A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

T ECIDOS CONJUNTIVOS : CONEXÕES DO ORGANISMO. T ECIDOS CONJUNTIVOS Apresentam vários tipos de células, as quais se encontram separadas por muito material.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "T ECIDOS CONJUNTIVOS : CONEXÕES DO ORGANISMO. T ECIDOS CONJUNTIVOS Apresentam vários tipos de células, as quais se encontram separadas por muito material."— Transcrição da apresentação:

1 T ECIDOS CONJUNTIVOS : CONEXÕES DO ORGANISMO

2 T ECIDOS CONJUNTIVOS Apresentam vários tipos de células, as quais se encontram separadas por muito material intercelular que elas mesmas produzem Fibras colágenas, reticulares e elásticas, além de um gel viscoso formado por polissacarídios e proteínas Funções: - formação de fibras no processo de cicatrização - conexão entre os órgãos - sustentação do organismo - defesa contra agentes patogênicos - reserva energética - transporte de nutrientes…

3

4 Tipos de tecidos conjuntivos: - tecido conjuntivo propriamente dito - frouxo - denso - tecido adiposo - tecido cartilaginoso - tecido ósseo - tecido hematopoiético

5

6 T ECIDO CONJUNTIVO PROPRIAMENTE DITO De acordo com a predominância de fibras colágenas podemos classificar esse tecido em frouxo (menos colágeno) e denso (mais colágeno)

7 T ECIDO CONJUNTIVO FROUXO Função: preencher e unir os espaços localizados entre a pele e os diversos tecidos e órgãos do corpo Apoio para os epitélios e formam uma camada em torno dos vasos sanguíneos Substâncias intercelulares na constituição: ácido hialurônico e fibras colágenas, elásticas e reticulares Flexível e apresenta uma consistência delicada

8 Tipos celulares do tecido conjuntivo frouxo: Fibroblastos - células alongadas com prolongamentos citoplasmáticos – as mais abundantes do tec. conj. frouxo - função: produção de fibras protéicas – colágeno e elastina e de substancias intercelulares - o colágeno forma as fibras colágenas – proteína mais abundante, cerca de 30% do total de proteínas do organismo - fibras colágenas: tendões, ligamentos, derme, cartilagens, ossos, músculos… - a distribuição não é uniforme e existe relação com a atividade física

9

10 Adipócitos: - células que armazenam lipídios no tecido conjuntivo frouxo em locais como quadrism abdômen, coxas, e nádegas. - a maioria desse tipo de células encontra-se no tecido adiposo

11 Macrófagos: - Depois dos fibroblastos, células mais abundantes do tec. conj. Frouxo - Função: processo de defesa dos tecidos, por meio de fagocitose - se originam de monócitos – leucócitos do sangue que atravessam os vasos sanguíneos para defender o tecido conjuntivo contra agentes estranhos - depois de instaladas no tec. Conjuntivo essas células realizam intensa síntese protéica – comedores - podem fagocitar restos celulares ou partículas que invadem o nosso corpo

12 Plasmócitos: - também são células que defendem o tecido conjuntivo - produzem proteínas especiais denominadas anticorpos - os plasmócitos se originam de leucócitos conhecidos como linfócitos B (sangue)

13 Mastócitos: - células grandes que se localizam nas proximidades dos vasos sanguíneos - secretam duas substâncias: heparina e histamina - heparina: importante anticoagulante - histamina: composto que atua nas reações alérgicas

14 T ECIDO CONJUNTIVO DENSO Predomínio de fribras colágenas em relação aos tipos celulares Fibroblastos são as células mais abundantes Classificação de acordo com a disposição das fibras: - denso não modelado - denso modelado

15 T ECIDO CONJUNTIVO DENSO NÃO MODELADO OU FIBROSO Apresenta fibras colágenas dispostas em feixes não ordenados Derme, cápsulas que envolvem os rins, baço, fígado, tecidos que envolvem os ossos e cartilagens O tecido formador da derme contém ácido hialurônico – preenche os espaços entre as células – diminui com a idade Reduz a hidratação e a elasticidade da pele - rugas

16 T ECIDO CONJUNTIVO DENSO MODELADO OU TENDÍNEO Apresenta fibras colágenas que se arranjam de forma organizada em feixes paralelos Maior capacidade de resistência às trações e pouca elasticidade Tendões, estruturas histológicas que ligam as extremidades dos músculos esqueléticos aos ossos e nos ligamentos, que unem os músculos entre si Lesões nesse tecido, ruptura nas fibras colágenas Regeneração lenta, pois nesse tecido o colágeno é uma proteína de difícil renovação

