A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Oração do Terço. Iniciamos o tempo da expectativa: Advento! Jesus no-lo recorda com palavras de encorajamento: Vigiai! Advento! Jesus no-lo recorda com.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Oração do Terço. Iniciamos o tempo da expectativa: Advento! Jesus no-lo recorda com palavras de encorajamento: Vigiai! Advento! Jesus no-lo recorda com."— Transcrição da apresentação:

1 Oração do Terço

2 Iniciamos o tempo da expectativa: Advento! Jesus no-lo recorda com palavras de encorajamento: Vigiai! Advento! Jesus no-lo recorda com palavras de encorajamento: Vigiai!

3 Ano A- I Domingo do Advento

4 Vêm com alegria, Senhor, Cantando vêm com alegria, Senhor, Os que caminham pela vida, Senhor, Semeando a Tua paz e amor. (bis) Vêm trazendo a esperança Ao mundo coberto de ansiedade, Ao mundo que procura e não encontra Caminhos de amor e amizade.

5 Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Ámen! A graça de Nosso Senhor Jesus Cristo, o amor do Pai e a Comunhão do Espírito Santo estejam convosco. Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo. Irmãos, para celebrar dignamente os Santos Mistérios reconheçamos que somos pecadores (momento de silêncio)

6 Confessemos os nossos pecados: Confesso a Deus Todo-Poderoso e a vós, irmãos, que pequei muitas vezes por pensamentos e palavras, actos e omissões, (batendo no peito) por minha culpa, minha tão grande culpa. E peço à Virgem Maria, aos Anjos e Santos, e a vós, irmãos, que rogueis por mim a Deus, Nosso Senhor. Deus Todo-Poderoso tenha compaixão de nós perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna. Ámen!

7 Senhor, tende piedade de nós. Cristo, tende piedade de nós. Senhor, tende piedade de nós.

8 SENHOR TEM PIEDADE DE NÓS, SOMOS O TEU POVO PECADOR TOMA A NOSSA VIDA DE PECADO E DOR, ENCHE O NOSSO ESPIRITO DE AMOR CRISTO TEM PIEDADE DE NÓS, SOMOS O TEU POVO PECADOR ……………. SENHOR TEM PIEDADE DE NÓS……………

9 Glória a Deus nas alturas, e paz na terra aos homens por Ele amados. Gloria a Deus, na terra e nos céus, Gloria, Gloria, Paz na Terra. Senhor Deus, Rei dos Céus, Deus Pai Todo-Poderoso, nós Vos louvamos, nós Vos bendizemos, nós Vos adoramos, nós Vos glorificamos, nós Vos damos graças, por Vossa imensa glória.

10 Gloria a Deus, na terra e nos céus, Gloria, Gloria, Paz na Terra. Senhor Jesus Cristo, Filho Unigénito, Senhor Deus, Cordeiro de Deus, Filho de Deus Pai: Vós que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós; Vós que tirais o pecado do mundo, acolhei a nossa súplica; Vós que estais à direita do Pai, tende piedade de nós.

11 Gloria a Deus, na terra e nos céus, Gloria, Gloria, Paz na Terra Só Vós sois o Santo; só Vós, sois o Senhor; só Vós, o Altíssimo, Jesus Cristo; com o Espírito Santo, na glória de Deus Pai. Ámen!

12 Glória a Deus nas alturas, e paz na terra aos homens por Ele amados. Senhor Deus, Rei dos céus, Deus Pai todo-poderoso: nós Vos louvamos, nós Vos bendizemos, nós Vos adoramos, nós Vos glorificamos, nós Vos damos graças por Vossa imensa glória.

13 Senhor Jesus Cristo, Filho Unigénito, Senhor Deus, Cordeiro de Deus, Filho de Deus Pai: Vós que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós; Vós que tirais o pecado do mundo, acolhei a nossa súplica; Vós que estais à direita do Pai, tende piedade de nós. Só Vós sois o Santo;

14 só Vós, o Senhor; só Vós o Altíssimo, Jesus Cristo; com o Espírito Santo, na glória de Deus Pai. Ámen

15 ORAÇÃO COLECTA Despertai, Senhor, nos vossos fiéis a vontade firme de se prepararem, pela prática das boas obras, para ir ao encontro de Cristo, de modo que, chamados um dia à sua direita, mereçam alcançar o reino dos Céus. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo. Amem.

