A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Módulo de Prevenção e Combate a Incêndio - ACI FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Módulo de Prevenção e Combate a Incêndio - ACI FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho."— Transcrição da apresentação:

1 Módulo de Prevenção e Combate a Incêndio - ACI FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho

2 Prevenção e Combate a Incêndios Prevenção e Combate a Incêndios Em uma empresa, a prática de prevenir acidentes, sem importar o tipo, foi e sempre será a melhor maneira de proteger o patrimônio e os empregados que formam o corpo desta organização, bem como seus visitantes. Um incêndio, por exemplo, é um tipo de ocorrência considerada como uma das mais danosas, em virtude de sua ação devastadora, atingindo pessoas, patrimônio e meio ambiente.

3 -A importância é medida pelos sinistros evitados e não pelos incêndios extintos. -A PROTEÇÃO DA VIDA HUMANA é essencial e a PROTEÇÃO DO PATRIMÔNIO, por sua vez, é relativa e normalmente determinada segundo uma conjunção de interesses de ordem econômica. - A segurança contra incêndios não é um simples problema de atendimento a códigos e leis, não pode ser vista como um risco a ser simplesmente resolvido ou apenas coberto por um seguro. Não é verdadeira a crença que os incrementos do nível de segurança contra incêndio são investimentos sem retorno. Prevenção e Combate a Incêndios Prevenção e Combate a Incêndios

4 Legislação Aplicada a Incêndios - NR -23 (Proteção Contra Incêndios); - NR-26 (Sinalização de Segurança); - NR-10 (PCI e Explosão em Instalações Elétricas); - NBR (Formação de Brigada Contra de Incêndio).

5 Prevenção e Combate a Incêndios - Característica principal de um sinistro é sua IMPREVISIBILDADE. - O DESCUIDO + FALTA DE CONHECIMENTO no combate ao princípio de incêndio constituem o MOTIVO PRINCIPAL da maioria dos incêndios, causando perdas de Vidas Humanas, danos ao Meio Ambiente e Patrimônio. - Em toda sua complexidade na Prevenção e ao Princípio de Combate ao Incêndio, há uma necessidade nas empresas, em dar continuidade de treinamento aos funcionários, para a preservação da Vida Humana, do Meio Ambiente e do Patrimônio.

6 O Surgimento do Fogo Força misteriosa, divina e que servia como fonte de iluminação e de calor. Estudos apontam que o primeiro fogo surgiu de um fenômeno meteorológico. Um dia o homem conseguiu produzi-lo, atritando pedaços de madeira.

7 Teorias do Surgimento do Fogo 1ª - Teoria Mitológica da Idade da Pedra. O Homo Erectus foi o primeiro ancestral do homem moderno a controlar o fogo. 2ª - Teoria antecede a Idade Média. Por volta do Séc. XVII, denominada Flogístico (o fogo era perda ou liberação desse elemento). 3ª - Surgiu durante a Idade Média com Os Alquimistas (os curiosos da Química), ao afirmarem que o fogo era um elemento básico juntamente com a terra + água + ar.

8 Teoria de Lavoisier O fogo é resultado de um combustível reagindo com o oxigênio submetido à ação de um agente ígneo (calor). É, portanto, a teoria do triângulo da combustão. Essa teoria é, até hoje, de fundamental importância, tanto para os estudos de prevenção quanto para o combate a incêndios.

9 ACIDENTAL - Provocado por desvios nos procedimentos de segurança, sejam eles organizacionais, operacionais, materiais, humanos, etc. Princípio de Incêndio INTENCIONAL - É o incêndio causado intencionalmente com o propósito de destruir. NATURAL - Causado por fenômenos da natureza, ou pela oxidação espontânea de alguns materiais.

10 Elementos Essenciais ao Fogo Combustível: é a matéria sujeita à transformação. Comburente: É o elemento essencial à combustão, sendo representado pelo oxigênio, este elemento possibilita vida às chamas. Agente Ígneo: O acelerador da combustão, fonte de energia de ativação: O próprio calor Fogo(chama) Energia mecânica (atrito, choque e compressão) Energia elétrica (centelha) Energia radiante (raio laser)

11 Combustão (Generalidades) Velocidade da Combustão: Lenta: Quando não há produção de chamas ou qualquer fenômeno luminoso; Viva: Quando dão lugar a produção de chamas, ou qualquer fenômeno luminoso; 01 Muito viva: Quando há a velocidade do som(300m/s) ; são as deflagrações, por exemplo, a queima da pólvora em local confinado; Instantânea: Quando a combustão se processa de forma súbita e atinge de imediato toda a massa de combustível.

