A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Tópicos de Sistemas de Informação A

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Tópicos de Sistemas de Informação A"— Transcrição da apresentação:

1 Tópicos de Sistemas de Informação A
Carlos Oberdan Rolim Ciência da Computação

2 (Web Services Definition Language)
WSDL (Web Services Definition Language)

3 Motivação

4 Definição Proporciona modelo e formato XML para descrever Web Services
O seu principal objetivo é descrever as interfaces apresentadas e apontar a localização dos seus serviços, permitindo que o cliente os acesse de maneira confiável. Por ser um documento XML, sua leitura se torna fácil e acessível. Versão 1.1 – Março 2001 Versão 1.2 – Working Draft - Julho 2002 Versão 2.0 Recomendação W3C em 26 de Junho de 2007 Esforço conjunto entre Microsoft, IBM e Ariba

5 Independência de plataforma
O cliente não precisa saber qual a linguagem do programação ou plataforma de execução em que o provedor de serviços está baseado. A descrição do serviço em conjunto com a infra-estrutura SOAP adjacente encapsula detalhes tanto no lado do cliente quanto no lado do provedor.

6 O uso de WSDL na arquitetura de Web Services é em geral dividido em duas partes:
Abstrata: interface do serviço Abstrai a funcionalidade oferecida pelo serviço Concreta: implementação do serviço. Detalhes concretos do serviço de como e onde a funcionalidade é oferecida Cada parte pode ser definida de maneira independente e conseqüentemente reutilizada por outras aplicações.

7 Elementos da WSDL WSDL document
Types (type information for the document, e.g., XML Schema) Message 1 Message 2 Message 3 Message 4 Message 5 Message 6 Abstract description of the service Operation 1 Operation 2 Operation 3 Interface (abstract service) binding 1 binding 2 binding 3 binding 4 endpoint 1 endpoint 2 endpoint 3 endpoint 4 Concrete description of the service Service (the interface in all its available implementations)

8 Interface de serviço Descrição abstrata
Descreve de forma abstrata o WS em termos de mensagens que ele envia e recebe O tipo de sistema usado pra descrever as mensagens (baseado em XML Schema) As mensagens usadas para invocar o serviço Define como operação o agrupamento de uma ou mais mensagens segundo um padrão de troca de mensagens O padrão de troca de mensagens identifica a seqüência e a cardinalidade das mensagens enviadas/recebidas bem como quem está as enviando/recebendo Uma interface que agrupa as operações que constituem um serviço abstrato Semelhante a IDL (CORBA).

9 Implementação do serviço
Descrição concreta Define um serviço como um agrupamento de pontos de serviço (endpoints) que implementam a interface Define os pontos de serviço ou endereço de rede de onde ocorre a associação Associa a interface ao protocolo de transporte A implementação de serviço é um documento WSDL que descreve como uma interface particular é implementada por um determinado provedor de serviços. 

10 Componentes Tipos de dados: Denominados de tipos <types>.
Parâmetros de entrada e saída de um serviço: Denominados de mensagem <message>. O relacionamento entre parâmetros de entrada e saída: Assinatura do método, denominada de operações <operation>. Agrupamento lógico de operações: Denominado de tipo de porta <portType>. O protocolo a ser usado para acessar os métodos de um objeto: Denominado de vínculo, define o protocolo a ser usado para acessar os métodos de um objeto (SOAP, HTTP ou MIME). Endereço do serviço. define a localização fisica de um serviço <service>.

11

12 Elementos da Interface de Serviço
Tipos (types) Definem os tipos de dados que são utilizados para descrever as mensagens. Para melhor interoperabilidade e independência de plataforma usa-se sintaxe de XSD (XML Schema Documents)

13 Exemplo <types> <schema targetNamespace="http://example.com/stockquote.xsd“ xmlns="http://www.w3.org/2000/10/XMLSchema"> <element name="TradePriceRequest"> <complexType> <all> <element name="tickerSymbol" type="string"/> </all> </complexType> </element> <element name="TradePrice"> </element> </schema> </types>

14 Elementos da Interface de Serviço
Mensagens (message) Representam uma definição abstrata dos dados que serão usados em uma operação. Cada elemento message recebe um ou mais elementos <part>, que formam as partes reais da mensagem. O elemento <part> define o conteúdo da mensagem representando os parâmetros que são passados e a resposta que o serviço retorna Cada <part> pode ser comparada com os parametros de uma chamada de função em uma linguagem de programação tradicional