16 Is 2, 1-5 O Senhor chama todos os povos à paz eterna do reino de Deus

17 LEITURA I Is 2, 1-5 Leitura do Livro de Isaías Visão de Isaías, filho de Amós, acerca de Judá e de Jerusalém: Sucederá, nos dias que hão-de vir, que o monte do templo do Senhor se há-de erguer no cimo das montanhas e se elevará no alto das colinas. Ali afluirão todas as nações e muitos povos acorrerão, dizendo: «Vinde, subamos ao monte do Senhor,

18 LEITURA I Is 2, 1-5 ao templo do Deus de Jacob. Ele nos ensinará os seus caminhos e nós andaremos pelas suas veredas. De Sião há-de vir a lei e de Jerusalém a palavra do Senhor». Ele será juiz no meio das nações e árbitro de povos sem número.

19 LEITURA I Is 2, 1-5 Converterão as espadas em relhas de arado e as lanças em foices. Não levantará a espada nação contra nação, nem mais se hão-de preparar para a guerra. Vinde, ó casa de Jacob, caminhemos à luz do Senhor. Palavra do Senhor. Graças a Deus

20

21 Refrão: Salmo 121 (122), (R. cf. 1) Refrão: Vamos com alegria para a casa do Senhor.

22 Rom 13, Está perto a salvação

23 LEITURA II Rom 13, Leitura da Epístola do apóstolo São Paulo aos Romanos Irmãos: Vós sabeis em que tempo estamos: Chegou a hora de nos levantarmos do sono, porque a salvação está agora mais perto de nós do que quando abraçámos a fé. A noite vai adiantada e o dia está próximo.

24 LEITURA II Rom 13, Abandonemos as obras das trevas e revistamo-nos das armas da luz. Andemos dignamente, como em pleno dia, evitando comezainas e excessos de bebida, as devassidões e libertinagens, as discórdias e ciúmes; não vos preocupeis com a natureza carnal para satisfazer os seus apetites, mas revesti-vos do Senhor Jesus Cristo. Palavra do Senhor. Graças a Deus

25 AclamaçãoAleluia. Mostrai-nos, Senhor, a vossa misericórdia e dai-nos a vossa salvação.

26 Mt 24, Vigiai, para que estejais preparados

27 EVANGELHO Mt 24, O Senhor esteja convosco, Ele está no meio de Nós. Evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo segundo S. Mateus Gloria a Vós, Senhor!

28 EVANGELHO Mt 24, Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: «Como aconteceu nos dias de Noé, assim sucederá na vinda do Filho do homem. Nos dias que precederam o dilúvio, comiam e bebiam, casavam e davam em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca; e não deram por nada, até que veio o dilúvio, que a todos levou. Assim será também na vinda do Filho do homem.

29 EVANGELHO Mt 24, Então, de dois que estiverem no campo, um será tomado e outro deixado; de duas mulheres que estiverem a moer com a mó, uma será tomada e outra deixada. Portanto, vigiai, porque não sabeis em que dia virá o vosso Senhor. Compreendei isto: se o dono da casa soubesse a que horas da noite viria o ladrão, estaria vigilante e não deixaria arrombar a sua casa.

30 EVANGELHO Mt 24, Por isso, estai vós também preparados, porque na hora em que menos pensais, virá o Filho do homem. Palavra da salvação. Gloria a Vós, Senhor.

31

32 As quatro semanas do Advento representam os quatro mil anos que o povo do Antigo Testamento esperou pelo salvador prometido. É este o significado das quatro velas que se acendem consecutivamente cada semana até ao Natal. O novo ano litúrgico inicia-se com o advento. O evangelho de hoje convida-nos: estai vós também preparados, porque na hora em que menos pensais, virá o Filho do Homem. Advento significa vinda.

33 2000 anos passados o mundo testemunhou a vinda de Cristo. Os Cristãos estão à espera da Sua segunda vinda. No intervalo destes duas vindas experimentamos a vinda dEle pela eucaristia, pelos sacramentos, pela caridade, pelo amor e pelo Natal. Na história humana só alguns se prepararão para recebê-Lo. No tempo do dilúvio os povos comiam e bebiam, casavam e davam-se em casamento.

34 Entretanto Noé e os seus familiares trabalhavam meses para preparar o barco. O segundo exemplo refere-se às atividades que os homens e as mulheres do povo faziam todos os dias; o trabalho nos campos e a preparação da farinha para fazer o pão. Precisamente nas situações mais normais e aparentemente mais banais, alguns permanecem atentos, comportam-se com sabedoria, e vêem o Senhor que chega.

