A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

IDADE MÉDIA BAIXA IDADE MÉDIA (SÉC XI – XV). IDADE MÉDIA BAIXA IDADE MÉDIA (SÉC XI – XV) 1 – CARACTERÍSTICAS GERAIS Decadência do feudalismo.Decadência.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "IDADE MÉDIA BAIXA IDADE MÉDIA (SÉC XI – XV). IDADE MÉDIA BAIXA IDADE MÉDIA (SÉC XI – XV) 1 – CARACTERÍSTICAS GERAIS Decadência do feudalismo.Decadência."— Transcrição da apresentação:

1 IDADE MÉDIA BAIXA IDADE MÉDIA (SÉC XI – XV)

2 IDADE MÉDIA BAIXA IDADE MÉDIA (SÉC XI – XV) 1 – CARACTERÍSTICAS GERAIS Decadência do feudalismo.Decadência do feudalismo. Estruturação do modo de produção capitalista.Estruturação do modo de produção capitalista. Transformações básicas:Transformações básicas: –auto-suficiência para economia de mercado; –novo grupo social: burguesia; –formação das Monarquias Nacionais

3 IDADE MÉDIA BAIXA IDADE MÉDIA (SÉC XI – XV) 2 – CRESCIMENTO POPULACIONAL: Fim das invasões.Fim das invasões. Maior consumo.Maior consumo. Os Excedentes populacionais são expulsos dos feudos.Os Excedentes populacionais são expulsos dos feudos. –Retomada das cidades. –Aumento do comércio. –Aumento da criminalidade.

4 IDADE MÉDIA BAIXA IDADE MÉDIA (SÉC XI – XV) Aperfeiçoamento de técnicas agrícolas.Aperfeiçoamento de técnicas agrícolas. –Moinho hidráulico, arado de ferro... Busca de mais terras para cultivo.Busca de mais terras para cultivo.

5 IDADE MÉDIA BAIXA IDADE MÉDIA (SÉC XI – XV) 3 – O MOVIMENTO CRUZADISTA (séc. XI – XIII): Movimento religioso e militar dos cristãos para retomar a Terra Santa (Jerusalém), em poder dos muçulmanos.Movimento religioso e militar dos cristãos para retomar a Terra Santa (Jerusalém), em poder dos muçulmanos.

6 IDADE MÉDIA BAIXA IDADE MÉDIA (SÉC XI – XV) Acomodação de excedentes populacionais.Acomodação de excedentes populacionais. Busca de terras (nobreza).Busca de terras (nobreza). Busca de aventura ou enriquecimento (pilhagens).Busca de aventura ou enriquecimento (pilhagens).

7 IDADE MÉDIA BAIXA IDADE MÉDIA (SÉC XI – XV) Absolvição dos pecados ou cura de enfermidades.Absolvição dos pecados ou cura de enfermidades. Interesse comercial (mercadores italianos).Interesse comercial (mercadores italianos).

8 IDADE MÉDIA BAIXA IDADE MÉDIA (SÉC XI – XV) Foram 8 cruzadas oficiais e 3 extra oficiais.Foram 8 cruzadas oficiais e 3 extra oficiais. Somente a primeira obteve sucesso.Somente a primeira obteve sucesso. As cruzadas foram um fracasso militar.As cruzadas foram um fracasso militar.

9 IDADE MÉDIA BAIXA IDADE MÉDIA (SÉC XI – XV) * Cruzada Popular ou dos Mendigos (1096) * Primeira Cruzada ( ) * Segunda Cruzada ( ) * Terceira Cruzada ( ) * Quarta Cruzada ( ) * Cruzada Albigense * Cruzada das Crianças (1212) * Quinta Cruzada ( ) * Sexta Cruzada ( ) * Sétima Cruzada ( ) * Oitava Cruzada (1270)

10 IDADE MÉDIA BAIXA IDADE MÉDIA (SÉC XI – XV) A Cruzada Popular de Pedro, o Eremita, também conhecida como Cruzada dos Mendigos, foi um desastre.A Cruzada Popular de Pedro, o Eremita, também conhecida como Cruzada dos Mendigos, foi um desastre. Somente um pequeno grupo de integrantes conseguiu juntar-se à cruzada dos cavaleiros.Somente um pequeno grupo de integrantes conseguiu juntar-se à cruzada dos cavaleiros.