12 Classes do Fogo Os incêndios são classificados de acordo com as características dos seus combustíveis. Somente com o conhecimento da natureza do material que está queimando, pode-se descobrir o método para uma extinção rápida e segura. 01

13 CLASSETIPO DE INCÊNDIOMATERIAL CLASSE A Envolvendo combustíveis sólidos, geralmente de natureza orgânica, nos quais deixam resíduos e cinzas. Carvão, Madeira, Palha, Papel, Tecidos... CLASSE B Envolvendo combustíveis líquidos, combustíveis sólidos liquidificáveis. Alcatrão, Benzinas, Ceras, Gasolina, Parafinas, Petróleos, Plásticos e Vernizes. CLASSE CEnvolvendo objetos eletrificados Computadores, Televisores, Rádios. CLASSE DEnvolvendo materiais combustíveisAlumínio, Lítio, Magnésio e Sódio. Classificação dos Incêndios X Natureza dos Combustíveis Classes do Fogo

14 Agentes Extintores 01 - ÁGUA - Indicado para classe de incêndio A, não deve ser utilizado em classe C, pois, pode acarretar choque elétrico (RESFRIAMENTO); - PÓ QUÍMICO SECO - Indicado para classe de incêndio B mas pode ser utilizado em incêndio tipo C (ABAFAMENTO); - GÁS CARBÔNICO (CO 2 ) - Indicado para classe de incêndio C mas pode ser utilizado em incêndio tipo B (ISOLAMENTO). - QUEBRA DA REAÇÃO EM CADEIA, consiste em impedir que o oxigênio comburente (O 2 ) reaja com os gases combustíveis.

15 01 Os sistemas preventivos devem ser projetados e destinados para: Retardar a propagação do fogo; Facilitar a evacuação de pessoas; Avisar e alarmar uma situação de emergência; combater incêndios ; e Proteger estruturas (caso específico das centrais de GLP e dispositivos contra descargas atmosféricas); Sistemas Preventivo

16 Prevenção de Incêndios Reconhecer (riscos): Identificar, caracterizar, saber apontar qual dos agentes de risco de dano à saúde estão presentes no ambiente de trabalho; 01 Avaliar (riscos): Avaliar (riscos): Quantificar e verificar, de acordo com determinadas técnicas, a magnitude do risco. Se é maior ou menor, se é grande ou pequeno, comparado com determinados padrões; Controlar (riscos): Controlar (riscos): Adotar medidas técnicas, administrativas, preventivas ou corretivas de diversas naturezas, que tendem a eliminar ou atenuar os riscos existentes no ambiente de trabalho.

17 MÉTODOS DE EXTINÇÃO 1.RETIRADA DO MATERIAL - ISOLAMENTO É a forma mais simples de se extinguir um incêndio. Baseia-se na retirada do material combustível, ainda não atingido, da área de propagação do fogo, interrompendo a alimentação da combustão. ISOLAMENTO 2.REDUÇÃO DA TEMPERATURA - RESFRIAMENTO É o método mais utilizado. Consiste em diminuir a temperatura do material combustível que está queimando, diminuindo, consequentemente, a liberação de gases ou vapores inflamáveis. RESFRIAMENTO

18 MÉTODOS DE EXTINÇÃO 3.RETIRADA DO COMBURENTE - ABAFAMENTO Consiste em diminuir ou impedir o contato do oxigênio com o material combustível. Não havendo comburente para reagir com o combustível, não haverá fogo. ABAFAMENTO 4. QUEBRA DA REAÇÃO EM CADEIA – EXTINÇÃO QUÍMICA Certos agentes extintores, quando lançados sobre o fogo, reagem estabilizando os radicais livres, interrompendo assim a cadeia (desenvolvimento) da reação.

19 EXTINTORES DE INCÊNDIO Localização e Sinalização dos Extintores 1,60 Máx. 1 M 2 O local dos extintores deve ser sinalizado por um circulo, ou uma seta, pintado internamente de vermelho e a borada, de amarelo. As letras (que identificam o agente extintor) devem ser brancas. A área livre para os extintores deve ser pintada de vermelho, X= 1m e h= 1,60m (máxima).

20 EXTINTORES DE INCÊNDIO OS EXTINTORES DEVERÃO SER COLOCADOS EM LOCAIS: -De fácil acesso; -De fácil visualização, e -Com menos probabilidade do fogo bloquear o seu acesso. -NÃO: Deverão ser localizados nas paredes das escadas, e Poderão ser encobertos por pilhas de materiais.

21 EXTINTORES DE INCÊNDIO O RÓTULO DO EXTINTOR DEVE APRESENTAR AS SEGUINTES INFORMAÇÕES: A) Informações sobre o Extintor: classe do fogo a que se destina, peso líquido do agente extintor e instruções de uso. B) Garantia do fabricante, registrando mês e ano, menção do término do período da garantia, para que o extintor seja submetido ao serviço de manutenção; C) É Obrigatorio a realização de ensaio hidrostático a cada 05 anos ou quando o equipamento sofrer corrosão ou dano térmico ou mecânico; D) Mês e ano limite para realização do primeiro Ensaio Hidrostático.