15 Exemplo <message name="getTermRequest">
<part name="term" type="xs:string"/> </message> <message name="getTermResponse"> <part name="value" type="xs:string"/>

16 Elementos da Interface de Serviço
Operações (operation) Definição abstrata de uma ação que um serviço pode executar. Indica a ordem dos parametros usados nas operações. Existem quatro diferentes tipos de mensagens de operações: Operação unidirecional: Define uma mensagem enviada de um cliente para um serviço, sem resposta. Solicitação-Resposta: O mais utilizado. O cliente envia uma solicitação a um serviço, e recebe como resultado uma mensagem de resposta com o resultado dessa solicitação. Pode ser vista como um RPC (remote procedure call). Pedido-Resposta: Não utilizada freqüentemente. Define uma mensagem enviada do serviço para o cliente, resultando em uma mensagem enviada do cliente de volta para o serviço. Notificação: É quando o serviço envia uma mensagem para o cliente

17 Elementos da Interface de Serviço
Operação unidirecional <portType name=“....."> <operation name=“SetPrice"> <input message="tns:setPriceInput"/> <documentation> text </documentation> </operation> </portType>

18 Elementos da Interface de Serviço
Solicitação-resposta <portType name=“....."> <operation name="GetLastTradePrice"> <input message="tns:GetLastTradePriceInput"/> <output message="tns:GetLastTradePriceOutput"/> <fault message="tns:FaultMessagePrice"/> <documentation> text </documentation> </operation> </portType>

19 Elementos da Interface de Serviço
Pedido-resposta <portType name=“....."> <operation name="GetClientPrice"> <output message="tns:RequestPrice"/> <input message="tns:GetPriceInput"/> <fault message="tns:FaultMessagePrice"/> <documentation> text </documentation> </operation> </portType>

20 Elementos da Interface de Serviço
Notificação <portType name=“....."> <operation name=“SendNotification"> <output message="tns:NotifyClient"/> <documentation> text </documentation> </operation> </portType>

21 Elementos da Interface de Serviço
Tipos de portas (portType) O elemento <portType> é o elementos mais importante de um WSDL Descreve um web service, as operações que podem ser efetuadas e as mensagens de entrada e saida que estão envolvidas Agrupa um conjunto de operações Pode ser comparado a um módulo ou classe em uma linguagem de programação tradicional

22 Exemplo <portType name="StockQuotePortType"> <operation name="GetLastTradePrice"> <input message="tns:GetLastTradePriceInput"/> <output message="tns:GetLastTradePriceOutput"/> </operation> <operation name=“SendNotification"> <output message="tns:NotifyClient"/> </operation> </portType>

23 Elementos da Interface de Serviço
Ligações (binding) O elemento binding mapeia os elementos operation em um elemento portType, para um protocolo especifico. Associa o elemento portType ao protocolo SOAP, utilizando-se de um elemento de extensão SOAP chamado <wsdlsoap:binding>, através de dois parâmentos: protocolo de transporte e o estilo da requisição (rpc ou document).

24 Exemplo <binding name='ExemploBinding' type='tns:ExemploPortType'>   <soap:binding style='rpc' transport='http://schemas.xmlsoap.org/soap/http'/>   <operation name='getNome'>     <soap:operation soapAction='exemplo#getNome'/>     <input>        <soap:body use='encoded' namespace='exemplo‘          encodingStyle='http://schemas.xmlsoap.org/soap/encoding/'/>      </input>      <output>        <soap:body use='encoded' namespace='exemplo‘    encodingStyle='http://schemas.xmlsoap.org/soap/encoding/'/>     </output>   </operation> </binding>

25 Implementação do Serviço
Porta (port) Especifica um endereço para uma ligação, definindo então um endpoint único.

26 Exemplo <port name='ExemploPort' binding='ExemploBinding'>
    <soap:address location='http:// /servidor.php'/>   </port>

27 Implementação do Serviço
Serviço (service) Define um ws agregando um conjunto de portas relacionados entre si. Exemplo <service name='ExemploService'> <documentation>My first service</documentation>   <port name='ExemploPort' binding='ExemploBinding'>      <soap:address location='http:// /servidor.php'/>    </port> </service>

28 Resumo dos elementos Types– define os tipos de dados usados nas trocas de mensagens Message– representa de forma abstrata os dados que estão sendo transmitidos Operation– descrição abstrata de uma ação suportada pelo serviço Port Type– um conjunto abstrato de operações suportadas por um ou mais pontos de serviço Binding– associa concretamente o elemento portType a um protocolo (geralmente SOAP) Port– um único ponto de servico (endpoint) definido como uma combinação de pontos de ligação (binding) e endereços de rede (network address). Service– um conjunto de pontos de serviços (endpoints).