11 IDADE MÉDIA BAIXA IDADE MÉDIA (SÉC XI – XV) Cruzada das Crianças (1212) Foi um desastre, pois a maioria das crianças morreu de fome ou de frio. As que sobreviveram foram vendidas como escravas pelos turcos no Norte da África.

12 IDADE MÉDIA BAIXA IDADE MÉDIA (SÉC XI – XV) A Captura de Jerusalém durante a Primeira Cruzada, 1099, de um manuscrito medieval.

13 IDADE MÉDIA BAIXA IDADE MÉDIA (SÉC XI – XV) Ponto positivo das cruzadas: Sucesso comercial com a reabertura do Mar Mediterrâneo e das rotas de comércio proporcionando um maior contato entre o Oriente e o Ocidente.

14 IDADE MÉDIA BAIXA IDADE MÉDIA (SÉC XI – XV) A fome Na Idade Média a fome era responsável pela maioria das mortes das pessoas mais pobres.

15 IDADE MÉDIA BAIXA IDADE MÉDIA (SÉC XI – XV) Revolução agrícola Com a revolução agrícola houve um grande aumento populacional

16 IDADE MÉDIA BAIXA IDADE MÉDIA (SÉC XI – XV) Peste Negra (1347 – 1350):Peste Negra (1347 – 1350): –Peste bubônica. –Transmitida por uma bactéria existente no intestino da pulga do rato. –Trazida do Oriente em navios. –Morte de 1/3 dos europeus (25 milhões). –Enfraquecimento dos nobres e aceleração da crise do fim do feudalismo.

17 IDADE MÉDIA BAIXA IDADE MÉDIA (SÉC XI – XV)

18 IDADE MÉDIA BAIXA IDADE MÉDIA (SÉC XI – XV)

19 IDADE MÉDIA BAIXA IDADE MÉDIA (SÉC XI – XV)

20 IDADE MÉDIA BAIXA IDADE MÉDIA (SÉC XI – XV) 4 – O RENASCIMENTO COMERCIAL: Cidades italianas.Cidades italianas. Surgimento de rotas de comércio ligando o continente europeu.Surgimento de rotas de comércio ligando o continente europeu.

21 IDADE MÉDIA BAIXA IDADE MÉDIA (SÉC XI – XV) Cruzamento de rotas: feiras.Cruzamento de rotas: feiras. Champanhe (França) e Flandres (Bélgica).Champanhe (França) e Flandres (Bélgica). Retomada da moeda.Retomada da moeda. Atividades de crédito e bancárias.Atividades de crédito e bancárias.

22 IDADE MÉDIA BAIXA IDADE MÉDIA (SÉC XI – XV) Séc. XII – HANSAS ou LIGAS: associações de comerciantes.Séc. XII – HANSAS ou LIGAS: associações de comerciantes. - Comércio em grande escala. - Comércio em grande escala. - LIGA HANSEÁTICA (Alemanha) – Mar do Norte - LIGA HANSEÁTICA (Alemanha) – Mar do Norte

23 IDADE MÉDIA BAIXA IDADE MÉDIA (SÉC XI – XV) ROTAS DE COMÉRCIO MEDIEVAIS:

24 IDADE MÉDIA BAIXA IDADE MÉDIA (SÉC XI – XV) A usura é a cobrança de juros exagerdos; mas, a Igreja, na Idade Média, considerava também usura o lucro do comerciante e dizia que quem a praticasse iria para o inferno.A usura é a cobrança de juros exagerdos; mas, a Igreja, na Idade Média, considerava também usura o lucro do comerciante e dizia que quem a praticasse iria para o inferno. Os judeus por não serem cristãos, não seguiam a Igreja e enriquecerem com as atividades comerciais e bancárias na era medieval.Os judeus por não serem cristãos, não seguiam a Igreja e enriquecerem com as atividades comerciais e bancárias na era medieval.

