A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Conjunto de células semelhantes e interdependentes Condição básica da multicelularidade Vantagens: aumento do tamanho, divisão de trabalho Origens embrionárias.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Conjunto de células semelhantes e interdependentes Condição básica da multicelularidade Vantagens: aumento do tamanho, divisão de trabalho Origens embrionárias."— Transcrição da apresentação:

1 Conjunto de células semelhantes e interdependentes Condição básica da multicelularidade Vantagens: aumento do tamanho, divisão de trabalho Origens embrionárias dos tecidos animais: EctodermeEpiteliaisNervosoMesodermeEpiteliaisConjuntivosMuscularEndodermeEpiteliais

2 Funções: revestimento interno e externo e secreção Origens: ectoderme, endoderme ou mesoderme Características: células justapostas, pouca substância intercelular, avascularizado Células dotadas de especializações Microvilosidades Zônulas de oclusão Zônulas de adesão Desmossomos Gap Citoesqueleto Hemidesmossomos Lâmina basal AMABIS, J. M., MARTHO, G.R.. Biologia das células, Volume 1: Origem da vida, citologia, histologia e embriologia. 2ª edição. São Paulo: Moderna, 2004.

3 Epitélio cúbico simples (túbulo simples) Epitélio pseudo-estratificado prismático (traqueia) Epitélio prismático simples (estômago) Epitélio pavimentoso simples (pulmão) AMABIS, J. M., MARTHO, G.R.. Biologia das células, Volume 1: Origem da vida, citologia, histologia e embriologia. 2ª edição. São Paulo: Moderna, Epitélio pavimentoso estratificado (esôfago) Epitélio de transição (bexiga)

4 Epiderme(tecido epitelial) Origem: ectoderme Células: epiteliais, células de Langerhans, células de Merkel, melanócitos Derme (tecido conjuntivo) Origem: mesoderme Células: fibroblastos

5 Células adiposas Glândula sudorípara Células epidérmicas Grânulos de melanina Melanina Melanócito AMABIS, J. M., MARTHO, G.R.. Biologia das células, Volume 1: Origem da vida, citologia, histologia e embriologia. 2ª edição. São Paulo: Moderna, 2004.

6

7 AMABIS, J. M., MARTHO, G.R.. Biologia dos Organismos, Volume 2: Classificação, estrutura e função dos seres vivos. 2ª edição. São Paulo: Moderna, 2004.

8 Classificação de acordo com a porção secretora Tubulosa Acinosa Túbulo-acinosa principais.html Acesso em 14 maio 2011

9 Classificação de acordo com o modo de secreção Holócrinas: sebáceas Apócrinas: mamárias Merócrinas: salivares Classificação de acordo com o tipo de secreção Mucosas: caliciformes (intestino delgado) Serosas: secretoras de enzimas (estômago e intestino) Mucoserosas: submandibulares

10 Funções: preenchimento, sustentação, armazenamento, transporte Características: células espaçadas, substância intercelular, vascularizados Substância amorfa: mucopolissacarídeos + glicoproteínas + fibras: Colágenas (colágeno) Elásticas (elastina) Reticulares (colágeno + glicoproteínas) Células mesenquimais: originam fibroblastos, adipócitos, condroblastos, osteoblastos

11 plasmócito fibras elásticas células adiposas fibroblastos fibras colágenas hemácias monócito linfócito célula endotelial vaso sanguíneo mastócitos macrófago LINHARES, S.; GEWANDSZNAJDER, F. Biologia Hoje 1: Citologia, Histologia e Origem da Vida. 14 a edição. São Paulo: Ática, 2003.

12 fibras elásticas fibroblasto fibras colágenas bíceps tendão fibras colágenas derme LINHARES, S.; GEWANDSZNAJDER, F. Biologia Hoje 1: Citologia, Histologia e Origem da Vida. 14 a edição. São Paulo: Ática, 2003.