35 Quando nasceu O Menino em Belém os pastores e os reis magos, foram a recebê- Lo. O advento é um tempo de oração e de penitência, instituído pela Igreja para preparar os seus filhos para celebrarem, dignamente e com fruto, o mistério do nascimento do Menino Jesus. A nossa mãe Igreja propõe-nos que o façamos através de quatro vertentes. A primeira é a penitência. A Igreja indica- nos São João Baptista como modelo de imitação.

36 Deixemos neste tempo o que não é muito necessário na nossa vida. No advento muitos deixam de beber vinho, comer doces, ver novelas na TV, críticar os outros etc. Estas são algumas medidas para resistir à tendência para o pecado. Cada um tem um vício para resistir, um pecado grave para corrigir, uma fraqueza para melhorar.

37 A segunda é a oração. Neste tempo de advento, participemos todos os dias na santa missa, rezemos o terço todos os dias, rezemos antes de tomar as refeições, rezemos no início do dia e antes de adormecer. Devemos levar os outros, especialmente os filhos e os netos, à oração. A terceira vertente na preparação são os actos de caridade. Muitos pedem a nossa ajuda e devemos lembrar que não levamos nada quando morremos.

38 Com o pouco que partilharmos, talvez, um pobre possa refazer a sua vida. A última ação de preparação para o natal é meditar na incarnação de Jesus. Meditemos profundamente no significado da sua vinda. Tentemos cada dia ler Bíblia, e também fazer uma boa confissão neste tempo. Deixemos que este Natal seja um Natal diferente dos outros. Assim Seja!

39 Vigiai, para que estejais preparados

40

41 Creio em um só Deus, Pai todo-poderoso, Criador do céu e da terra De todas as coisas visíveis e invisíveis. Creio em um só Senhor, Jesus Cristo, Filho Unigénito de Deus, nascido do Pai antes de todos os séculos: Deus de Deus, Luz da Luz, Deus verdadeiro de Deus verdadeiro; Gerado, não criado, consubstancial ao Pai. Por Ele todas as coisas foram feitas. E por nós, homens, e para nossa salvação

42 desceu dos céus (Faz-se inclinação) E encarnou pelo Espírito Santo, no seio da Virgem Maria. e Se fez homem. Também por nós foi crucificado sob Pôncio Pilatos; padeceu e foi sepultado. Ressuscitou ao terceiro dia, conforme as Escrituras; e subiu aos céus, onde está sentado à direita do Pai.

43 De novo há-de vir em sua glória, para julgar os vivos e os mortos; e o seu reino não terá fim. Creio no Espírito Santo. Senhor que dá a vida, e procede do Pai e do Filho; e com o Pai e o Filho é adorado e glorificado: Ele que falou pelos Profetas.

44 Creio na Igreja una, santa, católica e apostólica. Professo um só batismo Para remissão dos pecados. E espero a ressurreição dos mortos, e vida do mundo que há-de vir. Ámen.

45

46 Irmãos e irmãs: Peçamos ao Pai, que está nos céus, que as próximas solenidades do Natal tragam luz e esperança ao coração de cada ser humano, dizendo com toda a confiança: Ouvi-nos, Senhor. Pelos pastores e fiéis da santa Igreja, para que vivendo dignamente, como em pleno dia, sejam sinal da vinda próxima do Senhor, oremos, irmãos. Ouvi-nos, Senhor.

47 Pelas nações do mundo inteiro e seus governos, para que, abandonando os caminhos da guerra, convertam as armas em instrumentos de paz, oremos, irmãos. Ouvi-nos, Senhor. Por todas as Igrejas e comunidades cristãs, para que se revistam dos sentimentos de Jesus e apressem a reconciliação tão desejada, oremos, irmãos. Ouvi-nos, Senhor.

48 Pelas crianças e jovens dos grupos de catequese, para que em Cristo, Filho de Deus e de Maria, descubram Aquele que dá sentido às suas vidas, oremos, irmãos. Ouvi-nos, Senhor. Pelos que, nesta comunidade paroquial ou em qualquer outra, estão de vela junto aos doentes e aos moribundos, para que o Senhor seja a sua recompensa, oremos, irmãos. Ouvi-nos, Senhor.

49 Senhor, nosso Deus, não nos deixeis andar sonolentos, no meio das injustiças deste mundo, mas dirigi o nosso coração e o nosso olhar para Aquele que nos vem trazer a paz. Por Cristo, nosso Senhor. Ámen.

