A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Prof. Júnior Oliveira. É a palavra com que designamos ou nomeamos os seres em geral. Podem ser classificados como: - Concretos: aqueles que independem.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Prof. Júnior Oliveira. É a palavra com que designamos ou nomeamos os seres em geral. Podem ser classificados como: - Concretos: aqueles que independem."— Transcrição da apresentação:

1 Prof. Júnior Oliveira

2 É a palavra com que designamos ou nomeamos os seres em geral. Podem ser classificados como: - Concretos: aqueles que independem de outros substantivos para existirem. Ex.: homem, Marcos, animal, etc. - Abstratos: São aqueles que dependem de outro substantivo para existirem. Ex.: Beleza (necessita daquele que é belo), Juventude (necessita daquele que é jovem), etc.

3 - Comuns: são aqueles que nomeiam um ser qualquer dentro de uma espécie. Ex.: carro, bola, chuva, etc. - Próprios: aqueles que designam um ser específico dentro uma determinada espécie. Ex.: Marcos, Pedro, etc.

4 - Primitivos: aqueles que o radical não provém de outra palavra. Ex.: ferro, sapato, rosa, pedra. - Derivados: aqueles formados a partir do radical de outra palavra. Ex.: ferreiro, sapateiro, roseira, pedrada, etc. - Coletivo: aquele que denomina um ajuntamento, um agrupamento de seres de mesma espécie. Ex.: matilha, manada, cambada etc.

5 A formação do feminino pode se dar de duas formas: - Troca ou acréscimo de desinência, ex.: menino – menina, aluno – aluna. - Com outro radical, ex.: homem – mulher, boi – vaca.

6 Substantivos biformes: - Com radical diferente: boi – vaca, genro – nora. - Com mesmo radical: gato – gata, menino - menina.

7 Substantivos uniformes: - Sobrecomum: apresentam uma só designação com apenas um gênero para ambos os sexos, ex.: a criança, o gênio, a vítima. - Epicenos: se referem a animais que com uma só designação indicam ambos os sexos, ex.: jacaré macho e jacaré fêmea, pulga macho e pulga fêmea.

8 Flexão de número: é a indicação de unidade ou pluralidade no substantivo. Ex.: policial – policiais, casa – casas. Grau aumentativo: tem a função de ampliar as dimensões do ser. Ex.: corpanzil, cabeção. Grau diminutivo: tem a função de reduzir as dimensões do ser. Ex.: riacho, cabecinha.

9 É a palavra que precede o substantivo, ou seja, que vem antes dele. Vai servir para definir ou indefinir essa classe. Definidos: o, a, os, as. Indefinidos: um, uma, uns, umas.

10 É a palavra que vai modificar, qualificar ou dar um novo aspecto ao substantivo. Ex.: O céu azul. Suas classificações são: - Uniforme: uma forma para ambos os gêneros. Ex.: alegre, feliz, útil. - Biforme: uma forma para cada gênero. Ex.: aplicado – aplicada, dedicado – dedicada. - Primitivo: é que não é formado a partir de outra palavra. Ex.: mau, bom, útil. - Derivado: é o que é formado a partir de outra palavra. Ex.: maldoso, bondoso.

11 - Simples: é constituído de apenas uma palavra. Ex.: alegre, feliz, útil. - Composto: é constituído de mais de uma palavra. Ex.: latino-americano, azul-celeste. - Explicativo: indica uma característica já conhecida do ser. Ex.: gelo frio, fogo quente. - Restritivo: indica uma característica ainda não conhecida do ser que não obrigatoriamente o pertence. Ex.: homem maldoso, cão bondoso. - Pátrio: refere-se a nacionalidade, continentalidade, naturalidade, etc. Ex.: europeu, suíço, nordestino, cearense.

12 Locuções Adjetivas: é o grupo formado de preposições e respectivos substantivos que tomam valor de adjetivo na frase. Ex.: amor de mãe (amor materno), peça de automóvel (peça automotiva). Flexões de gênero do adjetivo: nas simples segue o que é aplicado aos substantivos. Nos compostos, apenas o último elemento varia. Ex.: franco-brasileiro – franco-brasileira.

13 Flexões de número do adjetivo: nas simples segue o que é costumeiro aos substantivos simples. Nos compostos, quando formados de dois adjetivos, modifica-se o último elemento: Ex.: franco-brasileiro – franco-brasileiros. Quando um dos elementos é um substantivo ou locução do estilo cor-de-subst. ou substantivo adjetivado não há variação: camisetas azul-bebê, camisetas cor-de-rosa, camisetas violeta.

14 Flexões de grau do adjetivo: É a propriedade do adjetivo de exprimir as variações entre os seres. Podem ser comparativos ou superlativos. O comparativo faz uma diferenciação de um ser em confronto a outro. Ex.: meu carro é mais velho que o seu. Já o superlativo mostra a qualidade absoluta do ser, ou seja, sobre todos os seres daquele grupo. Ex.: O meu carro é o mais velho do mundo.

15 Forma sintética do superlativo absoluto: é feita através do acréscimo de sufixo ao adjetivo. Ex.: Aquele carro é velhíssimo. Forma analítica do superlativo absoluto: é feita através de advérbio de intensidade. Ex.: Aquele carro é muito velho.


Carregar ppt "Prof. Júnior Oliveira. É a palavra com que designamos ou nomeamos os seres em geral. Podem ser classificados como: - Concretos: aqueles que independem."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google