17

18 T ECIDO ADIPOSO Exerce importantes atividades no metabolismo geral do organismo Predominam os adipócitos – células que armazenam as gorduras neutras ou triglicerídeos – reserva energética Função: isolante térmico e proteção contra choques mecânicos Modela o corpo masculino e feminino, cada qual com suas características próprias Disposição dos adipócitos – panículo adiposo – fatores como sexo e idade do indivíduo Recem-nascido- panículo adiposo é uniforme A distribuição diferente do tecido adiposo depende dos hormônios sexuais

19 Adipócitos se originam dos lipoblastos Triglicerídeos se acumulam nos lipoblastos na forma de gordura branca, origina-se uma gotícula única e maior que caracteriza a formação da célula adiposa adulta Adipócitos não realizam divisão celular O indivíduo engorda pelo acúmulo de lipídios nos lipoblastos e nos adipócitos Emagrecimento não provoca a redução no número de adipócitos.

20

21 O BESIDADE : O CONSUMO MAIOR QUE O GASTO A excessiva quantidade de tecido adiposo é prejudicial ao organismo Quando o gasto energético é menor que a ingestão de lipídios, o corpo deposita o excedente no tecido adiposo Esse depósito aumenta a massa corporal – sobrecarrega coração e pulmões Obesidade – desequilíbrio energético Vida moderna – diminuição do gasto energético

22 T ECIDO CARTILAGINOSO Conhecido como cartilagem Apresenta rigidez intermediária entre o tecido ósseo e o tecido conjuntivo denso Função: - sustentação e flexibilidade de partes do organismo (permite a modelação de partes como orelha e nariz) - Reveste a superfície das articulações - absorve impactos (discos intervertebrais) - fundamental na formação do tecido ósseo

23 Tecido cartilaginoso: avascular e não inervado – não existem vasos sanguíneos, vasos linfáticos e nervos ligados a ele Nutrição e oxigenação são realizadas por difusão de substâncias que são lançadas dos vasos sanguíneos localizados no pericôndrio, um tecido conjuntivo denso não modelado que reveste a superfície da cartilagem

24 C ONSTITUIÇÃO DO TECIDO CARTILAGINOSO Constituído por células, fibras protéicas (colágenas e elásticas) e substância intercelular denominada matriz extracelular

25 Células do tecido cartilaginoso: Condroblastos: - células jovens que se multiplicam por mitoses - produzem o material responsável pela formação da matriz extracelular - quando envoltos por matriz extracelular, são chamados de condrócitos Condrócitos: - condroblastos adultos - mantém a integridade das cartilagens - essas células se localizam em lacunas na matriz extracelular, nas quais participam da expansão da cartilagem

26 Matriz extracelular - material de consistência semelhante a um gel que envolve as células do tecido cartilaginoso – glicoproteínas + água + fbras Crescimento do tec. Cartilaginoso - divisão mitótica dos condroblastos (no início da vida, pois depois a cartilagem passa a ser rígida) - e por meio do pericôndrio – a camada mais profunda do pericôndrio se multiplica e se diferencia em condroblastos que são adicionados à cartilagem

27 V ARIEDADES TO TECIDO CARTILAGINOSO De acordo com o tipo e a quantidade de fibras apresentadas, pode ser classificado em: - cartilagem hialina - cartilagem fibrosa - cartilagem elástica

28 Cartilagem hialina - apresenta moderada quantidade de fibras colágenas - forma o esqueleto embrionário que depois é substituído pelo ósseo - alguns locais permanecem como cartilagem - cartilagem mais comum em nosso organismo - fossas nasais, brônquios, traquéia, laringe, disco epifisário…

29 Cartilagem fibrosa: - apresenta grande quantidade de fibras colágenas - suporta grandes pressões - também chamada de fibrocartilagem - encontrada nos discos intervertebrais nos pontos de inserção dos tendões Cartilagem elástica - apresenta poucas fibras colágenas e muitas fibras elásticas - presente no pavilhão auditivo, no conduto auditivo externo, na epiglote, na tuba auditiva e na laringe.