50

51 Ergue-te na alegria, povo chamado à Salvação Deixa o traje de luto porque o Senhor é a nossa justiça. Alegre-se o deserto e rejubile a fonte mais pura Consolai o meu povo tende coragem Deus nos conduz. Partilhai a riqueza porque Deus de todos é Pai sois benditos, entrai, no reino da luz porque eu tive fome, e vós deste-me de comer tive sede e vós, deste-me de beber.

52 Povos de toda a terra fazei da vida uma refeição Preparai o caminho abri as mãos para repartir. Nesses bairros de fome onde a miséria resseca o homem Numa casa sem vidaonde ninguém consegue morar.

53 Orai, Irmãos para que o meu e vosso sacrifício seja aceite por Deus Pai todo-poderoso. Todos: receba o Senhor por tuas mãos este sacrifício, para honra e glória do seu nome, para nosso bem e de toda a santa Igreja

54 (Todos de pé) ORAÇÃO SOBRE AS OBLATAS Aceitai, Senhor, este sacrifício da reconciliação humana e, pelos méritos de Cristo vosso Filho, concedei a todos os povos o dom da unidade e da paz. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo. Amen.

55 Prefácio V. O Senhor esteja convosco. R. Ele está no meio de nós. V. Corações ao alto. R. O nosso coração está em Deus. V. Dêmos graças ao Senhor nosso Deus. R. É nosso dever, é nossa salvação.

56 Senhor, Pai santo, Deus eterno e omnipotente, é verdadeiramente nosso dever, é nossa salvação dar-Vos graças, sempre e em toda a parte, por Cristo, Nosso Senhor. Ele veio a primeira vez, na humildade da natureza humana, realizar o eterno desígnio do vosso amor e abrir-nos o caminho da salvação;

57 de novo há-de vir, no esplendor da sua glória, para nos dar em plenitude os bens prometidos que, entretanto, vigilantes na fé, ousamos esperar. Por isso, com os Anjos e os Arcanjos e todos os coros celestes, proclamamos a vossa glória, cantando numa só voz:

58

59 Sac. Vós, Senhor, sois verdadeiramente santo, sois a fonte de toda a santidade. Reunidos na vossa presença, em comunhão com toda a igreja, ao celebrarmos o dia santíssimo em que o Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho Unigénito, colocou à direita da vossa glória a nossa frágil natureza humana unida á sua divindade, humildemente vos suplicamos: Santificai estes dons, derramando sobre eles o Vosso Espírito, de modo a que se convertam para nós, no Corpo e Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo.

60 (Todos ajoelham) Na hora em que Ele se entregava, para voluntariamente sofrer a morte, tomou o pão e, dando graças, partiu-o e deu-o aos seus discípulos, dizendo: Tomai, todos, e comei: isto é o meu Corpo que será entregue por vós.

61 De igual modo, no fim da Ceia, tomou o cálice e, dando graças, deu-o aos seus discípulos, dizendo: Tomai, todos, e bebei: este é o cálice do meu Sangue o Sangue da nova e eterna aliança, que será derramado por vós e por todos, para remissão dos pecados. Fazei isto em memória de mim.

62 Mistério da Fé! Anunciamos, Senhor, a vossa morte, proclamamos a vossa ressurreição. Vinde, Senhor Jesus!

63 Sac. Celebrando agora, Senhor, o memorial da morte e ressurreição de vosso Filho nós Vos oferecemos o pão da vida e o cálice da salvação e Vos damos graças porque nos admitistes à vossa presença para Vos servir nestes santos mistérios. Humildemente Vos suplicamos que, participando no Corpo e Sangue de Cristo, sejamos reunidos, pelo Espírito Santo, num só corpo.

64 Lembrai-Vos, Senhor, da vossa Igreja, dispersa por toda a terra, e tornai-a perfeita na caridade em comunhão com o Papa Francisco, e o nosso Patriarca D. Manuel Clemente, os bispos auxiliares e todos aqueles que estão ao serviço do vosso povo. Lembrai-Vos também dos nossos irmãos que adormeceram na esperança da ressurreição, e de todos aqueles que na vossa misericórdia partiram deste mundo:

65 admiti-os na luz da vossa presença. Tende misericórdia de nós, Senhor, e dai- nos a graça de participar na vida eterna, com a Virgem Maria, Mãe de Deus, São José seu esposo, os bem-aventurados Apóstolos e todos os Santos que desde o princípio do mundo viveram na vossa amizade, para cantarmos os vossos louvores, por Jesus Cristo, vosso Filho.

66 Por Cristo, com Cristo, em Cristo, a Vós, Deus Pai todo-poderoso, na unidade do Espírito Santo, toda a honra e toda a glória agora e para sempre… Ámen.

