A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

HISTOLOGIA ANIMAL. Histo (tecido); Logia (estudo) HISTOLOGIA É O RAMO DA BIOLOGIA QUE ESTUDA OS TECIDOS Tecidos são conjuntos de células diferenciadas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "HISTOLOGIA ANIMAL. Histo (tecido); Logia (estudo) HISTOLOGIA É O RAMO DA BIOLOGIA QUE ESTUDA OS TECIDOS Tecidos são conjuntos de células diferenciadas."— Transcrição da apresentação:

1 HISTOLOGIA ANIMAL

2 Histo (tecido); Logia (estudo) HISTOLOGIA É O RAMO DA BIOLOGIA QUE ESTUDA OS TECIDOS Tecidos são conjuntos de células diferenciadas e adaptadas à uma determinada função em animais.

3 TECIDOS BÁSICOS TECIDO MUSCULAR TECIDO CONJUNTIVO TECIDO EPITELIAL TECIDO NERVOSO

4 TECIDO EPITELIAL CARACTERÍSTICAS GERAIS CÉLULAS JUSTAPOSTAS POUCA OU NENHUMA SUBSTÂNCIA INTERCELULAR TECIDO AVASCULAR NUTRIÇÃO: TECIDO CONJUNTIVO MEMBRANA BASAL (Glicoprotéico, separa o tecido epitelial do conjuntivo) ORIGEM: ECTODERME, ENDODERME E MESODERME

5 TECIDO EPITELIAL: TIPOS BÁSICOS TECIDO EPITELIAL DE REVESTIMENTO TECIDO EPITELIAL GLANDULAR

6 TECIDO EPITELIAL DE REVESTIMENTO FUNÇÃO: REVESTIR PELE: REVESTIMENTO EXTERNO COMPOSTA POR TRÊS CAMADAS (EPIDERME, DERME E HIPODERME) MUCOSA: REVESTIMENTO INTERNO COM ABERTURA PARA O MEIO EXTERNO. EX. MUCOSA BUCAL, ANAL E VAGINAL. SEROSA: REVESTIMENTO INTERNO, SEM CONTATO COM O MEIO EXTERNO. EX. PLEURA(Pulmão), PERITÔNIO (Cavidade abdominal) e PERICÁRDIO (coração)

7

8 RECEPTORES DE SUPERFÍCIE SENSAÇÃO PERCEBIDA Receptores de KrauseFrio Receptores de RuffiniCalor Discos de MerkelTato e pressão Receptores de Vater-PaciniPressão Receptores de MeissnerTato Terminações nervosas livresPrincipalmente dor

9 Tipos de Tecido Epitelial: 1. Simples (uma camada de células). Ex: Endotélio (vasos sanguíneos), Epitélio Intestinal (com Microvilosidades), Epitélio dos Túbulos Renais (com Invaginações). 2. Estratificados (mais de uma camada de células). Ex: Epiderme. 3. Pseudo-estratificados (uma camada de células de diferentes alturas). Ex: Epitélio Traqueal.

10 EXEMPLOS DE TECIDO EPITELIAL DE ACORDO COM A FORMA E O NÚMERO DE CAMADAS DE CÉLULAS:

11 CONTINUAÇÃO

12 Foto: Corte Transversal de Secção de Pele Grossa mostrando Tecido Epitelial Estratificado. Foto: Corte Transversal de Secção de Pele Grossa mostrando Tecido Epitelial Estratificado.

13 Foto: Corte Transversal de Secção do Lábio mostrando Tecido epitelial Estratificado Pavimentoso.

14 Foto: Corte Transversal da Traquéia mostrando Tecido Epitelial Pseudo-Estratificado.

15 TECIDO EPITELIAL GLANDULAR FUNÇÃO: SECRETAR ORIGEM: TECIDO EPITELIAL DE REVESTIMENTO FORMA AS GLÂNDULAS: a. GLÂNDULA ENDÓCRINA b. GLÂNDULA EXÓCRINA c. GLÂNDULA ANFÍCRINA

16 Podem ser: EXÓCRINAS: eliminam secreções para fora do corpo ou para o interior do tubo digestório através de ductos. Ex: Sudoríparas, Salivares, Sebáceas, Gástricas, Entéricas. ENDÓCRINAS: eliminam suas secreções, os hormônios, diretamente no sangue. Ex: Hipófise, Tireóide, Paratireóides, Supra-renais ou Adrenais. ANFÍCRINAS OU MISTAS: eliminam secreções exócrinas e endócrinas. Ex: Pâncreas (Suco Pancreático no Duodeno; e Insulina e Glucagon no Sangue). Tecido Epitelial Glandular: especializado na produção e secreção de substâncias, formando glândulas.