30 T ECIDO ÓSSEO Quadro pag 32 O tecido ósseo cresce, e posteriormente, é reabsorvido Formação e remoção do tecido permanece por toda a nossa vida Processo deve ser equilibrado, para que não ocorra perda excessiva de massa óssea Processo de produção e remodelação óssea é mais lento em adultos

31 Tec. Ósseo – atua na sustentação e na proteção do organismo, suportando pressões e protegento órgãos internos Importante armazenador de cálcio e fósforo Forma um sistema de alavancas que aumenta a força gerada pela contração muscular

32 C ONSTITUIÇÃO DO TECIDO ÓSSEO Assim como as cartilagens, o tecido ósseo também é constituído por células e material intercelular, denominado matriz óssea Células do tecido ósseo: - osteoblastos - osteócitos - osteoclastos

33 Osteoblastos: - células jovens do tecido - responsáveis pela produção da pate orgânica da matriz óssea (colágeno e glicoproteínas) - concentra fosfato de cálcio - localizam-se na superfície óssea e possuem prolongamentos que se prendem aos dos osteoblastos vizinhos - lembram o arranjo do tecido epitelial simples

34 Osteócitos: - formam-se quando os osteoblastos se mantêm envolvidos completamente pela matriz óssea - São as células adultas do tecido ósseo - Responsáveis pela manutenção dos constituintes da matriz celular

35 Osteoclastos: - células móveis e grandes que apresentam diversos lisossomos, pois suas enzimas digestivas atuam no processo de reabsorção para a renovação do tecido ósseo - entre essas enzimas está a colagenase, que digere o colágeno da matriz óssea - a formação de novas moléculas de colágeno ocorre por meio dos condroblastos Qudro pag 33

36 M ATRIZ ÓSSEA Parte inorgânica ou mineralizada da matriz se caracteriza pela deposição de minerais, principalmente cálcio e fosfato Esses minerais (metade da matriz óssea) se dispõem ao longo das fibras colágenas Parte orgânica: fibras colágenas (95%) e glicoproteínas – plasticidade ao osso, pois o colágeno se renova constantemente Aparelhos ortodônticos e defeitos ósseos

37 V ARIEDADES DO TECIDO ÓSSEO Tecido ósseo: - osso esponjoso - osso compacto Classificação visual – os dois tipos se encontram no mesmo osso e apresentam a mesma constituição, ocorrendo emm regiões diferentes

38

39 Além dessas duas variedades, os ossos são formados por tecidos conjuntivos que revestem a parte interna (endósteo) e externa (periósteo) Revestimentos auxiliam na manuteção do tecido pois sendo vascularizados permitem a nutrição das células e servem de fonte de osteoblastos O interior dos ossos é preenchido com medula óssea vermelha no tecido esponjojo (epífises), e a amarela nas partes longas do tecido compacto (diáfises) A medula vermelha é responsável pela produção de sangue e a amarela possui reserva de lipídios

40 Tecido ósseo compacto – conjunto de canais que possibilitam a passagem de vasos sanguíneos – canais centrais e canais perfurantes Os osteócitos permanecem em cavidades interligadas por esses canais, permitindo a nutrição e oxigenação celular Sistema haversiano apostila pag 34

41 F ORMAÇÃO DOS OSSOS Para os ossos crescerem: - formação de tecido ósseo pelos osteoblastos - reabsorção pelos osteoclastos Ossos são modelados durante o crescimento. Alguns deles se originam das membranas de natureza conjuntiva embrionária, no entanto a maioria, de um molde cartilaginoso

42 F RATURAS ÓSSEAS Dor intensa, pois o tecido ósseo é inervado Pode haver hemorragia devido ao rompimento de alguns vasos sanguíneos do osso e do periósteo O sangue não circula ao redor de onde ocorreu a fratura Formam-se pedaços de matriz e osteócitos morrem no local Macrófagos originados do tecido conjuntivo frouxo migram e fagocitam o coágulo e o tecido morto

43 O periósteo e o endósteo próximos ã região iniciam uma intensa multiplicação celular Formam calo ósseo – tecido ósseo imaturo Aos poucos esse tecido primário é reabsorvido e substituído por osso secundário até que a fratura seja completamente reconstituída

44


Carregar ppt "T ECIDOS CONJUNTIVOS : CONEXÕES DO ORGANISMO. T ECIDOS CONJUNTIVOS Apresentam vários tipos de células, as quais se encontram separadas por muito material."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google