A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Maria foi fiel de Nazaré até a cruz. Sua fidelidade não se resume aos momentos de festa e de alegria. Estava junto ao seu filho durante suas andanças.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Maria foi fiel de Nazaré até a cruz. Sua fidelidade não se resume aos momentos de festa e de alegria. Estava junto ao seu filho durante suas andanças."— Transcrição da apresentação:

1

2

3 Maria foi fiel de Nazaré até a cruz. Sua fidelidade não se resume aos momentos de festa e de alegria. Estava junto ao seu filho durante suas andanças e pregações. Ouvia atentamente. Via o seu pequeno crescer em idade, sabedoria e graça, diante de Deus e de todos os homens. Sabia que aquele garoto era diferente. promessa do anjo Gabriel ia se cumprindo ante seus olhos.

4 Mas seu olhar não era como o de tantos que apenas viam no mestre da Galiléia um multiplicador de pães, pregador eloquente, profeta das multidões. Muitos viam nele apenas estes aspectos mais exteriores e espetaculares. Realmente, a fé de muitos era em um messias desta terra. Alguém que poderia até mesmo liderar o povo para vencer a opressão dos Romanos.

5 Os discípulos do partido zelota, como Pedro e Judas, acreditavam que o Reino havia chegado, com a vinda de Jesus. Sua fé deveria amadurecer. Mas Judas preferiu acreditar em um messias humano demais. Pedro deu provas de uma fé maior. Teve que superar as esperanças puramente terrenas para ver em Jesus um messias que anunciar um reino que não é deste mundo.

6 Ele anuncia o Reino do Céu. Nem Pedro, nem Judas, tiveram fé suficiente para estar ao pé da cruz. Maria estava lá. Sua fé fez dela a primeira cristã. É a única pessoa em toda a história da humanidade que participou do antes, durante e depois.

7 Estava no tempo do promessa, antes de Cristo. Acompanhou cada passo de seu Filho. Viveu no tempo da Igreja, inaugurado em Pentecostes. A Bíblia diz de modo lapidar: …e Maria estava lá! Realmente, quem ama se faz presente.

8 Mas o amor é expressão da fé. A fé é a visão antecipada daquilo que os olhos ainda não podem ver. É o sol que está para além das nuvens. É a bela visão que se encontra para além daquela curva na estrada. Muitos doentes terminais testemunham a fé de um modo totalmente diferente.

9 Parece que são capazes de viver nesta terra a dimensão do céu. O apóstolo João também estava ao pé da cruz. Certamente foi levado por Maria. O amor o levou. A fé o sustentou. A esperança o alimentou. Quando, já na velhice, João escreveu seu Apocalipse disse uma frase que resume tudo isso: Sejam fiéis até a morte (Ap 2,10).

10 Ele recordava a fé da mãe e a fé do filho, que tinham seu momento de prova no calvário. Maria estava de pé junto à cruz. Chorava sim. Quem crê não perde a capacidade de sentir. Ser um cidadão do céu não significa tirar os pés da terra. Continuamos precisando do pão nosso de cada dia.

11 Mas quem tem fé vive melhor. Quem não crê, dificilmente ama e quase sempre se desespera. A fé é aquela força interior que nos faz dar um passo a mais quando tudo parece já perdido. Lembro da imagem daquela mulher que corria a maratona. Precisou do fôlego da fé para dar os últimos dez passos. Venceu e caiu. A fé nos fortalece.

12 É muito pobre uma fé que se resume em crer nos enunciados e dogmas. Hoje há pessoas que em nome da fé matam e morrem. O fundamentalismo passa longe da fé verdadeira. Um terrorista nunca sorri com serenidade. Pessoas de fé são serenas e amorosas. Dão a vida. Jamais a tiram. O papa Bento 16 lembrou aos jovens naquele encontro memorável do Pacaembu, no dia 10 de maio: -Vossos bosques tem mais vida… diz o vosso hino nacional. Bela lembrança.

13 Quem tem a força da fé, luta pela vida. Não permite que leis de morte imperem na sociedade. A vida é teimosa. Quem tem fé teima em preservar a vida. Maria perseverou até o fim. Que a Virgem Fiel nos inspire a darmos um passo a mais, da alegre Nazaré ao desafio da nossa cruz de cada dia. Erga os olhos. O limite é o céu. Depois da nuvem o sol continua lá…. do nascente, ao poente! Mesmo na chuva, mesmo na dor. Virgem Fiel, rogai por nós!

14 16/04/2011


Carregar ppt "Maria foi fiel de Nazaré até a cruz. Sua fidelidade não se resume aos momentos de festa e de alegria. Estava junto ao seu filho durante suas andanças."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google