17 ORIGEM DAS GLÂNDULAS A PARTIR DE SUPERFÍCIES EPITELIAIS

18 CLASSIFICAÇÃO DE ACORDO COM O NÚMERO DE CÉLULAS: 1. GLÂNDULAS UNICELULARES: suas células caliciformes estão entre meio ao epitélio de revestimento da traquéia.

19 2 – GLÂNDULAS MULTICELULARES EXÓCRINAS

20

21 Merócrinas – eliminam a secreção sem que as células percam parte do seu protoplasma, podendo estar produzindo secreção a qualquer momento.Eliminam somente o material contido no grânulo de secreção. Exemplo: glândulas salivares, lacrimais, sudoríparas. Apócrinas – as células perdem parte de seu protoplasma junto com o produto de secreção, tendo de se recompor antes de produzir as secreções novamente. Exemplo: glândulas mamárias. Holócrinas – todo conteúdo celular é eliminado, pois os grânulos de secreção ocupam todo o citoplasma Ex: glândula sebácea. Classificação das glândulas quanto a eliminação da secreção (extrusão):

22 TECIDO EPITELIAL GLÂNDULAR

23 HIPÓFISE INTESTINO GLÂNDULA SALIVAR

24 TECIDO CONJUNTIVO Origem Mesoderme Grande quantidade de substância intercelular Grande número de tipos celulares Desempenha funções bem diversificadas Substância intercelular formada por: a. Substância Amorfa (composição variada) b. Fibras (Elásticas, Colágenas e Reticulares)

25

26 TECIDO CONJUNTIVO FROUXO Substância intercelular: Muita substância amorfa (ácido hialurônico), poucas fibras (com predomínio de colágenas e fibras elásticas - elastina). Células típicas :Fibroblastos, Macrófagos, Mastócitos, plasmócitos, Adipóticos, Leucócitos. Localização: Entre as células dos músculos, envolvendo vasos sanguíneos, na pele, mucosas e glândulas. Funções: Suporte, preenchimento, cicatrização, nutrição e proteção

27 CÉLULAS DO TECIDO CONJUNTIVO FROUXO ADIPÓCITOS: armazenam gordura. FIBROBLASTOS: produzem as fibras de colágeno(proteína). PLASMÓCITOS: são células produtoras de anticorpos. MACRÓFAGOS: São capazes de emitir pseudópodes e fagocitar bactérias, por ex. LEUCÓCITOS: fazem a defesa do organismo em caso de inflamações.

28 TECIDO CONJUNTIVO DENSO Substância intercelular: Pouca substância amorfa, muitas fibras (com predomínio de fibras colágenas) Classificação: A. Tecido conjuntivo denso modelado (Tendões) B. Tecido conjuntivo denso não modelado (Cápsula de órgãos, como o fígado e os rins)

29 T.C.Denso Modelado T.C.Denso Não Modelado TENDÕES CÁPSULA DE ÓRGÃOS

30 TECIDO CARTILAGINOSO Localização: Orelha, traquéia, nariz, discos intervertebrais e superfície das articulações. Substância Intercelular: Ácido condroitinussulfúrico. Células típicas: Condroblastos e Condrócitos. Fibras: elásticas e colágenas. Obs. Não possui inervação e nem vascularização. Funções: sustentação, elasticidade e resistência a tração.

31 TECIDO CARTILAGINOSO ORIGEM TRAQUÉIA: C: CONJUNTIVO, C: CONDRÓCITOS, M: MATRIZ, P:PERICONDRIO, GI:GRUPO ISOGÊNICO, CB: CONDROBLASTOS

32 TECIDO ÓSSEO Substância Intercelular: matriz óssea formada por cristais de fosfato de cálcio. Células Típicas: Osteoblastos, Osteócitos e Osteoclastos. Estrutura Característica: Canais de Havers. É um tecido vascularizado. Funções: sustentação, proteção mecânica e reservatório de cálcio.

