A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Reino Monera DOMÍNIO: BACTÉRIA e ARCHAEA. DOMÍNIO: Bactéria (bactérias e cianobactérias) Células procariotas. Normalmente heterótrofas Parede celular.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Reino Monera DOMÍNIO: BACTÉRIA e ARCHAEA. DOMÍNIO: Bactéria (bactérias e cianobactérias) Células procariotas. Normalmente heterótrofas Parede celular."— Transcrição da apresentação:

1 Reino Monera DOMÍNIO: BACTÉRIA e ARCHAEA

2 DOMÍNIO: Bactéria (bactérias e cianobactérias) Células procariotas. Normalmente heterótrofas Parede celular (peptidoglicano) Bactérias DecompositorasParasitas

3 Célula bacteriana Fímbrias Cápsula Parede celular Plasmídeos DNA associado ao mesossomo Nucleóide Flagelo Enzimas relacionadas com a respiração, ligadas à face interna da membrana plasmática Mesossomo Citoplasma Ribossomos Membrana plasmática

4 Parede celular: método de Gram Bactéria gram-positiva Esquema de bactéria com parte da célula removida. Membrana plasmática Parede celular formada por camada espessa de peptidoglicano Esquema de parte da parede celular e da membrana plasmática de bactéria gram-positiva.

5 Parede celular: método de Gram Esquema de bactéria com parte da célula removida. Esquema de parte da parede celular e da membrana plasmática de bactéria gram-negativa. Membrana plasmática Camada de peptidoglicano Bactéria gram-negativa Lipopolissacarídeo Fosfolipídios Proteína Lipoproteínas Camada lipoprotéica externa, espessa, semelhante à membrana plasmática, com lipopolissacarídeos Parede celular

6 Morfologia:

7 REPRODUÇÃO: Fissão binária ou bipartição

8 Recombinação genética:Transformação

9 Transdução:

10 Conjugação:

11 Cianobactérias: procariontes autotróficos:

12 Domínio: ARCHAEA Não possuem peptidoglicano na parede celular. Não são patogênicas. Vivem em ambientes extremos.

13 Arqueas halófitas: podem viver em ambientes com alta concentração de sal como o Mar Morto

14 Arqueas termólfilas: realizam a quimiossíntese e vivem em altas temperaturas.

15 Arqueas metanogênicas: anaeróbias estritas (utilizam CO para oxidar H)

16 Principais Bacterioses Humanas: Tuberculose: É uma doença infecto-contagiosa causada por uma bactéria Mycobacterium tuberculosis ou Bacilo de Koch (BK), que afeta principalmente os pulmões, mas, também podem ocorrer em outros órgãos do corpo, como ossos, rins e meninges (membranas que envolvem o cérebro).

17

18 Hanseníase (lepra): transmitida pelo bacilo de Hansen (Mycobacterium lepra), causa lesões na pele, nas mucosas e nos nervos. O doente fica com falta de sensibilidade na pele. Quando o tratamento é feito a tempo, a recuperação é total. Difteria (crupe): muitas vezes fatal, é causada pelo bacilo diftérico, atacando principalmente crianças. Produz uma membrana na garganta acompanhada de dor e febre, dificuldade de falar e engolir. O tratamento deve ser feito o mais rápido possível. A vacina antidiftérica está associada à antitetânica e à antipertussis (essa última com a coqueluche) na forma de vacina tríplice

19 Leptospirose: causada pela Leptospira interrogans, é transmitida pela água, alimentos e objetos contaminados por urina de ratos, cães e outros animais portadores da bactéria. Há febre alta, calafrios, dores de cabeça e dores musculares e articulares. É necessário atendimento médico para evitar complicações renais e hepáticas. Tracoma: inflamação da conjuntiva e da córnea que pode levar à cegueira, é causada pela Chlamydia trachomatis. Surgem bolhas nos olhos e granulações nas pálpebras. É necessário pronto atendimento médico. A prevenção inclui uma boa higiene pessoal e o tratamento é feito com sulfas e antibióticos.

20 Disenterias bacilares: constituem a principal causa de mortalidade infantil nos países subdesenvolvidos, onde as casses mais pobres vivem em péssimas condições sanitárias e de moradia. São doenças causadas por diversas bactérias, como a Shigella e a Salmonella, e pelos colibacilos patogênicos. Transmitidas pela ingestão de água e alimentos contaminados, exigem pronto atendimento médico. A profilaxia só pode ser feita através de medidas de saneamento e melhoria das condições socioeconômicas da população. Gonorréia ou blenorragia: causada por uma bactéria, o gonococo (Neisseria gonorrhoeae), transmite-se por contato sexual. Provoca dor, ardência e pus urinar. O tratamento deve ser feito sob orientação médica, pois exige o emprego de antibióticos.

21 Sífilis: provocada pela bactéria Treponema pallidum, é transmitida, geralmente, por contato sexual (pode passar também da mãe para o feto pela placenta). Um sinal característico da doença é o aparecimento, próximo aos órgãos sexuais, de uma ferida de bordas endurecidas, indolor (o "cancro duro"), que regride mesmo sem tratamento. Entretanto, essa regressão não significa que o indivíduo esteja curado, sendo absolutamente necessários diagnóstico e tratamento médicos. Sem tratamento, a doença tem sérias conseqüências, atacando diversos órgãos do corpo, inclusive o sistema nervoso, e provocando paralisia progressiva e morte.

22 Meningite meningocócica: infecção das meninges (membranas que envolvem o cérebro e a medula). Pode ser provocada por vírus, mas a forma mais comum de meningite é causada por uma bactéria - o meningococo. Os sintomas iniciais são febre alta, náuseas, vômitos e rigidez dos músculos da nuca. O doente não consegue encostar o queixo no peito e deve ser hospitalizado imediatamente, sendo submetido a tratamento por antibióticos, pois a doença pode ser fatal. Como é transmitida por espirro, tosse ou fala, é importante a notificação à escola caso uma criança a contraia.

23 Cólera: Cólera: doença causada pela bactéria Vibrio cholerae (vibrião colérico), que se instala e se multiplica na parede do intestino delgado, produzindo substâncias tóxicas e provocando uma forte diarreia. As fezes são aquosas e esbranquiçadas (parecendo água de arroz), sem muco ou sangue. Ocorrem também cólicas abdominais, dores no corpo, náuseas e vômitos. O grande perigo está na rápida desidratação provocada pela diarreia: o doente pode perder de um a dois litros de líquido por hora. Como consequência, o doente apresenta muita sede, cãibras, olhos encovados e pele seca, azulada e enrugada. Se o processo continuar, pode haver rápida insuficiência renal e morte em 24 horas ou menos. Por isso, é preciso procurar logo atendimento médico para que a perda de água seja controlada através de reidratarão endovenosa com soro e antibióticos.

24 Botulismo: O botulismo é uma doença rara, porém grave, causada pela bactéria Clostridium botulinum. Essa bactéria pode entrar no organismo através de machucados ou podem viver em alimentos enlatados ou preservados inadequadamente. Os alimentos mais comumente contaminados são vegetais em conservas caseiras, carne de porco e presunto curados, peixe defumado ou cru, e mel ou xarope de milho. O botulismo também pode ocorrer se a bactéria entrar em ferimentos abertos e produzir as toxinas ali.


Carregar ppt "Reino Monera DOMÍNIO: BACTÉRIA e ARCHAEA. DOMÍNIO: Bactéria (bactérias e cianobactérias) Células procariotas. Normalmente heterótrofas Parede celular."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google