22 EXTINTORES DE INCÊNDIO Área de Proteção dos Extintores Classes de Riscos Área Distância a Percorrer Distância a Percorrer A 500 m² 20 metros B 250 m² 15 metros C 150 m² 10 metros

23 Proteção Contra Incêndios Conceito - Conceito - Sistema de prevenção compreende um conjunto de instalações destinado à proteção contra incêndio de uma determinada área que, acionado, funciona com auto-suficiência. Dividem-se em: Dividem-se em: - Meios que retardam a propagação do fogo; - Meios de Evacuação; - Meios de Combate a Incêndio.

24 Prevenção de Incêndios - GLP CARACTERÍSTICAS: De fácil combustão, inodoro, não corrosivo, atóxico, não poluente; mas se inalado produz efeitos anestésicos. Gás Liquefeito de Petróleo (GLP)

25 Prevenção de Incêndios - GLP DICAS DE SEGURANÇA: - Armazene preferencialmente o Botijão fora de casa, em local coberto e arejado; - Respeite a distância segura das instalações elétricas (1,5m); - Nunca deixe o Botijão próximo a ralos ou grelhas de escoamento de águas ou a nível abaixo de ar condicionado.

26 Prevenção de Incêndios - GLP ADQUIRA SEMPRE BOTIJÕES: - Sem danos físicos ou corrosões; - Com lacre e Etiqueta de Instruções de utilização; - Compatibilidade entre a etiqueta e o botijão; c SAIBA QUE: - NENHUMA EMPRESA EXECUTA O ENCHIMENTO DE OUTRA. Gás Liquefeito de Petróleo (GLP)

27 ATIVIDADE FINAL 1º) Fale sobre: a) Triângulo do Fogo e seus componentes; b) Formas de Transmissão de calor; c) Métodos de Extinção do Fogo, conforme o Triângulo do Fogo; d) Ponto de Fulgor, de Ignição e de Combustão; e) Formas de Propagação do Fogo. 2º) Explique sobre: a) Classes de Incêndio e dê exemplos de materiais que fazem parte de cada uma. b) Agentes Extintores que podem ser utilizados em cada tipo de Classe de Incêndio.

28 3º) Como deve ser organizada uma Brigada de Incêndio/Emergência, apresentando os requesitos de Formação, Quantidade de Membros, Funções e Atribuições. 4º) Sobre o Sistema de Prevenção Contra Incêndio e Pânico, fale: a) Sua Finalidade e quais os Tipos, defina cada um; b) Seus componentes. 5º) Sobre a Biossegurança, fale sobre: a) Reconhecer, Avaliar e Controlar os riscos; b) Prevenção Construtural e Prevenção Operacional. 6º) Fale sobre Plano de Auxílio Mútuo e sua importância. (Mínimo de 05 linhas) ATIVIDADE FINAL

29 7º) Sobre os Extintores de Incêndio, fale: a)Os tipos (Água, CO2, Pó Químico, Halon e Tipo K) e suas características. b) Como deve ser a Localização e Sinalização do Extintor; c) Quais as informações que deve constar no Rótulo do Extintor. 8º) Sobre o Sistema de Prevenção Contra Incêndio e Pânico, fale: a) Sua Finalidade e quais os Tipos, defina cada um; b) Seus componentes. 9º) Sobre Gás Liquefeito de Petróleo, fale sobre: a) Medidas de Segurança que devem ser adotadas em relação ao Botijão de 13 kg (Doméstico); b) Medidas de Segurança que devem ser adotadas em relação à Centrais de GLP. ATIVIDADE FINAL

30 ATIVIDADE 8º) Sobre o Sistema de Prevenção Contra Incêndio e Pânico, fale: a) Sua Finalidade, Meios e quais os Tipos; b) Seus componentes. 9º) Como Técnico em Segurança do Trabalho você foi solicitado a apresentar um Plano de emergência para uma Escola de Informática que tem 02 (dois) pavimentos (térreo e 1º andar), sendo o 1º andar com 05 (cinco) salas de aula e o acesso é feito pela escada. No pavimento térreo ficam 02 (duas) salas, 02 (dois) banheiros, 01 (uma) copa/cozinha e recepção. Não deixe de contemplar os Treinamentos e Simulados. 10º) Dê sua opinião sobre a afirmação: A PROTEÇÃO DA VIDA HUMANA é essencial e a PROTEÇÃO DO PATRIMÔNIO, por sua vez, é relativa e normalmente determinada segundo uma conjunção de interesses de ordem econômica. (Mínimo de 05 linhas):

31 ... que as vossas petições sejam conhecidas diante de Deus, através de orações, súplicas e ações de graça..., pois Ele é fiel e justo e vos concederá o galardão e a vitória... 01


Carregar ppt "Módulo de Prevenção e Combate a Incêndio - ACI FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google