33 ESTRUTURA DO OSSO Conduzir vasos sanguíneos

34 OSTEOBLASTO: síntese do tecido ósseo. É responsável pela reconstrução do tecido que foi reabsorvido. OSTEOCLASTO: células originárias do tecido hematopoiético. Sua função básica é a de reabsorção óssea. OSTEÓCITO – são as células mais abundantes do tecido ósseo, sendo células derivadas do osteoblasto que, uma vez terminado o seu trabalho de síntese, se recobrem de um conteúdo mineral e se situam em cavidades (lacunas). São estas células as responsáveis pela manutenção do tecido ósseo vivo, uma vez que detectam as alterações físicas químicas deste tecido recrutando, a seguir, osteoclastos e osteoblastos para as funções de síntese e reabsorção. OSTEOCLASTO Reabsorção do osso OSTEOBLASTO Reconstrução do osso OSTEÓCITO Derivada do osteoblasto

35 TECIDO HEMATOPOÉTICO Função: Produção das células sangüíneas.

36 T. H. Mielóide ( medula óssea vermelha – Ossos esponjosos ) Hemácias Plaquetas Leucócitos Granulosos: Eosinófilo Basófilo Neutrófilo T. H. Linfóide Encontrado no Baço, Amídalas e Timo. Leucócitos Agranulares Linfócitos Monócitos TECIDO HEMATOPOÉTICO (FORMADOR DAS CÉLULAS DE SANGUE)

37

38 TECIDO ADIPOSO Células tipo : Adipócitos. Funções: Regulação Térmica em aves e mamíferos. Reserva de Energia. Proteção contra choques mecânicos.

39 TECIDO SANGUÍNEO SANGUE O sangue humano é constituído por um líquido amarelado, o plasma, e por células e pedaços de células, genericamente denominados elementos figurados. Plasma Água Íons (sódio, magnésio, potássio, cloro,cálcio, bicabornato) Proteínas (albumina, fibrinogênio, imunoglobulinas) Substâncias transportadas (nutrientes, resíduos, gases respiratórios, hormônios) Elementos Figurados Hemácias Leucócitos Plaquetas

40 TECIDO SANGÜÍNEO Hemácia: Anucleadas, bicôncavas, que possuem um pigmento respiratório chamado hemoglobina responsável pelo transporte de O 2 e CO 2.

41 Plaquetas (trombócitos): Fragmentos de células denominadas Megacariócitos, participam da coagulação sangüínea. Leucócitos: Granulosos (Basófilo, Eosinófilo e Neutrófilo) e Agranulares (Linfócitos e monócitos)

42 TECIDO MUSCULAR CÉLULAS: fibras musculares contráteis muito especializadas. CONTRAÇÃO: filamentos especiais de ACTINA e MIOSINA. ORIGEM: Mesodérmica. CLASSIFICAÇÃO: 1.Estriado Esquelético 2.Estriado Cardíaco 3.Liso 4. Células mioepiteliais

43 I – MÚSCULO ESTRIADO ESQUELÉTICO FIBRAS MUSCULARES ESQUELÉTICAS Contração RÁPIDA e VOLUNTÁRIA. SINCÍCIO: células resultam da fusão celular, tendo um citoplasma comum e vários núcleos superficiais. ESTRIAÇÕES TRANSVERSAIS

44 II – MÚSCULO ESTRIADO CARDÍACO Estrias transversais. Sincícios com núcleos centrais. Células anastomosadas. Contração RÁPIDA e INVOLUNTÁRIA Discos intercalares

45 III – MÚSCULO LISO Células individuais, uninucleadas e fusiformes. Sem estrias. Contração LENTA e INVOLUNTÁRIA. EX: Movimentos peristálticos, ereção dos pêlos do corpo (frio ou medo), contrações uterinas, etc

46 TECIDO NERVOSO NEURÔNIO: célula nervosa especializada na condução dos impulsos nervosos. ORIGEM: ectodérmica.

47 CÉLULAS ANEXAS OU DA NEURÓGLIA: adaptadas a nutrição e sustentação dos neurônios. NERVOS: São feixes de vários axônios revestidos em tecido conjuntivo.

48


Carregar ppt "HISTOLOGIA ANIMAL. Histo (tecido); Logia (estudo) HISTOLOGIA É O RAMO DA BIOLOGIA QUE ESTUDA OS TECIDOS Tecidos são conjuntos de células diferenciadas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google