13 Funções: sustentação, formação e crescimento dos ossos longos Características: não há vascularização nem inervação Células: condroblastos e condrócitos (em lacunas) Substância amorfa: fibras colágenas e elásticas, glicídios e glicoproteínas Vascularização: pericôndrio medvet.blogspot.com/ Acesso em 14 maio 2011

14 Tipos de cartilagens: Hialina: quantidade moderada de fibras colágenas Fossas nasais, traqueia, brônquios, articulação dos ossos longos Elástica: fibras colágenas e grande quantidade de fibras elásticas Orelha externa, laringe e epiglote Fibrosa: grande quantidade de fibras colágenas Discos intervertebrais

15 Funções: sustentação, locomoção, proteção, reserva de cálcio Características: apresenta os sistemas haversianos Células: osteoblastos, osteócitos (em lacunas), osteoclastos (multinucleados, originados dos monócitos) Substância amorfa: fibras colágenas, glicoproteínas e sais (principalmente fosfato de cálcio) Vascularização: vasos sanguíneos que passam pelos canais de Havers ou canais centrais sistema de Havers ou ósteon Periósteo: tecido conjuntivo que envolve os ossos e contém células mesenquimais

16 AMABIS, J. M., MARTHO, G.R.. Biologia das células, Volume 1: Origem da vida, citologia, histologia e embriologia. 2ª edição. São Paulo: Moderna, 2004.

17 Acesso em 08 jun. 2011

18 Ossificação intramembranosa Formação dos ossos chatos, aumento da espessura dos ossos longos Ocorre no interior de um tecido conjuntivo Ossificação endocondral Formação dos ossos longos Depósito de fosfato de cálcio na matriz endocondral Células mesenquimais do pericôndrio diferenciam-se em osteoblastos (produção da parte orgânica) AMABIS, J. M., MARTHO, G.R.. Biologia dos Organismos, Volume 2: Classificação, estrutura e função dos seres vivos. 2ª edição. São Paulo: Moderna, 2004.

19 Macrófagos e osteoclastos Digerem a matriz óssea, removem coágulos e células mortas Células mesenquimais Originam osteoblastos e osteócitos LOPES, S. Bio, Volume 1: Introdução à Biologia e Origem da Vida, Citologia, Reprodução e Embriologia, Histologia. 1 a edição. São Paulo: Saraiva, 2002.

20 Medula óssea vermelha: dentro do osso Tecido linfoide: timo, baço, linfonodos AMABIS, J. M., MARTHO, G.R.. Biologia das células, Volume 1: Origem da vida, citologia, histologia e embriologia. 2ª edição. São Paulo: Moderna, 2004.

21

22 LINHARES, S.; GEWANDSZNAJDER, F. Biologia Hoje 1: Citologia, Histologia e Origem da Vida. 14 a edição. São Paulo: Ática, Funções: reserva de energia, isolante térmico, preenchimento de espaços

23 Função: contração (devido ao encurtamento das miofibrilas constituídas de actina e miosina) Características: vascularizado Origem: mesoderme Células especializadas: miócitos ou fibras musculares Estriado esquelético Estriado cardíaco Liso CélulasAlongados, muitos núcleos periféricos Alongadas, ramificadas e um núcleo Fusiformes, um núcleo ContraçãoRápida e voluntária Rápida e involuntária Lenta e involuntária LocalizaçãoEspalhadosCoraçãoVísceras

24 Músculo estriado cardíaco Músculo estriado esquelético Músculo liso núcleo disco intercalar núcleo faixas escuras LINHARES, S.; GEWANDSZNAJDER, F. Biologia Hoje 1: Citologia, Histologia e Origem da Vida. 14 a edição. São Paulo: Ática, 2003.

25

26 muscular.jpg Acesso em 08 jun. 2011

27 LINHARES, S.; GEWANDSZNAJDER, F. Biologia Hoje 1: Citologia, Histologia e Origem da Vida. 14 a edição. São Paulo: Ática, 2003.

28 ATP (1-2 segundos) Fosfocreatina (até 8 segundos) Quebra do glicogênio armazenado (até 2 minutos) Respiração aeróbia de glicose e ácidos graxos

29 Fibras vermelhas: maior quantidade de mitocôndrias e mioglobina Contração lenta e prolongada Fibras brancas: menor quantidade de mitocôndrias e mioglobina Contração rápida e potente Porcentagem de fibras musculares AMABIS, J. M., MARTHO, G.R.. Biologia das células, Volume 1: Origem da vida, citologia, histologia e embriologia. 2ª edição. São Paulo: Moderna, 2004.

30 Funções: Origem: ectoderme Células: neurônios e neuróglias Astrócitos Micróglias Oligodendrócitos


Carregar ppt "Conjunto de células semelhantes e interdependentes Condição básica da multicelularidade Vantagens: aumento do tamanho, divisão de trabalho Origens embrionárias."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google