67

68 Pai Nosso, que estais nos céus, santificado seja o Vosso nome. Venha a nós o Vosso Reino. Seja feita a Vossa vontade, assim na Terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje. Perdoai-nos as nossas ofensas assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido. E não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal.

69 Sac. Livrai-nos de todo o mal, Senhor, e dai ao mundo a paz em nossos dias, para que, ajudados pela vossa misericórdia, sejamos sempre livres do pecado e de toda a perturbação, enquanto esperamos a vinda gloriosa de Jesus Cristo nosso Salvador. Vosso é o reino e o poder e a glória para sempre.

70 Sac. Senhor Jesus Cristo, que dissestes aos vossos Apóstolos. Deixo-vos a paz, dou-vos a minha paz: não olheis aos nossos pecados mas à Fé da vossa Igreja e dai-lhe a união e a paz, segundo a Vossa vontade. Vós que sois Deus com o Pai na unidade do Espírito Santo. Amem. A paz do Senhor esteja sempre convosco. O amor de Cristo nos uniu. Sac. Saudai-vos na paz de Cristo.

71

72 CORDEIRO DE DEUS, QUE TIRAIS O PECADO DO MUNDO. TENDE PIEDADE DE NÓS, CORDEIRO DE DEUS, QUE TIRAIS O PECADO DO MUNDO. TENDE PIEDADE DE NÓS, CORDEIRO DE DEUS, QUE TIRAIS O PECADO DO MUNDO. DAI-NOS A PAZ,

73 Sac. Felizes os convidados para a Ceia do Senhor. Eis o Cordeiro de Deus, que tira os pecados do mundo. Senhor, eu não sou digno de que entreis em minha morada, mas dizei uma palavra e serei salvo

74

75 É o Meu Corpo: tomai e comei. É o Meu Sangue: tomai e bebei: Porque Eu sou a vida, Porque eu sou o amor. Ó Senhor faz-nos viver no Teu amor. Como o Senhor nos amou, jamais alguém pode amar, Plo caminho da justiça nos ensina a caminhar Quando estamos reunidos e partilhamos Seu pão Ele nos dá o Seu amor e a Sua paz

76 É o Meu Corpo: tomai e comei. É o Meu Sangue: tomai e bebei: Porque Eu sou a vida, Porque eu sou o amor. Ó Senhor faz-nos viver no Teu amor. Como o Senhor nos amou, jamais alguém pode amar, Em tudo o que nos legou manifesta o Seu amor. Quem comer a Minha carne e beber o Meu sangue, Permanecerá em mim e Eu nele.

77 É o Meu Corpo: tomai e comei. É o Meu Sangue: tomai e bebei: Porque Eu sou a vida, Porque eu sou o amor. Ó Senhor faz-nos viver no Teu amor. O Senhor nos vem salvar e nos vem tornar irmãos, Como os homens mais humildes trabalhou com suas mãos. É o filho do carpinteiro, todo o dia a trabalhar, Ele vive em cada dia para amar

78

79 Senhor Jesus, Tu és luz do mundo. Dissipa as trevas que me querem falar Senhor Jesus és luz na minh alma Saiba eu acolher o Teu amor.

80 Oração depois da comunhão Fazei frutificar em nós, Senhor, os mistérios que celebramos, pelos quais, durante a nossa vida na terra, nos ensinais a amar os bens do Céu e a viver para os valores eternos. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo. Amem.

81

82 Sac. O Senhor esteja convosco. Ele está no meio de nós. Sac. Abençoe-vos Deus todo-poderoso, Pai, Filho e Espírito Santo. Ámen. Sac. Ide em paz e o Senhor vos acompanhe. Graças a Deus.

83 Fortes na fé, anunciamos o poder da vida, Fortes na fé, anunciamos que Jesus é Deus, Fortes na fé, Fortes na fé, acreditamos que Ele reinará(3x)

84

85 Ficha técnica : Eucaristia Celebrada por : Fr. Jacob Puthiyaparampil Animada por : Grupo de Jovens Seguindo teus Passos Projeção : Joshua Oliveira Realização : A. Alberto Sousa Imagens recolhidas : Via Google Projeção disponível : www. mcccastanheira. blogspot. pt www. mcccastanheira


Carregar ppt "Oração do Terço. Iniciamos o tempo da expectativa: Advento! Jesus no-lo recorda com palavras de encorajamento: Vigiai! Advento! Jesus no-lo recorda com."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google