29 Exemplo prático A seguir é apresentado um exemplo prático de um ws.
Primeiro é definido o arquivo wsdl É apresentada a implementação do servidor Por fim o código fonte do cliente usado para consumir o ws

30 <?xml version ='1.0' encoding ='ISO­8859­1' ?>
<definitions name='Exemplo'    targetNamespace='http://example.org/Exemplo'    xmlns:tns='http://example.org/Exemplo'    xmlns:soap='http://schemas.xmlsoap.org/wsdl/soap/'    xmlns:xsd='http://www.w3.org/2001/XMLSchema'    xmlns:soapenc='http://schemas.xmlsoap.org/soap/encoding/'    xmlns:wsdl='http://schemas.xmlsoap.org/wsdl/'    xmlns='http://schemas.xmlsoap.org/wsdl/'> <message name='getNomeRequest'>    <part name='codigo' type='xsd:string'/> </message> <message name='getNomeResponse'>    <part name='resultado' type='xsd:string[]'/> <portType name='ExemploPortType'>     <operation name='getNome'>       <input message='tns:getNomeRequest'/>      <output message='tns:getNomeResponse'/>    </operation> </portType> Codigo fonte do arquivo exemplo.wsdl

31 Continuação do codigo fonte do arquivo exemplo.wsdl
<binding name='ExemploBinding' type='tns:ExemploPortType'>    <soap:binding style='rpc' transport='http://schemas.xmlsoap.org/soap/http'/>    <operation name='getNome'>      <soap:operation soapAction='exemplo#getNome'/>      <input>        <soap:body use='encoded' namespace='exemplo'          encodingStyle='http://schemas.xmlsoap.org/soap/encoding/'/>      </input>      <output>        <soap:body use='encoded' namespace='exemplo'          encodingStyle='http://schemas.xmlsoap.org/soap/encoding/'/>      </output>    </operation> </binding> <service name='ExemploService'>    <port name='ExemploPort' binding='ExemploBinding'>      <soap:address location='http:// /servidor.php'/>    </port> </service> </definitions> Continuação do codigo fonte do arquivo exemplo.wsdl

32 Codigo fonte do arquivo servidor.php
function getNome($codigo) {    if (!$codigo)             throw new SoapFault('Client','Parametro nao preenchido');      // conecta ao Banco de Dados     if (!$id)         throw new SoapFault("Server", "Conexao nao estabelecida");     // realiza consulta ao Banco de Dados     $result = pg_query($id, "select * from clientes " .                             "where codigo=$codigo");     $matriz = pg_fetch_all($result);      if ($matriz == null)   throw new SoapFault("Server", "Cliente nao encontrado");     // retorna os dados.     return $matriz[0]; } // instancia servidor SOAP $server = new SoapServer("exemplo.wsdl", array('encoding'=>'ISO­8859­1'));  $server­>addFunction("getNome");  $server­>handle();  ?> Codigo fonte do arquivo servidor.php

33 Codigo fonte do arquivo cliente.php
ini_set("soap.wsdl_cache_enabled", "0"); // disabling WSDL cache $client = new SoapClient("http:// /exemplo.wsdl", array( "trace" => 1, "exceptions" => 1)); try { print "<b>Funcoes do disponiveis<br></b><pre>"; print_r($client->__getFunctions()); print “</pre>    // realiza chamada remota de método    // $retorno = $client­>getNome(3);   // echo 'Código' . $retorno['codigo']   . '<br/>';      // echo 'Nome’ . $retorno['nome']     . '<br/>'; } catch (SoapFault $exception) { print "<pre>"; print_r($exception); print "</pre>"; } ?> Codigo fonte do arquivo cliente.php


Carregar ppt "Tópicos de Sistemas de Informação A"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google