25 IDADE MÉDIA BAIXA IDADE MÉDIA (SÉC XI – XV) 5 – O RENASCIMENTO URBANO: Retomada do comércio impulsiona o renascimento urbano.Retomada do comércio impulsiona o renascimento urbano. Burgos (fortalezas).Burgos (fortalezas). Burgueses: habitantes dos burgos (artesãos e comerciantes).Burgueses: habitantes dos burgos (artesãos e comerciantes).

26 IDADE MÉDIA BAIXA IDADE MÉDIA (SÉC XI – XV) Movimento comunal (séc. XI – XIII): libertação das cidades da autoridade dos senhores feudais. libertação das cidades da autoridade dos senhores feudais. CARTAS DE FRANQUIA: autonomia. »Guerras ou indenizações

27 IDADE MÉDIA BAIXA IDADE MÉDIA (SÉC XI – XV) Após a libertação os burgos passaram a se denominar: Após a libertação os burgos passaram a se denominar: Repúblicas – Itália Comunas – FrançaComunas – França Conselhos – Península IbéricaConselhos – Península Ibérica Cidades livres – Sacro Império romano germânicoCidades livres – Sacro Império romano germânico

28 IDADE MÉDIA BAIXA IDADE MÉDIA (SÉC XI – XV) Guildas ou Hansas: associações de mercadores Objetivos: Defender interesse dos comerciantes.Defender interesse dos comerciantes. monopólio do comércio localmonopólio do comércio local controle da concorrência estrangeira controle da concorrência estrangeira regulamentação de preços. regulamentação de preços.

29 IDADE MÉDIA BAIXA IDADE MÉDIA (SÉC XI – XV) Corporações de ofício associações de artesãos associações de artesãosObjetivos: monopólio das atividades artesanaismonopólio das atividades artesanais controle da concorrênciacontrole da concorrência regulamentação de preçosregulamentação de preços estabelecimento de normas de produçãoestabelecimento de normas de produção controle de qualidadecontrole de qualidade assistência aos membrosassistência aos membros

30 IDADE MÉDIA BAIXA IDADE MÉDIA (SÉC XI – XV) Composição de uma oficina medieval: Mestre – Dono da oficina.Mestre – Dono da oficina. Oficiais – Trabalhadores remunerados.Oficiais – Trabalhadores remunerados. Aprendizes – Trabalhadores não remunerados (casa, comida e aprendizado do ofício).Aprendizes – Trabalhadores não remunerados (casa, comida e aprendizado do ofício). Jornaleiros – Trabalhadores temporários.Jornaleiros – Trabalhadores temporários.

31 IDADE MÉDIA BAIXA IDADE MÉDIA (SÉC XI – XV) Conseqüências do renascimento comercial e urbanoConseqüências do renascimento comercial e urbano: Formação de grupo de grandes comerciantes e artesãos que se sobrepunham aos demais, impondo seu poder econômico.Formação de grupo de grandes comerciantes e artesãos que se sobrepunham aos demais, impondo seu poder econômico. Trabalho assalariado.Trabalho assalariado. Crise do feudalismoCrise do feudalismo

32 IDADE MÉDIA BAIXA IDADE MÉDIA (SÉC XI – XV) Que a história em vil momento, nos leve além do tempo, nos leve além do tempo, e que mesmo a contento, e que mesmo a contento, de lá nos resgate!!! Cris Angel.


Carregar ppt "IDADE MÉDIA BAIXA IDADE MÉDIA (SÉC XI – XV). IDADE MÉDIA BAIXA IDADE MÉDIA (SÉC XI – XV) 1 – CARACTERÍSTICAS GERAIS Decadência do feudalismo.Decadência."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google