Marta G. Amaral, Dra. Histofisiologia Prof a. Marta G. Amaral, Dra. Histofisiologia."— Transcrição da apresentação:

1 TECIDO CARTILAGINOSO Prof a. Marta G. Amaral, Dra. Histofisiologia Prof a. Marta G. Amaral, Dra. Histofisiologia

2 Histogênese

3 Características Avascular, sem linfáticos e terminações nervosas Nutrição a partir do líquido sinovial e pericôndrio É firme e flexível ao mesmo tempo

4 Funções Suporte de tecidos moles Revestir articulações Absorver choques Facilitar o deslizamento dos ossos nas articulações

5 Matriz Colágeno ou fibrilas de colágeno + elastina Proteoglicanas sulfatadas + ácido hialurônico Glicoproteínas Água Íons Permite que a cartilagem seja firme e flexível ao mesmo tempo.

6 Variações

7

8

9 Hialina É a mais encontrada A fresco tem cor branca azulada e translúcida Forma o primeiro esqueleto do embrião Forma o disco epifisário Sustenta as fossas nasais a traquéia, brônquios, extremidade ventral das costelas e superfícies articulares Matriz com predomínio de fibrilas de colágeno II

10 Pericôndrio

11

12 Crescimento Aposicional: fora para dentro, a partir do pericôndrio, por diferenciação celular. Intersticial: dentro para fora, por mitose

13

14 Matriz 60% água + 40% fibrilas colágeno II + proteoglicanas (ác. hialurônico + GAGs sulfatadas) + glicoproteínas GAGs: Condroitin 4 sulfato Condroitin 6 sulfato Queratan sulfato Ácido hialurônico H2OH2O

15 Glicoproteína = condronectina Faz a associação das moléculas da matriz com os condrócitos. Liga os condrócitos as fibrilas de colágeno II + glicosaminoglicanas

16

17 Fibrila de colágeno II

18 H2OH2O (agrecan) +H2O+H2O

19

20

21 A compressão libera A descompressão permite a reexpansão da molécula e o volume da matriz

22 Elástica A fresco tem cor amarelada Encontrada no pavilhão auditivo, no conduto auditivo externo, na tuba auditiva, na epiglote e na cartilagem cuneiforme da laringe Matriz: fibras elásticas + fibrilas colágeno II +SFA Tem pericôndrio

23 Predomínio de fibras elásticas

24

25

26

27 Fibrosa Intermediário entre o conjuntivo denso modelado e a cartilagem hialina Encontrada: discos intervertebrais Em alguns pontos de inserção dos tendões nos ossos Na sínfise pubiana Matriz: predomínio de colágeno I com fibrilas colágeno II + SFA Não tem pericôndrio

28

29 Predomínio de colágeno I

30

31

32

33 Disco intervertebral

34

35

36 Regeneração Hialina: a partir do pericôndrio. Em crianças regenera bem, nos adultos regenera com dificuldade. Independente do tamanho da lesão o pericôndrio pode formar tecido conjuntivo denso, ou a matriz pode se calcificar. Elástica: regenera da mesma forma que a hialina, mas é menos sujeita a lesões. Fibrosa: difícil regeneração.

37 OBRIGADA!


Carregar ppt "TECIDO CARTILAGINOSO Prof a. Marta G. Amaral, Dra. Histofisiologia Prof a. Marta G. Amaral, Dra. Histofisiologia."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google